1. Spirit Fanfics >
  2. Amando uma vampira - Sasusaku >
  3. Capitulo 5

História Amando uma vampira - Sasusaku - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Capitulo 5


     


     Sasuke.Pov.On


Acordei com os raios do sol entrando por alguma janela e batendo em meu rosto, abri os olhos com cuidado sentindo meu corpo leve com uma sensação boa, me deparei com o lar de olhos esmeralda me encarando, soltei um sorriso bobo me lembrando do que dizemos noite passada.


____ Bom dia dorminhoco - Ela disse sorrindo e eu aproveitei que estava com meu braço em sua cintura e a apertei mais contra meu corpo ouvindo dela uma risada gostosa .

____ Bom dia rosinha - Eu disse afundando meu rosto em seus cabelos que tinham um perfume de cereja doce e agradável .

____ Não gosto que falem da cor do meu cabelo sabia- Ela disse rindo e eu aproveitei seu comentário para fazer outro um pouco safado.

____ Não estou falando do cabelo rosinha- Eu disse em seu ouvido e olhei em seu rosto ela me olhou assustada e completamente vermelha e tentou se levantar mas eu a puxei novamente para cama ficando por cima dela.

____ Sasuke essas coisas não se devem ser ditas assim- Ela disse completamente vermelha e eu a beijei .


Ficamos nos beijando e as coisas já estavam ficando mais quente eu estava deitado em cima de Sakura e já estava encaixando em sua entrada entrei divagar arrancando um gemido de seus lábios e enquanto me movia divagar mas fundo, marcava ainda mais seu pescoço com meus chupoes e mordidas, quando a porta é aberta rapidamente, os pais de Sakura entraram no quarto, tanto eu quanto ela ficamos ainda mais envergonhados do que já estávamos antes 


____ Desculpe não queríamos atrapalhar já estamos estamos indo embora- A mãe de Sakura disse e saiu rapidamente junto com o marido.

____ Droga- Sakura disse puxando o travesseiro e tampando o rosto eu dei um riso a beijando.

____ Vamos levantar e tomar café está com fome? Quer ir lá em casa minha mãe vive perguntando de você - Eu disse sorrindo e Sakura se levantou e caminhou até o banheiro e eu fui junto para tomar banho .

____ Eu adoraria ir - Sakura disse me olhando e sorrindo enquanto entrava no banheiro .

Tomamos um banho bem relaxante e calmo mas só tomamos banho mesmo, nos vestimos e saímos do quarto e já dá escadaria eu ouvia os pais de Sakura na sala de jantar e antes de entramos eu segurei o braço de Sakura.

____ Sakura o que somos agora? Quer dizer estamos namorando? Você não queria nada comigo e agora está- Ela me cortou me beijando e me dando um abraço apertado, ainda me abraçando ela deu nao as respostas que eu tanto queria ouvir mas sim bem melhores.

____ Não importa se somos namorados, amigos ou apenas ficastes desde que voce esteja ao meu lado pela eternidade não irei me importar - Ela disse e eu a abracei fortemente ela me deu um beijo calmo.


Fomos pra cozinha e tentamos ignorar os olhares que eram voltados para nos eu tentava ao máximo não ligar pra eles principalmente para os gestos que a senhora Mebuki fazia mas era quase impossível mas Sakura parecia não ligar pra eles.


Depois de um tempo ficamos em seu quarto apenas conversando ela me contava histórias da sua infância Sakura já viajou para todos os lugares possíveis lugares que nunca conheci afinal nunca sai de Konoha, ela me contou tantas coisas que acho que eu precisaria de uns duzentos anos para fazer tudo isso 


Estou muito feliz de estar com ela mas ainda sim sei que tenho que protege lá, vou aproveitar a festa de namoro de Ino e Sai para fazer o pedido oficial de namoro, estou nervoso sinto que não posso ficar mais longe dela .


