História Amante Menina - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Shikamaru Nara, Temari
Tags Naruto, Romance, Shikamaru, Shikatema, Temari
Visualizações 136
Palavras 891
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ecchi, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo Único


— Você chegou bem rápido desta vez. – pude ouvir a voz de Tsunade antes de entrar em sua sala, o que indicava que ela não estava falando comigo.

A resposta surgiu em minha frente antes que eu tivesse a chance de me perguntar quem era. Depois de longos quatro meses, Temari tinha voltado à vila da folha.

— Como vai, Nara? – ela cumprimentou-me, a voz altiva e firme.

Eu demorei um pouco mais do que gostaria para responder. – Achei que você não iria ficar responsável pelos exames dessa vez.  – eu não consegui disfarçar minha surpresa.

— Eu não podia te deixar sozinho. – ela quase deu um sorriso e eu também. – Você poderia atrasar o trabalho enquanto olha para suas nuvens. – e então ela sorriu maldosa, arrancado um riso de Shizune. Mulher problemática.

— Você fez a viagem na metade do tempo, deve estar cansada... – Shizune tentou se recompor.

— Não foi nada. – ela mantinha a postura de inabalável, contudo eu sabia o que aquilo significava, ela estava sentindo minha falta tanto quanto eu a sua.

— Sim, ela estava com pressa para te ajudar Nara. Que bom que ela vai te manter na linha não é? – Tsunade falou, olhando para mim, o tom irônico e malicioso em sua voz deixando clara a segunda linha de interpretação de sua frase.

Shizune vendo que assim como eu, Temari também estava corada, intercedeu por nós. – Você pode ser o guia e acompanhar Temari até o hotel, Shikamaru?

— Claro. – respondi e virei-me novamente para Temari. – Vamos? – ela assentiu e me seguiu. Os dois querendo sair o mais rápido possível da sala da Hokage.

— Ninguém me falou que você estava vindo. - comentei logo que estávamos no corredor.

— Gaara disse que foi um pedido inesperado e urgente da Hokage. – ela falou. – O que você fez? – Apenas sorri e dei de ombros.

Estávamos passando em frente à sala que usávamos sempre que organizávamos os exames. Eu parei e ela arqueou a sobrancelha, olhei de Temari para a sala.

— Está cansada? – perguntei, quase casualmente. Ambas as mãos nos bolsos para que não entregassem meu nervosismo.

— Não o bastante. – a resposta veio acompanhada de um sorriso provocante.

Eu abri a sala e deixei que ela entrasse. Era arriscado, no entanto eu não queria esperar nem mais um minuto para tê-la em meus braços. Certifiquei-me de ter trancado a porta depois de entrar.

Então, finalmente nós ficamos sozinhos, nossos olhares se encontraram, desta vez, demonstrando tudo o que sentíamos um pelo o outro, eu acabei com a curta distância entre nós e a abracei. Por alguns instantes nós permanecemos naquele abraço, em silêncio, somente sentido um ao outro.

Afastamo-nos um pouco para que eu pudesse olhar em seus olhos, eles estavam marejados, isso era uma surpresa, era também algo que eu não gostaria de ver novamente. Acariciei seu rosto e ela deu um sorriso leve, incrível e raro, como ela.

Beijamo-nos. Carinho, saudade, felicidade, desejo, intensidade e paixão queimando em nós, enquanto a razão desaparecia.

— Eu estava quase enlouquecendo, mulher. – falei baixo, as mãos descendo para seus ombros e costas.

— Eu vou fazer você enlouquecer agora. – ela sussurrou em meu ouvido antes de se livrar do meu colete. E Temari sabia muito bem como me enlouquecer. Ela sabia exatamente onde tocar, acariciar, beijar. Seu corpo inteiro parecia feito para me deixar alucinado.

Nesse momento não me importava se estávamos num quarto de hotel, em Konoha ou em Suna, ou em uma sala de escritório, só ela importava.

— Eu quero beijar você inteira. – disse enquanto me livrava da blusa que ela usava.

Ela se interrompeu para me olhar, a expressão dominada pelo desejo. - Então beije. – Eu nunca vou conseguir traduzir em palavras o efeito que essa mulher tem sobre mim, ou o quanto ela é exageradamente sexy e quente.

Guiei-a rapidamente até minha mesa e a observei sentar-se sobre a mesa, as pernas levemente afastadas, o sorriso provocante ainda lá.

— Deite-se amor. – Temari gostava de assumir o controle, entretanto gostava ainda mais quando eu perdia o meu.

Já eu, adorava vê-la se entregando, fosse quando me beijava sem pressa ou com todo desejo que reprimíamos. Adorava quando me provocava. Quando era carinhosa. Quando me olhava me revelando sua alma e ainda mais quando sorria. Aquele sorriso mudou meu mundo, e ela nem sabia.

Subi os beijos para suas coxas e senti a mão dela puxar meu cabelo, olhei-a. A expressão dela entregava o que ela queria a minha também, eu supus. Com um sorriso eu fiz de nós, um.

Ficamos naquela sala por mais de duas horas, e eu podia jurar que mais um pouco e ela teria pegado fogo. Seria problemático se alguém entrasse ali naquele momento, e seria ainda mais arrumar tudo aquilo depois, no entanto, obviamente eu não me arrependia nem um pouco. Não com Temari ali abraçada comigo.

— Deveríamos fazer isso mais vezes. – ela falou, enquanto me acariciava por cima da calça. Ela era uma mulher incrível e uma amante insaciável.

Foi nesse momento que um sorriso travesso surgiu no rosto, um que deixava claro que ela tinha aprontado e estava muito satisfeita com isso. Aquilo aqueceu meu coração de modo que só ela conseguiria. A abracei ali mesmo, no corredor, sem me importar se alguém nos veria e ela ficou tensa.

— O que?

— Apenas aproveite problemática. – eu disse baixo. Apesar do apelido, eu notei que ela sorriu e me abraçou também.


Notas Finais


Essa estória foi postada por mim no Nyah em agosto de 2017 em resposta ao Desafio do Brega do grupo ShikaTemaBR no facebook e só agora eu venho att meu perfil aqui rs
Perdão!
Espero que tenham gostado! Beijosssssssss :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...