História Amarlo o Odiarlo ? - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias CNCO, Yashua Camacho
Personagens Christopher Vélez, Erick Brian Colón, Joel Pimentel, Personagens Originais, Richard Camacho, Yashua Camacho, Zabdiel De Jesús
Tags Cnco
Visualizações 59
Palavras 1.613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii ♥
Espero que gostem ♥
Boa leitura ♥

Capítulo 9 - Capítulo 9


Fanfic / Fanfiction Amarlo o Odiarlo ? - Capítulo 9 - Capítulo 9

          __Dia Seguinte__

Acordei com uma dorzinha chata na cabeça...com certeza é por causa desse colchão que estou dormindo. Olhei na direção da pequena janela que tem nesse quartinho e vi que já amanheceu, parece que eu peguei no sono pra valer, mas também, eu demorei muito pra dormir ontem, depois do que aconteceu.

Acordei dos meus pensamentos, quando olhei pro canto do quarto, vi o Yashua sentado em uma cadeira, mexendo no celular...O silêncio estava tomando conta do quarto, então resolvi quebrar.

- Por quanto tempo eu dormi ? - Perguntei de cabeça abaixa 

Yashua : Uma noite inteira! - Disse seco

- Minha cabeça tá doendo! - Disse com a mão sobre a testa 

Yashua : Com certeza, é por causa do seu choro a noite toda! 

- Deve ser mesmo! 

Yashua : Foi bom você já ter acordado! - Levantou guardando o celular no bolso - Vem comigo! - Me estendeu a mão 

- Pra onde ? - Perguntei com um certo medo, mesmo sendo o Yashua 

Yashua : O Zabdiel quer falar com você! 

- Não tenho nada pra falar com ele...quero distância daquele monstro! 

Yashua : Pôs é...mas vai ter que vim assim mesmo! - Me pegou pelo braço 

Ele me puxou me tirando do quartinho e quando passamos da sala todos me olharam um pouco estranho, incluindi o Zabdiel e deve  ser por causa de ontem né ? O que será que aquele idiota quer comigo ?

O Yashua continuou me levando em direção a escada, por que ele tá pegando meu braço com tanta força ? 

Finalmente chegamos na sala do Zabdiel e ele me pôs pra dentro. 

Yashua : Senta aí e espera, ele já vem! - Disse seco novamente 

- Yashua! - Segurei em seu braço - Por que tá me tratando dessa maneira ?Achei que a gente tivesse criando uma amizade! - Falei sincera 

Yashua : Amizade ? Acredita que eu também achei ? Mas é claro que a princesinha não vai querer gente que não presta, essas farinhas do mesmo saco que tem aqui, como amigo né ? - Disse com ironia 

Foi aí que eu me recordei de ontem...droga, no calor do momento acabei dizendo merda.

- Yashua, eu não queria ter ofendido vocês! 

Yashua : Desculpa, mas não quero papo! - Disse saindo da sala

Me sentei na poltrona e uma lágrima rolou em meu rosto...eu detesto ver as pessoas chateadas por minha causa.

Zabdiel : Ainda chorando pirralha! - Falou entrando e fechando a porta 

- Não...tá chovendo nos meus olhos! - Disse irônica e ele me olhou de lado - Pra que me chamou aqui ? - Perguntei limpando meu rosto 

Zabdiel : Pra tomar uma xícara de chá, é que não foi! - Disse irônico e se sentou em sua cadeira 

A ironia dele me irrita, mas confesso que essa eu mereci, já que eu também o alfinetei...mas mesmo assim me irrita 

- Então, o que quer ?

Zabdiel : Vou ser direto...Já consegui o que queria contigo...Então vou te dar duas opções...ou você volta pra sua casa e continua a sua vidinha de princesa, fazer compras, ter tudo que quer e tal, ou ter o mesmo fim que sua linda família ?

- Vai mesmo me liberar ?

Zabdiel : Sim, a pirralha não quer voltar a sua vidinha! 

- Sabe muito bem que minha vida não será mais a mesma! 

Zabdiel : Vai ou não pirralha ?

- Não me chama de pirralha! - Bati na mesa 

Zabdiel : Prefere que eu chame de princesinha ? - Levantou e parou em minha frente, falando com deboche

- Vou te mostrar a princesinha! - Tentei bater nele, que segurou meu braço, fazendo nossos corpos quase se chocarem 

Nunca tinha reparado, mas ele tem olhos bem bonitos...Wow Isabella olha o que tu tá dizendo!...ele acabou de matar toda sua família, e tu ainda fica reparando na beleza desse idiota...foco Isa, foco! 

- Me solta idiota! - Soltei meu braço em um solavanco 

Zabdiel : É bravinha, a pirralha! - Falou com deboche e eu rolei os olhos 

- Babaca! - Disse virando as costas e ele me puxou pelo braço

Zabdiel : Eu não quero me irritar contigo, então olha como fala! - Apertou meu braço com força e dessa vez senti sua respiração bater contra meu rosto

- Já disse pra me largar! - Puxei meu braço novamente - Se eu posso ir embora, quero ir logo! 

Zabdiel : Claro Princesa Bella!

