História Amar Custa caro ( Eren x Levi) SNK - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Armin Arlert, Connie Springer, Eren Jaeger, Erwin Smith, Jean Kirschtein, Kenny Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Mikasa Ackerman, Sasha Braus
Tags Romance, Shingeki No Kyoujin, Shonen-ai
Visualizações 45
Palavras 3.624
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Amor, deve ser vivido


" Cansei de tudo aquilo, viver preso em muralhas, queria a liberdade, queria salvação, queria a verdade, queria ter noção"

-DK Zoom

Eren Caminhando sozinho, chegou a rua de sua casa, onde foi cumprimentado por Erwin, seu vizinho, que o cuprimentava sempre que o via

Erwin: Eae Eren, como vai?! - Disse animado

Eren: Oi senhor Erwin! Eu vou bem e você? - Forçou um sorriso ocasional

Erwin: Vou indo bem garoto! Se cuide ae!

Eren: Obrigado, Senhor Erwin!

A conversa não se estendeu além disso, Erwin estava sempre animado demais então Eren não estendia muito o assunto. Chegando em casa, viu sua mãe e a cumprimentou, mas não ficou para conversar e nem para jantar, apenas se enfiou em seu quarto e se jogou na cama

Eren: Eu odeio a minha vida… - agarrou o travesseiro e começou a chorar e pensou no dia que teve - Chega! Eu preciso me distrair - enxugou as lagrimas, Pegou o celular e mandou uma mensagem para Armin

" Hey Armin! Blz? Tá aeee?"

Em sua casa, Armin pegou o celular e viu que a mensagem era de Eren, ele apagou o celular e deixou onde estava, sem responder. Chegando em casa, Levi, entrou com o mau humor de sempre

Kenny: Já está quase anoitecendo garoto. - Disse autoritário com uma cerveja na mão - Por que chegou tão tarde?

Levi: Porque eu quis… - Subiu as escadas, entrou no seu quarto e bateu a porta

Kenny: Olha como fala, moleque, qualquer dia eu te arrebento, não se esqueça que quem manda aqui sou eu.

Levi: Vai pro inferno - Pensou - Levi se jogou na cama e de lá não saiu, ficou deitado na mesma posição por horas até se acalmar

Eren por horas mandou muitas mensagens para Armin, todas não vistas.

Eren: Ele deve estar ocupado - Pensou. Eren não queria acreditar na possibilidade de Armin estar rejeitando-o, apenas deixou quieto e ligou para Levi

Levi: Oi Eren…

Eren: Hey, ahm, queria saber se você está bem.

Levi: Que amor - Pensou - Estou melhor agora… ah, Desculpa por tudo hoje, eu fiquei irritado, falei coisas ruins o dia todo e nem te levei pra casa. Eu não devia ter ido na sua escola, pra começar…

Eren: Ah não fala isso, eu gostei que foi me buscar hoje, foi um amor. E… Todos os problemas que as pessoas tem com isso, é delas.

Levi: E de novo ele está me consolando… Ele não fica de mau humor nunca? - Pensou mais uma vez

Eren: E estava pensando, amanhã, quando você for pra sua escola, quer passar aqui pra irmos juntos?

Levi: Não sei se é uma boa ideia… as coisas eram mais fáceis quando o relacionamento era escondido e agora… Seus amigos já…

Eren: Não ligo, nem pro Jean e nem pro Connie. Se eles não querem mais falar comigo, eu não me importo...

Levi: Ah, está bem… Se você quer…

Eren: Isso! Amanhã estou te esperando, às seis horas

Levi: Estarei aí

Eren: Estarei esperando, até amanhã. Te amo

Levi: Até amanhã. - Desligou o celular e ficou pensativo naquele quarto escuro - Admito, às vezes, até eu acho ele um fofo.

Eren voltou a ficar triste e pensativo.

Eren: Será que ele gosta de mim, realmente?

Passou-se a noite e na manhã seguinte às 5:20 Levi saia para ir até a casa de Eren.

Kenny: Tá saindo cedo moleque, pra onde você vai? - Disse sonolento e de mau humor

Levi: Pra escola

Kenny: Tão cedo?

Levi: Sim

Kenny: Posso saber o porquê?

Levi: Não. - Sai de casa apressado, batendo a porta. Fora da casa, trombou com um amigo de seu pai

- Menino Levi, bom dia.

