História Amar gatos faz parte - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


A conta Eyeson2jae foi apagada, aí eu vou repostar todas minhas fanfics na minha conta principal mesmo. Vai flopar? Sim, mas fazer o que.
Vida que segue.
Eu não posso perder todo meu trabalho assim né <3

Capítulo 1 - Lembranças


Ei, você se lembra daquela cartinha de amor que eu fiz para ti quando éramos pequenos e estávamos na mesma escola.

Pois é, eu me lembro. Foi o dia em que eu percebi que gostava de você, e como eu não sabia me expressar, eu lhe mandei a cartinha perguntando se você gostaria de namorar comigo. Porém, eu fui burro e não coloquei o meu nome. 

 

Você me procurou, mesmo que não soubesse quem era e eu não disse nada pois tinha vergonha demais para ir até você e falar que era eu.

 

Lembro também de você ter colocado a cartinha em cima de sua mesa, e no recreio, em que todos estavam lanchando, eu coloquei meu nome no papel sem você e as professoras verem. Sei lá, tínhamos uns 12 anos? Foi pura adrenalina quando tive que correr da monitora e entrar no banheiro masculino para ela não me pegar. 

 

Uma coisa que me deixou extremamente constrangido foi quando você decidiu me levar para sua casa.

Sua mãe preparava o almoço enquanto seu pai trabalhava no escritório e sua avó cuidava do jardim. Todavia, quando fomos almoçar, todos se juntaram e começaram a me olhar com olhares estranhos. Pareciam me odiar. 

Aos poucos, eles começavam a me fazer perguntas e mais perguntas, como:

“Qual seu nome completo?”

“No que seu pai trabalha?”

“Você tem irmãos?”

“Não acha que é novo demais pra namorar?” 

 Esta última sendo repreendida por Jaebum, que não queria que tocassem no assunto.

 

Algumas vezes eu pensava que estávamos nos apressando demais, e que eu talvez não fosse gay como achava que era. Eu ainda estava me descobrindo, e foi uma das fases mais difíceis da minha vida. 

 

Mesmo que eu sentisse atração por meninos, ainda tinha medo de estar errado e ser odiado pelos meus próprios pais. Porém, com o tempo, consegui finalmente descobrir o que eu era e me assumir gay. Jaebum me ajudou, mesmo que este tivesse quase minha idade. Ele parecia entender mais do que eu.

 

Depois disso, passamos a tentar outras coisas. Contatos mais prolongados ou profundos.

 

Lembro até hoje do dia em que estávamos assistindo um filme chato na televisão e você simplesmente subiu em cima de mim e começamos a nos beijar de forma desengonçada, porém, gostosa. Também recordo-me de termos sido interrompidos por seus três gatos que resolveram pular em cima da gente bem na hora. Acabamos por sair cheios de arranhões, mas ainda rimos bastante.

 

Também lembro do dia em que você resolveu sair e fazer compras comigo. Você estava tão animado que quase gastou mais de 500 reais só com acessórios para gatos que você nunca usou por eles não gostarem nem um pouco de usar itens. E mesmo assim você insistia em colocar coleiras com lacinhos neles e acabava se machucando por conta disso. 

 

Eu apenas ajudava porque eu odiava ver você se machucar.

 

Também me lembro do dia que fomos à um parque, quando você disse para mim um primeiro “Eu te amo” de verdade. Eu corei ao ponto de parecer uma pipoca doce daquelas que vendem por aí. Com manchas brancas e na maior parte vermelha, era até engraçado, entretanto, você apenas sorriu e me beijou. 

Foi realmente uma das melhores noites da minha vida.

 

Eu sinto uma certa nostalgia e queria que acontecesse de novo, porém, passado é passado e eu estou aqui, construindo meu futuro com você. 

 

Continuamos juntos, casados e felizes, com dois filhos e mais uns quinze gatos que você me obrigou a adotar (mesmo que eu não curta muito). Eu não sei o nome nem de metade, mas já já aprendo, porque mesmo que eu não queira, você ainda vai me encher o saco por conta disso.

 

Aliás, o que não fazemos pelo amor? 

Amar gatos faz parte. 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Bye <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...