História Amarga Vitória - Jungkook e Suga - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, Jeon Jeongguk (Jungkook), Mark, Min Yoongi (Suga), Personagens Originais, Yugyeom
Tags Aposta, Bts, Crossover, Escritora, Got7, Irmãos, Jackson, Jungkook, Mark, Suga
Visualizações 28
Palavras 609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Ecchi, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - Errada como sempre


Mark havia me dado minha máquina de escrever que eu esqueci. Como pude esquecer logo isso? Com tantas coisas acontecendo eu acabei nem parando para pensar.

-- E então...você e o bonitão estão...-- ele insinuou com as mãos um gesto obsceno pelo corpo e eu fiz cara de tedio.

-- Não mark, é que .... eu não sei, é tudo tão confuso!!

-- Porquê? Meu God, vocês estavam atracados um no outro.

-- Eu sei mas é que...você sabe, tem o Yoongi e....meio que...é difícil explicar...

-- Pois tente!! -- ele persistiu, respirei fundo. Jeon ainda estava no meu terraço.

-- Olha uma outra hora eu te explico ok?

-- Aff -- ele bufou -- Tudo bem então. Mas vou esperar!! Agora tenho que ir. Beijos e se cuida!!

Nos abraçamos e ele foi embora. Subi denovo para o terraço, ajeitei meu cabelo e minha roupa.

-- Ficando bonita para mim? -- ele disse perto da grade.

-- Engraçadinho -- me juntei a ele, observando as coisas la embaixo.

-- Quando vamos colocar o plano em ação?

-- Na primeira oportunidade -- Falei estralando os dedos. Jeon abaixou a cabeça e suspirou.

-- Sabe...É estranho dizer isso, mas nunca senti oque sinto por alguém como....

-- Como...? -- o incentivei a continuar, mas ele parecia sem jeito.

-- Nada, so deixa pra la.

-- Jeon, onde está seu chapéu?

-- Parei de usa-lo no momento que se aproximou cada vez mais de mim.

-- Porque?

-- Bom; o chapéu era minha marca registrada. Era uma forma de chamar atenção do inimigo e quando ele se aproximava tudo oque fazíamos era dar um fim neles.

-- Matar? -- falei assustada

-- Não não, nunca matamos. -- Sorri aliviada.

O clima ficou calmo, o vento batia em nosso rosto, jeon parecia ter ficado calmo, tudo era ótimo. O cheiro no ar, tudo nesse lugar me era acolhedor. Fechei os olhos ainda com os braços em cima da grade sentindo o vento bater em meus cabelos. Braços em volta da minha cintura e um tronco nas minhas costas se fizeram presente. Senti a respiração de Jeon no meu pescoço, onde ele depositou um selar. Minha pele se arrepiou, era diferente e eu não quis sair dali. Ele me apertou mais. Desde o começo Jungkook me passou uma sensação estranha de proteção, eu me sentia segura perto dele.

-- Kyora. Eu gosto de você! -- ele sussurrou no meu ouvido, e eu queria tanto poder dizer que gostava dele também. Mas agora eu estava confusa, eu realmente não sabia oque sentia por Jeon. Fiquei com medo de dizer que gostava mas não gostar de verdade, e ao mesmo tempo dizer que não gosto e estar errada. Por isso escolhi quebrar o clima.

-- Acho melhor você ir -- Sussurrei também e o corpo dele se afastou do meu de imediato. Me virei para procura-lo mas ele ja estava descendo as escadas.

-- Jeon!! - Chamei indo atrás

-- OQUE? -- ele gritou enquanto andava e do nada se virou pra mim ja segurando a maçaneta da porta -- Todo esse papo de "eu nunca fui interessante pra ninguem" e quando alguém se interessa você se faz de difícil. Você acha que é certo oque esta fazendo kyora? Ficando comigo e com meu irmão? Dois miseráveis esperando que uma mulher que não consegue rediar a própria vida os de uma chance. Me manda embora depois de dizer que gosto de você e depois me para. Estou farto Kyora!!

Ele passou pela porta a batendo nas costas. Eu fiquei sem oque dizer,mais uma vez. Ele deu um tapa no meu rosto so com palavras, e estava totalmente certo!! 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...