História Amando Um Mafioso - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel
Tags Gale, Gruvia, Jerza, Miraxus, Nalu
Visualizações 130
Palavras 3.086
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola meu amores volte
Espero que goste e desculpa a demora
meus dias esta cedo correndo pois estou tendo faz alguns exames meu pois não estou muito bem de saúde mas vou continuua postado quando de espero que não me abandone

Capítulo 14 - 14


Fanfic / Fanfiction Amando Um Mafioso - Capítulo 14 - 14

  Entro no quarto do rosado, assim que fecho a porta, escuto uma das porta ser aberta e avisto saindo, vestindo só calça moletom vermelho escuro, secado o cabelos rosado pelo recente banho. Ele olha na minha direção ir dar um sorriso lindo que faz-me senti muito mal por pensar que ele poderia faz algo mal comigo.

   Natsu ser senta na ponta da cama ir vou até ele deposito o kit entre sua penas apanho o algodão e coloco um pouco de gaze e limpo o seus machucado. Reparo que em seu ombro tem um ferimento ainda ser fechado por dentro pois estava um pouco rosado. Sento seu olha em cada movimento meu e  minha bochecha fica logo vermelha de vergonha. Mas me concentro no seus ferimento.

Eu- Pronto –falo ao termina.

Natsu- Obrigado –diz

     Guardo tudo que usei arrumo tudo no kit, sinto sua mão em meu queixo ir o levanto com cuidado, olhos em seus lindos olhos escuros que contem um belo brilho neles. Natsu se aproxima e fechos os olhos logo em seguida sentido seus lábios quente e macios sobre os meus, levo minha mão ao seus cabelos e o puxo. O beijo é cheio de amor e carinho por ambas as parte. Nós separo para recupera ar mas logo volto beija-lo demostrado todo o meu medo de perde-lo antes mesmo de começa a nossa relação e amor pois já o amor com todo o meu coração, nós separamos por falta de ar mas fica com a testa colada ainda.

Natsu- Me der uma chance de fazer-la feliz, por favor? –pedi angustiado.

      Afasto-me um pouco dele para ver seu lindos os ansioso mas com medo da resposta, faço carinho em seu rosto.

Eu- Tudo bem –digo e ela abrir um sorriso e mim abraça- Agora vamos janta, antes que Virgo vem nós levar a força-falo rindo.

     Natsu ser levanta e mim ajuda a ergue, ele solta a minha mão ir vai ate o closet faço questão de seguido-lo com o olhar, não demora muito e ele sai com uma blusa azul escura sem manga, mostrado a tatuagem da Máfia, pega o kit das minhas mãos e saímos do seu quarto.

    Ao entramos na sala de refeições todos para de fala e olha na nossa direção, com um sorriso no rosto e as meninas com o olha malicioso que dizia “Sei oque estava fazendo, viu?

Natsu-Boa Noite –diz calmo

Eu- Boa noite –desejo

Todos- Boa Noite –falam calmo até demais.

     Natsu puxa a cadeira pra mim que logo sento, o mesmo logo ocupa seu lugar. Em seguida Virgo entra com algumas empregas e posta o janta.

Natsu- Virgo –chama-a- Poderia guarda isso, por favor –diz erguendo o kit do chão.

Virgo- Claro querido –fala sorrindo- Já esta melhor? –pergunta preocupada.

Natsu- Sim, mãe –diz

    A relação deles e como ser fosse filho e mãe, Virgo beija sua testa ir entra de novo na cozinha, reparo que não tem mas ninguém conversado, observo em volta e vejo que todos estão olhando para agente sorrindo, vejo que Erza esta com um sorriso malicioso que faz cora ate o ultimo fio de cabelo pois ela não desfaça e com um olha que queria diz outra ''coisa''. Começamos a nosso servir a refeição esta deliciosa “Tenho que me lembra de pedir para Virgo pra usa a cozinha mas vezes.

Erza- Lucy- chama-me olhar ir observo que esta com as feições triste, espero ela diz mas a mesma nem abrir a boca.