Eu rodeio meu braço em sua cintura a puxando para mim, e dou um beijo em sua testa Sakura da um sorriso sapeca, ficamos um tempo deitados sem falar nada apenas deitados aproveitando a companhia um do outro, estava um silêncio, silêncio agradável mas a noite já começava a cair .


____ Porque você não janta lá em casa hoje- Eu disse olhando pro teto que tinha um belo lustre de cristal pendurado .

____ Eu adoraria, sua mãe é uma boa mulher me parece um pouco triste mas não gosta demonstrar estou certa?- Ela disse e ergueu um pouco da cabeça e olhou em meu olhos eu me sentei na cama e Sakura também se sentou ao meu lado e esperou uma resposta que não veio.

____ Vai se arrumar pra irmos agora minha mãe já deve ter chegado - Eu disse cortando o assunto Sakura soltou um suspiro e se levantou indo em direção ao banheiro eu continuei sentado na cama mas em segundos eu já estava caminhando pelo quarto.


Sei que é feio bisbilhotar mas eu só estou vendo por mísera curiosidade, olhando dentro do closet eu encontrei um livro que passaria despercebido por mim se não tivesse escrito nele "Descendência Haruno" eu olhei era bem antigo até meio rasgado, me certifiquei que o chuveiro estava ligado e abri o livro, eram várias fotografia de várias pessoas parecia um museu dentro de um livro, uma imagem o nome da pessoa nela a data e a pessoa que fez o retrato ou tirou a fotografia, eu fui folheado as folhas parecia tudo normal quer dizer era estranho ter algo assim mas a família da Sakura são do Norte Europeu deve algum costume deles.

Conforme fui passando as páginas fui prestando atenção em algo que me deixou completando chocado e confuso eram fotos dos pais de Sakura mas a data estava a séculos atrás, era como se fossem pessoas do início dos tempos, se fossemos contar no calendário cristão eu diria que seriam da época que Jesus Cristo ainda estava na Terra.

Mas o que mais me assustou foi a imagem da garota de cabelo róseos, era a copia fiel da Sakura se a data não estivesse em 1450 mas de qualquer forma me assustou, tinha umas fotos de um bebê mas aquilo tudo era muito assustador, então eu vi fotos de Kakashi era ele realmente aqueles eram eles, mas isso não é possível.

     Folheie algumas páginas para frente na verdade fui em busca da última folha que estava ocupada com alguma imagem e lá estavam eles novamente desta vez com uma aparência mais século 21, mas eram exatamente as mesmas pessoas mas como Sakura não pode ter mais de 500 anos seria impossível.



Sakura.Pov.On


Sai do banho e Sasuke estava sentado na cama parecia assustado eu tentei ler seu pensamentos mas novamente o bloqueio veio então descido nem tentei mais ver o que ele pensa ele estava tão destruído que nem percebeu que me aproximei dele.

____ Sasuke você está bem? - Eu pergunto e ele parece acordo de um transe se levanta rapidamente da cama e fica mais encarando de uma maneira bem intimidadora e desagradável.

____ Sakura eu vou indo embora depois nos falamos - Ele disse de maneira rápida e saiu do quarto nem si quer se despediu de mim tem algo muito errado aqui .


Eu fui em direção ao closet para pegar uma roupa e eu encontrei o motivo do estranhamento do Sasuke, um antigo álbum de família estava caído no chão não verdade esse álbum é como uma árvore genealógica ele está a caído virado pra baixo assim que o peguei vi uma fotografia minha de séculos atrás.

Droga ele deve estar pensando milhares de coisas sobre mim, mas vesti rapidamente e fui atrás dele, estava claro então tive que ir andando normalmente como qualquer pessoa normal mas na verdade eu queria chegar logo.

Parei na frente da sua casa e toquei a capanhia várias e várias vezes mas nada ninguém atendeu então eu desisti e voltei pra casa andando calmamente, agora é a hora que eu conto minha verdade para Sasuke e ele na melhor das hipóteses vai embora.

