1. Spirit Fanfics >
  2. Amando uma vampira - Sasusaku >
  3. Capítulo 2

História Amando uma vampira - Sasusaku - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Capítulo 2




    Sakura.Pov.On


____ Eu quero você Sakura - Foi o que Sasuke que me disse, mas eu não posso, não posso permitir que nada aconteça entre nós, eu disse que não iria me aproximar de ninguém, e ele não seria uma exceção, eu não queria mágoa lo mas não quero sair magoada desta história como sempre acontece, eu sou imortal e ele é um mortal, ele irá envelhecer e morrer eu irei continuar aqui, com a mesma aparência e nunca morrerei, não posso me dar ao luxo de me apaixonar por ele.

Ele estava me olhando esperando reação, eu o afastei de mim com certa brutalidade tenho que tomar cuidado eu posso machuca lo, ele me olhou surpreso mas percebeu que eu estava negando seu pedido, ou negando sua confirmação porque aquilo não foi um pedido e sim uma afirmação.

Ele pareceu ter voltado ao normal e me olhava surpreso como se antes ele não tivesse controle de seus movimentos, eu estava parada o olhando e ele estava ofegante me levantou e ficou em pé ao lado da cama .



____ Por favor Sakura me desculpe eu não sei o que deu em mim, isso não irá se repetir por favor não me demita eu preciso muito desta emprego - Ele disse com a cabeça baixa e vermelho.

____ Tudo bem vamos esquecer tudo ok acho que agora você deve ir, vai pra casa Sasuke volte amanhã - Eu disse e me levantei indo para a janela ele me olhou, mesmo de costas eu sentia seu olhar em mim .

____ Por que? - Ele disse e eu sabia o que ele se referia mas decidi me fazer de desentendida____ Por que você age como se não quisesse, eu sei que quer, uma hora você age como se quisesse já na outra você age como se não quisesse ou como se não pudesse eu não intendo isso - Ele disse e caminhou até mim e ficou atrás de mim, olhando para o mesmo lugar que eu, eu olhava as pessoas na rua eu sentia sua respiração em meus cabelos, já que ele é mais alto que eu.

____ Sasuke que e você está confundido as coisas eu não quero, não quero me envolver com você, eu gostei do beijo mas não posso, não devo, e você deve intender - Eu disse e senti ele se inclinar para falar algo em meu ouvido mas ele apenas deu um suspiro e se afastou eu senti a raiva em seu corpo e olhou rapidamente para ele que passava as mãos nos cabelos de modo frustrado.

____ O que você não pode, e porque não pode, eu não intendo, tudo isso é tão confuso eu sempre fui tão controlado mas perto de você isso muda, então me diz Sakura o que você não pode - Ele perguntou e veio novamente para perto de mim desta vez eu estava de frente e ele olhava bem dentro de meus olhos buscando resposta.

____ Eu não posso me paixonar por você Sasuke é isso você não entenderia mais é isso- Eu disse e ele pareceu ficar com mais raiva eu não estava com medo mas me sentia de certa forma mal, por estar sendo minha culpa eu não deveria ter me aproximado tanto dele assim .

____ E porque Sakura? Porque não pode se apaixonar por mim? Porque eu não moro em uma mansão igual você, porque eu não sou tão interessante quanto seu amiguinho platinado, porque eu sou pobre e não tenho nada a lhe oferecer, porque eu tenho a droga de um pai abusivo, que espanca a mulher só pra sentir bem- Ele gritou e jogou as palavras em cima de mim, eu estava chocada com aquilo eu nunca pesaria algo assim dele não me importo com essas coisas, então ele arregalou os olhos e pareceu se culpar pelo que disse, ele acabou de confirmar para mim que o pai bate na mãe

____ Sasuke…- Eu disse como um sussurro e ele me olhou assunto abaixou a cabeça e passou as mangas da blusa limpando o rosto, me aproximei dele tratando abraça lo e fazê lo se sentir melhor mas ele se afastou de mim.

