1. Spirit Fanfics >
  2. Amigos? - Sarry >
  3. Cap.31 - Meu amor?

História Amigos? - Sarry - Capítulo 31


Escrita por: e funtine09


Capítulo 31 - Cap.31 - Meu amor?


Fanfic / Fanfiction Amigos? - Sarry - Capítulo 31 - Cap.31 - Meu amor?

** Dias depois **

** Depois das aulas **

- Suspirei abrindo a porta do nosso apartamento enquanto entrava com Larry atrás de mim me acompanhando, já fazia dias que Isis vinha me chantageando. Eu ja não aguentava mais, cada dia uma chantagem diferente, primeiro eu não podia contar nada a Larry, ou a alguém do grupo, e agora disse que não quer me ver perto do Larry. Claro que de começo eu recusei quando ela me ameaçou dizendo que me mataria, mas quando ela ameaçou matar Larry eu concordei na mesma hora.

- Me joguei no sofá deixando a mochila ao lado do mesmo, fazendo o mesmo com minha máscara enquanto fechava os meus olhos suspirando pesado, abri novamente os mesmo quando senti o estofado ao meu lado afundar e vi Larry ali que logo me beijou, não demorando muito para me separar dele, eu evitava qualquer tipo de contato com ele e por isso acabei não cumprindo a promessa que fiz a ele semana passada.

Larry - Sal?

- Me chamou me olhando com um olhar preocupado.

Sal - Hum?

- Resmunguei em resposta encostando a minha cabeça no estofado do sofá olhando para o teto agora.

Larry - Você ta bem? O que aconteceu?

- Me perguntou colocando a sua mão sobre o meu ombro me fazendo olha-lo.

Sal - Não é nada.

- O respondi desviando o meu olhar do seu e direcionando o meu olhar para o chão.

Larry - Como não é nada? Você nunca quebra um promessa, e semana passada você não cumpriu a que fez!

- Falou com a voz um pouco alterada e com um tom incrédulo na mesma.

Larry - Você não é de fazer isso! O que aconteceu pra te deixar assim? Ao ponto de recusar os meus beijos?

- Ele tinha um tom de preocupado em sua voz.

Sal - Desculpa, eu não posso te dizer...

- Falei ficando um pouco apreensivo, eu tenho medo de perde-lo e não queria arriscar colocando a sua vida em jogo.

Larry - E porque não? Porque eu não posso saber? Por acaso está me traindo?

- Falou se levantando contendo um olhar enciumado.

Sal - Eu não tenho motivos pra fazer isso! E porque eu faria isso, Larry?

- Falei também me levantando.

Larry - Eu não sei! Você simplesmente começou a se afastar de mim e dos outros!

Sal - Mais isso não significa que eu estou te traindo!

Larry - E como eu posso ter certeza?

- Gritou.

Sal - Você me conhece mais do que ninguém, e sendo assim você já deveria saber que eu não sou o tipo de pessoa que faz essas coisas! Olha pra mim! Eu sempre achei que seria impossível alguém me amar por causa do meu rosto, você foi o primeiro a me amar depois do que aconteceu, você foi o meu primeiro amor correspondido depois da Ashley... Porque eu te trairia se eu só preciso de você pra me fazer feliz? Eu não preciso de mais ninguém além de você, Larry! Eu apenas preciso de você... Assim como você precisa de mim!

- Coloquei minhas mãos em seu rosto encostando minha testa em seu peito de olhos fechados, enquanto minhas mãos deslizam pelo seu pescoço em direção ao mesmo, ele me abraçou me deixando mais próximo de seu corpo.

Larry - Me desculpa...

- Senti ele colocar o seu queixo no topo da minha cabeça.

Sal - Tudo bem, eu acho que deveria ter te contado em vez de guardar só pra mim... Mesmo tendo medo de alguma coisa acontecer com você.

- O abracei.

Sal - Eu devia ter te falado sobre as ameaças.

Larry - Ameaças?

- Se desfez do abraço me encarando de forma mais preocupada que o normal, afinal, ameaças era algo sério. Pricipalmente ao seus olhos.

Sal - Sim...

Larry - De quem?

- Colocou as mãos sobre os meus ombros.

Sal - D-da I-Is-Isis...

- Gaguejei com certo receio do que poderia acontecer depois, eu contei mesmo sabendo que talvez algo ruim posso acontecer.

Larry - Do que que ela te ameaçou?

- Perguntou me olhando nos olhos para ver se eu estaria mentindo ou não quando falasse, engoli em seco antes de responder.

Sal - Ela ameaçou te matar caso eu contasse para alguém ou para você da ameaças, ou se eu chegasse perto de você, ela ameaçou me matar antes mas como ela viu que eu ficaria disposto a morrer por você.

- Deixei algumas lágrimas caírem de meus olhos em apenas pensar na possibilidade de perder Larry.

Larry - Não se preocupa, ela não vai fazer nada comigo! Não precisa chorar!

- Falou secando as minhas lágrimas me deixando com uma pequana dúvida.

Sal - Como pode ter tanta certaza?

- