História Amando Uchiha Madara-MadaSaku - Capítulo 32


Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Madara Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno
Tags Inosai, Itasaku, Tobisaku
Visualizações 82
Palavras 1.399
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ecchi, Fantasia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, trago mais um capítulo!

Capítulo 32 - Festas e Bebedeiras.


Fanfic / Fanfiction Amando Uchiha Madara-MadaSaku - Capítulo 32 - Festas e Bebedeiras.

Sakura On

Domingo, 11 de maio. 21:36

—Mãe, você pode ficar com o Daisuke hoje? Vou ser acompanhante do izuna na festa.

—Claro querida.

Deixei o daisuke com minha mãe e voltei para casa. Tomei banho e voltei para o quarto, vesti uma langerie preta e o vestido preto. Ele era todo preto, porém no meio dos seios até o umbigo era transparentez ele era de mangas longas, tampava todo meu braço e era aberto na perna direita. Penteei meu cabelo p deixando solto, vesti meu salto alto preto e passei um  Perfume de cereja. Assim eu peguei uma pequena bolsa preta de alça e coloquei meu celular dentro, passei uma maquiagem forte e um batom vermelho... Assim que  terminei Desci a Escada e vi izuna na sala.

—pode parar de envadir minha casa?

Rimos e ele concordou com a cabeça, saímos dali e entramos no carro.

—Você está linda!

—Obrigada, você também.

Ele deu partida no carro e fomos para a festa. Depois de um tempo na estrada chegamos na festa. Desci do carro e passei o braço em volta do braço de izuna, ele sorriu e entramos.

—Querida! Você veio!–Mikoto me abraçou e retribui.–Como você está linda!

—Obrigada, você também está linda.

Ela se despediu e foi conversar com outros convidados, avistei Madara de longe com uma Ruiva, quando ela se virou vi o rosto dela. Ah sim! A Uzumaki! Temos problemas desde pequenas.

—Izuna, vou pegar Whisky.–Disse e sai dali, caminhando até o pequeno bar. Pedi uma garrafa de whisky e um copo.

Coloquei bastante no copo e bebi.

—Sakura?–Ouvi a voz masculina e olhei para trás.

—Sim?

—Quer dançar?

—Claro.

Fui com o izuna até a pista de dança e as mãos dele foi para minha cintura e as minhas foram para o ombro dele. Começamos a dançar calmamente, fechei os olhos e coloquei a cabeça no peito dele.

—Izuna, você é um idiota...–Disse apertando o ombro dele.

—Nem começou a festa direito e você já tá bêbada?–Rimos e quase caí, mas ele me segurou.

–Opa! Obrigada.–Soltei ele.–Vou tomar um ar fresco e já volto.–Ele concordou com a cabeça e fui até o jardim.

Karin estava sentada lá observandonas estrelas, caminhei próxima a outra mesa e me sentei... Ouvi passos até mim, vi a ruiva sentar na minha frente, ela sorriu de lado e se aproximou.

—Eu sei que você tem uma aproximação com os Uchihas...—Disse ela. –Quero que deixe o Madara em paz. Ele pertence a mim.

—Hum?–Ri alto e a olhei.–Pode ficar com ele, não estou interessada nele, faça o que bem entender!–Sai dali a deixando sozinha e caminhei até a varanda mais próxima.

—Quanto tempo...–Olhei para trás e me assustei.

—S-Sasuke-Kun?!!–O Abracei forte e o mesmo retribuiu.

—Voltei quando fiquei sabendo da festa. Como está o Daisuke?

—Está bem e você?

—Estou bem. Já estou casado...–sorriu.

—Serio? Com quem?

—Com a TenTen.

—Ah... Que bom! Felicidades.

—obrigado. Bom agora preciso ir.–Ele me deu um beijo na testa.

—Certo...–Sorri.–Até mais.

Ele saiu dali sorrindo e voltei para o jardim. Senti meu coração apertar com a cena que acabou de vir. Era o Madara agarrado a Karin, ele estava sentado na cadeira e ela por cima, parecendo que iriam transar ali mesmo. Não quis atrapalhar, então sai bem devagar sem que eles me vejam, mas não adiantou.

—Sakura...–Ouvi a voz do Madara.

—Não se preocupe não quero atrapalhar, podem continuar, não vou atrapalhar e não vou contar a ninguém!–Sai correndo e voltei para a festa.

Me sentei no pequeno bar e pedi duas garrafas de whisky, assim sai dali bebendo uma no bico, sono as escadas indo em direção ao banheiro, entrei lá e joguei a garrafa vazia fora. Logo comecei a beber a outra garrafa, sai do banheiro e desci as escadas devagar. Voltei para o jardim onde Madara e Karin permaneciam ali ainda, me sentei na grama e fiquei bebendo e olhando o céu.

—Ai, garota sai daqui.–Olhei para Karin.

—Hum?–Ri alto e me levantei.–Acgo que aqui é um lugar público não?

