História Amando o perigo - Daryl Ortega - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


A capa é a roupa que ela saiu de casa e algumas fotos que ela tirou no estúdio de foto na agência de modelos.

Capítulo 2 - Adaptação em NY


Fanfic / Fanfiction Amando o perigo - Daryl Ortega - Capítulo 2 - Adaptação em NY

  Depois de mais ou menos 5 horas de voo eu finalmente cheguei em Nova York, fui direto a casa que meu pai comprou no Upper East Side faz 5 anos, por incrível que pareça nunca conheci essa residência, inclusive soube da existência logo quando fechei o contrato com a agência de modelos, IMG Models. Apesar dela também estar situada em Los Angeles, eu estar morando em Nova York, para o meu trabalho ia ser mais fácil, mas tenho planos de voltar.

A casa é geminada e é bem grande para mim, tendo elevador e 6 quartos, e a vista é bem diferente da minha antiga casa, mas também é linda. O bairro é encantador, cheio de classe e de elite, acho que vou me acostumar com a localização, visto que, em Beverly Hills, aonde se situa a minha antiga casa, os moradores são de alta sofisticação. 

   Após analisar o meu novo lar, eu decido tomar um banho bem quente, pois estou cansada do voo, depois de me higienizar, acabo ligando a TV e deitando no sofá para descansar um pouco. Acordo no dia seguinte bastante cansada, já no meu quarto, apesar de eu ter dormido muito parece que um caminhão passou por cima de mim, hoje é domingo, faço a minha higiene pessoal e eu decido conhecer mais a cidade, um passeio mais tranquilo, uma vez que sempre que venho é para curtir e também, porquê amanhã vai ser um dia bem corrido, dado que tenho que ir à agência resolver alguns assuntos pendentes. Meu dia foi assim, organizando as minhas coisas, vendo televisão, mexendo no celular e conversando com meus amigos e familiares. Estou terminando de desarrumar as minhas malas quando meu pai me manda uma mensagem: 

- Oi filha, como estão as coisas aí?
- Oi pai, ta tudo bem ;) Estou terminando de me instalar.
- Ok, contratei uma diarista para te ajudar com a casa, sei que ela é bem grande para estar só você. Amanhã por volta das 8:30 a diarista deve chegar. Beijos filha, aproveita aí. Já estou com saudade :(
- Também estou pai, manda beijo para todos aí em casa. Espero que ela não se atrase, porque 9 horas tenho que resolver alguns assuntos.
- A propósito, vou te visitar semana que vem, levarei seu carro e mais uma surpresa para você.
- Uma surpresa? Agora estou curiosa, tenho que ir agora. Beijos!!

 

Quando eu terminei de arrumar as minhas coisas percebo que já é 1 hora da manhã. Se eu tivesse com a minha vida de antes acharia cedo, inclusive seria bem provável de eu estar em uma balada a essa hora, mesmo que eu esteja querendo ir a uma festa ou algo do tipo, tenho que dormir, em consequência de o dia estar lotado de coisas para fazer.

Acordo com barulho do meu despertador tocando, às 8 horas, de saco cheio desligo de qualquer jeito e enrolo um pouquinho na cama para levantar. Para despertar tomo um banho bem gelado e faço a minha higiene pessoal, decido ir sem maquiagem e coloco uma roupa confortável mas também estilosa, já que tenho que ir a uma agência de modelos e ficarei bastante tempo com ela. Quando termino de me arrumar escuto a campainha tocar, atendo e é a diarista, converso um pouco com ela:

- Oi, bom dia. Você deve ser a moça que vai trabalhar aqui em casa. Prazer, me chamo Beatriz! 
- Oi, prazer Beatriz, meu nome é Cecília. Seu pai me contratou para cozinhar também, vim aqui para conhecer a sua casa, e para saber o meu horário de trabalho. posso começar hoje, se quiser.
- Não é necessário, mas você pode começar amanhã as 10 horas?
- Posso sim.

