História Amar pode ser fatal - Imagine Jeon Jungkook. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, K.A.R.D
Personagens Baekhyun, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jiwoo, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Jungkook, Sobrenatural
Visualizações 447
Palavras 646
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii gente, boa leitura szsz

Capítulo 2 - Mentiras.


Nicolas narrando.

Eu sabia que provavelmente a S/n iria me fazer mil e uma perguntas sobre a repentina aparição do asiático na nossa casa, mas eu não podia contar a verdade, ainda não. Eu odiava mentir, mas seria preciso, pelo menos por enquanto. Ao menos a Emilly pareceu não ter se importado nenhum pouco, porém com toda certeza do mundo a S/n não me deixaria em paz tão cedo até que eu contasse sobre o Jungkook, no entanto, ainda demoraria um pouco para ela saber a verdade.

Acordei cedo no dia seguinte, o que não era novidade pra mim. Olhei a hora no relógio de parede do meu quarto. 6h30. Droga, S/n ainda não tinha ido para a escola, uma vez que sempre saía de casa às 7h00 em ponto já que a escola era perto da nossa casa. Então o melhor seria continuar mais meia hora dentro do meu quarto até a hora da S/n sair, pois eu não queria que ela fizesse perguntas, porém eu sabia que uma hora ou outra eu não teria escapatória e a mentira teria que entrar em cena.

Não tinha nem passado quinze minutos e a porta do meu quarto foi aberta com brutalidade por ninguém menos do que minha irmã. ㅡ Bom dia, S/n. ㅡ Sorri, tentando parecer amigável. ㅡ Bom dia nada Sr. Nicolas, eu não vou para a escola até você me contar sobre aquele seu amigo estranho que parece ser de outro mundo. ㅡ A garota falou, sentando-se na beirada da minha cama e cruzando os braços. Sorri internamente, pois uma das coisas que eu mais gostava em S/n era a sua determinação, mas daquela vez não iria funcionar. ㅡ Hm, ah sim. O Jungkook? ㅡ Perguntei só por perguntar mesmo.

A mais nova revirou os olhos, e eu sabia que a impaciência começava a tomar conta da garota. ㅡ Não, Nicolas! O Papa Francisco! ㅡ Bufou. Dei uma risadinha sem querer. ㅡ Calma baixinha bravinha! Olha, acho melhor você ir para a escola, se não você vai chegar atrasada. ㅡ Eu tentaria enrolar até a hora dela ir embora. ㅡ Que se dane a escola, me conta logo, Nicolas! ㅡ Fez um biquinho de raiva. Suspirei, não teria como fugir mesmo. ㅡ Me prometa que quando eu falar tudo, você vai sair do meu quarto e ir para a escola, certo? ㅡ Eu precisava ter certeza de que eu não teria que mentir mais. Ela assentiu, a curiosidade nítida em seu semblante.

 ㅡ Ok. O Jungkook é um amigo meu, ele é coreano, mas sabe falar português muito bem, é como se ele tivesse nascido aqui no Brasil mesmo. ㅡ Bem, pelo menos aquilo não era mentira. ㅡ Ele vai passar uma temporada aqui conosco, na nossa casa, ele foi convidado por nossos pais. Ontem ele veio apenas ver um pouco a casa.ㅡ E ver você também..., acrescentei mentalmente.ㅡ O momento da mentira estava chegando. ㅡ E sobre como ele conhece a gente, bem, ele começou a trabalhar na mesma empresa dos nossos pais  a um ano atrás, e então viraram grandes amigos. Ele é uma pessoa amigável, simpática, um grande amigo..E então nossos pais convidaram ele para ficar um tempo aqui em casa durantes essas férias de trabalho. ㅡ

Eu tive vontade de me bater, sério, mas era só o que eu podia fazer no momento. ㅡEntendi...Mas ele não devia estar no país dele, então, visitar a família dele?ㅡ Ela quis saber. ㅡ Sim, mas...ㅡ Acho que já bastava de tanta mentira. ㅡ Olha, vai pra escola logo! ㅡ Ela riu. ㅡ Tá bom, eu vou, mas me diga uma coisa, quando ele vai vim pra cá de novo? ㅡ Sorri. ㅡHoje a noite. ㅡ Ela apenas assentiu e saiu do quarto. Tadinha da minha irmã, ela mal sabia que aquela noite seria o começo de uma história que talvez nunca tivesse fim.

 

 

 


Notas Finais


Espero que vocês tenham gostado e até o próximo cap. Bjuss!! PS: S/n e Jungkook na mesma casa? Hmm, será que vai dar certo? auahauhauha u-u *Fica o suspense no ar ^^*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...