Eu- Sim? –pergunto curiosa.

Erza- Desculpa por não ter contado antes –ser desculpa- Mas uma das regras da Máfia e nunca fala dela para pessoa de fora. Então perdão, loira–diz triste.

Eu- Esta tudo bem ruiva, não precisa ser desculpa, entendo agora, faria o mesmo –digo apertando sua mão sobre a mesa já que ela está sentada a minha frente.

Gray- Então como esta sentido ao vive com vários mafioso? –questiona e os outros olha-me com curiosidade.

Eu- Na verdade quanto o Natsu conto quem era pensei que fosse brincadeira, mas quando vir que ele falava a verdade a única coisa vinha na minha cabeça é que fosse me marta -sorrio todos rir junto- Essas semana no quarto repassei tudo que vocês fizeram por mim ir ainda conversei com Levy e Juvia a umas horas.

Jellal- Sua conclusão foi...?

Eu- Que vocês não vão me faz mal. Pois me receberam de braços abertos e já como parte da família –digo

Laxus- No momento em que Natsu disse que você seria a esposa dela já era parte da família Dragneel e Fairy Tail –diz tranquilo e recebe um beijo na bochecha de Mira.

Mira\Levy- Quando vai ser o casamento, agora? –pergunta ansiosa

Natsu- Quando Lucy acha melhor –diz segurando minha mão acabo soltado a respiração que nem sabia que tava prendia-a.

   Sorrir com sua resposta o resto do janta foi calmo com conversa banais. Após eu e as garotas ajudamos Virgo com as louça, fomos para a sala ver TV, espero o rapazes resolve alguma coisa que aconteceu na empresa. Quando eles terminaram cada um decorreu para seus quartos.

Natsu- Lucy-segura meu braço antes de entra no meu- Pode volta a dormir comigo, ser quiser é claro –diz calmo.

Eu- Claro, só vou troca de roupa –informo

    Adentro o meu aposento e vou direto para o closet, tiro a roupa que visto e coloco um pijama confortável, penteio meu cabelos e desloco para o banheiro escova os dentes. Saio dos meus aposentos com o celular em mãos e percorro para o quarto do rosado aonde a porta se encontra aberta e entro fechado logo atrás, olho em volta ir acho Natsu deitado com o tablet em mãos vou para o outro lado e deposito o celular em cima do criado mudo, deitado na cama, mas logo em seguida só vira e meu lábios tomado em por uma boca quente.

   O beijo e repleto de amor e saudade que retribuo na mesma intensidade, Natsu fica por cima destruindo beijo por do meu pescoço quando o ar falto, deixa-me mas excitada, puxo seu fios rosados, sento sua mão por debaixo da minha blusa, aperta de leve minha cintura com a outra .

Eu- Ahhh! –solto um gemido ao sentir aperta o meu seio direto- N-Natsu- chamo-o entre gemido.

   Ao escuta minha voz isso parece acorda-lo pois ele sair de cima de mim e deita ao meu lado com o braço esquerdo sobre o face e a respiração descompassada.

Natsu- Desculpa, acabei perdendo o controle –diz ofegante.

Eu- Tudo bem -falo corada- Só espera ate depois do nosso casamento, por favor –peço.

Natsu- Espero meu amor, espero ate você se sentir pronta para isso, pequena –diz me abraçado, dou um selinho- Então para quando é o nosso casamento? –pergunta beija meu cabelos.

Eu- Que tal daqui a 3 mês? –questiono pois não me imagino mas sem ele na minha vida.

Natsu- Esta ótimo –fazer carinho em cabelos- Que tal agente sair amanhã?

Eu- Adoraria –digo empolgada.

                                                                                            [...]

    Levanto o rosto e observo sua face tranquila durante o sono alguns fios rosado caído sobre a testa, dou um selinho em seus lábios, para logo em seguida sentir o puxa para o beijo de que retira meu folego, afasto pelo susto.

Eu- Desculpa, pensei que tava dormindo –falo corado pois ainda não acostumei com isso.