Eu sei que ele total direito de ir se quiser mas eu não aguentaria perder outra pessoa importar em minha vida como ele é, voltei pra casa e fiquei encarando aquele velho álbum folheei as páginas observado cada detalhe era eu, não tinha como disfarçar ou mentir eu tenho que dizer a verdade não importa o que aconteça.

Continuei em meu quarto deitada na cama olhando para o teto o álbum estava ao meu lado aquelas fotos tão antiga e deveria ter sumido com isso se Sasuke realmente olhou essas coisas ele deve estar pensando milhares de coisas.



Sasuke.Pov.On


Eu estava assustado aquilo tudo era estranho eu fiquei sentado na cama pensando em tudo até Sakura sair do banheiro enrolada na toalha e estava perdido em meus pensamentos e acho melhor ir embora, preciso esfriar um pouco a cabeça para pensar em meus atos, não quero fazer nada que eu me arrepende eu demorei para consigui o reconhecimento de Sakura não posso perder lá por interpretar mal as coisas.

Eu deveria ter ido pra casa minha mãe deve estar preucupada eu nunca passei a noite fora de casa sem há visar e eu ainda tinha deixado Karin sozinha só espero que nada tenha acontecido com ela, fui para o cemitério pensar um pouco, porque cemitério? Acho o que esqueci de falar que eu tive um irmão mais velho, seu nome era Itachi mas ele morreu, algo muito suspeito e sem resposta ele simplesmente acordou morto, minha mãe ficou muito mal eu era criança não entendia muito bem mas sempre fui bem próximo do meu irmão.

As vezes quando quero pensar eu venho aqui é como se eu ainda pudesse sentir seu abraço e ouvir suas broncas, eu ainda era criança mais mesmo assim me lembro de tudo como se fosse ontem, meus pais não brigavam meu pai não era o homem que era hoje, não me lembro bem o momento que meu pai se tornou isso mas sei que tem a ver com a morte de Itachi.

Meu pai sempre quis e exigiu muito dele eu sempre ficava escondido em sua sombra eu gostava daquilo mas sentia pena por Itachi ter tantas responsabilidades e pouco tempo pra mim, Karin sempre foi uma garota delicada e as vezes quando brincávamos de luta eu a machucava e ficava de castigo mas quando a brincadeira era com Itachi quem se machucava era eu .

Fiquei sentado ao lado do túmulo do meu irmão estava um tempo com neblina, eu fiquei alguns minutos lá apenas apreciando o silêncio do local até um som de galhos quebrando me chamou atenção, olhei em meio aquela nuvem baixa que tampava minha visão até ver uma silhueta escura se aproximar, era alta e grande parecia algo sobre humano.


____ A tempos não te vejo por aqui garoto - Aquilo era uma voz humana uma voz conhecida porém não sei identificar quem era, eu não fiquei com medo apenas da situação.

____ Quem é você é de onde nos conhecemos?- Eu perguntei sem sair do lugar aquilo se aproximou de mim mas não o suficiente para revelar seu rosto eu não conseguia descobrir quem era .

____ Pensei que fosse mais esperto pelo menos era quando criança, não se preocupe não irei te machucar quero apenas dar um aviso para você garoto - A voz era rouca e calma, calma até demais para um homem com aquele porte físico eu comecei a estranhar ele parecia me conhecer.

____ Que aviso o que você quer?- Eu disse sério e grosso tentando mostrar não ser intimidado com aquilo que já estava começando a me assustar.

____ Não precisa se assusta como eu já disse não vou te machucar mas tome cuidado Sasuke nem tudo o que parece tudo o que você conhece como verdade irá se desfazer a sua frente não tenha medo mudança serão necessárias - Ele disse calmo e não intendi ou significa porém tentei não demonstra interesse porém não aguentei e perguntei .

