1. Spirit Fanfics >
  2. Amar o outro (e aprender a amar si mesmo) >
  3. Capitulo 5 (parte 1)

História Amar o outro (e aprender a amar si mesmo) - Capítulo 22


Escrita por:


Capítulo 22 - Capitulo 5 (parte 1)


Com o passar dos dias com Shen Yuan tomando seus remédios substitutos, seu humor melhorou drasticamente, assim como sua energia, embora ele ainda sofresse de exaustão geral após qualquer esforço importante ou prolongado. Ele voltou à rotina, lendo seus bestiários, almoçando com as crianças e suas mães e planejando uma fuga. 

 

Havia um novo elemento em seus planos de fuga agora também - ele precisava de uma maneira de se proteger, algo mais do que apenas uma arma. Sua terrível experiência na floresta ocidental - quando ele estava segurando a espada mais poderosa do mundo e não podia fazer nada a não ser segurá-la perto de si e chorar - tinha sido um grande alerta para ele. Este era um mundo que poderia mastigá-lo e cuspi-lo de volta com um único fôlego e, no final, permanecer vivo o suficiente para encontrar um caminho de volta ao seu próprio mundo pode ser várias vezes mais difícil do que escapar do palácio para começar.

 

A resposta para isso, esperançosamente, também poderia ser encontrada nos muitos depósitos do palácio, mas Shen Yuan estava relutante em tentar de novo tão cedo depois de ter sido pego em flagrante por Luo Binghe da última vez, então relutantemente fez seus planos em espera temporariamente. Contanto que ele tivesse este medicamento, contanto que ficasse em equilíbrio - estaria tudo bem. Ele poderia esperar.

 

E enquanto isso, ele poderia desfrutar da companhia dos filhos de Luo Binghe, de quem ele sabia que sentiria muita falta assim que conseguisse escapar. Eles eram todos tão doces e pegajosos, e tão ansiosos pela atenção de um mortal doentio como Shen Yuan! Almoçar com eles era realmente sua parte favorita do dia, ele pensou, enquanto ouvia Liu Siyu contar a ele sobre suas recentes lições sobre como lidar com facas de arremesso e outros projéteis mortais. Seus olhos brilharam quando ele falou sobre suas aulas, ansioso para contar a Shen Yuan sobre como ele estava indo, e Shen Yuan o observou com indulgência enquanto ele fingia atirar uma faca em um alvo em movimento particularmente impressionante. Shen Yuan bateu palmas educadamente à vitória imaginária de A-Yu.

 

De repente, a conversa na sala diminuiu para um silêncio tenso, as crianças todas sentadas eretas e mantendo os olhos fixos na comida. Ning Yingying, sentado em frente a Shen Yuan e Liu Siyu, estava olhando com um rosto cuidadosamente vazio na direção da entrada da sala atrás de Shen Yuan, e ele se virou para olhar para trás com cautela.

 

Luo Binghe, parecendo hesitante e fora do lugar, parou na porta, segurando uma bandeja com sua própria refeição. Ele estava olhando ao redor da sala com cautela, mas quando seus olhos encontraram os de Shen Yuan, ele pareceu se assustar um pouco. 

 

Hm.

 

Shen Yuan se virou mais completamente para olhar para Luo Binghe. "Você precisa de algo?"

 

"Não", respondeu Luo Binghe, como se fosse uma mentira convincente. Shen Yuan revirou os olhos e se virou para olhar para Liu Siyu, que estava olhando para ele com olhos arregalados, uma dramática releitura de suas aulas de arremesso de faca esquecida.

 

"A-Yu, você está bem com Luo Binghe vindo aqui para comer?" Shen Yuan olhou para as outras crianças sentadas por perto, continuando: “Se algum de vocês não quiser que ele venha aqui, é só dizer, ok? Vou mandá-lo embora por vocês, hein? "

 

Uma das garotas de Ning Yingying lançou um olhar para Luo Binghe, depois olhou de volta para sua comida, murmurando: "Yuan-ge pode perguntar se ele trouxe guloseimas para nós?"

 

Shen Yuan reprimiu uma risada, mas obedientemente se voltou para Luo Binghe. "Você nos trouxe algo bom para comer?" 

