História AMBICIOSA - sasusaku - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Gaaino, Hinata, Love, Naruhina, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Visualizações 9
Palavras 1.428
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Capítulo 2


Itachi


"| [...] Peça a ele que retorne a ligação para a haruno."

— senhores eu agradeço a presença de todos, resolveremos as alterações no contrato em menos de 2 dias — o Uchiha mais jovem declarou aos 7 homens na sala.

— quanto a margem de lucro, vocês podem ver que nesse semestre  aumento foi gigantesco de 47% fomos a 78%, de lucro bruto, a imobiliária está em seu total vigor é claro todos receberam bonificações pelo trabalho de aumentar essa margem de lucro a nós. — Itachi pronuncia em pé ao lado do mais novo, todos aplaudem afinal quem não gosta de um dinheiro a mais.

— E quanto a saída da parte de advocacia o que foi feito em relação a isso Itachi? — o ruivo no Sabaku indaga.

— Bom, todos sabem que a incompetência da empresa foi comprovada — todos balançam a cabeça e se entreolham — por isso, dei entrada nos papéis para contratar   a Haruno's, eu conversei com o Sr Jiraya e ele me disse que estava de acordo e que nesta semana mesmo iriamos fechar negócios, então não se preocupem Gaara, e nenhum de vocês.

— E além do mas, nossa empresa não corre o risco de ser levada a tribunal, nos vendemos nosso produto por assim dizer, com qualidade e eficiência.

— Corretíssimo, o que o Sasuke disse é verdade não tem o porquê de sermos atacados justamente agora. — o loiro Uzumaki grita, mas todos sabem que seu tom é "gritante" então não se encomodam.

— senhores se não tiverem mas assuntos a serem resolvidos, dou essa reunião por encerrado, e nos vemos no próximo semestre.— os Uchihas saem da sala, deixando- os para atrás após confirmarem que não houveram mais argumento.

— Itachi

— Diga Sasuke, o que aconteceu?.

— recebi uma ligação hoje, era a Karin. - ele diz num tom de sufoco.

— ixii o que a rainha das largatixas, quer? - Itachi usa um tom brincalhão e Sasuke ri.

— ela disse que está voltando de Paris e o pai dela, disse que falou o com o velhote fugaku para nós nos casarmos.

— merda — os dois chegam na porta da sala de Itachi — o que quer que eu faça te mande para o exterior ou pro exercíto, para se livrar dela maninho?.

— Na verdade poderia me sequestrar e me jogar numa ilha paradisíaca, sem sinal de celular ou sequestrar ela é jogar num calabouço.

Os dois irmãos riem, porém de nervoso, karin sempre fora apaixonada no Sasuke, mas ele bom ele tinha olhos apenas para uma pessoa, mas essa foi embora, entretanto ele tinha suas paqueras e pegadas, e Karin era insuportável, não era feia mas o tanto que falava e enchia o saco era sufocante e acabava irritante.

— Matsuri, o que tem para mim hoje - pós as mãos nos bolsos e olhou para o mais novo e deu um sorrisinho de deboche.

— Senhor, tem que assinar esses documentos de transferência de valores - apontou para uma pilha de  papéis que logo desanimou o mesmo -e também um almoço com Tsunade Senju com respeito ao plano de saúde da empresa.

— Sasuke assine os documentos, vou resolver isso com a Tsunade. - falou já abrindo a porta de sua sala com Sasuke atrás.

— a senhor me esqueci — puxa um papel post- It  de seu computador.

— o que foi ?

— uma senhora ligou e pediu para que você  retorne a ligação.

— e quem é?

— bom não me disse apenas falou que era A Haruno, e que o senhor saberia do que se tratava.

Itachi arregalou os olhos, deu um enorme sorriso — finalmente, Matsuri, não quero que ninguém entre na minha sala, remarque o almoço com Tsunade para sei lá um café da tarde.

— Mas senhor...

— sem mais. - ele estava eufórico, sua lady havia ligado, estava curioso o que será que ela queria, estava animado ele ainda gostava dela, estava preocupado algo teria acontecido?- me informe exatamente que horas são em nova York meus queridos!?

Sasuke olhou no relógio que marcava 10:30 da manha, bom se a diferença de Tóquio a NYC era de nove horas.

— provavelmente por volta das 19:30 meu irmão.

— ok, por favor não me incomodem, Sasuke resolva essa papelada e me avise.