_____ Não Sakura eu não quero, esqueça o que eu disse, você tem razão não podemos eu acho que vou embora - Ele disse e tentou sair do quarto eu ia segurar sua mão mas Kakashi passou correndo pela porta e Sasuke aproveitou para passar rapidamente por ela e eu desisti de ir atrás dele.

____ Você está bem Sakura você desmaiou como se sente - Ele disse e começou a me observar de cima a baixo vendo se tinha algo de errado .

____ Estou bem Kakashi acho que agora as coisas voltarão ao normal, eu consigui ler a mente de Sasuke algo que eu não conseguia antes - Eu disse e ele apareceu pensar em algo até dizer.

____ Sakura quando exatamente que esses desmaios e problema começaram - Ele perguntou bem sério mas que o normal

____ Bem acho que desde que conheci o….Sasuke- Eu respondi e parei para pensar não foi quando cheguei na cidade foi quando eu conheci o Sasuke mas não tem lógica.

____ Eu sei na eu não tem lógica mas isso tem algo a ver com ele Sakura, talvez seja bom se você se afastar dele para evitar mais problemas você sabe - Ele disse colocando a mão em meu ombro como se quisesse me amparar e eu sei que ele leu minha mente e agora que me lembrei eu consigui ler os pensamentos de Sasuke sem problemas e sem me senti tonta, mas não intendi porque.

____ Concerta tem algo a ver com ele fique longe Sakura para seu bem - Ele disse e me abraçou e quando nos afastamos eu tratei de lhe dar uma bela bronca .

____ E o senhor trate de parar de ler meus pensarmos isso é irritante e está invadindo meu espaço eu não leio os seus então não leia os meus também ouviu - Eu disse e ele riu sem graça passando as mãos na nuca .

____ Eu fui atrás de uma bruxa que morava na cidade vizinha mas ela sumiu sem nem dar noticias então voltei acho que teremos que ir mesmo para Transilvânia - Ele disse e se sentou na minha cama e e eu continuei em pé apenas esperando ele dizer mas não acho que deveríamos ir .

____ Acho que não será mais necessário irmos para lá eu já estou bem, parece que depois deste desmaio voltou tudo ao normal - Eu disse e ele se deitou e fechou os olhos.

____ Ainda acho que deveríamos ir para garantir que você esteja bem e seria mas fácil para que se afaste do Uchiha pelo menos até termos certeza que ele não tem nada a ver com sua humanidade voltando - Ele disse e me deixou confusa não tem como um vampiro voltar a ter sua "Humanidade" seria o mesmo que dizer que um vampiro está voltando a se tornar humano.

____ Não tem como isso acontecer você sabe pelo menos não com um vampiro de puro sangue como eu - Os puro sangue são os vampiros que nascem vampiros e os meio sangue são os transformados .

____ Eu sei Sakura mas isso é bem parecido com o que acontece quando se está voltando a humanidade, você sabe mas não sei exatamente como é, eu só vi numa vez em toda minha existência não foi uma experiência muito boa você sabe - Sim eu sei a mãe de Kakashi era uma vampira o pai um humano normal então a mãe dele transformou o marido, mas de certa forma ele voltou a ser humano, aos poucos as humanidade dele foi voltando e a imortalidade indo embora, e quando ele voltou a ser totalmente um humano os vampiros mais antigos do mundo, eram como se fossem os primeiros vampiros da história do mundo decidiram que ele não poderia continuar sabendo sobre nossa existência então tentaram apagar suas memórias mas ele não aceitou por não se lembraria nem da esposa ou do filho então ele se suicidou.

____ Eu sei Kakashi mas a diferença é que eu sou de sangue puro então isso é impossível mas se bem que não devemos ignorar essa hipótese - Eu disse e fui até a Janela não sei por que mas esperei ver Sasuke parado ali me olhando mas na haviam nada nem mesmo pessoa o sol já havia se posto e hoje é lua cheia essa cidade acredita muito em superstições, é claro que o sobrenatural existe mas não vai ser uma lua que fará ele aparecer.

