História Amaranto (MinSung) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias ASTRO, ATEEZ, Big Bang, BtoB, GD & TOP, G-Dragon, IKON, Jay Park, Lee Min Ho, Lee Taemin, Neo Culture Technology (NCT), SHINee, Stray Kids, Tomorrow X Together (TXT), VIXX, Wanna One, WINNER, X1
Personagens Bang Chan, Haechan, Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Lee Felix, Lee Min Ho, Seo Chang-bin, Yang Jeong-in
Visualizações 11
Palavras 1.698
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii gente eu resolvi apagar a história de SeongSang My Sad Depression para escrever amaranto de Minsung

Essa fic (Amaranto) não é de minha autoria, mais essa fic e sua verdadeira autora me fizeram amar escrever, por isso eu agradeço a autora por ter me feito gostar tanto de escrever.

Minhas notas em redação melhoraram bastante, ando recebendo muito elogios por minha escrita. E eu só tenho que agradecer a autora dessa maravilhosa fic.

cami-salvatore te amo princesa muito obrigada por ser meu incentivo😍❤

Capítulo 1 - Capítulo 01- Boca de Leão


"Eu te dei todas as pétalas que eu tinha de cravo branco no meu coração, e por causa de um cravo púrpuro, você me devolveu boca de leão- cami-salvatore"

Minho POV. 25 de Janeiro de 2012.

Era a décima vez que eu ajeitava meu terno branco e continuava a me sentir desconfortável com a sensação do tecido de seda a passar pelo meu corpo, sempre odiei usar ternos, mas esse em especial foi presente de Jisung ele insistiu que eu usasse um terno para ir ao baile de hoje, e não adiantaria nada ir de contra a ele, até porquê ele sempre conseguia o que queria de mim.

- Minho você já está....  UAU - olhei em direção a porta e pude ver meu melhor amigo Kim Woojin adentrar o meu quarto como se fosse de casa, o que de fato ele era, visto que, nós nos conhecemos desde 3 anos de idade, ainda me lembro do meu primeiro dia de aula na creche Sonyandan, quando os garotos mais velhos começaram a mexer comigo e um moreno minúsculo de sorriso grande chutou a panturrilha de cada um deles.

- Você está lindo Min, assim eu fico até envergonhado de estar vestindo esses trapos - soltei uma gargalhada reparando melhor na roupa dele que não era nem um pouco parecida com a minha, enquanto eu usava um terno branco totalmente formal Kim usava uma calça jeans surrada de lavagem azul e uma camisa preta que fazia um contraste gigante com os fios descoloridos que Woojin ostentava junto a um sobretudo preto.

- Você está maravilhoso Jinie hyung e se serve de consolo eu me vestiria assim como você se o Jisung não tivesse me dado esse terno - eu disse enquanto analisava minha imagem no espelho, eu estava completamente vestido de branco a não ser é claro pelos sapatos pretos que eu usava e os cabelos castanhos que eu usava graças a Woojin que me forçou a pintar, me remexi um pouco e Jin me olhou.

- Parece incomodado - ele disse e eu suspirei.

- A calça está apertada hyung - falei enquanto mexia nos botões tentando de alguma forma ter mais espaço na calça.

- É normal na sua condição Minho, falando nisso, já contou para o seu namoradinho? - Woojin disse a última parte com desdém evidente na voz, ele odiava o Sunggie e essa rixa dos dois já tinha nos feito brigar bastante nesses últimos 5 meses que eu e Jisung estavamos juntos, olhei feio para o Kim que revirou os olhos.

- Dá para pararem de brigar Pelo menos hoje? Por favor Woo hyung, hoje é importante para mim - falei tentando fazer a melhor cara de ômega delicado.

- Eu vou tentar, mais não pense que é pelo buchechão está bem? É pelo meu futuro... - Kim foi interrompido pelo barulho de leve batidas na porta que foi aberta pelo meu omma Minhyuk.

- Bebê o Jisung já está te esperando - ele falou sorrindo enquanto adentrava meu quarto, quando dei o primeiro passo para fora do quarto, um vento frio abriu minha janela derrubando o porta retrato que estava em cima do criado-mudo, fui até o retrato para retira-lo do chão e pude ver que era uma foto que foi tirada no meu primeiro encontro com o Sunggie.

- Merda - sussurei ao ver que o vidro do porta retrato estava rachado me separando do Jisung na foto, nesse momento o vento frio se fez presente novamente gelando todo o meu interior, naquele momento eu quis somente nunca mais sair do meu quarto, um medo desconhecido cresceu em mim, pude sentir meus olhos lacrimejarem, me forcei a deixar a foto em cima da cama e sai descendo as escadas.

Ele estava lá, lindo como sempre de costas com um terno preto, cabelos loiros, sapatos pretos e ombros largos, assim que meu pé tocou o último degrau da longa escada, ele se virou para mim exibindo seu lindo sorriso estonteante, como eu me senti sortudo naquele momento.

- Andou chorando Min? - perguntou ele com uma preocupação que soou estranho aos meus ouvidos, como algo... Falso, não resisti e o abracei mais forte que pude e sussurrei para ele como um segredo.

- Preciso te contar algo - meu coração palpitou tão forte, senti minhas pernas fraquejarem, senti que se não falasse talvez poderia perder a chance para sempre.

- Por que não me diz depois sim? Nada é tão importante quanto essa noite, é nossa formatura - ele sorriu mais o sentimento não chegou aos olhos.