Natsu- Não precisa ser desculpa, adorei acorda assim –fala sorrindo- Gostaria de saber se pode ser muda devidamente para o esse quarto? –pergunta sério mas calmo ao mesmo tempo.

Eu- Posso sim –respondo vejo seu sorriso aumenta em sua face- Agente vai sair pela manhã ou de tarde?

Natsu- Agora pela manhã –diz erguido- Pode toma café com as outras. Só vou resolve alguns assunto que fico pede da empresa ontem mas não demoro –informa já na porta do banheiro.

Eu- Não vai toma café? –questiono preocupada com sua saúde.

Natsu- Virgo vai levar para agente. Ela já saber falei com ela ontem ainda. Ter vejo depois pequena –fala fechado a porta, sorrio com seus jeito mas fico preocupada ainda.

   Saio do seu quarto e decorro paro o meu, enfio-me no closet escolho uma saia florida, uma meia calça preta, uma blusa preta de mangas compridas com um decote em V, um casaco creme, um cola de estrelas, um salto preto e os brincos que ele deu-me. Volto para o quarto e coloco a roupa escolhida na cama e entro no banheiro. Após o banho e vestir roupa escolhida, faço uma maquiagem leve no meus cabelos deixo solto com cacho mas ponta.

   Acabo lembro que não escreve nada pra minha mãe, pego uma folha ir relato tudo que aconteceu essa semana “Oi mamãe, desculpas por não ter escrevendo essas semanas. Descobre que meu noivo Natsu Dragneel e chefe da máfia Fairy Tail uma das temida aqui em Toque, mas também descobrir que o amor a senhora ir adora conhece-lo...” depois de terminada a coloco dentro de uma carta e depois na caixa, pego a bolsa e o celular e saio.

    Adentro na sala e vejo todas em seus devido lugares em uma conversa tranquila.

Eu- Bom dia –digo sentado

Todos- Bom dia

Eu- Ate esquece de pergunta mas qual foi o motivo da viagem Mira? –questiono servindo-me.

Mira- Uma máfia rival acabou pegando nosso carregamento de armas e algumas prostituas –diz bebendo um pouco de suco

Eu- Prostituas? –pergunto surpresa pela descoberta 

Mira- Sim, elas vivem na casa mas afrente –informa

    Acabo lembro que ao chega aqui, vir uma mansão linda um alguns metro mas a frente do condomínio. “Eles as vendes sem seus consentimento para ganha mas dinheiro?” sustento indignada com o que ele faz.

Levy- Mas não pensa besteira, não Lu-chan. Elas faz isso por que queri –explica

Eu- Como assim? –peço confusa.

Juvia- São mulheres que entraram nessa vida cedo ir não quer sair mas. Conversamos com elas e oferecemos uma casa, comida, medicamentos e roupas novas. Mas em troca elas trabalha durante a noite. É como se fosse uma vida norma -explica

Erza- Se elas acerta esse acordo faz uma exames nelas se de tudo certo as colocamos na casa uma responsável na casa que é a Cana e antes que pergunte ela não é uma delas, ela é aqui da máfia mesmo –pontifica.

Eu- Então elas estão fazendo isso por vontade própria? –inquiro e elas concorda- E com que mas vocês trabalhar? –peço sossegadas pela explicação sobre isto.

Levy- Além das casas de prostituis, com armas, drogas tanto para aqueles que usar quanto para medicamentos.

Eu- Foi por isso que você e Laxus viajaram, pois pegara o carregamento e alguns mulheres?

Mira- Sim

Juvia- Vamos muda de assusto fala disso no café deixa agente sem fome –diz fazendo uma careta em seguida e todas concorda sorrindo.

Levy- Para quando vai ser o casamento?

Mira\Juvia\Erza- LEVY –repreende juntas que Levy levantar o ombro corada,

Eu- Esta tudo bem –expresso rindo- Conversei com o Natsu ontem a noite e resolvemos marca para daqui a 3 mês –informo vermelha pela cara maliciosa delas.