____ Seus pais sabem sobre isso, seus desmaios e tudo mais talvez eles saibam de alguma coisa Sakura, acho que invés de irmos para Transilvânia deveríamos ir fazer uma visita para seus pais eles podem ter respostas e o mais imperante eles podem ter soluções - Ele disse e ficou ao meu lado na janela, eu não precisa olhar em seus olhos para saber o que ele queria fazer .

____ Não vou te agarrar a força Sakura, eu sinto algo por você mas a respeito, se afaste do garoto Sakura para seu bem, e para o bem dele se ele descobrir algo sobre nós teremos que mata lo ou transforma lo e sei que você não quer isso, não se preocupe eu estarei ao seu lado e irei lhe proteger para sempre lembra - Me lembrei de quando eu ainda era uma criança e Kakashi prometeu que sempre estaria ao meu lado que sempre iria me proteger .

____ Estou com medo Kakashi - Eu disse e mesmo sabendo do que eu me referia ele tratou de perguntar.

____ Tem medo de que minha pequena - Ele passou a mão meus cabelos e me virou afundando meu rosto em seu peito.

         ____ Tenho medo de não conseguir controlar o que eu sinto - Eu disse como um sussurro e eu não precisei dizer mais nada ele tinha entendido .



  Sasuke.Pov.On


Eu fui pra casa rapidamente não aguentei ficar ali naquele local, tantas coisas passavam por minha cabeça e toda vez que tento entender o que sinto sempre me confundo.

Sakura é como uma boneca de porcelana, você tem que cuidar e tomar cuidado porque a qualquer momento, com qualquer toque, ela pode se quebrar e aí não tem mais volta, eu acabei dizendo que meu pai bate em minha mãe peço a Deus para que ela não tenha percebido isso ou se pelo menos e lá ignorar, eu não gosto de comentar sobre esse fato porque sempre que ele me vem na cabeça, os pensamentos de que eu sou um peso morto vem junto, eu me ao menos sou capaz de proteger minha mãe e minha irmã, Karin está grávida e Hidan prometeu que não iria encostar nela por causa disso e que iria mudar, mas ele nunca muda, continua sempre o mesmo idiota de sempre .


- Pelo menos eu consigui um emprego pra poder contrato um advogado agora eu só estou tentando juntar provas, contra meu pai e contra Hidan, ele vão aprender como é tratar uma mulher de verdade, Sakura tem razão não podemos, somos diferentes, e as vezes sinto que somos mais diferentes do que parece mas ao mesmo tempo me sinto tão igual a ela, ela tenta me afastar ela tentou se afastar mas eu não entendi, não sei o que sinto mas sei que devo selar pra sempre os tormentos.

Não sei se ela ainda vai naquela viagem com o tal de Kakashi, mas provavelmente sim porque ainda hoje desmaiou, me senti mais que culpado por tudo quando ela foi falar comigo estáva tão bem mas quando eu falei aquilo na hora ela ficou daquele jeito que me assustou muito .

Eu cheguei em casa e minha mãe estava dormindo, a porta do seu quarto estava entre aberta e quando vi meu pai dormia ao seu lado, levei um susto ele nunca dormia em casa, minha mãe parecia feliz cheguei mais perto sem me preocupar, tanto minha mãe quanto meu pai tem sono pesado, meu pai não demonstrava vestígios de bebida, estava com a expressão tranquila talvez ate mais para alguém como ele.


Fui pro meu quarto tomei um banho na água gelada, demorei um pouco lá em baixo do chuveiro, depois sai e me sequei vestindo apenas uma boxer e uma calça de moletom me deitei na cama e fiquei deitado olhando para o teto, Sakura me veio a cabeça de novo, o beijo que eu dei nela e o que eu disse em seguida não menti eu a a queria e fui rejeitado.


- Mas eu não queria pensar nisso me virei deitando de bruço na cama e afundando minha cara no travesseiro mas fui tomando com um cheiro incrivelmente doce e visitante que estava no mesmo, o cheiro de Sakura ainda estava no meu travesseiro, em um deles pra falar a verdade mas eu não tinha percebido.