Ele saiu da sala e fui atrás...Quando cheguei na sala, vi que todos me olharam...eu não posso ir sem falar nada.

- Posso falar com eles antes ? - Perguntei baixinho e ele assentiu - Gente ? queria falar com vocês! - Falei um pouco envergonhada - Eu sei que vocês devem estar furiosos comigo, mas eu queria me desculpar, na hora do nervosismo eu acabei exagerando e descontei tudo em vocês, sendo que deveria descontar em outra pessoa! - Olhei pro Zabdiel, que deu um sorrisinho cínico - Mas pensem no meu lado, eu vi meus pais e meus tios serem mortos na minha frente, não é fácil né...e agora eu vou voltar pra casa e queria dizer que...Por mais que tenha sido ruim ser sequestrada, foi legal conhecer vocês, são todos muito legais e não parecem ser as pessoas que aparentam ser...exceto uma pessoa! - Falei e Zabdiel rolou os olhos 

Zabdiel : Me erra garota! - Disse e levou a atenção ao celular

- Tchau pessoal! - Virei as costas 

Yashua : Isabella! - Me chamou e eu me virei - Vem cá! - Abriu os braços e eu voltei e o abracei

Bia : Quer mesmo ir ? - Perguntou se aproximando e passando a mão em meu cabelo 

- Uhum! - Assenti encostada no peito do Yashua 

Nath : Então eu acho que é um adeus né ?

- Não precisa...a gente pode se ver se vocês quiserem! 

Joel : Vai querer continuar mantendo contato com a gente ?

- Talvez...Não tenho mais o ninguém, lembra! - Disse um pouco triste 

Lêeh : Pode contar com a gente! - Disse sorrindo 

Bia : Não vai dar ruim pra ela né gente ? - Perguntou preocupada 

Zabdiel : Que ruim poderia dar ? 

Bia : Ela é menor de idade! 

Zabdiel : E daí ?

- Não vai dar ruim nenhum não! 

Chris : O que nos garante, que a menina não vai entregar a gente pra polícia ? - Disse se aproximando de mim e passando seu braço em volta de meu pescoço 

Richard : E mesmo! - Falou concordando com o amigo 

- Minha palavra! - Disse simples - Eu não vou entregar vocês...Por mais que tenha vontade de entregar um! - Disse e Zabdiel deu de ombros

Quem olha, pensa que ele não se importa né...

Zabdiel : Yashua...Deixa ela um pouco antes da casa, pra não levantar suspeita! - Disse subindo as escadas 

Yashua : Não era você que ia levar ela ?

Zabdiel : Não ré aconselho a isso! - Disse dando um sorrisinho cínico e subiu 

Chris : Também acho...vão acabar se matando no caminho! 

- Não sou como o amigo de vocês! 

Chris : Te garanto que nem tanto assim! 

- Do que tá falando ?

Chris : Vocês se parecem mais do que imagina! 

- Nada a ver!

Erick : O Chris tá certo, pequena...Não pode ser tanto, mas a personalidade é quase a mesma! 

Zabdiel : Foi isso mesmo que eu ouvi ? Tão falando que eu me pareço com a pirralha ? - Falou descendo as escadas novamente 

- Já disse pra não me chamar de pirralha! - E novamente o sorrisinho cínico apareceu...esse garoto tá me irritando, melhor eu ir embora logo

Chris : Olha aí o que falei! - Falou e todos riram 

Depois de me despedir de todo mundo, não exatamente...o Yashua me levou pro carro e seguiu em direção a minha casa.

[...]

          __Dias Depois__

É já se passaram alguns dias que voltei pra casa...Quando cheguei só encontrei a Janaina, a governanta da casa, que estava super preocupada com o sumiço da minha família.

E no dia seguinte, a polícia bateu aqui em casa dizendo que os corpos aviam sido encontrados em um lugar bem afastado...fizeram várias perguntas, incluindo a : Onde a senhorita estava no momento em que aconteceu o crime ? Eu não podia entregar eles.. dei minha palavra, tenho que cumprir né.

Quando disse que estava presa em um lugar por que tinha sido sequestrada...quiseram que eu fizesse o retrato falado e eu disse que não tinha visto o rosto de nenhum deles...sei que tô errando feio em fazer isso...mas eles são as únicas pessoas que tão do meu lado agora...algo me diz que deveria entregar quem fez aquilo, mas eu não consigo...

Eu já resolvi tudo e meus pais e meus tios já tiveram o enterro deles, que foi anteontem...e depois a Janaina veio com um papo estranho, dizendo que eu deveria ter um tutor, por que se não, posso ir parar no orfanato, ou sei lá onde, até fica de maior...Será ?

Hoje já estou um pouco melhor e me recuperando dos últimos acontecimentos...estava na sala mexendo em umas coisas minhas, quando a campainha tocou e a Janaina foi atender.

- Quem é Jana ? - Perguntei sem desviar a atenção do que estava fazendo 

Janaina : Esses senhores querem falar com a senhorita! - Disse entrando na sala

Quando levantei o olhar, eram dois homens que eu nunca tinha visto na vida...O que eles querem comigo ? 


Continua...




Notas Finais


Quem são eles ?

Espero que tenham gostado ♥
Até o próximo ♥
Bjs ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...