Levi: Oi - Disse seco

- Seu pai está em casa?

Levi: E quando não está…? Só entrar…

- Ah, obrigado Menino Levi. Até mais tarde - Disse não obtendo resposta, Levi seguiu seu caminho e foi embora

Kenny: Todo mundo deu pra acordar cedo, foi?

- Kenny, me desculpe. Não consegui passar aqui pra falar com você ontem

Kenny: E o que era de tão importante?

- Eu fiquei sabendo de uma coisa sobre o Levi e acho que você precisa saber.

Kenny: Levi? O que tem?

- Ontem eu estava lá naquele café que abriu recentemente…

-----\\---------\\-------

Eren acabava de se arrumar quando ouviu seu celular tocar

Eren: Alô! - Atendeu animado

Levi: Olha só, você acordou. To aqui na porta

Eren: Você veio mesmo!

Levi: Claro, eu disse que viria

Eren: Já saio - Desligou

Eren acabou de se arrumar, desceu as escadas silenciosamente pra não acordar sua mãe, saiu e encontrou com levi

Eren: Ei, bom dia - O recebeu com um beijo. Levi o retribuiu

Levi: Acordou de bom humor de novo hein

Eren: Tive um bom motivo - Sorriu

Levi: Tem certeza que não faz mal eu estar aqui?

Eren: Relaxa um pouco haha vamos! - Deu as mãos para Levi e seguiram pela rua

Caminhando Pela rua, se encontrou mais uma vez com Erwin, que estava colocando seu lixo pra fora

Eren: Bom dia Senhor Erwin!

Erwin olhou de cima à baixo e fitou as mãos de Levi e Eren que estavam dadas

Erwin: Bom dia Eren! Saindo mais cedo hoje?!

Eren: É que hoje estou indo acompanhado.

Erwin: Aí sim, é melhor! Tenham bom dia garotos!

Eren: Obrigado, igualmente senhor Erwin!

Levi: Obrigado senhor, igualmente!

Erwin entra em casa e os garotos seguem caminho

Eren: Tá vendo? Nem sempre as pessoas nos odeiam

Levi: É, você pode ter razão - Sorriu

Os garotos andaram pelas ruas se distraindo na conversa até a Escola de Eren, numa rua antes, eles se despedem

Levi: Bom, vai lá, daqui, vou pra minha escola. Posso… Vir te buscar na saída, se você quiser

Eren: Eu vou adorar! - Beija o mais baixo - Você é ótimo! - Voltou a beijá-lo

Levi: Tá… Tá tá bom! - Sorriu sem graça - Eu vou sair da escola e vir direto pra cá. Me espera!

Eren: Eu vou. - Beijou Levi uma última vez e cada um seguiu seu rumo

De longe, Kenny observava a cena dentro de um carro, e ao ver Levi e Eren se beijando o sangue ferveu, ele foi consumido pela raiva e sua respiração ficou pesada.

Kenny: Eu mato vocês dois!

Na escola de Eren, ele andava pelos corredores procurando seus amigos até que avistou Armin. Armin fitou Eren por um segundo e logo depois disfarçou e entrou num corredor, Eren o seguiu

Eren: Armin! Armin! Hey, aqui! - Correu até ele

Armin: Eren… - Disse indiferente

Eren: Eae mano! - Armim não respondeu - Eu te mandei mensagem ontem e…

Armin: Eu tava ocupado fazendo o trabalho de história

Eren: Ah é mesmo! A gente tava fazendo em dupla, né? Então… É pra daqui à duas semanas, podemos deixar pra fazer nesse fim de semana? A minha parte está quase pronta, é só acabar mesmo e está pronto pra apresentar…

Armin: Eu vou fazer o trabalho sozinho, faz o mesmo

Eren: Mas a gente tinha combinado de fazer junto, por que você vai fazer sozinho?

Armin: Porque eu quero. Eu só não quero fazer com você Eren, é isso. - Armin continua andando, deixando Eren para trás, o ignorando completamente.

Eren: Entendido...

Eren sabia do porquê de ser tradado daquele jeito, mas decidiu não dizer nada. Apenas via o amigo pelas costas

Mikasa: Dia difícil? - Disse surpreendendo o garoto

Eren: Vida difícil…

Mikasa: Por que o Armin está daqueles jeito?