____ Eu não entendi o que isso quer dizer- Eu disse sério e soltou um suspiro alto a neblina aumentou ainda mais .

____ Tome muito cuidado Sasuke quando a espada atravessar o coração daquele de sangue puro a lua se tornará vermelho e o herdeiro legítimo subirá ao trono ao lado da precisa Byakugol mas não se esqueça a espada que fura e acaba com a guerra é a mesma que mata o corpo, cuide da alma criança - Ele disse me deixado anda mais confuso aquilo estava estranho eu estava com um frio desconhecido não espinha .

____ Eu ainda não entendo poderia ser mais especifico por favor- Eu disse com um no na garganta mais mesmo assim eu tenho que saber isso tudo é muito suspeito .

      ____ Ainda é cedo para você entender mas tome cuidado essa vida, não se apegue demais a ela pois quando o momento chega você verá que ela não passa de ilusão para te deixar longe da verdadeira razão da sua existência - Dito isso o homem desapareceu e seu corpo se transformou em vários corvos que voar me fazendo barulho e a capa preta caiu no chão eu me desesperei e sai correndo dali .



        Sasuke.Pov.On


Eu corri bem mais do que eu achei que conseguia correr não percebi o momento em que aquilo começou a me assustar de primeiro aquilo não me assustou mesmo algo completamente estranho eu não estranhei mas depois daquilo que ele falou meu corpo tremeu e meu sangue gelou e eu fiquei desesperado.

Corri até a frente da casa de Sakura ela estava sentada nos degraus da entrada igual da primeira vez que nos aproximamos e ele desmaiou em meus braços e eu a levei para casa, minha mãe achou que eu e ela éramos namorados, minha irmã chorou em meus braços mais uma vez pela covardia que aquele homem que ela chama de marido faz com ela, Sakura abraçou minha mãe como se soubesse de tudo o que ela passa e eu me senti com um pouco de esperança algo que eu não sentia mais .

Sakura me olhou fundo nos olhos e eles emitiam decepção, sei que foi errado eu ir embora de maneira bruta ainda mais depois do que fizemos ela deve pensar que eu sou queria me aproveitar dela mas não é isso, encarei seus olhos que me julgavam como um tribunal a pele mais pálida que o normal era disfarçada com as bochechas vermelhas com um blanche, o corpo estava todo coberto por conta do tempo que muda rapidamente.

Me aproximei divagar dela, em passos curtos e ela pareceu contar cada passo que eu dava, me sentei ao seu lado e olhei para frente às poucas pessoas que tinham na rua estavam longe de nos eu não sabia o que falar, queria saber o que significava aquelas fotos estranhas que tinha no álbum, mas não queria que ela pensasse que eu estava invadindo seu espaço.

Descido não tocar no assunto sobre que vi e minhas dúvidas, talvez eu deva contar sobre a sombra estranha que estava no cemitério em meio a neblina, mas não agora.



____ Quer ir comigo hoje na festa de aniversário de namoro dos meus amigos?- Eu perguntei olhando pra frente e Sakura sorriu me olhando.

____ Adoraria acho que vai ser bom sair um pouco e conhecer novas pessoas - Ela disse sorrindo e novamente como naquele dia ela apoio sua cabeça em meu ombro.

____ Me desculpe pelo jeito que eu sai hoje pela manhã eu não queria que você achasse que só queria me aproveitar e…- Não pude terminar a frase porque fui cortado pelos lábios finos de Sakura eu segurei fortemente em sua cintura aprofundando ainda mais o contato .

____ Eu te amo Sasuke - E quando de seus lábios saíram as palavras mais doces que já ouvi na vida meu coração acelerou aquele olhos me penetravam na alma, aqueles olhos brilhantes .

____ Eu também te amo Sakura - Eu disse em uma sussurro baixo apenas para que ela escutasse minhas palavras e em seus lábios um sorriso apareceu.




Sakura.Pov.On


Depois de ficar algumas horas deitada na cama descido sair um pouco para pensar melhor, meus pais sumiram a manhã inteira devem estar caçando assim como Kakashi.