   Após isso mostrei o local para a Cecília e decidimos que ela iria trabalhar de segunda a sexta, de 10 as 17 horas. Ela me ensinou a como pegar o metrô para o local, mas como achei muito complicado, então preferi pegar um taxi enquanto meu pai não traz o meu carro. Chegando lá, já vou direto na secretária, depois de falar com ela, sou dirigida a sala de um dos CEO’s da empresa. Ele é um amor, bem carismático, não sei se ele trata todos assim ou é só porque eu sou uma das modelos da agência dele agora, assino os contratos e ele me pega de surpresa quando fala que eu já vou fazer uma sessão de fotos para o meu portfólio. Sou levada ao estúdio deles, para arrumarem meu cabelo, me vestirem e me maquiarem. Depois de 4 horas e de tirar muitas fotos com muitos looks, acabo. Pelo o que eu vi as fotos ficaram incríveis, não vejo a hora de vê-las oficialmente. Após me despedir das pessoas vou almoçar, já são 14:30 e estou com muita fome, logo procuro um restaurante pela redondeza, a secretária me indicou um aqui por perto, então decido ir nele. Atravessando a rua para chegar ao restaurante, escuto um barulho bem alto, como convivia com isso já sei que é um carro, mas não imaginava a sua velocidade, até que uma lamborghini vermelha freia e para a centímetros de mim. Levo um susto, e logo já vou brigar com o motorista:

- Qual é o seu problema? Não sabe dirigir direito não? 

O homem furioso sai do carro, mas parece relaxar quando me vê.

- Fica brava não, gatinha. Você que não sabe atravessar.
- Eu?????? Cara, qual é o seu problema? Eu nem te conheço pra você ficar me chamando desse jeito. E nem vem querer jogar a culpa em cima de mim que você sabe que você esta errado.
- Eu não te conheço mas posso te conhecer. Prazer, Daryl Ortega. E o seu é?
- Beatriz...
- Então Beatriz, tava bem bravo com você, mas quando vi a sua carinha e o seu jeitinho estressada, confesso que tive interesse.
- Que pena, porque eu não. Você acha que só por que tem essa carinha aí e esse carro, pode fazer tudo que quiser e ter quem você quer é?
- Então quer dizer que me achou bonito e gostou do meu carro? 
- N-não, e se quer saber essa sua lamborghini já ta passada, mas chama a atenção das pessoas, sendo assim te faz ficar bonito. Mas não sai de perto dela, se não o seu encanto desaparece. — Os olhos dele ficam nublados de repente e a cara dele se fecha.
- Aé? Mas pode deixar que não vou sair não. E o que uma patricinha como você sabe sobre carros?
- Bastante coisa, se quiser saber.
- Fala sobre esse então — ele da um tapinha em seu veículo para me mostrar. E eu analiso o seu carro.
- É uma lamborghini Aventador S Roadster. O Saga S saiu em 1968 com o Miura S. Então Islero, Countach e Urraco. Estrutura de fibra de carbono monocasco. Rodas de liga de alumínio pra Dione de 20. Direção nas quatro rodas, com suspensão ativa, tração nas quatro rodas.
- Impressionante, paty. Aprendeu isso com quem? Seu namorado falando com os amigos dele e você prestou atenção achando que era uma garota?
- Uma mulher pode muito bem saber sobre carros, até mesmo, como você disse, uma patricinha como eu. E para a sua informação aprendi com o meu pai, não preciso de um namorado ou algo do tipo para aprender sobre isso.
- E seu pai é o que? O maior e melhor piloto de corrida John Accorsi? — Acertou na mosca, mas eu prefiro não dizer isso a ele, e só respondo isso:
- Talvez...

Ele chega bem próximo de mim, consigo sentir seu cheiro, que por acaso é muito bom.

- Gatinha, raivosa e ainda sabe de carros... — ele pensa um pouco — Olha paty, aqui ta o meu número de telefone, me liga para a gente se encontrar.

Ele me entrega um cartão com o seu número escrito

- Para de me chamar assim, você sabe meu nome!!
- Ta bom, paty — ele entra em seu carro e dá partida.

 

Ele é um homem lindo, cheiroso, gosta de carros, mas se acha demais, fora que ele é muito bom de cantada. Confesso que eu fiquei intrigada com o seu jeito.

Fui almoçar pensando nisso, mas que situação! Peguei um taxi, e depois disso decidi dar uma volta pelo meu bairro. Vai  ser mais fácil do que eu imaginei eu me acostumar com a localização, já que ganhou uma parte do meu coração com tantas lojas de grife, inclusive decidi fazer umas compras na Christian Louboutin e na Dolce & Gabbana, apesar de eu não estar nem um pouco precisando de roupa, encontrei peças que me agradaram.


Notas Finais


Gostaria de pedir para vocês darem o like e comentarem para me motivar a continuar a escrever. Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...