—Mas está atrapalhando.

—Vai foder com seu namorado em um apartamento.–olhei

—Hum... Vamos então madara?

—Sim, vai na frente vou pegar minhas coisas.–Ela concordou e assim fez.

Madara caminhou até mim e tomou a garrafa da minha mão.

—Sakutmra, você está bêbada.

—E você se importa?–Perguntei e peguei a garrafa da mão dele. Sai andando e ele segurou meu braço.–Me solta.

—Não.–Disse ele.

—Não vai me soltar?–Perguntei.

—Não, não vou.

Dei um tapa forte na cara dele e ele me soltou, sai dali deixando ele sozinho. Sai da festa caminhando para uma mais animada.

—Aquela festa de bosta!–Revirei os olhos.–Vou para outra...

Senti que estava sendo seguida e olhei para trás, mas não havia ninguém. Então continuei andando, até que encontrei uma balada, entrei nela e fui para a pista, comecei a dançar feito louca com outra garrafa de whisky na mão.

Eu estava tão bêbada que sono em cima do balcão e todos me olharam, pedi para que o DJ parasse a música e assim ele fez. Coloquei a garrafa em cima do balcão e comecei e retirar meu vestido, quando o retirei por completo ficando somente de langerie, todos gritaram, quando eu iria tirar meu sutiã meu corpo foi puxado para baixo, izuna pegou meu vestido e entrou dentro do vestuário masculino e colocou o vestido em mim.

—Sakura, está doida?

—Hum... Cala a boca Izuna...

—Vou te levar para sua casa.–Assim que ele disse o beijei com vontade. O puxei para dentro de um cômodo apertado e fechei a porta enquanto o beijava.—Sakura, está bêbada.

—Cala a boca...–Ele segurou forte em minha cintura, me fazendo gemer um pouco alto, ele me pegou no colo e saiu do vestuário.

—Não quero que se arrependa depois.

Saímos da festa e entramos no carro dele, ele me deu uma blusa dele confortável para eu vestir. Eu fiquei somente com a camisa preta de botões e com uma calcinha de renda preta. Me deitei no banco de trás e fiquei esperando que chegaremos em casa.

—Pronto.–Descemos do carro e na porta de casa e o agarrei novamente, abri a porta e entrei o puxando para uma beijo, ficamos nos beijando até na cozinha, onde ele me colocou em cima da pia e se pois entre minhas pernas, ele beijou meu pescoço  e o chupou com vontade. Senti a ereção dele, ele estava duro demais,ele se mexeu entre minhas pernas buscando contato com nossas intimidades.

—Oh... Izuna!–Gemi um pouco baixo.

Neste momento a imagem do Madara veio em minha mente.

—Izuna... Eu não posso... Eu sei que forcei a barra, mas não posso...

—Tudo bem pequena.—Ele sorriu e me pegou no colo.

Ele me levou para o quarto e me colocou na Cama, assim ele me cobriu e eu adormeci.

Onde será que ele está? Será que está com a Karin...?

Madara On

Segunda-feira dia 12. 01:55

Karin estava dormindo ao meu lado, depois de uma foda... Olhei para o teto e a imagem do tapa que Sakura me deu veio na cabeça. Como será que ela está? Me levantei e fui até o banheiro, tomei um banho e vesti minhas roupas. Sai do quarto devagar e fui até a garagem, abri o portão e sai com o carro, fechei o portão e deu partida no carro, indo em direção a casa da Sakura. Parei o carro em frente a casa dela, desci do carro e bati na porta, Izuna me atendeu... Ele estava somente de toalha. Veio várias coisas na minha cabeça, será que os dois transaram?

—Sakura tá aí?–Perguntei.

—Está, mas está dormindo...–Ele respondeu.

—Hum...—Suspirei–Então, mais tarde venho aqui.

—Certo.

Eles ficaram mesmo, se não ele não estaria somente de toalha na casa dele não é?! Entrei no carro e soquei o volante, sai dali e avistei temari na rua. Parei o carro e ela mordeu o lábio e olhou para mim.

—Veio pedir uma foda?–Perguntou ela.

—Sim... Acertou.

Ela entrou no carro e fomos para um lugar mais calmo, coloquei o carro no meio da mata, bem longe da estrada e saímos do carro. Beijei ela e a coloquei de costas para mim, coloquei ela de frente para o carro e fiz ela coloca as mãos em cima do carro, ficando empinada para mim, retirei o short e a calcinha dela, abri o zíper da minha calça e tirei meu membro para fora. Abri mais as pernas dela e passei a língua na bct dela, depois coloquei meu membro dentro da intimidade dela. As possibilidades deles terem ficado me deixava furioso, isso fazia com que meus movimentos iriam fortes e bem rápidos.

Maldita Sakura, o que está fazendo comigo?


Continua...


Notas Finais


Será que ele está apaixonado por ela..?👀


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...