Fiquei sentada nos degraus da escada na portaria da casa apenas observando as crianças brincando e algumas pessoas mais velhas alguns minutos depois Sasuke apareceu a minha frente parecia nervoso e preocupado mas não disse nada, se sentou do meu lado e pareceu que estava normal novamente.



Sasuke.Pov.On

Depois da nossa pequena conversa fomos para minha casa almoçar lá, minha irmã estava lá fiquei preocupado com o fato do meu pai aparecer e estragar tudo.

____ Que bom que eu o querida senti sua falta o Sasuke fala muito de você para Karin - Minha mãe disse sorrindo para Sakura que retribuiu calorosamente .

____ Espero que tenha falado coisas boas sobre mim - Sakura respondeu me olhando fingindo estar com dúvida.

____ Só coisas boas não se preocupe - Minha irmã disse sorrindo e Hidan que estava sentado no sofá olhou Sakura dos pés à cabeça. 

Foi um almoço agradável meu pai sim apareceu por lá o que deixou o clima tenso mas ele não fez nada comprimento Sakura normalmente assim que comeu saiu e me lançou um olhar no qual eu não soube interpretar .

Depois Sakura ajudou minha mãe a lavar a louça enquanto eu varia o chão junto com minha irmã, então eu levei Sakura para meu quarto onde ficamos deitados conversando .

Eu comecei a beijar seu pescoço e apertar sua cocha, ela arranhou minhas costas colocando as mãos por dentro da minha camiseta e a tirando, eu me sentei na cama e Sakura se sentou no meu colo colocando uma perna para cada lado .

Minhas mãos se concentraram em sua cintura fazendo movimentos de vai e vem com seu quadril, agora está sendo diferente do que da primeira vez eu estou mais relaxado e de certa forma estou com mais tesão .

____ Aqui não Sakura, podem nos ouvir e minha irmã vive entrando no meu quarto sem bater- Eu disse com a voz rouca tentando não demonstrar o quanto eu estava me segurando.

____ Não se preocupe meu amor ela não entrar eu tranquei a porta- Sakura disse sussurrando em meu ouvido baixinho fazendo os pelos da minha nuca se arrepiarem.

____ Não deveria me provocar deste jeito senhorita Haruno eu sei ser bem bruto quando quero- Eu disse também sussurrando e suspirando contra sua pescoço.

____ Ahh Sasuke você não sabe mas eu sou pior do que você pode imaginar, eu sou mais quente que o Sahara - Ela disse e me olhou com os olhos fixos nos meus e deu uma grande rebolada e eu arfei a empurrando para trás e me deitando em cima dela.

____ Sabe eu gosto dos seus gemidos e como você tenta me provocar mesmo quando já não aguenta minha carícias- Eu disse e comecei a retirar sua blusa e beijar seus seios por cima do sutian.

____ Gosto quando vai bem fundo - Eu sussurrou mais uma vez em meu ouvido e eu ataquei seus lábios com voracidade e retirei minha blusa .

____ Ahh Sakura estou tentado ser bonzinho com você mas me parece que a senhorita gosta do meu lado sombrio é o que mais excita eu sei - Eu mais uma vez estava beijando aqueles seios maravilhosos, o seu sutian já estava jogado no chão do quarto junto com minha calça e sua saia .

____ Se eu soubesse que você era tão experiente assim eu já teria deixado você me beijar a mais tempo aaah - Ela disse manhosa enquanto eu chupava seus seios e massageava sua intimidade por cima da calcinha .

____ Eu chupo outros lugares ainda melhor - Eu disse e sorri sacana pra ela e me levantei retirando sua calcinha e minha cueca a olhei profundamente.

____ Então mostra senhor Uchiha - Ela disse e eu abocanhei sua boceta chupando com vontade e Sakura soltou um gemido alto mas tampou a boca com a mão e ficou vermelha.

