História Amantes (Imagine ChanYeol.) - Capítulo 2


Escrita por:

Visualizações 136
Palavras 1.674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, pãezinhos! 💕
Tutu pom?💕
Espero que sim!💕
Demorei porque estava escrevendo algo de cabimento, então espero que gostem.💕😯
Boa leitura, pãezinhos!💕🤤💕

Capítulo 2 - Capítulo 2.


— ChanYeol, para. — falei empurrando o homem à minha frente. Ele bufou, me soltando e me encarando totalmente sério.

— Qual foi? Não vai transar comigo? — perguntou indignado, cruzando os braços.

— Não, ChanYeol, hoje não. Estou ocupada, tenho que terminar as minhas coisas primeiro! — respondi séria, caminhando até a minha mochila. — Se quer tanto transar, vai atrás da Yun ou de alguma puta com quem você trai a Yun!

— Yah! Arrumou um namorado, foi? — questionou, correndo até mim e me puxando pelo braço.

— Essa não é a questão. Só tenho que terminar minhas coisas! Tenho que terminar minha coreografia nova! Eu atrasei ela por sua culpa!

— Minha? Não é só minha! Se você não quisesse não teria ido comigo! — brigou, ficando totalmente sério.

— Sério? Eu neguei e você continuou, sabia que eu não podia e ficou me enchendo. Eu fui porque eu caí nas suas tentações, ChanYeol! — me soltei do homem, caminhando rápido.

— Para de me chamar de ChanYeol, _____! — me segurou novamente, agora fechando a porta da sala e trancando-a. Logo percebi que o poste caminhou na minha direção, fazendo com que eu recuasse. Fiquei com muita raiva da parede, assim que senti minhas costas no local, enquanto ChanYeol colocava seus braços dos dois lados para que eu não fugisse.

— Me solta, ChanYeol. — falei ríspida, olhando para seu peito.

— Para de me chamar de ChanYeol! — brigou, fazendo cara de bravo.

— Quer que eu te chame como? De Oppa? De Daddy? De Yeollie? — questionei brava, fazendo-o me encarar assustado. — Nunca tivemos essa intimidade toda, me diz o porquê disso agora?

— ______, dá para parar? Vamos conversar.

— Eu sei onde essas conversas acabam. Na cama de um motel ou sei lá aonde, depois você vai embora sem dar explicações. — comentei, fazendo o maior suspirar. — Posso sair? Tenho muito o que fazer, se não se importa.


Pointer Of Views; ChanYeol.


Soltei a garota, que arrumou a bolsa no ombro, enquanto caminhava para longe de mim. Ela abriu a porta e cruzou pela mesma, batendo-a forte.

— Droga, _____! — fico com raiva, chutando a parede. Suspiro me acalmando, enquanto andava até a porta, abrindo-a e saindo para fora do lugar.

— ChanYeol! Te procurei na sala de treino, não te achei. Então pedi que SeHun me dissesse onde havia ido. — falou Yun, logo que me viu saindo do elevador. Suspirei um pouco cansado, enquanto deixava um leve selar em seus lábios.

— Estou cansado. Acabei indo ver uma coisa e fui tomar uma água. — menti.

— Ah, entendo. — disse de forma fofa, sorrindo doce. Algo que me irritava, _____ não sorria assim, não agia de forma fofa e inocente, ela era como era.

De repente, percebi _____ saindo de uma sala com BaekHyun ao lado. Eles riam de algum comentário de _____. Foi aí que ele me enxergou e cutucou a garota, que apenas me olhou de relance, voltando o olhar para BaekHyun e, em seguida, falando alguma coisa.

— Oppa, que tal sairmos para comer essa noite? Quero me divertir antes de viajar para Vietnam.. — puxou meu braço, enquanto fazia um lindo bico. Apenas ri, falsamente, enquanto caminhava. Lembro que ela iria viajar amanhã a tarde, algo que nem lembrará durante a semana.