     O restante do café ficamos falando de como queria a festa e o vestido de noiva, durante a conversa descobrir que meu rosado adora vermelho, preto e amarelo, que o rapazes são subchefe e tem o mesma autoridade que Natsu tem, assim com as garotas. Eles são os cabeça e quando um casal ou dois deles vão para algo lugar é por que o assusto é serio.

   Elas tiver que a pede a luta e usa armas, Levy saber usa armas de longa distância, luta corporal e é perita em tudo que envolvem tecnologia, ela providencia documentos falso para máfia, melhor Hacker dela. Juvia é boa e luta, assim como as armas não importa o alçasses, já Mira, ela é boa em lutar, agora as armas são tanto em longa com curta lonjura e cuidado dos feridos. Erza ela é ótima em tontura pelo que falo e pelo que parece gosta de faz, facas, arma de longa ou curtas distanciamento, e luta corpo a corpo.

   Terminamos o café e subo para o quarto pra escova os dentes mas logo desço e sento ao lado das garotas que entregaram uma revista de vestidos de noiva e festa. Em seguida escutamos os rapazes entra na sala rindo. Observo Natsu entra por ultimo sorrindo de algo, ele vestia uma calça jeans azul com rasgos, tênis branco, blusa xadrez vermelha com lista pretas, um óculos escuros e um jaqueta de couro preto.

Rapazes- Bom dia –diz sentados no sofá

Eu e as garotas - Bom dia –respondemos juntas e escondo a revista de vestidos atrás da Juvia que está ao meu lado.

Natsu- Vamos pequena! – chama-me e aceno em concordança, levanto e apoia a bolsa em no meu ombro.

Erza- Vão sair? –questiona

Natsu- Sim, depois que ela chego ainda não saio do condomínio, então vou levar para passeia –diz calmo.

     Natsu passa sua mão pela minha cintura e caminhamos para fora de casa, ao saímos vejo que se encontra um carro a nossa espera, ele abrir a porta do passageiro e entro, o rosado fecha-a e da a volta no carro dando partida em seguida saindo do condomínio, passamos por duas mansões lindas que bem fácil aonde as garotas vivem, olho pelo retrovisor e avisto dois carro nós seguido.

Eu- Natsu –chamo olhando para trás.

Natsu- Não ser preocupe estrela é só por precaução –diz tranquilo

     O restante o caminho foi calmo com conversa banais ao som de Demi Lovato – Confident. Natsu coloca o carro em um estacionamento, saímos do automóvel e entramos no centro a primeira para foi em uma joalheria, observo em volta vejo os segurança misturado com os outros clientes mas avisto três ao uma boa distancia de nós. Resolvo presta atenção nas joias que são lindas, reparo em dois cordão igual com uma estrela no centro com um dragão quais dando uma volta nele “Lindo”. Olho em volta procurado o rosado e o vejo alguns metro mas a frente olhado algumas relógios ir uma funcionara dando em cima dele que não dava bola.

   Sinto uma raiva grande em vê-la perto do que é MEU “Quem essa sinhazinha pensar que é para fica dando em cima do MEU noivo?” penso revoltada pela ousadia dela ao tenta passa as mãos no cabelo dele.

Eu- Querido -chamo-o já perto dos dois o mesmo vira em minha direção e dou um selinho bem na hora, ele da um sorriso- Gostei de dois colar –digo abraçado sua cintura, ele passa o braço esquerdo pela minha cintura.

Natsu- Poderia pega –diz frio para a funcionaria que nós olhava com senta raiva.

Funcionara- Qual é senhora? –pergunta pelo seu tom é de falsidade pura.

     Natsu a olha com ira e vejo ela ser em colher um pouco, nós aproximamos da bancada de vidro aonde estão os colares.

Eu- Esse aqui –aponta para os dois cordão ela retira-os e apoia na minha mão.