Droga! Por que eu penso tanto nela não é justo, mas mesmo assim, querendo dormir eu não consigo, não consigo dormir, ela toma banho de meus pensamentos, acho que talvez não tenha sido uma boa idéia trabalhar Lá.



Sakura.Pov.On


Depois que Sasuke saiu eu fiquei deitada na cama, Kakashi ficou comigo por um tempo mas eu pedi para ficar sozinha ele sabia que eu precisava pensar mas coisas, estão acontecendo tantas coisas ultimamente e eu não sei o que fazer ou como agir, me aproximar de pessoas erradas algo que estava fora da minha lista, me apaixonar então nunca nem pensei sobre isso, eu já tentei me apaixonar por Kakashi mas não dá, estou pensando se devo mesmo ir falar com meus pais, ela podem ter respostas mas eu me sinto bem consigui até ler os pensamentos de Sasuke.

- Sinto falta deles, meu país sempre foram muito próximos de mim mais quando eu descido me isolar eles acabaram não concordando e nos brigamos, eles nao intendem, sabe porque? Simples, eles tem um ao outro e eu não tenho nada, não posso me aproximar de humanos porque me apego rápido e ver quem eu gosto morrer é uma dor horrível.

Mas agora tenho que pensar no que Kakashi me disse, eu tenho que tomar cuidado com o que faço, me aproximar de Sasuke é perigoso pra ele principalmente, não existe uma regra que diz que humanos e vampiros não podem se relacionar, mas se um humano descobrir e não conseguir guardar nosso segredo ele é morto.

- Talvez se eu sair da cidade por um tempo eu consiga organizar meus sentimentos, e então intera lo pra sempre antes que alguém se machuque, é isso! Minha salvação está em se afastar de Sasuke não acho que ele vá tentar algo eu fui bem clara que eu não podia, acho que ele entendeu.

Amanhã mesmo irei partir, não posso esperar mais, sei que Kakashi irá comigo, a casa pode continuar aos cuidados de dona Chyo e de Sasuke e quando eu voltar tudo estará normal, e sem problemas.

E sinto horrível por falar daquele modo com ele, de rejeita lo daquela forma mesmo que eu não quisesse foi preciso, vou sentir saudades, da cidade, da senhora Chyo, do Sasuke…



Sasuke.Pov.On


Acordei cedo no outro dia como todos os dias meu celular despertou, tomei banho e me arrumei para a escola rapidamente, quando cheguei na sala minha mãe estava chorando, e meu pai olhando com uma expressão seria para mim, eu não abaixei a cabeça, não desta vez, olhei em minha mãe procurando vestígios de que ele a agrediu mas não encontrei nada, fiquei mais calmo mais ainda procurado com o porque de minha estar chorando.

____ Sabe Sasuke….Sua mãe me contou que você anda namorando com a garota da mansão Haruno, devo admitir que não acreditei mas daí ontem eu vi você entrando lá, sua irmã disse que você está trabalhando lá e parei pra pensar que tipo de namorada coloca o namorado pra limpar a casa- Meu pai disse cínico com um sorriso falso e debochado nos lábios, minha mãe pareceu chorar ainda mais e me pergunto porque, então descido que vou enfrentar meu pai não importa o que aconteça.

____ Eu apenas trabalho lá e o que você tem a vez com isso quer um emprego também?- Eu perguntei rindo de deboche da sua cara e ele ficou bravo com os olhos e minando ódio mas não me deixei abalar .

____ Sabe Sasuke mesmo estando com uma vontade enorme de socar sua cara não vou fazer isso, sabe nossa condição financeira nunca foi muito boa temos o que precisa para sobreviver, mas sua namoradinha com certeza tem dinheiro pra dar e vender - Ele disse me olhando fundo nos olhos então caiu a ficha o assunto aqui não era eu mais sim Sakura, não acho que ele faria algo com ela.