 

Luo Binghe desviou os olhos, mudando o peso do corpo, mas depois de um momento se aproximou da mesa em que Shen Yuan estava sentado, pousando a bandeja de comida, mas sem se sentar. Hesitante, ele enfiou a mão na manga e puxou uma pequena bolsa bordada, colocando-a sobre a mesa na frente de Shen Yuan.

“Este Senhor não tem uso para isso. Eles podem ser divididos entre as crianças, se for desejado.” 

 

Curioso, Shen Yuan abriu a bolsa para encontrá-la cheia de doces de leite, cada um cuidadosamente embrulhado. Pareciam caseiros e, mesmo sem contá-los, Shen Yuan sabia que havia o suficiente para todos aqui. Ele olhou de volta para Luo Binghe, que ainda estava desviando o olhar. 

 

"Obrigado." Os olhos de Luo Binghe se lançaram para encontrar os dele e ele assentiu bruscamente antes de voltar a olhar para a bandeja de comida que colocara na mesa. Shen Yuan cantarolou, pensativo, e olhou para as crianças sentadas perto dele. "O que vocês acham - isso é um pagamento suficiente para ele vir se sentar com as crianças legais?"

 

Liu Siyu deu uma risadinha ao lado dele, e alguns dos outros deram pequenos sorrisos. A tensão que enchia o ar quando Luo Binghe chegou pela primeira vez começou a se dissipar, o clima da sala relaxou mais uma vez. Satisfeito, Shen Yuan acenou com a mão para o espaço ao lado dele, convidando Luo Binghe a se sentar. Depois de fazer isso, ainda se movendo hesitante como se esperasse ser mandado embora, Shen Yuan sorriu, levantando a voz enquanto falava. “Tudo bem, vamos lá, pessoal! Lorde Luo disse que todos nós podemos comer doces no almoço, venha aqui rapidamente para pegar o seu!"

 

Mais crianças estavam rindo agora, e os olhares cautelosos que as esposas tinham antes se dissiparam em sorrisos suaves enquanto observavam seus filhos correrem para fazer fila e pegar um doce de Shen Yuan enquanto ele os distribuía. Ele podia sentir o olhar de Luo Binghe sobre ele enquanto se certificava de que todos recebessem um, enviando um extra de volta com as crianças cujas mães os acompanharam naquele dia, mas não voltou até que todos tivessem recebido um. Restavam três, no final, e Shen Yuan sorriu ao soltá-los um por um.

 

“Um para mim, porque amo essas pequenas coisas, muito obrigado.” Ele se virou para entregar um para a filha mais nova de Ning Yingying, que já havia enfiado o primeiro na boca. “Um extra para a pequena Song-er, por sua bravura em exigir tributo para começar.” Finalmente, ele se virou para Luo Binghe, estendendo o último para ele. “E o último vai para você!”

 

Luo Binghe se assustou, os olhos passando rapidamente entre o rosto de Shen Yuan e o doce estendido para ele. “Isso - este Senhor já disse - eles foram trazidos para-” Ele se interrompeu, e Shen Yuan sentiu seu sorriso crescer mais, sentindo-se um pouco presunçoso. Ah, esse protagonista idiota, se ele os tivesse trazido especificamente para seus filhos, deveria apenas ter dito isso em vez de fingir que estava se livrando de doces que não tinha utilidade!

 

Shen Yuan estendeu a mão para agarrar a mão de Luo Binghe, deixando cair o doce nela e gentilmente fechando os dedos em torno dela. “Sim, sim, você é um lorde demônio muito assustador que não come doces feitos para crianças. Você pode pegar mais tarde, ok? "Luo Binghe piscou para ele, indeciso e incerto, mas Shen Yuan já havia voltado para sua comida.

 

Liu Siyu, do outro lado dele, se inclinou para frente para olhar além de Shen Yuan e sorrir para Luo Binghe. "Obrigado pelo doce, Lorde Luo!" Algumas outras crianças concordaram com sua própria gratidão pela sala, e Luo Binghe bufou, enfiando na manga o doce que Shen Yuan lhe dera.

 

"Não é nada. Este Senhor está feliz que os doces serão usados.” 