Natsu- Quanto custa? –questiona

   Vejo a da um sorriso e morde o lábio inferior e fixa uma mecha de cabelo atrás da orelha. “Ah! Mas ela quer é apanha só pode.” Dou um passo a frente pronta para bater nele mais logo sinto um braco em volta da minha cintura.

Natsu- Calminha –sussurra no pé do meu ouvido- Então quanto custa? –volta a pergunta já que a mesma não respondeu.

Funcionara- 1 mil cada –diz nervosa.

    Sempre vive na riqueza mas com minha mãe disse “Pode tem uma boa condição, mais não que disse que vamos esbanja dinheiro por ai, vamos ser pessoa humilde não importa a casses social”. Sempre ajudei minha mãe no orfano e continuo ainda com isso, roupas que não uso sempre dou e pelo que vejo na máfia é a mesma coisa pois já ver Virgo pega algumas roupa do Natsu é dou.

Eu- Natsu, eu...-só interrompida com um selinho coro ao ver seu sorriso.

Natsu- Não ser, preocupe tanto pequena –fala calmo.

     Ele paga o cartão entregado atendente em seguida devolve e entrega-me os cordões, coloco o meu, vou pra trás dele e fixo o seu, volto para sua frente e vejo que fico lindo nele.

Natsu- Obrigado estrela –agradece.

   Comprei alguns para os outros com meu cartão com muita briga por parte do rosado que ficava falado “Você é minha mulher, eu que tenho que paga sua coisa e não você .” aparecia uma criança birrenta que queria sempre agrada a mãe e amei conhece esse lado dele. Saímos da joalheria e caminho pelo centro da cidade, pare bem em frente a um pet shop vendo um filho de cachorro de pelo branco com a neve, olhos pretos, e uma focinho laranja. Adentro a loja e avisto um senhor de idade atrás do balcão atendo um casal, espero eles saíram e logo foi nossa vez.

Senhor- Bom dia em que posso ajuda-los? –pergunta gentil.

Eu- Bom dia, gosta de saber quanto custa aquele filho com o focinho laranja? –aponto para o mesmo que brincava com uma bolinha.

Senhor- Oh! Ele é bem deferente ninguém queria compra-lo por causa do seu narizinho que fico daquele cor –informa um pouco triste mas logo abrir um sorriso amável- Que bom que a senhora gosto, ele custa 1500 mas faço pra senhora por 1000 –diz sorriso em resposta abro a bolsa procura minha carteira pronta para paga-lo.

Natsu- Aqui senhor e pode coloca tudo que ele vai precisa –diz tranquilo entregado o cartão o senhor que agradece e arruma tudo que o filhote precisa em uma sacola grande volta a olha para o rosado- Não olha-me assim você é minha mulher vou compra e paga tudo que você precisa ou goste.

    Recolho de volta minha carteira e o senhor simpático entrega o filho que começa a lamber minha não e a sacola Natsu apanhado junto com o cartão agradecendo-o, ele entrega ao um dois segurança assim que saímos da loja que leva para o um dois carro.

Natsu- Qual vai sem o nome dele? –pergunta fazendo carinho em sua cabecinha.

     Acabo mim tocado que não perguntei ser é macho ou fêmea, levanto-o ate um pouco mas alto que meu rosto e reparo que é macho.

Eu- Nicolas mas o apelido é “Plue” –digo e ouço Natsu gargalha o acompanho- Obrigado por tudo –agradeço e Nicolas pula para seu colo aonde recebe carinho do rosado.

Natsu- Não precisa agradece meu amor, você acerto-me do jeito que só e com o que trabalho –diz feliz ele beija-me que retribuir de imediato mais logo o ar começo a falta obrigado a nós separa- Agora vamos –diz puxado levemente.


Notas Finais


perdão pelos erros
Espero que goste e desculpa a demora
meus dias esta cedo correndo pois estou tendo faz alguns exames meus pois não estou muito bem de saúde mas vou continuua postado quando der espero que não me abandone anjos
musica- https://www.youtube.com/watch?v=cwLRQn61oUY&list=PL1cZq1k6QyROPYq0ACBXZd73xywLExsal&index=44


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...