— Claro, por que não? — pergunto olhando para porta, enquanto vejo ____ e BaekHyun saírem abraçados e rindo. Aquilo era tão doloroso..

Apesar de que, _____ fosse apenas uma amante, ela era meu refúgio mais seguro. Ela estava sempre ali para mim, me ajudando, sendo minha. Eu odiava vê-la com outro alguém, mesmo que fossem apenas amigos. Por vezes, eu esquecia que, além de ser casado, não tinha nada com a menor. Ela é livre, do mundo.


•••


— ChanYeol.. — balançou a mão em frente ao meu rosto, me fazendo encará-la. — Me ouviu, amor?

— Não, perdão. — falei comendo a carne.

— Eu disse que estava com saudades das nossas noites quentes… — disse toda inocente, mordendo o lábio inferior de forma sexy. — Podíamos repetir uma doses dessas hoje. Já que, sabe.. Eu vou ficar uma semana fora, nada mais justo do que te compensar.

— Assim você me deixa excitado, Noona. — falei sorrindo, enquanto mentia e era falso com a garota. Infelizmente eu não era mais tão apaixonado por Yun quanto quando nos casamos. Sinto que todo aquele amor se tornou falso, se tornou enjoativo.

Ela sorriu e voltou a comer, enquanto cantarolava uma música qualquer. Eu apenas observava o local, vendo as pessoas entrarem e saírem, os casais apaixonados, as famílias, os amigos. Então percebi a porta abrindo, um garçom correndo até o casal que entrava para atendê-los. Assim que pude ver melhor, BaekHyun estava agarrando a mão de _____, que observava o loiro.

O garçom guiou os dois até uma mesa próxima a nossa, logo anotou os pedidos, anotou os pedidos e saiu.

Os dois apenas riem de piadas sem sentido, que _____ contava. Eu nunca tinha parado e conversado com ela, realmente.

— Amor. — Yun me chamou, fazendo com que meu olhar se voltasse para ela. — Eu quero comer Budae Jjigae. — fez bico, enquanto me olhava fofa.

— Então peça, meu amor. Qualquer coisa por você. — sorri falsamente, vendo a garota chamar o garçom.

_____ encarou o garçom que nos atendia, logo me vendo. Sorri e acenei com a mão para ela. A garota virou o rosto para Byun e voltou a conversar com o loiro.

— Quem é, amor? — perguntou, enquanto colocava um pouco de arroz na boca.

— Uma trainner lá da empresa.

— Sua amiga? — perguntou. Curiosa, af.

— É. — respondi. Logo fiz cara de desentendimento, vendo Yun levantar e caminhar até eles. Falou com os dois que logo se encararam e BaekHyun sorriu, logo estavam caminhando em direção a nossa mesa.

— Oi, ChanYeol. — BaekHyun disse sorrindo, enquanto Yun se sentava ao meu lado e os dois se sentavam à nossa frente.

— Oi, Baek-ssi. — disse com tédio. — O que fazem por aqui.

— Ah, nós saímos para treinar o vocal da _____ e depois resolvemos jantar, não é, Sweet? — perguntou de forma fofa, entrelaçando os dedos aos de ______, enquanto deixava um selar em uma bochecha.

— Ai, que fofos! — Yun disse, enquanto me encarava sorrindo. — Oppa, eles parecem conosco no início do namoro!

— Parecem muito, Yun-ah! — digo sorrindo para a garota. Acho que sou tão bom ator, que nem Baek, nem _____, nem a própria Yun Mi percebeu.

— Vamos comer. É um encontro duplo! — Baek disse todo feliz. _____ riu do bobão e pegou o copo de vinho que Baek havia servido para ela. Logo a comida deles e o outro pedido de Yun haviam chegado, então comemos.

Yun e Baek riam e tiravam sarro até não dar mais, enquanto eu e _____ ficávamos calados e comendo. Passei a perna esquerda levemente nas pernas descobertas de _____. A garota me encarou, assustada. Sorri cínico e logo ela tirou as pernas de perto das minhas.