 

Do outro lado da mesa, Ning Yingying estava segurando seu doce na palma da mão, olhando para ele, considerando. Luo Binghe pegou seus hashis, mas não começou a comer, e estava olhando para ela com atenção. Shen Yuan tentou não ser muito óbvio sobre como olhava para os dois com a boca cheia de comida.

 

"Yingying está bem?" Luo Binghe finalmente perguntou, a voz soando um pouco tensa. 

 

Ning Yingying cantarolou pensativamente, os dedos se enrolando ao redor do doce enquanto ela olhava para Luo Binghe. "Muito bem. Essa Yingying tem se encontrado gostando da companhia de suas filhas com mais frequência, ultimamente. ”Sua voz estava comedida, mas Shen Yuan podia ver a cautela em seus olhos. Esta foi certamente uma investigação cuidadosa para ver o que Luo Binghe pensava da decisão de suas esposas de desconsiderar suas regras sobre o que poderia ou não ser dado aos filhos sem que eles "ganhassem". Luo Binghe também sabia. 

 

"Isso é bom. Que os filhos deste Senhor sejam cuidados.” Ele olhou para sua comida, a voz ficando baixa e suave. “Recentemente, este Senhor descobriu que - que a felicidade e a atenção daqueles com quem você se preocupa podem ser ... muito mais motivadores do que qualquer outra coisa.” 

 

“Sim”, Ning Yingying disse, tão suavemente, “A-Luo certamente tem aprendido muito sobre felicidade e amor, recentemente, não é?” 

 

Luo Binghe acenou com a cabeça uma vez, os olhos disparando para Shen Yuan, que rapidamente olhou para sua comida e tentou o seu melhor para fingir que não estava ouvindo ansiosamente. Ele ficou tenso esperando a resposta de Luo Binghe, esperando para descobrir se esposas de Luo Binghe tinham saído muito da linha, mas para Luo Binghe não apenas perdoá-las, mas dar permissão tácita... 

 

Bom. As esposas de Luo Binghe mereciam fazer o que quisessem.

Ao lado dele, Liu Siyu puxou sua manga. "Isso significa que Lorde Luo vai nos deixar quebrar as regras agora?" Shen Yuan bufou, divertindo-se com o falso sussurro que ainda era alto demais para Luo Binghe não ter ouvido, e estendeu a mão para acariciar sua cabeça.

 

“Apenas algumas das regras, bobo A-Yu. Você ainda tem que trabalhar duro e não causar muitos problemas para seus irmãos e irmãs ou sua mãe, ok? " 

 

O menino sorriu para ele, aninhando-se em sua mão. “Causar problemas para Lorde Luo está bem, entretanto? Como Yuan-ge faz? ”

 

Shen Yuan soltou uma gargalhada, assustado. "Sim Sim! Causar problemas para Lorde Luo está bem! " Luo Binghe lançou a Shen Yuan um olhar descontente, mas não havia nenhum calor por trás disso. “Vou te ensinar alguns truques divertidos para jogar, que tal isso? Almofadas de pum em seu trono, corante alimentício em seu leite, podemos todos trabalhar juntos e encontrar o equivalente para este mundo! ”

 

Houve mais risadas das crianças sentadas mais próximas, e Shen Yuan pegou Ning Yingying escondendo seu próprio sorriso divertido também. O bate-papo recomeçou ao redor da sala, todos retomando suas conversas antes da chegada de Luo Binghe, e Shen Yuan relaxou na atmosfera alegre. Realmente, estar perto dessas crianças era realmente uma de suas coisas favoritas.

 

Luo Binghe ainda não tinha começado a comer, mas parecia mais relaxado, então Shen Yuan estava inclinado a deixar para lá. Infelizmente, Ning Yingying estava menos disposto a deixar Luo Binghe no frio. "A-Luo, há mais alguma coisa?"

 

A sobrancelha de Luo Binghe franziu, cutucando sua comida com os hashis. “Isso...” De repente, ele largou os hashis e se virou para Shen Yuan, que se assustou com o contato visual repentino. "Há um festival na cidade mais próxima do palácio deste Senhor, amanhã."


Notas Finais


N/T: eu imagino o Binghe no meio deles todos assim:
...............I............


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...