Eren: Porque… Nem todo mundo gosta de ter um amigo gay.

Mikasa: O Armin também?!

Eren: Ele não responde minhas mensagens e me evita desde ontem.

Mikasa: Eu vou falar…

Eren: Não Mikasa! Eu agradeço que você foi a única a não mudar comigo. Mas, não fale nada pra ninguém, não posso me impor a ninguém, se eles querem se afastar de mim, mesmo sendo revoltante, eu não posso fazer nada

Mikasa: Infelizmente, você tem razão. No que precisar, eu estou aqui

Eren: Obrigado Mikasa, de coração.

Mikasa: Não tem porquê me agradecer, somos amigos de infância.

Eren: Bom, Armin também era… Mas não adianta - Recuperou sua feição mais alegre - Vamos pra sala?!

Mikasa: Eu já vou, vai na frente.

Eren: Ok… Vou indo lá

Mikasa esperou Eren se afastar e foi atrás de Armin, procurou, o encontrou e o puxou para um canto reservado entre os corredores

Mikasa: O quê foi aquilo Armin?!

Armin: Mikasa, me deixa.

Mikasa: Não, me ajuda a entender, por que o fato do Eren ser gay te incomoda tanto?!

Armin: Não me incomoda… Eu só…

Mikasa: Não quer ter um amigo gay? Por Deus Armin, você se esquece quem foi seu amigo todos esses anos além de mim? Me fala, quantos amigos você tem além da gente? Ele sempre te apoiou e te ajudou quando você se metia em encrenca, agora só porque ele é gay, tudo tem que mudar? No que isso muda?

Armin: Olha, me deixa em paz! Já sou perseguido o bastante, e se eu não quero falar com ele, eu não vou, você não pode me obrigar! - Virou as costas pra Mikasa e foi para a sala

Mikasa: Inacreditável…

Após isso, bateu o sinal e todos foram pra sala. Até o intervalo, Mikasa e Eren foram os únicos a se falar, Jean, ficou próximo aos encrenqueiros da sala, Connie falava com pessoas aleatórias e Armin ficou sozinho, Sasha, Mantinha-se neutra. No intervalo Eren ficou numa área ao ar livre, ficou sozinho esperando Mikasa e enquanto esperava Sasha apareceu junto de outros caras e se aproximaram de Eren. Os homens eram afeminados, usavam roupas coloridas e um deles usava até maquiagem

Sasha: Eren! Esses são meus amigos

- Oi lindinho - Disse um deles

Eren: O que é isso Sasha?

Sasha: Eu pensei que se você estivesse triste, esses amigos aqui podiam te entender.

- Muito prazer - Deu a mão para cumprimentá-lo - você é realmente um gato, meu nome é…

Eren: Amigos? - Pensou - Ah, desculpa! Mas eu não pedi por isso

- Ninguém pede tolinho - Dá um tapinha no ombro de Eren.

Todos falavam com uma voz estridente e aguda que faziam Eren ficar constrangido e com raiva.

Eren: Olha, chega! Eu não preciso que você me arranje amigos. Pelo amor de Deus, isso é uma humilhação

- Ai que tempestade em copo d'água bicha! Olha, ele nem parece uma das nossas Sasha, querida, olha, ele se veste com roupas escuras.

- Olha como ele está escondidinho, precisa aparecer mais viado

Eren: Eu não quero…

- Ah não vai querer se esconder, precisa se vestir pra arrasar com os…

Eren: Chega, pelo amor de Deus! Olha eu não quero fazer parte desse grupo, não quero usar essas roupas coloridas, gosto das minhas, não quero falar com essa voz ridícula que vocês tanto forçam, E Sasha, não preciso ficar mendigando amizades por aí, ok? Ok! Agora, Com licença! - Eren saiu furioso, passando por Mikasa que vinha chegando trazendo uns lanches

Mikasa: Ei! Eren! Espera, O quê foi?! - Gritou para Eren que não respondeu - Sasha… O quê aconteceu?

Sasha explicou nervosa sobre o que acabara de acontecer

Mikasa: Aah Sasha, tenha dó! - Disse indignada - Por que você fez isso?

Sasha: Ah… Eu queria… ah… Ajudar?

Mikasa: Sasha, não é assim que funciona… Mas, enfim, eu acho que o Eren também está com muita coisa na cabeça

Sasha: Eu devia… Pedir desculpas.

