História Amiga da Jade - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Tags Jade, Luan Santana
Visualizações 220
Palavras 1.532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Noite maravilhosa!


Chegamos em Campo Grande, Luan que escolheu o lugar, lá ele pegou um carro e então fomos para a sua casa daqui.

Porque tão longe a sua casa Luan? - perguntei, já estávamos a 40 minutos no carro 

Pra ninguém me achar né Mariana, o único lugar que ninguém sabe onde é, só você vai saber - ele disse dando de ombros e eu arregalei os olhos 

Como assim "ninguém" sabe Luan? - perguntei ainda pasma 

Bem, eu não trago e nunca trouxe ninguém aqui, ninguém mesmo! Nem os meus pais Mariana - ele disse 

Uau - eu disse e ele sorriu - tô me sentindo especial 

Não se sinta só hoje e só porque vai conhecer o meu lugar preferido, você é muito especial na minha vida! - ele disse e eu não contive o sorriso, nunca tinha tido um amigo tão próximo e que eu amasse tanto, eu amava cada segundo ao lado dele e ele era sensacional, ele me fazia ser novamente a Mariana coração mole, ele me ensinava as músicas dele é eu ensinava coisas sobre odontologia pra ele, convenhamos que ele não entendia nada, mas a gente mesmo assim se divertia!

Pensamento Luan on

Eu e Mariana estávamos cada vez mais próximos, éramos inseparáveis, quando eu estava fazendo show eu queria voltar logo pra SP pra ver ela e por o papo em dia, a gente saia pra beber e saia pra olhar filme, a gente ia na casa um do outro e as vezes ficava de bobeira em alguma praça, a gente brincava de quem conseguia comer mais rápido e ela sempre ganhava, era algo que nunca tinha experimentado antes, essa amizade me deixava tão bem e tão feliz que eu não tinha palavras pra explicar. 

A alguns anos eu comprei um sítio escondido de todo mundo, bem no interior de Campo Grande, só eu sabia, eu nunca trouxe ninguém aqui, nem mesmo a Jade e muito menos meus pais e minha irmã, mas com a Mariana foi diferente eu senti que devia trazer ela aqui, ela tinha que conhecer o meu lugar especial já que ela era a minha pessoa especial.

Ontem vi Jade no consultório de Mariana, ela parecia feliz e decidida, rezei que estivesse casada e que não quisesse mais nem me ver, porém foi o contrário, a doida agora queria voltar, depois de todo esse tempo fugida com outro ATA, eu já havia superado ela e estava feliz assim, não queria mais alguém que eu não sabia se amanhã estaria ao meu lado, graças a Deus ela não me viu no consultório e que bom que eu viajei com a Mariana. Ninguém sabia onde eu estava e nem com quem eu estava, só nós sabíamos disso.

Chegamos - disse assim que parei o carro, depois de quase 1 hora de estrada 

Uau, é lindo aqui - ela disse descendo do carro 

Pois é, tenho bom gosto - eu disse sorrindo e Mariana já ficou me olhando, ela amava meu sorriso e não escondia 

Esse sorriso hein menino - ela disse e eu fiquei sério fazendo ela rir

Vamos entrar? - eu perguntei 

Claro, to louca pra ver como é lá dentro - ela disse batendo palmas e eu ri 

É bem simples, é só pra passar o tempo mesmo, e não tem internet - eu disse e ela pareceu mais feliz ainda 

Amei - ela sorriu e foi indo na frente e eu fiquei a olhando, ela era linda! Aquele cabelo curto dava um charme extra a ela, aquele jeito independente dela a fazia mais maravilhosa ainda... O que? Será que eu tô afim dá Mariana? Não pode, nós temos uma amizade!!! Se controla Luan!!!

Luan? - ela disse voltando - tá tudo bem? 

Tá tá - eu disse rápido e ela riu, entramos na casa e logo já estávamos instalados em nossos respectivos quartos.

Resolvemos ir pescar agora, eram 00:00 e Mariana já havia bebido um pouco e claro que eu também, pegamos algumas garrafas de vinho e de vodka e logo estávamos indo no meio do mato com varas de pesca e lanternas, a gente estava rindo atoa, o clima era agradável entre nós, era uma noite quente e nos estávamos descalços pra ajudar, chegamos a beira de um lago e nos sentamos ali mesmo.

