História Amargo passado, Doce futuro - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Overwatch
Personagens Genji, Mercy
Tags Gency, Genjixangela
Visualizações 44
Palavras 1.673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


boa leitura pessoal

Capítulo 5 - Terminar oque começaram


Fanfic / Fanfiction Amargo passado, Doce futuro - Capítulo 5 - Terminar oque começaram

 

Todos na base que tinham alguma ligação com Tracer, assim todos estavam do lado de fora da sala de cirurgia, esperando respostas do que estava acontecendo, lá dentro Angela juntamente com os enfermeiros e enfermeiras, tentava retirar a bala do peito de Tracer.

A inglesa avia sido baleada bem no meio de seu dispositivo, por consequência a bala entrou no peito da mulher, ate agora estava deixando ela estável, foi feito um rápido Raio-X, a bala avia se alojado perto da coluna vertebral.

 Logo atrás Winston tentava arrumar o dispositivo que permitia Lena a ficar no tempo certo e fazer todo o resto, porem o estado do dispositivo não era dos melhores, o buraco no meio era o maior problema, avia destruído grande parte do aparelho.

–Winston, os batimentos estão caindo temos que operar agora ou ela morrera... -a doutora apareceu ao lado do grande e frustrado primata

Winston não conseguiria arrumar a tempo, então correu ate seu laboratório pegando um pequeno dispositivo, com alguns cabos e outros aparelhos, o cientista conseguiu manter Lena no tempo certo

–Isso deve servir, pode começar Doc...- ao falar isso Lena mesmo em como induzido sorriu, Angela se preparou para a operação vendo o parceiro deixar a sala

Quando saiu pode ver quantas pessoas estavam do lado de fora, sendo elas, soldados, Mccree, Zarya, Pharah que estava o lado do pistoleiro, Reinhardt ao lado da egípcia, e Genji olhando para baixo sem seu elmo e mascara, hematomas eram visíveis em seu rosto assim como belos amaçados em seu corpo de metal

Winston passou por todos, dando um sorriso fraco, quando passou por Genji sua mão foi segurada, era o cyborg seus olhar era de plena preocupação, Winston deu leves tapas no ombro do Shimada e se retirou com o dispositivo estragado em mãos.

Todos lá permaneceram quietos, não queriam fazer barulho lá dentro, o silencio era tanto que a maquina que marcava os batimentos de Tracer era ouvida do outro lado da sala, de longe passos rápidos eram ouvidos, com vazes um tanto altas.

Genji e Mccree já estavam prontos para um belo sermão pelo barulho quando uma mulher um tanto alta, de cabelos vermelhos, olhos castanhos iguais ao de Tracer, sua roupa era simples mais a aliança em seu dedo na mão direita deixava claro assim como sua expressão de raiva ao ver os dois quem era ela.

–Onde ela esta ?...-a voz seca e seria da mulher não assustou o pistoleiro nem a Genji, Mccree já avia perdido o medo desse tipo de voz graças a convivência com Pharah, o pistoleiro abaixou o chapéu e apontou com a mão que usava para atirar, nesse momento a egípcia notou algo estranho nele mais não falou por respeito ao local

–Senhorra por favor não falar tão alto agorrar, nossa amiga está em cirrurgia.. e enorme cruzado falou deixando seu sotaque alemão, a mulher passou por ele sem ao menor o olhar, a porta não iria abrir a não ser que a cirurgia acabasse, não avia nem mesmo um vidro para ver oque ocorria lá  dentro, a mulher olhava para todos com raiva, as poucos os soldados se viram obrigados a se retirar sobrando só os membros de missões

Após horas a porta se abrir, revelando Angela que saia com suas luvas cheias de sangue, seu olhar não era os dos melhores, Genji e Mccree ia se aproximar quando a mulher que ate agora não avia dito nada apareceu a sal frete seria.

–Como ela está ?

–Vai ficar em repulso e observação por algumas semanas, mais vai voltar a ativa logo e também

–Não ela não vai, não vai voltar a tomar tiros por vocês serpe que se descuidarem, quando ela voltar a ficar de pé vai deixar a Overwatch

Genji viu o olhar de culpa tomar o rosto de Angela em segundos, a mulher não olhava para Angela e sim para a porta atrás dela, a doutora saiu da frente para a ruiva entrar, isso foi demais para Genji.

A mulher abriu a porta porem quando ia entrar a porta se fechou, Genji que avia fechado ele estava serio, sem seu elmo e mascara sua face marcada estava exposta, isso agora era visto mais de perto fez a mulher recuar um pouco

–Sei que está preocupada mais não desconte nela, sem ela, nem um de nos estaria vivo nem Tracer

–Ela era o alvo se não fosse ela Tracer não teria levado aquele tiro, se vocês tivessem se machucado ao menos.....ham.....- a mulher olhou Genji de cima a baixo, porém voltou a olhar suas pernas Ômnicas , de onde sangue escorria, com isso Mccree tomou coragem e levantou o pano que usava por cima de seu braço mecânico revelando que o mesmo não estava ai, no meio da batalha ele avia sido arrancado por um dos cruzados que o levou longe na ultima pancada, um pouco de sangue também escorria dele, além dos hematomas em seu corpo