____ E daí, olha eu vou te falar uma coisa acho melhor você ficar bem longe da Sakura, ela tem como se defender então acho melhor você nem chegar perto dela - Eu quase gritei de ódio, meu pai deu risada alta como se estivesse debochando de mim e minha mãe me olhou como de pedisse pra mim tomar cuidado .

____ Eu nunca faria nada contra a namorada do meu filho, mas Sasuke eu sei que você não gosta do modo no qual eu e sua mãe resolvemos as cosias não é, quem tal um acordo - Ele disse se referindo aos espancos que ele dava nela, tem algo errado aquele nem parecia meu pai e eu ainda não intendi a porque minha mãe não parava de chorar.

____ Tudo bem o que você quer pra deixar a mamãe em paz?- Eu perguntei sério e minha mãe me olhou e negava com a cabeça mais ignorei e olho e para meu pai que tinha um sorriso sádico nos lábios.

____ Simples eu paro de brigar com sua mãe e iremos achar outra maneira de resolver nossos assuntos, e você só terá que fazer uma coisa, engravidar a Haruno- Ele disse rindo como se fosse algo simples e eu o olhei com os olhos arregalados e minha mãe chorou alto.

____ O que? Eu não entendi está louco?- Eu disse e ele mais uma vez riu .

____ Louco? É claro que não querido, é bem fácil de entender, você engravida a Haruno, tendo assim um filho com ela, os pais dela vão exigir que você se case com ela e buuuum você terá direto a herança dela - Meu pai disse sorrindo e minha mãe me abraçou forte eu ainda estava com os olhos arregalados a garganta seca assim como meus lábios .



    ____ V-voce quer que eu engravide a Sakura?



     Sakura.Pov.On


Eu pensei um pouco e decidi que o melhor para mim agora é me afastar de Sasuke então será isso que irei fazer, vou para a Europa, fazer umas vizinhas para meus pais, acho que ficaram felizes de me ver lá, será bom para que eu possa colocar minha mente para pensar e para me afastar.

Kakashi vai comigo o que deixará meus pais felizes pós gostam muito dele mesmo que tenham se encontrado poucas vezes, já briguei muito com minha mãe porque ela via em Kakashi um marido em potencial algo que eu nunca consigui ver.

Meu pai ao contrário da minha mãe não gosta muito de Kakashi, mas isso é apenas ciumes meu pai disse que eu não tenho idade para me casar mesmo sendo imortal as vezes meu pai me trata como uma criança que ainda precisa de cuidados .

Mesmo que eu não queira sair da cidade tão cedo cheguei a apenas duas semanas mas sei que é preciso, não queria me afastar de Sasuke mas farei isso é o melhor para todos, pra mim, pra ele, pra família dele, falando nisso eu estive pensando acho que eu vou tentar ajudar a mãe dele e a irmã as coisas que escutei naquela noite na casa dele passam por minha cabeça toda hora .

Eu não queria me envolver em assuntos de família mas o que aquele homem faz e desumano, tanto o pai quando o cunhado, eu não posso deixar as cosias assim eu vou sair da cidade mas pedirei para Kaakshi entrar com um processo mas primeiramente para conseguirmos uma tutela e eles não poderem chegar perto delas, depois vamos para as denúncias.

Não me arrependo de querer ajuda las, me sentiria morta se isso acontece se comigo então me acho no dever de ajudar .



Sasuke.Pov.On


Eu estava no meu quarto com as costas ardendo e estalando como as brasas de uma fogueira sem controle, eu me neguei a fazer o que meu pai queria então ele me deu uma surra, minha mãe tentou intervir mas apanhou também, e ele disse que faria muito pior se eu não fizesse o que ele quer.

Eu não posso fazer isso não quero fazer isso, eu nunca seria capaz de fazer nada contra Sakura muito menos engravida lá para usufruir de sua herança, ele bateu tanto em minhas costas que achei que fossem se quebrar ou que iriam se repartir.