Vou pegar muito peixe Luan - ela disse arrumando sua vara de pesca 

Eu vou pegar mais - eu disse enquanto jogava minha vara de pesca na água 

Quer apostar o que? Hein? - ela disse 

Não sei, deixo você escolher - eu disse e ela sorriu 

Quem perder pula no lago só com a roupa de baixo - ela disse e eu ri 

Trato feito querida - eu disse, combinamos que teríamos 3 horas para pegar o máximo de peixes que podíamos, ela começou ganhando mas logo eu comecei a passar dela, restavam 10 minutos de prova e novamente estávamos empatados.

Porra, só mais um dois - ela disse e eu ri, ela tinha acabado de beber mais uma garrafa de vinho e ela não demonstrava nada, parecia sóbria!

Eu vou ganhar - eu disse puxando minha vara e pegando mais um peixe 

Idiota - ela disse, ela não conseguia perder

E acabou Mariana - eu disse levantando as mãos vitorioso 

Que droga - ela disse cruzando os braços 

Ai ela tá bravinha - mexi com ela 

Vou lá - ela disse se levantando e então começou a tirar a roupa, tirou seu casaco logo ficando só com uma blusa leve e transparente, tirou seu short a deixando só de calcinha, puta que pariu que mulher gostosa! Logo ela tirou a blusa e eu tava doidinho com ela desse jeito, logo ela pulou na água e parecia feliz,

Tá boa a água? - perguntei 

Tá ótima, entra - ela disse me chamando com o dedo 

Não não - eu neguei com a cabeça 

Eu vou te buscar - ela disse mordendo os lábios e eu já estava com meu membro pulsando, precisava pensar em algo ruim, eu repetia centenas de vezes na minha cabeça "minha avó pelada" pra ver se assim descia, quando abro os olhos ela vem em minha direção, a lua iluminava o corpo dela, ela sorria lindamente e ao mesmo tempo mordia os lábios, eu estava na pior, suspirei e sai correndo me atirando no lago, a água meio fria me ajudaria, mas logo ela entrou novamente e começou a vir para perto.

Tá fugindo de mim é Luan? - ela disse nadando até onde eu estava 

Não não - eu disse gaguejando

Porque tá assim ? - ela disse chegando bem perto 

Ah Mariana, você é linda pra caralho né, olha o seu corpo, tá me deixando doido! - eu disse tentando repetir coisas ruins na minha cabeça 

E você acha que eu não quero o que você tá querendo é? - ela perguntou baixo, próximo ao meu ouvido 

Acho que você tá querendo me enlouquecer - eu disse de olhos fechados e fui surpreendido com os lábios dela nos meus, abri os olhos e ela sorriu - posso te beijar? 

Pode sim - ela disse e eu comecei um beijo intenso, a puxei para perto do meu corpo, fazendo a gente ficar colados, terminamos o beijo com mordidas.

Que coisa louca - eu disse assim que terminamos o beijo 

Ainda não viu nada - ela disse, saiu dá água mandou beijo no ar e correu para onde ficava minha casa, sai rápido e fui atrás dela, consegui alcançar ela antes de ela entrar na casa, a botei na parede e novamente a beijei, dessa vez o beijo foi rodeado de carícias, eu apertava suas coxas e ela puxava meu cabelo.

Porque você é tão maravilhosa? - perguntei baixo após pararmos o beijo 

Deus quis assim - ela disse e eu ri - que sorriso dá porra Luan! Me deixa doida com esse sorriso 

A é Mariana? - perguntei sorrindo e ela mordia os lábios 

É Luan Santana - ela disse e eu a beijei novamente, terminamos o beijo e ela correu para o seu quarto, assim trancando a porta.

Abre aqui Mariana! Olha o estado que você me deixou - eu disse batendo na porta 

Resolve no banheiro - ela disse de dentro do quarto, suspirei e fui para o meu quarto, tomei um banho e logo me deitei, acordei no outro dia e eram 12:00 já, levantei e fiz minha higiene, só coloquei uma bermuda e fui para a cozinha, encontrei Mariana com a parte de cima do biquini e com um short, a abracei e selei nossos lábios, ela sorriu e eu também.

Bom dia lindona - eu disse fazendo ela sorrir ainda mais 

Bom dia xuxu - ela disse e eu ri - dormiu bem? 

Quando eu consegui dormir eu dormi bem dona Mariana - eu disse me fazendo de bravo e ela sorriu 

Porque "quando eu consegui dormir" senhor Santana? - ela perguntou e eu ri 

Idiota - eu disse selando nossos lábios mais uma vez 

Você que é! - ela disse 

Você é maravilhosa sabia? - eu disse com nossas testas coladas 

Sei, mas você é muito mais - ela disse e eu sorri.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...