–Pode achar que não nos machucamos, mas acredite, cada um de nos sabe oque é tomar um tiro por outro, se eu pudesse daria meu outro braço para ela sair agora sã e salva daquela sala

Mccree falou serio indo para o banco se sentando pegando seu cantil e tomando um grande gole, a Egípcia foi ao lado do pistoleiro depois olhou para a ruiva 

–Acha que mandamos Tracer na linha de frente para ela se machucar? Acredite seu um de nos pudesse tomar aquele tiro, seria um de nos lá agora e não ela, olha para eles,  podiam ter pedido atendimento dela primeiro e deixando ela se estabilizar, você viu algum dos dois sequer pedir ajuda ? EM ?

A morena quase avançava na ruiva, Mccree segurou seu braço e puxou para poder deitar sua cabeça sem chapéu em seu colo, era tudo que ele queria descansar e poder sentir suas dores em paz ao lado de quem gosta

Genji deu as costas para a ruiva e se sentou no banco da frente ao de Mccree, e se permitiu soltar um longo suspiro assim como Angela, que deu passagem se a ruiva a inda quisesse, a mulher entrou, assim Angela pode ajudar os amigos ali mesmo.

Fez uma atadura no braço do pistoleiro, ele ficaria sem braço por um tempo mais nem se importou, já Genji, com as diversas pancadas dos cruzados suas próteses penetraram mais a sua carne, só foi preciso um pequeno ajuste e um pouco de morfina.

A doutora se sentou ao lado do Shimada, soltou o cabelo e suspirou estava bem cansada horas de cirurgia, encostou a cabeça na parede fechando os olhos, ate se sentir levitar.

Sendo carrega como uma princesa por Genji a doutora quase morreu de vergonha, após muito protestar percebeu que não escaparia dessa vergonha, então aproveitou o passeio, quando chegaram no quarto da doutora a mesma abriu e foi carregada para dentro, lá ela foi deitada

–Obrigado por me carregar ate meu quarto, mesmo eu tendo pernas

Os dois ficaram calados olhando um para o outros com sorrisos convencidos, ate caírem na risada, o Shimada fez sua reverencia padrão e saiu do quarto, Angela tomou um banhou e voltou ao quarto, estava arrumando a cama quando ouviu seu estomago pedir por comida.

Quando ia falar algo pra si mesma ouviu batidas na porta, pela força pensou ser Zarya, mas quando abriu a porta era Genji com uma bandeja com duas tigelas de sopa, o cheiro era ótimo

–Está querendo algo comigo Ser. Shimada ?

–Por que acha isso doutora ?

–Primeiro me defende da namorada da Tracer, depois me carrega para meu quarto e depois me trás comida, seria suspeito se não fosse fofo, venha entre por favor

Genji estava com seu elmo agora, e parecia ter tomado banho, Angela de fato demorou um pouco mais no banho então o rapaz teve todo o tempo que precisou

–Oque você preparou, cheira bem

os dois apreciaram a sopa que Genji avia preparado, de fato estava muito bom mesmo com os poucos recursos que o samurai tinha

Após o jantar os dois discutiram sobre o estado de Tracer, e dos demais, a quase uma semana que as coisas tem sido ruim, e para Genji não estava melhor, os pesadelos com seu irmão só pioraram, noite passada acordou sendo segurado por Mccree e Tracer, por conta da missão dormiram no mesmo quarto

–Bem, obrigado pela companhia, espero que tenha gostado do jantar

Genji se levantou colocando sua mascara e pegando as tigelas, a doutora agradeceu tudo e foi com seu samurai ate a porta, quando iam se despedir algo foi jogado no corredor

Genji olhou tudo e deixou a bandeja cair no chão e pulou com Angela para dentro do quarto, a porta se fechou e uma explosão foi ouvida fumaça passava por de baixo da porta e vozes eram ouvidas, Genji pegou uma das facas que ficou ao chão e ficou a frente Angela, o samurai fechou sua mascara que acendeu em seguida apagou.

–Angela apague as luzes...- o samurai falou serio a doutora apertou o interruptor apagando as luzes do quarto, a porta levava fortes pancadas e em segundos foi ao chão, homens armados entraram atirando, em seguida olharam a procura de um corpo, porem um brilho verde se acendeu vindo do teto, todos olharam assustados.

Genji desceu do tento em cima do primeiro que estava dentro, o homem voltou a sumir, quando mais deles entraram Angela apareceu na porta sorrindo.

–Sayonara..- a doutora fez uma reverencia, atrás deles um brilho verde intenso se acendeu, todos olharam com medo com o rugido do dragão verde que se formou, em um grito único no ataque Genji os derrubou por completo

–Eles não vão durar muito na base central, por que atacar com todos aqui

–Não sei Genji, que eles querem aqui ?

Os dois se olharam e em um estralo Genji olhou para o corredor para ambos os lados para ser mais especifico, esse corredor daria diretamente para a ala medica e para o laboratório de Winston.

 

 

–Vieram terminar o serviço 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...