- Você mudaria de ideia se soubesse o que é - sussurrei mais ele não escutou, estava ocupado falando com meu appa Lee Jooheon.

.................................................................................................................................................................................................................................

O baile estava ótimo, as pessoas dançavam, gritavam e bebeiam, mas como eu não podia fazer nada  disso por culpa do meu estado o baile ficava um tanto chato, eu estava sozinho no bar rodeado de ômega bebados, visto que Jisung sumiu assim que pisou os pés no colégio alegando que estava me preparando uma surpresa, Woojin meu melhor amigo havia me abandonado para se pegar com o alfa Bangchan.

Quem diria que hoje em dia eu estaria aqui nesse baile de formatura acompanhado por Han Jisung o garoto mais popular da escola? Logo eu Lee nerd Minho? Na verdade, tudo aconteceu muito rápido, em um dia eu e Jisung nem ao menos nos falavamos e no outro ele começou a tentar se aproximar de mim, e em meio de flores e beijos roubados, ele foi roubando o meu coração, até que eu de fato me entreguei ao sentimento, sendo dele, com todo o meu coração e desde a semana passada com todo o meu corpo, ocupando o posto de meu primeiro beijo, meu primeiro namorado e meu primeiro alfa e que eu tenho quase certeza de que será o último. Fui tirado de meus devaneios pelo barulho de um microfone, eu reconhecia sendo a voz de Jisung.

- Olá alfas e ômegas que estão presentes aqui, está noite e nossa formatura e eu gostaria de parabenizar a todos vocês principalmente ao ômega Lee Minho - todos me encararam na hora, e eu somente sorri? Então era essa a surpresa do Jisung? Não pude evitar que meu sorriso aparecesse, o que o meu hyung estava planejando?

- Eu queria parabenizar Lee Minho pelo maior papel de otário que alguém poderia desempenhar - meu sorriso sumiu no momento em que Han pegou o microfone e apontou para mim - Como você pode ser tão burro Lee? Achou mesmo que alguém como eu me interessaria por alguém como você? Se enxerga Minho, você é um ômega gordo, desprezível e sem atrativo algum, como pode achar que alguém iria querer um lixo como você? Toda vez que eu tinha que te beijar eu sentia nojo, mais sorria Minho graças ao meu sacrifício que eu fiz fudendo você, eu já sei que meu lugar está garantido no céu - todos riam e me encaravam apontando para mim, não percebi quando a primeira lágrima começou a rolar. Nesta mesma hora o video começou a desenrolar no grande telão de festa, não consegui ver pelos meus olhos estarem embaçados mas consigui ouvir minha voz sooar destorcida nos altos falantes, infelizmente eu sabia o que era aquilo.

- E nem para dar você presta Minho - os risos ficaram ainda maiores quando eu reconheci a minha voz gemendo o nome de Jisung, sim era minha primeira vez que estava passando naquele telão, minha intimidade.

Eu estava sem reação, a única coisa que denunciava que eu ainda estava vivo era o chacalhar dos meus ombros com os soluços fortes, senti uma mão tocar meu ombro e um abraço forte que eu reconheci na hora.

- Shh neném vamos embora, vem - Woojin começou a me puxar até a saida do colégio, quando eu senti um alfa puxar meu braço.

- Putinha agora que já deu pro Jisung, vem dar para mim também, vai Lee - me assustei e tentei me soltar do alfa em questão.

- Solta o amigo do meu ômega Songjoon - me encolhi ao escutar a voz de alfa de Bangchan acompanhante de Woojin hyung, o tal de Songjoon me largou e Jin continuo me puxando até entrarmos no carro.

- Minho fala comigo, Min reage - eu escutei a voz de Woojin hyung mas eu estava distante, estava preso no mar de lembranças onde Jisung era o centro, como eu pude ser tão cego? Sem perceber começei a devagar em voz alta cortando os gritos histéricos do meu hyung.

-Eu acho que quando tudo acaba volta em flashs sabe? E como um caleidoscópio de memórias, tudo volta, acho que parte de mim sabia que desde o minuto em que o vi isso iria acontecer, não foi nada que ele fez ou disse, foi o sentimento que veio junto com ele, e a coisa mais maluca é que eu não sei se eu vou me sentir assim de novo, mas eu não sei se eu deveria. Eu sabia que ele não era para mim eu percebi que tava tudo errado mais pensei "Como o diabo te empurra para alguém que parece tanto um anjo quando sorri?" Agora eu percebo que ele nunca me amou eu era só a piada da vez.

- Minho não fala assim , eu vou voltar lá e quebrar a cara di Jisung aquele desgraçado - Woojin começou a gritar.

- Não vai fazer diferença hyung, você bater nele não vai mudar nada 

- Então fala o que posso fazer para te ajudar saeng? Qualquer coisa? - Woojin falou desesperado.

- Volta no tempo hyung, volta no tempo e trás de volta o Sunggie que eu amo ou somente faz ele me amar para que eu não tenha que ficar sem ele eu não vou suportar ter meu bebê sozinho hyung, não quero que meu filho seja fruto de uma mentira - comecei a soluçar enquanto acariciava meu ventre com pouco volume, e naquele momento eu prometi que eu faria o que for por ele ou ela, serei  omma e o appa desse neném porque ele é a única coisa real que me sobrou.

~Continua~



Notas Finais


Cravo branco significa amor puro.
Cravo púrpuro significa capricho.
Boca de leão significa decepção.

~Na fic o Jisung é mais velho que o Minho~

Bjs não esqueçam de comentar e favoritar bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...