— tá bom mas se acalme, pra que tudo isso!? Por causa de uma ligação.

— meu queria irmão, não é apenas uma ligação, é a ligação dela! - adentro em sua sala desesperadamente.

— Ah pois bem, tinha de ser mulher, meu irmão não toma jeito, Matsuri leve esses papéis para minha sala.- a mesma olha para a pilha de papéis com desânimo e somente concorda com a cabeça.

////


|Tuuuu, Tuuuu


| Moshi moshi - a voz doce e suave de Sakura soa no telefone, extremecendo todo o corpo de Itachi.


| Pink Queen...?


| Ichi- Sama - ele odiava quando o chamava de Sama, e ela o pink Queen mas fazer o que né, ela riu da provável cara de contrariação do mesmo. — como o senhor está.


|bem, little pink  e você, quando vem me visitar?


|Era sobre isso mesmo que queria falar com você Itachi.


|Não quer me ver mais pinkey? É isso - simulou um falso choro.


| Não te amo mais Francisca


| Pooorque Franchesco porquee?


| Tá para que já tá feio kkkk.


| Saky porque não somos atores mesmo???


| Porque somos péssimos.


| Infelizmente, agora estou triste.


|Ichi, preciso de um favorzinho.


| Pode falar saky.


| Sabe eu vou voltar para Tóquio, mas quero um apartamento ou uma casa o que for melhor, e sabe como eu amo tanto sua imobiliária, eu quero pedir que você arrume um para mim.


| Ama sei, não te deram desconto nas outras né. - os dois gargalham


| Humplf, na verdade não liguei pra nenhuma, porque você sabe meus gostos então sei que escolherá com sabedoria.


| Obviamente amor, mas quando irá voltar- ele não conseguia conter sua felicidade, sua musa estava voltando para seu país, era a melhor coisa a acontecer nesta semana.


| Meu vôo sai amanhã às 4:30 AM.


| Ok, já tenho um lugar em mente, e te entrego quando chegar se quiser.


| Se puder fazer isso, ah e love.!


| Diga pink Queen.


| Pode pegar a mim e Ofélia no aeroporto? Quebra essa pra mim !


| Ok, o que você não me pede sorrindo que eu não faço chorando.


| Hahaha engraçadinho ele ein, mas vou terminar de arrumar minhas malas, depois nos falamos, beijo BB.


| Beijo, até logo


O moreno não se contia de felicidade, precisava resolver logo essa situação do apartamento, ligou logo seu computador, e bipou para Matsuri.


— Matsuri.


— sim senhor Uchiha?.


— aquele apartamento em shiodome ainda está disponível?


— aquele da cobertura?


— sim esse mesmo.


— bom tinham compradores interessados nele senhor, mas vou checar.


— ok, faça isso é se estiver desocupado marque uma visita para ele ainda hoje, é algo urgente.


— sim senhor, tem alguém interessado no apart senhor?.


— sim alguém muito importante agora ligue lá.


Ele desliga o microfone antes de receber uma resposta, ele iria conseguir aquele apartamento era a cara de Sakura, sem contar que era um bairro nobre e não havia violência quase alguma, ele já tinha visto o apartamento e era aconchegante e Bonito ela iria gostar.


Itachi se recostou totalmente em sua cadeira, foi até a segunda gaveta de sua mesa e retirou de lá um porta retrato, uma foto dele e de Sakura da época de escola, ela de Maria Chiquinha e avental e ele todo padrão homen sério, riu ao ver a foto, passando o dedo na foto de Sakura.


Ele sabia que a partir do momento em que terminaram só poderiam ser apenas amigos, ou cada um seguir sua vida, mas eles se encaixavam tão bem que nem peças legos, que não tiveram coragem de se distanciar, e hoje em dia são muito amigos com alguns benefícios.


— Senhor. - a voz de Matsuri acorda o moreno do transe 


— sim?


— eu liguei para o dono do apartamento, ele disse que ainda não foi comprado, marquei um encontro com ele no apartamento.


— fez bem, e que horas é esse encontro?


— digamos que daqui á 40 minutos, senhor.


— minha nossa, obrigada Matsuri, vou ir até lá.- o Uchiha saiu às pressas passando por Matsuri e seu irmão que gritou por ele mas foi em vão. Itachi adentrou em seu carro, e foi até shiodome que era praticamente 20 minutos de onde estavam.
"O que eu não faço por essa mulher oh Kami".




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...