1. Spirit Fanfics >
  2. Amando um criminoso! >
  3. Capitulo 2

História Amando um criminoso! - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Eu não consigo me controlar kakaka, ja postei

Ta aiii

Espero que gosteii, perdão pelos erros de escrita

Capítulo 2 - Capitulo 2


Fanfic / Fanfiction Amando um criminoso! - Capítulo 2 - Capitulo 2

Estou aqui a dois dias pelas minhas contas… agora somos em quatro… chegou uma nova garota ela é legal, seu nome é konan e ela tem 28 anos.. Ela tambem é bem curiosa.


 

Estavamos conversando quando entra os assaltantes entregando comida.


 

Molly- o da mascara laranja é assustador não é konan.


 

Konan- é sim… O pior.


 

S/n- ele não é tão ruim assim- como a comida- ele apenas é misterioso


 

Konan- se misterioso você quer dizer assustador você ta certa.


 

S/n- para mim ele parece ser legal…- as meninas me olharam estranho… Mas é o que eu penso né.


 

Abriram a porta com tudo e arrastaram a konan para fora.





 

Konan on*


 

Claro esse é o jeito de controlar a s/n, hidan abre a porta com tudo e me arrasta de laa.



 

Quando estamos mais distante.



 

Konan- me solta idiota- eu puxo meu braço.



 

Pain- e ai alguma coisa?



 

Konan- sim… pelo jeito ela não tem ponto fraco… Não se importa com ninguem nem nada… mas talvez ela fique aqui bem quieta por causa dele- aponto para o obito.


 

Obito- eu?


 

Konan- ela gostou de você… talvez se você se aproximar dela.



 

Obito- eu não vou me aproximar dela.




 

Obito on*


 

Mas é claro que eu vou me aproximar dela…. Só não quero que eles saibam que eu tambem quero ela.


 

Sasori- pelo jeito é o unico jeito de controlar aquela garota… vai obito.


 

Obito- vou pensar… agora ta tarde vamos dormir…. A e dão tiro para o alto para fingir que matamos a konan.




 

S/n on*


 

De repende ouvimos barulho de tiro 



 

S/n- o que foi isso?


 

Molly- o não …


 

S/n- que foi?



 

Kira- mataram… A konan


 

S/n- ouu… Nossa.


 

Eles abrem a porta novamente e as meninas vão correndo para o fundo pois veem que é o mascarado laranja.


 

Molly- s/n sai dai.

 

Ele vem ate mim e fala um negocio no meu ouvido para apenas e ouvir.



 

Obito- não dorme hoje… Vou vim te buscar de madrugada.



 

Ele saiu.


 

Kira- o que ele falou para você.


 

S/n- a-apenas para eu não… Tentar fugir nem nada do tipo.



 

Molly- aa ta.


 

Fomos dormir um pouco…



 

Acordei ja tinha anoitecido… sera que ele vem mesmo.


 

Depois de uns minutos ouço a porta se abrir devagar.


 

Vou ate la e saio.


 

S/n- porque você me tirou de la no meio da madrugada?


 

Obito- porque eu posso.


 

S/n- arrogante- viro a cara para ele.


 

Saimos daquela casa e fomos andando ate um lago.


 

Estava muito frio.


 

Obito- ta com frio?



 

S/n- não.


 

Obito- que que é em? Eu te tirei um pouco de la e você ainda fica assim.


 

S/n- mataram mesmo aquela garota… A konan?



 

Obito- sim… ela não tinha utilidade para nos.


 

S/n- entendo… Então no momento em que eu não tiver mais utilidade para vocês… Vocês vão me matar… Mas eu tambem não entendo o porque você se aproxima de mim se vai ter que me matar a qualquer momento… para me controlar? Para eu não fugir? Não se preocupa eu não quero fugir, não vou conseguir mesmo então para que me dar esse trabalho.


 

Pensamentos do obito- ela é muito esperta… seria esse o plano se eu não me aproximasse dela porque eu quero.



 

Fiquei olhando o lago ate que ele tira seu manto preto e me da.

 

Da para ver a arma em baixo de sua blusa.


 

Obito- vai tentar pegar ela?


 

S/n- não- voltei a olhar para o lago.