Minha mãe tentou intervir mas apanhou também, levou vários tapas e socos do meu pai e desta vez eu nem pude fazer nada, depois disso ele saiu e eu me tranquei no quarto para não ter que olhar nos olhos da minha mãe e ver todas sua dor .

Eu vou trabalhar amanhã e fingir que nada aconteceu ele pode me bater o quanto quiser mas eu nunca faria algo assim com ela, nem com ela nem com ninguém, primeiro porque seria algo horrível e desumano e segundo porque ele não iria querer, não estamos namorando e ela não me quer perto dela .



Sakura.Pov.On


Eu estava em meu quarto quando escutei um gemido de dor, eu ouvi esse gemido seguido de um barulho de algo caindo não chão que afirmou ser um livro, um não vários.

Kakashi foi atrás de comprar as passagens, mesmo que não precisássemos ir com algum transporte humano seria menos chamativo, eu me levantei da cama e fui andando calmamente até o barulho que vinha do andar de baixo, segui até onde o som me levava, parei em frente a biblioteca e novamente escutei um gemido de dor seguido de um palavrão.

Abri a porta lentamente e Sasuke estava caído no chão com livros a sua volta a às lágrimas em seu rosto era evidente, sua expressão era de dor e ele respirava rapidamente como se tentasse controlar algum tipo de dor .

Eu me aproximei rapidamente dele e ele se assustou e tentou me afastar dele mas eu não deixei e tentei ajuda lo a se levantar, e o sentei na cadeira ao lado de alguns livros, olhei em seus olhos e consegui ver o motivo de sua dor, meu Deus aquele homem e horrível.

Eu vi tudo o que ele disse pra Sasuke sobre achar que eu era namorada dele sobre me engravidar e pegar meu dinheiro, Sasuke se negando a fazer tudo, ele gritando com o pai e o batia mas e mais, a mãe tentando intervir e salvar o filho mas nada adiantando .

Eu fiquei sem reação olhando sua expressão de dor e cansaço, o que deixa fazer? Não posso deixar que isso continue assim mesmo sendo um regra vampiros não atacar humanos acho um terei que abrir uma exceção, eu vou embora e com isso aquele homem pode machucar ainda mais Sasuke.

____ Não fique me olhando desta maneira- Eu me despertei com sua voz, ele me encarava profundamente e eu via que o incomodava minha aproximação

____ Sasuke o que aconteceu com você?- mesmo sabendo eu perguntei queria ver se ele iria dizer a verdade.

____ Eu me envolvi em uma briga e fiquei machucado mas nao foi nada de mais eu já estou bem - Ele disse tentando se levantar mas uma olhada empurrei para que ele continuasse sentado

____ Eu vou te ajudar fica sentado aqui eu já volto, ou melhor vem aqui comigo- Eu disse e ajudei ele a levantar e o guiei até meu quarto e o sentei na cama enquanto pegava um kit primeiro socorros.

____ Não preciso de ajuda estou bem, não precisa se incomodar - Ele disse tentando se levantar e eu novamente o empurro para que ele permaneça sentado ele faz uma careta de dor mas ignoro sua insistência e pego o kit para tratar seus ferimentos.

____ Sasuke deixe me cuidar de você, quando eu estava mal você cuidou de mim e não apenas uma vez, então deixe que eu retribua e fique quieto para não doer muito- Eu disse e fiquei atrás dele e comecei a passar um algodão com um remédio para cicatrizar .

____ Aii tá doendo Sakura- Ele resmungou alto e olhou pra mim que apenas ignorei e continuei o procedimento, ele pensava umas coisas como porque ela tá fazendo, ou meu Deus que dor, eu achava engraçado mas não demonstrava.

Quando eu terminei tudo, ele vestiu a camiseta novamente e enquanto eu fui guarda o kit ele continuou sentado na cama olhando para o chão, eu parei na frente dele mas me sentei ao seu lado na cama.

____ Você está bem Sasuke - Eu perguntei e ele voltou sua atenção a mim e se aproximou lentamente eu não fiz nada fiquei parada esperando seus atos, ele irá mesmo fazer o que o pai quer?