     Eu fazia o trabalho muito bem Sakura estava indo a loucura seu corpo tremeu e ela soltou um alto gemido abafado, e ela gozou eu engoli tudo sentindo um gosto maravilhoso olhei pra Sakura que estava com a boca aberta e respirava com dificuldade eu sorri e voltei a beija lá, meu membro doía tanto pelo tesão e latejava tanto Sakura colocou suas mãos nele o apertando me deixando ainda mais louco droga eu queria tanto está dentro dela .

   Olhei rapidamente para seus olhos antes de entrar completamente dentro dela enquanto dava leves penetrações e beijava seu pescoço olhei para o lado rapidamente onde vi algo preto, parecia um homem com uma capa de capuz me assustei e me afastei rápido de Sakura mas aquilo já não estava mais ali por algum motivo me veio o homem do cemitério na cabeça. 



Sasuke.Pov.On


Eu parei rapidamente quando vi aquilo em meu quarto joguei uma coberta em Sakura e coloquei minha cueca rapidamente e olhei por todos cantos do quarto procurando aquilo .

____ O que foi Sasuke aconteceu alguma coisa- Sakura disse se sentando na cama e puxando mais o lençol para cobrir seu corpo .

____ Eu vi alguém aqui no quarto- Eu disse e Sakura arregalou os olhos e olhou para baixo.

____ Sakura precisamos conversar- Eu disse e sentei na cama ao seu lado na cama.

____ Conversar sobre o que - Ela perguntou meio ansiosa e nervosa também talvez ela saiba que eu encontrei aquele álbum de fotografias antigas.

____ Sakura hoje pela manhã eu encontrei um álbum de fotos e eram vocês, você sua família aquele cara o que você está escondendo de mim?- Eu fui direto aquilo estava me esmagando por dentro por causa daquelas fotografias e sobre aquela sombra só cemitério e agora no quarto.

____ Eu já sabia que uma hora eu teria que te contar isso pelo menos se eu quisesse ficar com você mas… Sasuke o que vou lhe contra não é algo fácil você pode até não acreditar em mim mas eu vou confiar em você e lhe contar a verdade mas você tem que confiar em mim - Sakura disse nervosa e segurou minha mão a apertando fortemente eu a olhei curioso e dei um beijo calmo em seus lábios.

____ O que eu preciso saber Sakura você tem que confiar em mim e contar tudo- Eu disse e ela me deu mais um beijo de tal vez pareceu se despedir de mim.

____ Sasuke tudo o que você conhece na vida é pouco demais existem coisas que muitos não acreditam, as fotografias que você viu são reais, aquela sou eu e minha família aquele cara é Kakashi e as datas estão certas aquela fotos foram registradas nas datas que estão mostrando nelas- Sakura parou por um tempo eu parei e a encarei nunca havia ouvido uma história tão confusa quanto aquela.

____ Sakura isso é impossível seria como você me falar que tem mais de quinhentos anos- Eu disse rindo mas Sakura estava totalmente seria seus olhos expressavam nervosismo total .

____ Não é impossível quando você é uma vampira - Ela disse olhando pra baixo eu me levantei rapidamente da cama e fiquei a olhando esperando que ela fizesse algo que demonstrasse que ela estava apenas brincando como uma risada ou algo assim.

____ Sakura você tem noção do que está me dizendo isso é loucura- Eu disse rindo e Sakura olhando para baixo mas quando olhou em meus seus eu vi o vermelho como sangue se estalar neles.

____ Sasuke tudo que eu é verdade você tem que acredita em mim eu não queria me envolver com ninguém mas acho que me apaixonei por você- Ela disse e de levantou eu estava completamente assustado olhando aqueles olhos.

____ Não isso não é real você não é uma vampira isso não existe, aquela sombra no cemitério o homem no quarto isso não é real- Eu andava de um lado para o outro do quarto com a mão na cabeça.

____ Sasuke por favor eu não estou mentindo você tem que acreditar mas me conte mais sobre essa sombra no cemitério- Ela disse tentando se aproximar de mim mas eu me afastei dela e me sentei em uma cadeira .