 

Ate que ouvimos um barulho na mata e sai dois policiais armados.


 

Policial 1- os dois mão para cima agora.


 

Eles vão se aproximando, quando eles iam prender o misterioso ( ela chama o obito assim ja que ainda nn sabe o nome dele) ele tira a arma do policial e começa a lutar na mão com os dois.


 

Parece que eles se esqueceram de mim ali… é a minha chance para correr e fugir… Mas…. Porque eu não saio do lugar.


 

Percebo que eles tiram a arma do misterioso e ele cai no chão… os policias começam a bater, chutar ele… eu não posso deixar ele.


 

Corro, pego uma arma no chão e atiro em um policial.

 

O outro para e fica me encarando… ele estava com outra arma mas antes dele pegar eu atiro nele tambem e os dois morrem.


 

S/n- misterioso você ta bem?


 

Ajudo ele a levantar e a mascara dele tira quebrado um pedaço ( igual na foto)


 

Obito- porque você fez isso, você devia ter fugido… porque não fugiu?


 

S/n- eu não podia deixar você… não quero que você morra.


 

Porque eu to com esse frio na barriga.


 

Obito- melhor a gente ir antes que apareça reforço.


 

Eu ajudei ele a se apoiar em mim ja que seu abdomen estava bem machucado agora. Peguei as armas no chão.



 

Obito- me da isso.


 

S/n- relaxa eu não vou atirar em você.


 

Obito- eu não quero é que você se machuque. 


 

Dei as armas para ele e fomos para a casa.


 

Chegamos la.


 

S/n- aonde é seu quarto.


 

Obito- no final do corredor a direita.


 

Fomos no maior silêncio para não acordar ninguem.


 

Entrei no quarto dele, fechei a porta e ajudei ele a sentar na cama, ele reclamou de dor.


 

Eu fui ate o banheiro, peguei um pano, molhei um pouco e voltei ate o misterioso.


 

Sentei na frente dele.


 

S/n- deixa eu te ajudar.


 

Obito- eu to bem.


 

S/n- não ta não… por favor…


 

Obito- ta…


 

Ele tirou a camisa mas não a sua mascara...mais que homem gostoso ele ta todo machucado mas puta que pariu que delicia.


 

Percebo que estou viajando e volto para mim.


 

Começo a limpar o sangue de seu peitoral.



 

Obito- porque ta vermelha?


 

S/n- eu não estou...- falei abaixando mais ainda minha cabeça.


 

Obito- ta sim.- ele puxou meu rosto fazendo eu olhar para ele.


 

S/n- para- eu tirei a mão dele do meu rosto.


 

Ele estava com muitos roxos e iria ficar pior… fui ate um frigobar que tinha no canto do quarto e peguei alguns cubos de gelo, enrolei em um pano e dei para ele colocar no abdomen.


 

Sentei na frente dele e ele deitou um pouco mais na cama


 

Obito- porque você não correu? Era sua chance de escapar de mim


 

S/n- e quem disse que eu quero escapar de você.


 

Peguei o pano úmido e comecei a passar na parte da macara que estava quebrada.


 

Percebi que estavamos nos encarando muito e me afastei um pouco.


 

S/n- é melhor eu ir.


 

Obito- vou te levar- ele levantou gemendo de dor



 

S/n- não fica… Você não ta bem eu sei o caminho- coloquei minha mão em seu peitoral impedindo que ele andasse- não precisa ter medo de eu fugir… Eu tive a melhor chance hoje e não fui.



 

Obito- ta.

 

Ele deitou de novo, eu fui ate o armario dele e peguei uma coberta e cobri ele.


 

S/n- bom depois você tira a mascara para dormir…


 

Ele soltou uma risada e concordou.


 

S/n- boa noite misterioso.


 

Obito- boa noite s/n… 


 

Sai do quarto dele e encostei na porta do lado de fora… é serio… To apaixonada pelo cara que me sequestrou.


 

Melhor eu ir antes que alguem me veja.



 

Obito on*


 

Acho que me apaixonei por uma refem… nunca aconteceu isso antes… porque com ela é diferente.




 


Notas Finais


Comentem por favorrrr❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...