Ele teria coragem de fazer o que o pai quer? É claro que eu não vou permitir porque sei mas irei me fazer de desentendida até porque ele não sabe que eu sei de tudo, então fiquei esperando o que ele irá fazer.

     Ele apenas se aproximou de mim e me deu um beijo em minha testa, uma de suas mãos cercaram meu corpo e ele se inclinou um pouco mas apenas deu um beijo calmo e delicado em minha testa, até se levantar e sair do quarto me deixando sozinha.



       Sasuke.Pov.On


Meu coração batia rápido poderia sair de dentro de mim a qualquer momento, Sakura causa algo em mim se é bom ou ruim não sei, certo ou errado mais ainda, mas que existe algo existe, sai rapidamabe do quarto não queria ficar perto dela, me sinto culpado por estarrecido sendo ameaçado por meu pai para fazer algo tão cruel quanto isso, me senti muito mal por ainda estar ao lado dela e fingindo que nada aconteceu e que estava tudo bem, eu queria poder contar pra ela as coisas que acontecem poder me abrir mas não devo .

Continuei minhas tarefas e assim que terminei tudo fui para casa queria subir e ver como Sakura estava mas tive coragem olhar em seus olhos e sentir o frio na barriga que sinto em sua presença, me enlouquecem .


Fui pra casa mas na verdade eu estava pensando em ir na casa de Naruto não sei talvez conversar com ele me faça esquecer os problemas, mas não me sinto bem meu corpo dói e minha cabeça mais ainda preciso acabei com isso mas estou trabalhando a pouco tempo na casa de Sakura não posso pedir um adiantamento seria aproveitamento mas eu tenho que acabar com isso.


Tomei um banho com a água gelada pois a água quente fazia minhas cicatrizes doerem mais ainda, meu corpo estava arrepiado em me lembrar dos momentos as lado da minha pequena, ela apresenta sem tão delicada e inocente, uma inocência que as vezes que quero pra mim, ter sua inocência roubada para mim, mas meus pensamentos são sujos, desejar tocar seu corpo é um pensamento sujo vindo de uma pessoa suja como eu, eu sou sujo estou marcado para sempre, não só como essas cicatrizes em meu corpo mas em minha alma em meu ser, quem amaria alguém assim?



Pov.Sakura.On


Um mês após o ocorrido com o pai de Sasuke e sua tortura contra ele, me senti péssima de não fazer nada, Kakashi disse para não me meter nos assuntos pessoas de Sasuke ele não me contou nada então eu não deveria me intrometer mas sinto que devo ajudar, depois não nos falamos mais Picasa palavras eram voltadas à mim de sua parte eu tentava engatar em uma conversa saudável e longa mas ele me contava, não conversamos mas de cinco minutos por dia .


Sei que ele esta fazendo isso por causa do pai, aquele homem é horrível merece morrer, sofrer, não, não cabe a mim julga lo, seja lá o que eles humanos acreditam existe uma ser maior aquele sim pode julgar a todos, julgará os humanos assim como julgará e condenará qualquer um da minha espécie, uma raça assassina em busca de sangue e poder.


Por muitos anos as famílias com linhagem vampira governavam todo o mundo sobrenatural, cada criatura que existe, cada ser humano ou não humano tremiam em nossas presenças, a séculos atrás muito antes do mundo ser conhecido como mundo, nos seres místicos não concebiamos ou seja não podíamos ter filhos ou herdeiros, então um vampiro conhecendo como senhor do inferno queria herdeiros, alguém no qual ele passaria o trono caso acontecesse algo consigo, uma feiticeira que dizia ser mais velha que a própria humanidade concedeu ao vampiro o poder de gerar herdeiros mas o problema estava em sua mulher, o ventre oco não reproduzia os tão sonhados herdeiros, e em um ato de sacrifício da rainha a raça vampira pode ter o dom da fertilidade,todos os herdeiros da próxima geração teriam esse poder mas com o passar dos séculos todos os vampiro foram arrumando jeitos de poder ter filhos.


