História (A)Mar - Jung Hoseok - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amor, Bts, Romance, Sereia
Visualizações 27
Palavras 991
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Fluffy, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey pessoal!

Vim mais cedo porque talvez eu não consiga postar amanhã, e pra vocês não ficarem na mão cá estou!

Boa leitura!

Capítulo 5 - Capítulo 04


Fanfic / Fanfiction (A)Mar - Jung Hoseok - Capítulo 5 - Capítulo 04

Apesar da imensidão de águas escuras que cercavam o barco, as luzes e a música deixavam o clima alegre entre os membros. Taehyung, assim como tinha desejado, comandava o som variando entre eletrônica e alguma do próprio grupo enquanto os outros dançavam ou pulavam de tão bêbados que estavam.

            - DON’T LET ME DOWN, DOWN, DOWN – berrou Jimin depois de virar o copo de piña colada.

            - Oh Jimin-ssi, vamos ser a Rose e Jack – disse Jungkook na ponta da lancha e abrindo os braços – I’m the king of the world!

            - Jungkook-a saia daí – berrou Jin vendo que ele ficava em pé em cima da última grade.

            - Eu amo o mar! – berrou Hoseok perto de onde Jungkook se encontrava.

            A música alta de Taehyung parou de repente assim como o barco, tudo ficou em pleno silêncio até uma voz doce ser ouvida.

            - O que é isso? – perguntou Yoongi se aproximando da borda assim como os outros.

            Siga o som que vem do mar

            Até me encontrar

            Olhe pra mim e preste atenção

            Enquanto roubo seu coração.

            - O que é aquilo? – perguntou Namjoon vendo uma forma humana no meio da água – É uma garota?

            - Ela está cantando – concluiu Jimin – Que voz mais linda.

            Não fique desconsolado

            Por mim já terá se apaixonado

            Se lembre desse sentimento

            Pois ele será o seu tormento.

            Envolvidos pela música, eles nem perceberam que as outras sereias faziam o trabalho de furar o barco permitindo assim que a água entrasse e aos poucos começasse a se inclinar. Hadassah vendo que o plano estava dando certo, fechou os olhos e foi se aproximando ainda mais enquanto cantava mesmo que o seu coração estivesse partido. Usando os seus poderes de manipulação na água, a morena ficou na mesma altura que os humanos estavam e parou na frente de Hoseok acariciando o seu rosto.

            Ela nunca havia estado tão próxima de humanos assim, sempre imaginava um dia poder falar com um deles, mas não naquela situação.

            Enquanto mergulhará

            Até as profundezas do mar

            Cuidado para não amar

            O doce e envolvente som

            Que vem do mar.

            As outras sereias já deixavam os seus olhos visíveis na água, como cobras que esperavam para dar o bote.

            Hadassah observou a expressão de cada um, todos estavam enfeitiçados com o seu canto. Ela perguntava consigo mesma se eles sentiriam dor ou se sofreriam enquanto morriam nas mãos das sereias...nas mãos dela.

            - Não – falou após o canto ser finalizado – Eu não sou uma assassina. Eu não sou assim.

            - O que? – perguntou Hoseok sorrindo ainda conquistado pelo canto mágico – Não, você é a pessoa mais linda que já vi na vida.

            A sereia sentiu uma dor no seu coração ao ver aquele sorriso, era mais brilhante que a mais preciosa pérola do mar. Por um momento sentiu-se aquecida por aquele sorriso e pode se atrever a dizer que havia se apaixonado, ela poderia viver para sempre apreciando aquele sorriso.

            Com o solavanco que o barco deu, Hadassah foi despertada do que estava acontecendo ao perceber que os outros haviam caído. As sereias se preparavam para puxá-los para baixo.

            - Não! Não façam nada – pediu.

            - Tarde demais – disse uma delas voltando para dentro da água e tomando impulso para voltar, a mesma passou por cima dos rapazes em um arco no ar numa tentativa de levar um para baixo porém sem sucesso.

            - O que está acontecendo? – perguntou Taehyung olhando em volta e vendo sereias puxando uma parte do barco para baixo – Aquilo são sereias?

            - Mamãe – Jimin berrou encolhido chorando em um canto.

            - Salve-se quem puder – gritou Jin.

            Hadassah sentia seu coração aflito, ela precisava salvá-los mas não podia acabar com o segredo do seu povo. As sereias atacavam o barco que cada vez mais afundava enquanto os rapazes gritavam por ajuda, lembrando das aulas de história que havia quando era pequena só havia uma solução, mesmo que isso lhe custasse tudo inclusive a sua vida.

            - Você não seria capaz de me matar seria? – perguntou Hoseok a morena. Ela apenas negou com a cabeça antes de aproximar dele.

            - Você confia em mim?

            - Estranhamente sim – respondeu Hoseok.

            - Feche os olhos.

            Antes que tomasse os lábios dele, o barco afundou de vez e as sereias atacavam os outros seis rapazes. Hadassah foi tomada pelo desespero ao ver eles sendo levados até as profundezas, ela precisava de muita ajuda.

            - ANDRINA – berrou ao ver a amiga – Me ajude, salve eles.

            - Como vou fazer isso?

            - Puxe-os para cima que o resto é por minha conta – disse a morena segurando um deles pelo braço.

            - O que você vai fazer? – perguntou a outra sereia.

            - Vou beijá-los.

            - O QUE? Mas Hadassah...

            - Eu sei, é proibido e sei muito bem o que causa neles...só me ajude por favor.

            Andrina se deu por vencida e foi ajudar a sereia. Por um momento Hadassah deu a luta perdida, era quase impossível ganhar do cardume inteiro; a sereia pediu em uma prece silenciosa algum tipo de ajuda divina até que se lembrou da pedra que não havia usado em momento algum.

            A pedra azul que lhe fora dada brilhava intensamente e foi só ela fechar os dedos em torno da mesma que uma grande correnteza se fez presente espalhando todas as sereias de perto dos rapazes e o corpo de cada um fosse atraído até o objeto luminoso, Hadassah aproveitou a oportunidade e manipulou a água para levá-los até ela.

            Com o corpo dos outros a sua volta, Hadassah segurou o dono do sorriso brilhante pela blusa e aproximou sua boca próxima a dele em um beijo casto e suave, era um simples selar suficiente o bastante para apagar a memória dele.

            Depois que o soltou, a morena fez como que a água ao seu redor os envolvesse junto com a morena em uma espécie de proteção para que os levassem até uma praia distante de tudo.


Notas Finais


Que capítulo não é amores?
Nossa Hadassah não cumpriu a sua função, e agora? Será que vai ter consequencias para a nossa sereia? Quero agradecer a todos que estão lendo essa fanfic, significa muuuito pra mim.
Não se esqueçam de favoritar e comentar se estão gostando pessoal.

Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...