____ Hoje eu fui no cemitério e vi um homem ele dizia coisas sobre trono, princesa do Byakugol sobre cuidar da alma pois meu corpo é mortal mas eu não entendi muito bem- Eu disse e Sakura me olhou mais confusa e nervosa que antes se vestiu rapidamente pois ainda estava enrolada no lençol e se aproximou novamente de mim.

____ Sasuke precisamos ir conversar com meus pais tá bom?- Ela disse ajoelhada perto de mim eu estava com o pensamento em outro lugar.



Sakura.Pov.On

Ele não estava prestando atenção em mim fiquei alguns minutos parada olhando pra ele e então Sasuke se levantou rapidamente e me olhou eu me levantei também é fiquei o olhando.

____ Sakura vai embora- Ele disse mas não estava olhando em meus olhos.

____ Sasuke eu não vou embora você tem que vir comigo - Eu disse tentando segurar sua mão mas ele puxou o braço de volta.

____ Eu não quero saber mais desta história eu já tenho problemas demais vai pra sua casa Sakura quando você quiser me dizer algo verdadeiro aí você vem me procurar mas caso isso vai embora- Ele gritou comigo e eu fiquei assustada eu tentei me aproximar mais mas Sasuke me puxou para o braço e me colocou pra fora do quarto.

Eu encarei a porta a minha frente tentando raciocinar direito o que estava acontecendo no momento Sasuke estava me expulsando da sua casa, andei até a sala e pela cozinha não tinha ninguém em casa, então decidi voltar a porta do quarto de Sasuke.

____ Sasuke me deixa entra por favor - Eu disse batendo na porta e esperei alguns minutos enquanto eu ouvia uns barulhos estranhos de dentro do quarto até a porta ser aberta .

Encarei Sasuke e ele me olhou de uma maneira mais assustadora e sombria aquilo não parecia o Sasuke, fisicamente era ele mas aquela aura não era de Sasuke eu fiquei o olhando esperando alguma reação sua .

Ele levantou os olhos que estavam negros e fundos ele caminhou se aproximando mais de mim e me puxou bruscamente para dentro do quarto e me jogando na cama, fiquei olhando assustadas seus movimentos ele caminhou até a porta e a trancou se virou e começou a me olhar seriamente .

Caminhou em passos lentos até a cama e começou a se transformar em outro homem, eu estava assustada aquele de fato não era Sasuke conforme aquele homem se aproximava de mim eu me movia para trás.

____ Quem é você? Onde está Sasuke?- Eu perguntei assustada e aquele homem percebeu meu medo e começou a se rir de maneira diabólica.

____ Sou pior pesadelo- Dito isso em uma fração de segundos ele estava deitado em cima de mim, mas como eu consigui acompanhar seus movimentos porque sou uma vampira não me surpreendi com a aproximação mas fiquei surpreendida por não conseguir me mexer ele tinha feito algo comigo.

____ O que você fez comigo não consigo me mexer- Eu disse o olhando melhor para o homem não parecia alguém assustador pelo contrário era uma versão mais velha de Sasuke, parecia muito com ele porém com os cabelos mais compridos e presos em um raio de cavalo baixo caiam sobre seu ombro e duas marcas no rosto .

____ Vamos apenas esperar seu namoradinho idiota chegar para festa começar não se preocupe você vai adorar- Ele disse a abaixou seu rosto em meu pescoço onde passou a língua eu tinha que fugir dali e eu tinha uma maneira mas nunca gostei de usar esses poderes.

Meu olho ficaram vermelhos era hipnose algo muito eficaz que nos vampiros temos é a hipnose eu não gosto de usar nada que me lembre do monstro que eu sou, eu não queria ser uma vampira se eu pudesse escolher eu iria preferir ser uma humana normal .

    ____ Que tolinha você acha que pode me hipnotizar pois saiba que nao, quando seu namoradinho chegar vamos ver como ele irá reagir a me ver te tocar sem poder falar nada - Ele disse e soltou uma risada sombria e eu me desesperei.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...