Mikasa: Sim, mas não agora. Deixe-o por enquanto, só saiba que não é "assim" que se ajuda alguém.

Sasha: Sinto muito, só pensei que ele queria que ele tivesse amigos que entendessem como ele se sente.

Mikasa: Eu entendo Sasha… Eu entendo - Disse compreensiva

Mikasa resolveu deixar Eren sozinho o resto do dia, ele aparentava estar irritado o bastante. Ao fim da última aula, Eren demorou para sair, Quando finamente saiu, Mikasa estava a sua espera

Eren: Mikasa, você me esperou…

Mikasa: Sim, estava pensando se você estava melhor.

Eren: Ah, Sobre isso, Eu ainda estou meio constrangido, sei lá, a Sasha talvez tenha tido até uma boa intenção, mas, eu estou farto de todos me tratarem diferentes só por eu ser… Gay.

Mikasa: Não é fácil e eu entendo isso, por isso…

Eren: Por isso foi a única amiga boa que restou - Riu

Mikasa: Ora não diga isso… E o Levi?

Eren: Ele também claro, apesar de tudo, é uma grande amigo - Ambos riram - E por sinal, ele deve estar vindo me buscar

Mikasa: Ah, claro - Sorriu Maliciosa - Vamos apertar o passo

Os dois andaram de pressa até o portão, foram os últimos a sair, o portão fechou e a rua da escola ficou deserta, apenas restando Mikasa e Eren esperando por Levi

Eren: Ele sempre foi pontual, justo hoje, ele atrasou…

Mikasa: Estou com um mau pressentimento - Pensou - Vou esperar o Levi com você, quando ele chegar eu vou embora

Eren: Obrigado

Não muito longe dali, Levi andava apressado e irritado pelas ruas em direção a escola de Eren

Levi: Professora vagabunda, tinha que dar prova surpresa justo na última aula, logo hoje? Agora, graças a ela, estou atrasado. - Disse esbravejando

Enquanto isso Eren e Mikasa esperavam conversando, até Kenny surgir, se aproximar lentamente dos dois, chamando a atenção de Mikasa

Mikasa: Eren, é melhor irmos, a gente encontra o Levi no caminho - Sussurrou

Eren: Eu também ach…

Kenny: Você aí, por um acaso, você é Eren Jeager?

Eren: Quem quer saber?

Kenny: Alguém curioso, que quer saber quem é a bicha que está beijando o meu filho

Mikasa: Esse cara…

Eren: É o pai do Levi. - Ambos se afastaram lentamente

Mikasa: E ele é ruim, certo?

Eren: É só olhar pra cara dele, ele com certeza bebe… E eu já ouvi histórias bem piores pelo Levi.

Mikasa: Vamos…

Kenny: Ora, não há pressa, eu só quero conversar - Disse sacando uma arma

Eren: Mikasa! - Se pôs a frente da garota

Kenny: E eu vou falar só uma vez pra que entenda bem, bicha, filho meu não vai ficar se pegando com homem nenhum, e você vai ser o meu recado pra ele. acho que ele vai entender hehe- Apontou a arma para Eren - Diga bye bye, viado.

Um instante antes de Kenny atirar, Levi segurou o braço do pai e tirou Eren de mira, a arma disparou para o alto. Levi num golpe, quebrou o pulso de Kenny, fazendo-o largar a arma, o menor levou Kenny ao chão subiu em cima do homem, o imobilizando acertando Vários socos em sua face, sem a menor piedade ou clemência para com seu pai, a fúria de Levi era nítida e a descarregava em Kenny, o qual aos poucos, tinha sua face deformada.

Mikasa: Levi!

Eren: Mikasa, quer saber? Deixe-o, essa ele merece

Quando Levi finalmente parou, saiu de cima de Kenny um pouco ofegante e trêmulo

Levi: Vocês estão bem?

Eren: Graças a você! - Abraçou e beijou o garoto - Obrigado

Levi: Graças a Deus que está bem!

Eren: Mikasa, você está bem?

Mikasa: Sim, estou. Obrigada, Levi!

