História Amar Custa caro ( Eren x Levi) SNK - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Armin Arlert, Connie Springer, Eren Jaeger, Erwin Smith, Jean Kirschtein, Kenny Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Mikasa Ackerman, Sasha Braus
Tags Romance, Shingeki No Kyoujin, Shonen-ai
Visualizações 116
Palavras 1.814
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Amor, é Complicado


" Eu não desejo a vitória, eu desejo algo mais, mistérios sobre mim? Descubra se for capaz e se tem algo contra mim, pra mim, é tanto faz"

-Basara

Eren, Quando descobriu sobre sí mesmo, sua mente ficou uma bagunça, sofreu por muito tempo calado e sem dizer a ninguém o que sentia, até que surgiu "alguém" em sua vida, sem podendo contar com o apoio da família com medo de ser julgado e ficar desamparado, de varias formas, eren resolveu contar aos seus amigos mais próximos, apenas. Um dia, na escola chamou seus amigos, Jean, Connie, Armin, Sasha e Mikasa durante o intervalo em uma área reservada da escola onde eles não poderiam ser incomodados

Jean: Como disse, Eren?

Eren: O quê ouviu… Jean eu estou namorando… Com o Levi, Levi Ackerman, aquele garoto que mudou de escola ano passado.

Connie: Você é… gay?!

Sasha: Ah, que pergunta, Connie! Ele acabou de falar que está namorando um homem, o que você acha? Enfim Eren, você é gay?

Mikasa: Sasha…

Sasha: Às vezes ele gosta dos dois...

Eren: Não… Eu não tenho interesse em mulheres e… Ei, isso não vem ao caso! Eu não chamei vocês aqui pra dizer que sou gay, chamei porque estou namorando e vocês são meus amigos e queria que fossem os primeiros a saber. - Disse timido

Sasha: Ah… Então nós…

Mikasa: Nós te desejamos parabéns Eren! Começar um relacionamento com alguém é algo muito especial, parabéns.

Eren: Obrigado, Mikasa! - Disse animado - E quanto a vocês… Nossa amizade não vai mudar por causa disso, né?

Sasha: Ah, Claro que não! Eu adorei a ideia! Nós agors podíamod sair juntos e falar sobre caras legais e… - Sasha continuou a falar sem se dar conta que Eren não tinha o mínimo interesse nas loucuras da amiga e que quanto mais falava, mais era ignorada pelos outros

Eren: E vocês? - Se dirigiu aos garotos

Jean: Eren… É meio complicado.

Eren: Por quê? - Disse entristecido

Jean: É que é meio estranho, andar com você sabendo que você namora com homens. O quê as pessoas vão pensar quando souberem que eu ando com um cara que é gay?

Mikasa: Pensariam que você não é um "amigo" idiota que faz o tipo de estupidez que está fazendo… - Disse indignada

Eren: Não Mikasa, deixa ele terminar, eu ainda quero acreditar que ele só está brincando.

Jean: Estou sendo sincero. Não vai ser mesma coisa - As palavras frias de Jean fizeram Eren se calar, ele não conseguia dizer nada, apenas sentir.

Mikasa: Isso é inacreditável Jean, como você pode fazer isso com Eren, depois do que ele fez por você?

Jean: Olha, uma coisa não tem nada a ver com a outra…

Mikasa: Como não…

Eren: Mikasa, Não adianta, ele já escolheu, é triste, mas eu respeito isso… 

Jean: Tá vendo! Até ele entende, e eu já cansei dessa conversa, vamos, Connie. - Virou as costas, indo embora.

Eren: Connie?

Connie: Ah, vou te respeitar mesmo assim.

Eren: Só isso?

Connie: Não tem muito a dizer… Eu respeito você.

Eren: Mas…?

Connie: Mas, o Jean tem sua razão. A amizade não vai ser mais a mesma, mas, ainda vou falar com você. Então, eu vou indo, boa sorte ae. - Se vira e vai atrás de Jean

Mikasa: Eren…

Eren: Armin, vai dar as costas pra mim também? - Falou num tom agressivo.

Armin: Ah… Eu? Claro que n-não. Eu não… Vou fazer uma coisas dessas com você. - Disse sem graça fazendo Eren sorrir.

