1. Spirit Fanfics >
  2. Amar não é pecado >
  3. Açúcar

História Amar não é pecado - Capítulo 2


Escrita por: e Manpid_d


Notas do Autor


Só o capitulo 2 mesmo, espero q gostem urrrrr

Capítulo 2 - Açúcar


Em meio ao seus problemas, o vinho achou. O sangue de jesus achou em meio a pia perto do pequeno altar da igreja.


Pegou a garrafa e a virou em sua boca, bebendo até a última gota do sangue de Jesus. Não conseguia pensar em outra coisa a não ser Tweek. Uma leve repulsa rastejou pelo seu corpo e as lágrimas começaram a sair pelo pequeno buraco de seus olhos. 


Tinha ódio, sentia ódio. Ódio de tudo. De seu pai e da Bíblia. Sua vida estava sendo o próprio inferno. Pois mais que fizesse mil orações, o fazendeiro bonitinho nunca saia de sua cabeça.


Aquilo estava se tornando uma praga. 


Ouviu duas batidas na porta. Limpou as lágrimas que transbordava de seus olhos e andou lentamente e embriagado até a porta enorme da igreja.


– Olá, 'Seu padre! – Disse Tweek, o fazendeiro da única fazenda da cidade. – 'Ocê tem açúcar para me emprestar? – Disse com um pequeno copo de metal e com um sorriso no rosto sardento. 


Craig piscou duas vezes antes de responder um "Olá gracinha" Para o pequeno anjinho ali.


– Quê? – Sorriu nervoso o fazendeiro apertando o copo de metal contra a mão.


– Eu tenho açúcar sim, honey. – Disse coçando a nuca, piscando lentamente e falando de um jeito embriagado. – mas não é tão doce quanto você...


– 'Ocê tá bem, padre? Tá passando mal da barriga? – Perguntou Tweek coçando a nuca em nervosismo e confusão.


– Estou melhor que bem. – Sorriu torto se aproximando de Tweek. – Estou ótimo já que você chegou. – Deu um beijo na bochecha do fazendeiro antes de corar fortemente e cair para trás.


– Ô JESUS CRISTO, OCÊ TÁ BEM 'SEU PADRE? CÊ CAIU AQUI! – Largou o pequeno copo de metal e agarrou a cintura do padre acabando por ficar ajoelhado no chão.


Iria gritar por ajuda, porém seus lábios foram tomados pelos lábios do padre ali. Em um pequeno beijo com gosto de vinho e licor. 

 

– Eu estou bem. – Disse interrompendo o beijo, vendo as bochechas de Tweek corar com a sua atitude. – apenas fique comigo essa noite. – Sorriu para Tweek, vendo o loiro ficar visivelmente nervoso e talvez até feliz. 


Mas não com nojo de si.


Dessa vez quem começou o beijo foi Tweek. Um pequeno selinho antes de pedir passagem a língua. Craig obviamente deu passagem ao beijo e passou as duas mãos em seu pescoço, logo sentindo o loiro lhe carregar até o pequeno altar da igreja e o pôr no chão fofo graças ao tapete. 

 

O fazendeiro passou as mãos até a cintura fina de Craig e apertou com força antes de descer os beijos até seu pescoço. O moreno pela primeira vez se sentia feliz, talvez até estivesse sonhando, pois se sentia no paraíso. 


Após alguns minutos não demorou muito para ambos estarem com poucas roupas, gemidos e arfadas era melodia na igreja.


E aquela noite assim encerrou



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...