Levi: Não há porquê me agradecer, peço desculpas a vocês dois… Pelo meu… Por esse homem. Vamos sair daqui e chamar a polícia, agora

Kenny: Bom plano, Levi, porém um pouco tarde, aqui vai um conselho, quando se desarma alguém, garoto, você se certifica que ele não vai tomá-la de volta - Disse segurando a arma com a outra mão apontando para Eren, num último suspiro antes de desmaiar, ele atira contra o mesmo e finalmente cai no chão desacordado.

Mikasa: Eren…?

Eren ficou em choque ao ouvir o som do disparo. Quando se recobrou da realidade, estava sendo abraçado por Levi, o qual se pôs a sua frente, protegendo-do do pior, levando a bala por ele

Eren: Levi…?! LEVIII!!!!! NÃO.. Por quê? Por que você fez isso? - Disse chorando ofegante

Levi: Você está… bem? - Disse sem forças

Eren: Eu? Olhe pra você, está todo ensanguentado e … E… - Disse prosseguindo chorando incontrolávelmente - Por quê?!

Levi: Por quê? É estranho… Mas eu… Eu… Eu… Eu te amo demais pra te deixar morrer pelas mãos de alguém como ele…

Eren: Não… Você não precisava

Levi: Precisava sim, porque você… É tudo que eu tenho. - Disse sentindo suas úúltimas forças antes de desmaiar

Eren: LEVIIII!

*No dia seguinte

Eren: Levi? Levi?!

Mikasa: Ele está acordando.

Levi aos poucos, recobrou a consciência em uma cama.de hospital. Vendo ao seu lado Eren e Mikasa

Levi: Eren? Mikasa? Onde eu estou?

Mikasa: No hospital, desde ontem

Levi: O Kenny? - Disse assustado

Eren: Está num outro hospital, depois ele vai ser transferido para um presídio, onde vai ficar por um bom tempo, você espancou ele, mas, deu como legítima defesa, então não há com que se preocupar

Mikasa: Quanto ao seu ferimento… Você teve sorte que eu já havia pedido ajuda enquanto você batia no Kenny, e a bala, não pegou na coluna. Você vai viver e vai andar e estará fora daqui em alguns dias.

Levi: … Obrigado Mikasa, salvou minha vida

Eren: E você a minha…

Mikasa fitou os dois e sentiu o clima

Mikasa: Ah…. Eu vou esperar lá fora, com licença - Saiu do quarto

Eren: Levi… - Segurou a mão do jovem - que susto

Levi: Não quero drama! Eu fiz o que fiz e faria de novo!

Eren: Eu só queria agradecer, você me salvou, de novo, foi um herói, o meu herói.

Levi: Um herói? Só salvei quem eu amo…

Eren: E é por isso que está vivo agora, foi sua recompensa. - Começou a acariciar sua cabeça e a beijar Levi - Eu te amo

Levi: Eren, Eren! Espera… Calma calma!

Eren: Que foi?

Levi: Tem certeza que quer continuar?

Eren: Como assim?

Levi: Nós dois… Ficamos juntos e olha como acabamos.

Eren: Como acabamos?

Levi: Você quase morreu..

Eren: E foi só isso que aconteceu?

Levi: Como assim?

Eren: Depois de tudo, você finalmente se livrou do seu pai abusivo e pode viver em paz na sua casa, com toda essa situação, pude ver quem realmente são meus amigos e você finalmente disse que me amava. Pode parecer tosco, mas, significou muito… E sabe, mesmo que acabassemos agora, você não deixaria de ser gay, não deixaria de sentir atração por homens porque, é o que você é, é o que seu corpo gosta E...

Levi: Eren…

Eren: E, comigo ou com outra pessoa, os comentários nunca vão desaparecer, sempre haverá olhos tortos quando estivermos de mãos dadas, sempre vai ter um comentário idiota quando nos beijarmos porque o mundo está tão carente de amor que quando alguém finalmente começa vivê-lo… As pessoas odeiam, mal-dizem e xingam porque sentem raiva por não poder vivê-lo e às vezes não conseguem enxergar como pode existir várias formas de amor e como ele pode ser bonito, e essa maldade das pessoas sempre vai existir e apesar disso, ainda há pessoas como Mikasa ou Erwin que não se importam com a aparência ou se isso pode ser ou não errado, e são essas pessoas que devemos valorizar e dar atenção

Levi: Eren... Não fale mais. - Disse Levi chorando - Eu entendi…

Eren: Ora… Vamos, não chore. Se eu sou tudo o que você tem, vou ficar com você, não importa a dor, vale a pena.