Eren: Bom, vocês pelo menos não vão mudar comigo, eu agradeço pessoal! Mas os dois…

Mikasa: Esqueça-os… Foque em nós, não vamos mudar com você por causa, nem eu, nem o Armin e nem a Sasha, né?

Armin: Cla-claro. - Disse sem graça mais uma vez

Sasha: … E poderíamos comprar um monte de roupas legais juntos e ir a festas - Dizia Sasha, ainda perdida em devaneios.

Mikasa: Sasha… Chega.

Sasha: Que? - Voltou de seus pensamentos. - Cadê o Jean e o Connie?

Mikasa: Vamos pra sala, já vai bater o sinal…

Bateu o sinal e todos foram para sala. Jean e Connie passaram o dia juntos, sem falar com Armin, Sasha, Mikasa e principalmente com Eren. Eren, não mais prestara a atenção na aula, ele só conseguia pensar em como era inacreditável perder dois "amigos" próximos por conta disso. Ele tentava esquecer e se concentrar em outras coisas. Ao fim da aula, todos saíram da sala, Mikasa e Sasha se despediram foram na frente, Eren e Armin sairam da escola juntos , onde na frente da mesma, Levi esperava impacientemente por Eren, com um olhar frio e aparentando estar de mau humor, como era do habitual.

Eren: Hey, que surpresa! Não esperava que viesse Me buscar - Deu-lhe um beijo

Levi: Pensei em fazer algo diferente, pra variar. - Disse fazendo Eren sorrir

Eren: Me surpreendeu! Ah, esse daqui é o Armin, lembra dele…? - Olhou para o lado vendo Armin já distante caminhando sozinho

Levi: Talvez eu não devesse ter vindo… Desculpe se..

Eren: Não, imagina! Estou feliz que tenha vindo, sério.

Levi: Está certo então, vamos?

Eren: Claro. - Deram as mãos e foram juntos embora

De longe um grupo de garotos viam a cena e começaram a debochar

- Nessa escola a gente vê cada coisa - riu

- Aquele é o Levi? Quem diria que ele gostava de um viadinho daqueles.

- Ei Jean, você não andava com o garoto Jeager? - Se dirigiu ao garoto que estava no grupo

Jean: Eu não. Nem brinca com isso

- Achei que você e o Connie eram chegados a ele.

Jean: Pois não somos mais.

já longe dali, Eren e Levi caminhavam pelas ruas de mãos dadas

Eren: Levi…

Levi: O quê foi?

Eren: Você já contou pra alguém… sobre nós?

Levi: Não, não tenho pra quem contar… e você?

Eren: Sim, hoje contei para os meus amigos na escola

Levi: E então?

Eren: O Connie e o Jean, pararam de falar comigo.

Levi: Entendo… Sempre os mesmos problemáticos. E o Armin?

Eren: O Armin? O Armin levou na boa.

Levi: Acho difícil de acreditar - Pensou - Pelo menos teve o apoio de alguém... - Disse entristecendo Eren - Hey, anima essa cara ai, eu não quis dizer isso… - Parou e Pois a mão direita no rosto de Eren - Você sabe…ah, eu tô um pouco…

Eren: Estressado?

Levi: Irritado. E Não é culpa sua, eu não quis ser insensível, de novo.

Eren: Você não precisa se preocupar. Eu te entendo e Eu te amo… - Levi respondeu com um beijo

- Bichas! - Disse um homem de passagem na rua

Levi enfurecido parou de beijar Eren e por um instante ameaçou ir atrás do homem reagindo a provocação

Eren: Levi, não! - Segurou a mão do mais baixo

Levi: Me solta! - Disse agressivo

Eren: Por favor! Não vale a pena, por mim, não faça isso. - Disse acalmando Levi

Levi: Está bem…

Eren: Vem! Vamos tomar alguma coisa.

Levi ainda contrariado, segue Eren até um café, onde se sentam, pedem dois cafés e começam a conversar

Levi: Isso me deixa puto… Essa gente porca e ignorante, a vida está tão boa assim pra eles cuidarem da nossa? Eu odeio esses homens desgraçados que só sabem se meter na vida alheia, se está encomodando é só não olhar... Devia se preocupar em cuida da prória aparência que por sinal...

