História Amantes, somente isso - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags One-shot
Visualizações 10
Palavras 1.046
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpem pelos erros ortográficos, Boa leitura.

Capítulo 1 - Capítulo único


Olá, me chamo S/N, estudo em uma das mais renomadas escolas de Gothan City, recentemente ando investigando meus professores, o Max meu professor de educação física e Douglas meu professor de matemática . Todas as aulas ambos saem da sala por um breve momento, até hoje ninguém reparou nessa semelhança, além de mim.

 

Segunda Feira, primeiro horário;

 

Cheguei em minha escola com um plano JÁ traçado, pedi para ir ao banheiro um pouco antes do horário do professor DE matemática sair da sala, fiquei no banheiro e assim que deu 7:20, como de costume ele saiu da sala e foi a sala de informática, depois de uns 2 minutos vejo Max entrando na sala e fechando a porta. Chego mais perto e ouço a porta sendo trancada, me sento ali para escutar o que estava havendo.

 

S/N OFF

 

Max beijava Douglas calmamente, sentindo a boca do mesmo na sua. O beijo ficou intenso, as línguas alheias brigavam por espaço. Quem olha-se de longe veria os músculos se entrelaçando em um beijo feroz e necessitado. 

Ainda o beijando Max pega Douglas no colo, empurrando alguns dos computadores em cima da mesa e colocando o menor sentado ali. Max para o beijo tirando sua camiseta e fazendo o mesmo com Douglas, voltando ao beijo, logo os descendo para o pescoço do mesmo. 

Douglas entrelaça seus braços no pescoço de Max o puxando mais para si. Os dois estavam duros de pura excitação. Douglas vai mais para frente o que fez seus membros cobertos se chocarem, fazendo os gemer baixo. 

Max beija Douglas apertando a bunda do mesmo com uma certa força, o menor arranhava as costas dele fazendo o arfar. O maior ainda o beijando leva uma de suas mãos até a calça do moreno a sua frente a abrindo. O mais velho começa a massagear o membro do mais novo por cima de sua box, fazendo o soltar alguns gemidos contidos. 

Douglas empurra Max fazendo o se afastar de si, ele desse de cima da mesa e empurra o mais velho até uma cadeira fazendo o se sentar, então o mesmo senta no colo do maior dando umas leves reboladas, o que fez Max levar suas mãos a bunda do menor a apertando e ajudando com os movimentos. Eles atacam a boca um do outro em um beijo feroz e afoito, enquanto Douglas rebolava em cima do membro do mais velho, os dois gemia entre o beijo deixando tudo mais erótico. 

Douglas abre a calça de Max tirando o membro do mesmo pra fora começando uma masturbação lenta e dolorosa, o fazendo se afastar do beijo e gemer. O menor começa a aumentar seus movimentos em um vai e vem, fazendo o maior gemer de prazer e levantar o quadril pra mais contato, o que foi atendido de imediato. Douglas começa a movimentar sua mão com velocidade, fazendo Max arquivar suas costas e gemer. 

Max levanta da cadeira com o Douglas no colo e o coloca na mesa de novo, descendo a calça e cueca dele. O mais velho levanta as pernas de Douglas deixando visível sua entrada rosada. Ele se abaixa entre as pernas do mais novo começando a chupar e lamber a entrada do mesmo, o que fazia o gemer e apertar seus olhos pelo prazer. 

O mais velho começa a massagear a entrada do menor com um de seus dedos logo o introduzindo no mesmo e começando com uns movimentos lentos, logo introduzindo o segundo dedo escutando o outro gemer de desconforto. Max começa a beijar a perna do moreno enquanto movimentava seu dedo dentro de Douglas, esse que começou a movimentar o quadril pra mais contato, então o maior introduz o terceiro dedo começando com movimentos lentos, logo colocando o quarto e escutando outro gemido de desconforto. 

Depois de um tempo o menor rebolava nos dedos do mais velho querendo mais contato, então o mesmo retira seus dedos da entrada do moreno, esse que soltou um gemido de reprovação. Max tira sua calça e cueca jogando em qualquer lugar da sala, ele segura seu membro o levando até a entrada de Douglas, o pincelando ali, logo o penetrando lentamente pra não o machucar, já que não havia lubrificante. O menor gemia de desconforto sentindo o membro do maior deslizar em sua entrada, então Max começou a distribuir beijos e selares pelo corpo do moreno pra ele se acostumar com a dor. Logo Douglas começa a mexer seu quadril pra mais contato, então o mais velho começa a se mexer lentamente, logo acelerando os movimentos de penetração. 

Douglas grita de prazer, (não haveria problema JÁ que a sala é  a prova de

som) assim que o mais velho acerta sua próstata, acertando várias vezes seguidas. Max levanta a perna do menor a colocando em seu ombro, voltando a investir rápido e forte fazendo assim os dois temerem um pouco , acertando algumas vezes a próstata do outro. 

O mais velho sai de dentro do menor e o vira de bruços o penetrando com força, os dois gemiam um pouco alto dentro daquela sala de informática. Max aumentava os movimentos mais e mais, fodendo o moreno com força e velocidade, acertando a próstata do mesmo as vezes, que o fazia gritar. O mais alto diminui o ritmo entrando e saindo de dentro de Douglas, logo voltando a penetrar ele com força e velocidade. 

Max sentiu as veias de seu membro engrossar, então ele saiu de dentro do menor começando a se masturbar com velocidade. Douglas se vira pro mais velho e se abaixa em sua frente enquanto se masturbava no mesmo ritmo que a do outro, então o maior goza no rosto do moreno gemendo palavras desconexas, logo o menor vem sujando sua mão e gemendo. Rapidamente os dois se lavam com uma pequena garrafa de água e um paninho.

 

S/N ON 

 

Não  consegui ouvir nada, apenas baixos gemidos, ouço a porta sendo destrancada então corro de volta para minha sala. A aula inteira não consegui me concentrar, só pensando no fato deles serem amantes, sE eu contaria a alguém. Estou com uma grande decisão nas mãos, JÁ que os professores podem perder o emprego que por um acaso ganham muito bem, o Douglas ficaria divorciado e o filho dele ficaria revoltado JÁ que é homofobico.


Notas Finais


vlw, flw


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...