De acordo com meus pais eu sou herdeira direta desse rei, sinceramente eu não acredito mas, existe uma lenda muito antiga tão antiga quanto essa história que conta que, em meio a guerra o senhor do inferno foi morto com uma estaca de madeira fincada em seu coração, a lua estava cheia grande e redonda no céu, em seu último lamentar a lua se tornou vermelha, o céu escureceu e tudo o que se via era uma noite de sangue, então a famosa lua de sangue ou lua vermelha ficou conhecida, a lenda diz que aquele nascido na lua de sangue no exato momento em que ela está posicionada a cima dos sete montes carnais o herdeiro legítimo do senhor do inferno nascerá, o filho no qual sua esposa perdeu quando se sacrificou, a reencarnação do príncipe do inferno, a cada século a alma é reencarnada ou seja o príncipe nasce novamente .


Minha mãe me contou que foi assim que nasci a lua estava tão vermelha quanto o sangue mortal, a noite escura e chuvosa ele mal acreditou quando aconteceu em tantas reencarnações eu seria a primeira menina, seria a primeira vez que a reencarnação do príncipe vinha em forma feminina, mas eu não acredito muito nisso, nunca ouvi algo sobre ter como provar essas lendas mas não me convencem sobre meu nascimento.


Estou deitada na cama do enorme quarto no qual me direcionaram, o castelo que meus país moram não se compara a minha casa, a mansão Haruno é vazia, quieta e sombria mas este castelo tem algo a mais, algo mais forte uma força que impressiona a todos.


Cehgeeui a pouco a casa de meus pais, eu deveria ter vindo antes mas eu queria me apreciar de Sasuke queria que ele percebesse que eu quero ajuda lo pensei que assim ele contaria sobre as agressões da mãe e da irmã e então eu poderia fazer algo que reclamante fosse eficaz para salvar a vida de todos, mas não adiantou ele só me afastava então eu descido seguir o conselho de Kakashi e vir ver meus pais.


Senhor e senhora Haruno não são nada fáceis de se lidar, mas eu tenho um carinho enorme por eles afinal são meus pais, mas as vezes não aguento as loucuras da minha mãe em relação a eu me casar e dar netos a ela ela fala como se fosse fácil.


Kakashi não veio comigo eu e ele achamos melhor alguém ficar na mansão para evitarmos fala são e ele também sabia que eu precisava de um momento com meus pais faz muitos que nos nos víamos, temos muito o que conversarmos.


Meus pais estavam na sala tomando chá, minha admirava a pintura feita a mal com o desenho de nossa família, foi pintado muitos anos atrás eram bons tempos, meu pai lia um livro e parecia não estar neste mundo mas eu sabia que ele calculava cada passo que eu dava em suas direções.


Mesmo sem me outra minha mãe comentou sobre o meu estado e mesmo sem saber perguntou me cosias .


____ Quando os desmaios começaram filha?- Perguntou me ainda olhando para o quadro eu me sentei em uma poltrona, passei a admirar o quadro também.

____ Alguns dias depois da minha chegada em Konoha- Eu disse e imediatamente a imagem de Sasuke me ajudando veio a mente e esta foi a vez de meu pai me questionar .

____ Quem é o rapaz gostaria de conhecer lo - Meu pai disse olhando o livro por segundo e o fechando mirando sua atenção a mim que era encarada por minha mãe.

____ Bem o nome dele é Sasuke Uchiha ele me pediu um trabalho na mansão e mesmo não querendo contato com humanos eu permiti que ele trabalhasse porque descobri um problemas familiares dele e quis tentar ajudar de alguma forma, bem ele é…ele é bem….nos somos - Eu não encontrava as palavras certas para usar na hora de descreve lo, eu não sabia o que meus pais iriam pensar mas não sei porque estava preocupada com isso.

       ____ Sakura minha filha você está apaixonada por esse tão Sasuke - Não foi uma pergunta foi uma afirmação minha mãe estava afirmando aquilo, mas como explicar o que sinto seria amor?




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...