Eren: Shh… Calma, calma. Relaxa amor, não fica irritado, você nunca iria convencer um homem ignorante a respeitar alguém, mesmo se batesse nele. Pessoas de mente fechadas… Não podemos fazer nada - Segurou e acariciou as mãos de levi, acalmando-o

Levi: É, você pode estar certo. Você tem um bom coração Eren, às vezes até demais.

Eren: Ah, sou bom por você… Quero que tenha um namorado que te faça sentir melhor. De coisas ruins… As nossas vidas estão cheias - Disse fazendo-o sorrir

Levi: Às vezes acho que você é bom demais pra mim…

Eren: Não diga essas coisas, bota um sorriso neste rosto. Você é tão lindo quando sorri..

Levi: Você diz cada coisa - Riu

Eren: Tô falando sério, você é um puta de um bom partido, se eu fosse hétero, viraria Gay de novo só pra te pegar

Levi: Ah pelo amor de Deus, o que tem nesse café? - Riu mais firmemente se esquecendo de sua raiva

Eren: E nem me fale quando você sorri, você fica muito fofo

Levi: Chega! Chega! Já tá bom, eu entendi, eu sou lindo gostoso e muito Kawai, mas, chega - Prosseguiu rindo - Só você pra me fazer rir agora

Eren: É... Eu sei, mando muito, as pessoas até me sequestrariam pra levantar a alto-estima delas

Os dois começaram a rir, e falar sobre outras coisas e Tomando café, mantendo as carícias nas mãos Discretamente até que entre conversas descontraídas, Levi beijou Eren algumas vezes

- Com licença moços… - Disse o garçom - Tem clientes reclamando… Vocês poderiam deixar "isso" pra depois?

Levi: Como é que é? - Disse Voltando a sua feição séria e fria

- Não me leve a mal cara, não me interessa o que vocês fazem só cumpro ordens.

Levi: Então você vai dizer pro cara Que manda vir aqui e dizer pra seja lá  quem reclamou ir cuidar da própria antes que eu o faça, porque se eu fizer, ninguém aqui vai gostar, e se for ele quem não está gostando, fala pra ele parar de mandar pobres coitados como você vir me dizer o que fazer e falar aqui na minha cara, pode ser?

- Por favor moço está peturbando os clientes…

Em volta, todos os clientes encaravam a cena com um olhar de reprovação e com um certo preconceito

Levi: O quê foi?! - Falou para todos no café, todos mantiveram silêncio - Qual o problema?! agora todos se calam e ninguém assume que vocês tem um problema de eu estar aqui tomando o café com meu namorado, não fazendo nada além de cuidar da droga da minha própria vida! Vocês são um bando de infelizes e não deixam ninguém ser, essa é a verdade, se fosse um casal "normal", Será que incomodaria assim tanto a nossa presença?

- Moço, vou ter que pedir que se retire.

Levi: E eu vou, e não vou voltar nessa Merda nunca mais! Vamos Eren - Jogou o dinheiro na mesa e saiu calma e firmemente e quando saiu do local, bateu a porta

Eren se levantou e foi atrás do menor

Eren: Levi! Levi! Calma! - Segurou o braço de Levi

Levi: Me solta Eren! Eu estou farto disso!

Eren: Por favor, isso não adianta!

Levi: E o que adianta? Ficar sentado sem fazer nada? Aquele Bando de animais… Olha, Eu não ligo se me odeiam, se falam mal de mim, se acham que eu vou pro inferno ou o que for que esse povo invente de absurdo, mas, eu não admito que saiam do caminho deles pra interferir na minha vida

Eren: Levi…

Levi: Enfim, eu cansei disso por hoje… Lamento mas vou pra casa - Beijo-o e se virou - Obrigado pelo café, eu falo com você Amanhã.

Eren apenas abaixou a cabeça entristecido e seguiu para casa. Não soube o que dizer, não sabia mais como animar Levi, uma vez que ele já estava bem desanimado também.


Notas Finais


Hey Hey, Não queria ter que dividir a história em dois capítulos, mas pelo tamanho, fui obrigado a fazer, os dois estarão sendo postados ao mesmo tempo. Espero que tenham gostado.

Perdoe possíveis erros na escrita que possa ter cometido


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...