História Amigas Musicais - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 2
Palavras 1.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Primeiro cap yeee
Só isso
Leia direitinho

Capítulo 1 - I'm A Mess


Fanfic / Fanfiction Amigas Musicais - Capítulo 1 - I'm A Mess

Elise andava destraida como sempre, as ruas de fortaleza, poderiam ser perigosas o quanto for, mas ela queria sempre caminhar, adorava ver crianças brincando, adolecentes se apaixonando e levando um fora logo depois, adultos atrasados pro trabalho e esquecendo de pagar o boleto, essas coisas que faziam Elise continuar tendo vontade de viver.
Depois de um tempo, a morena recebe uma mensagem de seu namorado, Will, o namoro de Will e Elise vinha bem, eles eram... Bom... "feitos um pro outro". Mas... Não era isso que Elise queria, Will era popular no colégio, Elise era mais na dela, quando Elise começou a namora-lo, tudo mudou, pessoas dizendo que ela tinha sorte, indo falar com ela, ela virou a típica menina de colegial "popularzinha", e a mesma odiava isso, odiava estar rodeada de pessoas que só estavam com ela por interesse, sua única amiga de verdade, Sophia, se mudou para São Paulo, e, por mais que não morem mas na mesma cidade, isso não as impede de viver a maior amizade verdadeira, só que agora, virtualmente


Era meia noite e pouco, Sophia saia carregada de uma balada, chegando em casa, percebe-se que esta sozinha, então, toma um banho, veste seu pijama e vai para a cama antes que sua mãe chegue
Seis em ponto da manhã, a mãe de Sophia a acorda de maneira brusca, abrindo as janelas e deixando a luz solar iluminar o quarto
- o que foi mãe? - diz Sophia com um tom sonolento e irritado
- eu preciso que você venha comigo comprar umas coisas no mercado - diz a mãe
A mesma não podia acreditar que estava acordando nesse horário para ir num mercado, mas assim foi, cabelo preso, um short, uma blusa azul, e um ténis que um dia já havia sido branco
Chegando lá, sua mãe começa a procurar os itens que faltavam de sua cozinha, enquanto Sophia vai direto na parte de doces.
Já na hora de pagar as comidas,  Sophia coloca suas mãos no bolso do short, não sentindo nada, a mesma começou a desesperar-se, até que lembrou da área de doces, pensou que poderia ter deixado o celular lá, a morena começa a correr desesperada a ala de doces, até que a mesma, com toda aquela correria, esbarra em um garoto, os pensamentos de Sophia sobre o celular desapareceram no mesmo instante, Sophia olha para o garoto e fica viajando naquele rostinho
- tudo bem? Você tá bem? - diz o ainda desconhecido
- t-tô - a morena gagueja
- pra que toda essa pressa menina? - fala ele, meio rindo
- awn... É..., eu perdi meu celular - diz e se bate internamente por gaguejar tanto
- esse que tá na sua mão? - ele aponta para a mão da menina, que, realmente, seguravam um celular
Sentindo-se idiota, a única coisa que Sophia consegue dizer naquele momento pra si mesma é: BURRA, BURRA, BURRA
- tudo bem - ele diz, ao notar o constrangimento da garota - olha, me da seu celular, quero ver se ele quebrou depois da queda -
Sophia jamais daria seu celular para ninguém, muito menos para um estranho, porém, naquele momento seu cérebro havia dado tilt, e sem ao menos pensar, deu o celular para o menino, que demorou uns trinta segundos para devolve-lo
- tenho que ir agora, até outro esbarrão - diz ele correndo e acenando
Sophia, após perceber que havia ficado minutos naquele lugar, corre de volta para sua mãe, que, por algum motivo desconhecido, não a deu sermão
No carro, Sophia coloca seu fone em uma música do De Sheeran que ela nem ao menos sabe o nome, pra ser sincera ela não gostava do Ed Sheeran, porém ouvia suas músicas para lembrar de sua melhor amiga, Elise, que sempre foi apaixonada por Ed Sheeran, por isso, deu a Sophia uma playlist de presente, havia várias músicas das mais variadas, com temas tipo: "quando estiver triste", "quando estiver em duvida", "quando estiver com ranço de alguém", Elise dizia que na letra dessas músicas haveria um conselho que a própria Elise iria da-lo, entre todos aqueles cantores, o que mais lembrava Elise era o Sheeran, por isso, Sophia sempre ouvia alguma música dele quando estava com saudade de sua amiga.
Naquele momento, a morena do carro clicou na com o titulo "quando estiver confusa", porque era aquele sentimento
exato que ela estava sentindo.
A música começou, um violãozinho, que se mantia até o final da música, Sophia não sabia inglês, até porque a mesma achava que nunca ia sair do Brasil mesmo, porém, mesmo com sua internet lenta, olhou o nome da música, e digitou no Google com tradução, o vídeo tradução demorava para carregar, então olhou letra escrita
"Oh, estou confuso agora
Virado do avesso
Procurando uma doce rendição
Mas esse não é o fim
Não consigo resolver
Como?
Atravessando emoções
Nos analisando"
"Estraguei tudo dessa vez
Ontem tarde da noite
Bebendo para suprir a devoção
Com dedos entrelaçados
Não posso me livrar desse sentimento agora
Estamos atravessando emoções 
Esperando que você parasse"
Sophia ficava de cara de como a sua melhor amiga a conhecia tão bem, ela esperava que a playlist que fez para Elise também a ajudasse assim.
Mexendo no celular, a garota vai atrás do número de sua amiga, atrás do nome "Elise", a mesma se depara com um número logo abaixo do de sua amiga, o contrato era nomeado de "Gabriel", a garota, surpresa, clica no número e adiciona no Whatsapp, e aparece a foto, a foto do menino do esbarrão, logo abaixo da mensagem havia uma mensagem
"lembra do menino do mercado? Então, na hora que ele pegou seu celular para ver se estava tudo bem, ele meio que anotou o número dele no seu celular, como eu sei disso? É um mistério... Brincadeira, eu sou ele, prazer, meu nome é Gabriel, e eu menti, eu não ia e nem vou esperar outro esbarrão para ver você de novo... Pra que deixar pra amanhã o que eu posso fazer agora? Sendo que o amanhã pode nem existir"
Sophia nunca se sentiu tão... Estranha, essa não era a historia de amor que ela esperava, tipo "eu esbarrei no amor da minha vida num mercado porque eu estava louca atrás de um celular que estava bem na minha mão"
Mas... Pensando assim, era uma historia até cômica, a cara de Sophia, é... Pensando bem... Não soa tão mal assim...






  "I see the flames insade my
   Eyes
   I burns so bright, i wanna feel
   Your love, no
   Easy baby maybe i'm liar
   But for tonight i wanna fall
   In love
   And put your faith in my 
   Stomach"


Notas Finais


I'm A Mess


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...