— É, infelizmente eu e Yeollie temos que ir. Eu vou viajar amanhã e, por culpa dos nossos horários, não vamos nos ver antes que eu viaje. — Yun disse fazendo bico, enquanto arrumava a bolsa.

— Nós também. Tenho que levar a malinha para casa, pois amanhã temos treino logo cedo. — Baek disse sorrindo.

Todos levantamos, Yun puxou assunto com _____, enquanto eu e Baek íamos pagar as contas.

— O seu teatrinho já acabou, Byun? — perguntei ignorante, vendo BaekHyun sorrir.

— Sabe que eu quero você bem longe da _____, não é? — rebateu, enquanto pagava o moço. Respirei fundo e sorri para a atendente, entregando o dinheiro. — Aliás, eu já conversei com a Baixinha e, pelo que percebi, ela entendeu o recado.

— Como assim, Byun? — ele apenas sorriu e virou de costas, andando até as meninas. Yun se despediu dos dois, enquanto sorria. _____ utilizava um short jeans preto cintura alta, com uma camiseta de botões branca dentro da calça. Estava um pouco mais baixa, por usar um tênis Adidas Branco.

— Vamos, Amor? — Yun caminhou até mim.

E assim foi nossa noite, com gemidos falsos, da minha parte. Com beijos apenas com luxúria e estocadas sem amor. Eu gostava da Yun, mas por algum motivo ela não me parece tão interessante quanto. Yun Mi é linda, com cabelos longos e marrom escuro, lábios delicados, olhos castanhos e pele macia. Além de ser rica, fofa e humilde. Porém, não sabe ser simplista, tudo tem que ser grande e glamouroso, fofo e amoroso, enquanto _____, por outro lado, é simples, humilde, fofa e honesta.

Mesmo sem perceber, _____ é fofa e inocente, mas é fogosa na cama, quer mais sempre. Ela tem um poder de deixar qualquer um louco apenas de olhar em seus olhos. A garota tem os cabelos na altura do ombro, sorriso de tirar o fôlego, pele clara e macia, lábios delicados e macios, pernas lindas, bunda e peitos médios, olhos pequenos, puxadinhos e na cor mel.


•••


Pointer Of Views; _______.


Ajeitei a legging no corpo, enquanto voltava para o meio da sala. A música começou e eu me joguei na batida, dançando todos os passos que eu havia desenvolvido para a coreografia. Logo que terminei a coreografia, já completa por ter consigo finalizá-lo a alguns horas, ouvi aplausos. Olhei em direção a porta, vendo ChanYeol encostado na mesma.

— Oi, ChanYeol. — falei cansada, virando a garrafinha d’água na boca.

— Oi, ______. — respondeu de forma calma, caminhando na minha direção e me colocando em seus braços.

— ChanYeol? — chamei, meio assustada pelo seu ato.

— Oi?

— Tudo bem?

— Por que a pergunta?

— Você me abraçou. — ChanYeol me encarou e foi como se tudo estivesse em câmera lenta. Como em um Dorama, com uma música romântica, câmera lenta e os atores com olho no olho.

ChanYeol se aproximou, olhando nos meus olhos, fazendo meu coração palpitar. Ele deixou os meus olhos e me beijou, um ato rápido. Empurrar ChanYeol era uma tarefa difícil, mas desisti em poucos segundos, me entregando ao beijo de ChanYeol, sem luxúria ou interesses.


Notas Finais


Ui, ui!🌚🤤
ChanYeol todo caloroso!🌚🤤
Ai tem! Ai tem!😯

Beijos, pãezinhos!🌝🔥
Até a próxima! E me sigam nas redes sociais!🎑🔥

TT; @YuJinPark_____
IG; jeon_kim_boo_
Perfil do Spirit; @Jeon_Kim_Boo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...