História Amiga da Jade - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Tags Jade, Luan Santana
Visualizações 31
Palavras 1.092
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Promete?


Subimos no carro ao amanhecer e meu coração já doía, já sentia vontade de chorar, não queria ter que perder essa rotina de estar sempre com ele estava sendo maravilhosa e agora teríamos que voltar para São Paulo e não seríamos tão presentes na vida um do outro, eu suspirava e segurava o choro, então comecei a lembrar de nossos dias e logo a vontade de chorar já passou.

Estamos quase chegando no aeroporto já amor - ele me chamou de amor? É a primeira vez, fiquei sem reação.

Repete - eu pedi e ele ainda não tinha se dado conta 

O que? - ele perguntou atento na estrada 

Repete o que​ você acabou de falar Luan Santana - eu disse e ele sorriu

Eu disse que nós já vamos chegar no aeroporto amor - sorri e ele então se deu conta 

Primeira vez que vou e me chamou de amor Luan - eu disse e ele sorriu, já falei que eu amo esse sorriso?!

É? Amor! - ele disse e eu sorri e o beijei de leve já que ele dirigia 

Meu amor - eu disse e ele encostou o carro e me olhou sorrindo 

Me chamou de amor? - ele perguntou - repete por favor, essa foi a coisa mais linda que eu já escutei Mariana!

Meu amor - eu disse pausadamente

Eu quero ficar com você pra sempre Mariana! Você é maravilhosa - ele disse agarrando meu rosto e me beijando 

Você que é meu amor - eu disse novamente fazendo ele sorrir

Vamos seguir viagem, porque se não eu vou te beijar aqui pra sempre! - ele disse e eu ri

Mas eu tô querendo que você me beijei pra sempre Luan Santana - disse e ele sorriu, logo chegamos ao aeroporto e subimos no jatinho do Luan, lá encontramos Rober, já nos conhecíamos mas ele logo sacou que existia algo a mais entre nós.

Hum, tô de olho no casal ai hein - ele disse e eu ri pelo nariz 

Que casal Roberval? Tá doido é? - eu disse tentando ficar séria

Sei dona Maria - ele me chamava assim - gente agora vamos falar de algo sério! A Jade tá doida atrás do Luan - rober disse

Jesus, o capeta não sai do meu pé - Luan disse e eu fuzilei ele pelo olhar - desculpa amor - ele disse selando nossos lábios e rober revirou os olhos 

Que nojo - ele disse e nós demos risadas

Mas o que ela queria Ro? - eu o chamava assim 

Bem, ela tá muito doida atrás de você Luan, dizendo que te ama e quer reatar, ela chegou a dormir na porta dá sua casa sua mãe tá tentando não falar nada mas tá quase explodindo com ela incomodando tanto! 

Puta merda, ela vai nos matar Luan - eu disse já pensando no pior, eu tinha plena certeza que isso daria muito errado 

Calma linda, vai dar tudo certo - ele disse beijando o topo dá minha cabeça 

Sejam cautelosos ao contar pra ela que vocês estão tendo algo, OK? Porque ela tá muito arrependida, até em mim deu pena gente - rober disse e eu já senti o que viria pela frente  

Meu Deus Lu - eu disse com as mãos no rosto 

Calma amor, se precisar a gente se vê escondido por um tempo - ele disse segurando meu rosto 

Promete que não vai me abandonar por isso? - pergunto segurando suas mãos

Isso o que vida? - ele perguntou me olhando 

Dá gente ficar se vendo escondidos por um tempo, de só nós sabermos disso - eu disse e ele sorriu 

Prometo meu amor - ele disse e selou nossos lábios, rober só fazia caretas ao fundo e nós acabamos rindo no final, dormimos o resto dá viagem, estávamos cansados, chegamos em São Paulo e foi a hora dá despedida, segurei o choro ao máximo porque não queria derrubar minha armadura de mulher forte e que não chora.

Por nós, vamos aguentar só um tiquinho ficar longe, tudo bem? - ele perguntou enquanto segurava minhas mãos

Tudo bem, vou morrer de saudades! - eu disse o abraçando 

Eu também minha linda - ele beijou o topo dá minha cabeça

Promete ao menos ir lá no consultório as vezes me ver? - perguntei 

Prometo meu amor - ele disse e por fim nos beijamos pela última vez, ele subiu no carro e eu já fiquei sofrendo, suspirei e chamei um táxi, logo peguei e voltei ao meu apartamento, depois de longos minutos cheguei no prédio e seu Moisés me esperava sorridente.

Boa tarde dona Mariana - ele sorria 

Boa tarde seu Moisés! Como estão as coisas por aqui? - perguntei 

Está tudo bem, dona Jade anda reclamando que está sentindo sua falta - ele disse e eu sorri 

E eu a dela! Tô subindo, até logo - disse e fui em direção ao elevador olhei para seu Moisés e ele dava um sorriso fraco, concordei com a cabeça e lá vou eu para os 8 lances de escada, a cada passo que eu dava eu lembrava de algo que aconteceu nesses dias com Luan, eu fui sorrindo todo o caminho, cheguei na porta do meu apartamento e me lembrei do nosso segredo, abri a porta devagar e dei de cara com Jade sentada no sofá, quando me viu veio correndo me abraçar.

Que saudade - ela disse - eu chego e você saí doida - ela sorriu 

Muita saudade - eu disse - você quem saiu primeiro hein - eu disse e ela riu fraco 

Senta e me conta como foi a sua viagem - ela disse se atirando no sofá 

Foi ótimo, tá tudo bem lá e eu aproveitei bastante - sorri - e você fez o que nesses dias? 

Bem - ela suspirou - eu tentei falar com o Luan, pra gente voltar e tal mas nada dele, ninguém me conta onde ele está - ela torceu a boca 

Vishi - torci a boca - tem certeza que o Luan vai querer voltar coração? Depois de tudo né - perguntei

Eu tenho certeza que ele ainda me ama - ela disse sorrindo, droga! Eu sou uma pessima amiga!!! Apenas sorri e fui para o meu quarto, estava querendo chorar e não tinha com quem conversar, já que se eu contasse a minha melhor amiga talvez não desse muito certo e eu acabaria perdendo a amiga, fiquei ali deitada e rolando de um lado para o outro tentando pensar em algo que funcionasse para todos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...