Levi: Você é Tão, tão… Idiota. - Sorriu em meio as lágrimas - Mas, o idiota que eu amo…

Eren beijou Levi e Lá ficou até o horário de visita acabar, foi quando teve que sair. Acompanhado de Mikasa, visitaram Levi pelos dias que se seguiram até ele melhorar, cuidaram dele e o ajudaram na sua recuperação até que Levi melhorou completamente

* 1 hora antes

Eren, estava no alto do prédio do hospital observando a vista do pôr do sol, pensativo enquanto Levi ainda não acordava.

Mikasa: Eren…

Eren: Mikasa.

Mikasa: Falei com o médico, ele está estável e sem sequelas. Ele vai acordar logo.

Eren: Que bom.

Mikasa: Vamos, Anime-se, ele vai ficar bom.

Eren: E depois? Vamos viver como um casal normal e feliz?

Mikasa: E por que não?

Eren: Porque o mundo todo parece está tão contra nós, veja o que aconteceu.

Mikasa: Ah por Deus Eren, chega. Se o "mundo" ou a "sociedade" ditassem as regras corretamente, o mundo não estaria sofrendo com tantas guerras e atrocidades por aí. é até engraçado, o mundo tem tantos problemas horríveis pra se preocupar mas insiste sempre em julgar o certo pelo  próprio ponto de vista

Eren: E o preço? Os nossos pais nos odeiam, os amigos nos viram as costas porque eles não pensam que, para nós, isso também pode ser difícil, pode ser, sei lá, um desafio…

Mikasa: E você prestou a atenção nas consequências?

Eren: Como ass…?

Mikasa: Veja, Seus "amigos" que te deixaram ou deram as costas, Jean voltou a se juntar com os caras que arrumam encrenca, mesmo depois de ter se dado mal uma vez, Armin, está sozinho e sem amigos de novo, sofrendo nas mãos dos idiotas da escola por não contar mais com a nossa proteção, Connie está conversando com qualquer um, nada profundo, apenas se envolvendo com qualquer pessoa, É questão de tempo até se dar mal por causa de "amigos" e a Sasha continua louca… - Riu - O Kenny vai ficar muito tempo na cadeia, pagando pelo que fez com o próprio filho. E quanto a você e ao Levi, saindo daqui vão estar como? Juntos e felizes, porque tudo que fizeram até hoje, foi por amor e com boa intenção, não há culpa ou consequência pra vocês, ele se feriu, mas, vai ficar bem e você vai ter oportunidade de cuidar dele, em paz, sem o pai por perto

Eren: Eu… Não tinha pensado nisso.

Mikasa: Nessa situação, a gente nunca enxerga o melhor cenário. Faz parte, por isso precisamos de um amigo pra lembrar das coisas boas

Eren: E ainda bem que eu tive sorte de ter você como amiga, Mikasa. Eu lhe agradeço, de coração.

Mikasa: Não me agradeça, agradeça a sí mesmo, por ser essa pessoa boa que é, é isso que me faz ser sua amiga. Hum, Agora, vou descer, venha logo, o Levi vai querer te ver. Melhora a cara pra animar ele. - Mikasa Entrou deixando-o Eren vendo a paisagem

Eren: É… Ela tem razão. Amor é amor. Deve ser respeitado e vivido, dói? Sim. Você sofre? sim. Mas eu estou em busca da minha felicidade, e vale a pena. Sofri e ainda vou sofrer muito, mas pelo amor e pela amizade, eu sempre vou estar disposto a cair e a me levantar quantas vezes precisar. - Eren Vê o sol se pôr e ao cair da noite, entra confiante, só querendo reencontrar Levi mais uma vez, ancioso pra quando ele acordar

E você? Ainda acha que vale a interferir na vida de outra pessoa só porque não concorda de como ela é vívida?


Notas Finais


Bom, e aqui se encerra essa história. Ficou muito grande, mas agradeço quem leu até aqui, falando sinceramente, eu acho um shipp bem nada a ver ( Eren e Levi), mas, foi o casal que achei que se encaixava no que eu queria construir e tals, espero que tenha valido a mensagem e que tenha acrescentado algo na vida de alguém, no mais, é isso. Vlws aeee a todo mundo que leu e curtiu a história! Até a próxima :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...