História AMETHIST - a ESPERANÇA está em ti - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Heroísmo, Jornada, Magia, Steampunk
Visualizações 3
Palavras 578
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Steampunk, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Opa! Estou escrevendo isso as 11:20 da noite... Então BOA NOITE!!! =}
Sobre a tinna: ela tanto pode ser carinhosa quanto cruel, doce e amável... Ou amarga e impiedosa, ela é complexa e muda seu humor rapidamente dependo da situação, Mesmo assim ela é incrível. Tem-se a hora pra tudo... Para brincar e divertir-se e tempo de ter seriedade...
Por favor, não julgem mal as minhas escolhas, não que alguem se queixou (já que tem pouquíssimas pessoas lendo minha história =P) mas só pra explicar antecipadamente mesmo.
Boa leitura... [Se alguém não percebeu Tinna e Irene tem um relacionamento]

Capítulo 6 - Desejo... Ep 6


Tinna: *decaptando os assassinos*

*pessoas chocadas...*

Tinna: *limpando sua lâmina encharcada de sangue* E digo mais, quem estiver acobertando algo suspeito... Vai receber uma visita minha... De acordo?

*Pessoas respondem*

Tinna: Excelente ótima escolha, assim será então, ah eu preciso de uma bebida... *Saindo da praça*

Em algum lugar...

???: *Gargalhadas* Você foi muito estúpido em suberstima-la... *Mais gargalhadas* seu tolo... =)

??: *Emburrado* Eu não vou desistir, eu quero que ela sofra... Para isto encha aquela floresta com demônios de caçada...

?: Sim senhor!!!

??: Ela não vai sair de lá viva...

Na taberna...

Irene: Tinna, o que faz aí?

Tinna: Estou tomando só para apreciar, não sou uma beberrona.

Luíza: Quando vamos para a floresta da lua?

Tinna: Adiei para amanhã. Hoje eu treinarei, e investigarei a cidade.

Luíza: Da última vez que você "investigou" pessoas morreram.

Irene: Mas eram todos criminosos...

Luíza: Eu sei mas... Não me parece muito certo...

Tinna: *fechando a mão em sinal de fúria* não faça isso... não faça...

Luíza: O quê

Tinna: Não fraqueje comigo Luíza, eu não gostaria de te mandar para a prisão...

Irene e Luíza: Como?

Tinna: *mostrando um documento* É infringimento da lei, me impedir, e desobedecer minhas ordens.

Luíza: Eu JÁ matei por você, mas toda vez que eu faço me sinto mal...

Tinna: Então por quê continua? Você continua por que você só tem a nós *levantando-se* você Luíza, só mata quando eu mando, você não machucaria ninguém em condições normais, sua vila foi dezimada... A única sobrevivente foi você, não fraqueje... Eu preciso de você alerta. Ainda mais com a escuridão dominando as planícies do sul.

Luíza: Ok, Pode contar comigo.

Irene: *olhando para algumas pessoas na taberna* Somos guerreiras, não matamos por quê queremos sabiam?

*Pessoas na taberna um pouco amedrontadas*

Tinna: *pagando a bebida* Vou treinar na cachoeira...

Luíza: Podemos ir... *Irene interrompendo*

Irene: Ela tem que fazer isso sozinha.

Luíza: Ah ok, entendo...

Tinna: Até mais tarde...

Numa cachoeira...

Tinna: Oh, deusa mestra... Me mostre seu poder...

*Luz ilumina a tinna*

???: O qUe DeSeJa TiNnA?...

Tinna: Mestra... Eu quero me purificar novamente...

???: MaS... VoCê NãO pReCiSa, A rEsPoStA... EsTá DeNtRo De VoCê...

Tinna: *ajuelhando-se* *recitando runas mágicas* A reaposta está dentro se mim, e isto me dá esperança...

*Tinna tira suas roupas e se posiciona abaixo da queda d'água*

Tinna: Elementos da água... Lave embora minha fúria... Tira esse sangue da minha alma, limpa essa escuridão corrompida...

*Tinna começa a brilhar...*



Irene: Ela já deve ter terminado...

Luíza: Olha ela alí, TINNAAAA =}

Tinna: =)  OIÊ, *risadinhas* como tem psasado?

Luíza: (0_o )? Mas... *Irene interrompe novamente*

Irene: Que bom te ver =)  vamos para o castelo sim?

Tinna: Sim. O rei está bem?

Irene: Claro! =3 está mais barbudo que o normal.

Tinna: Que boa notícia =)

Luiza: (0_o )??? *Pensando: Parece outra pessoa...*

Mais tarde naquela noite...

Irene: *acordando* o que olve tinna?

Tinna: Já que ela pegou no sono... E faz tempo que não nos saciamos...

Irene: É mesmo... Mas não estou com vontade agora, foi mal...

Tinna: Tudo bem... Eu entendo que você teve um dia difícil, depois que eu "reseto" eu fico esquecida...

Irene: Eu não vou me encomodar se você quiser fazer isso com outra pessoa... Você sabe disso não é?

Tinna: Sei... Mas é você que me interessa, seus olhos, seus cabelos... Seus lábios, seus sei... Hmm, estou perdendo o controle...

Irene: Sabe aquela guarda com lenço azul?

Tinna: (0_o ) não

Irene: sim... Pode ir...

...

Tinna: Você me obrigou a isto... E eu não gostei... Te vejo amanhã...

Numa das torres do castelo...

Tinna: É você a guarda do lenço azul...

Guarda: Sim senhora... O que ouve?

Tinna: Quer se divertir???

Guarda: Não compreendi m'lady...

*Tinna acariciando a guarda em seu pescoço*

Guarda: Como soube de mim?

Tinna: *beijando a mão da guarda*

Guarda: Nossa... (0_0 ) sonhos se tornam realidade...


Notas Finais


Se alguma alma gentil estiver lendo até aqui... Eu não gostei o rumo que minha própria história tomou... :(
Vc gostou da história? Deixe sua opinião se quiser...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...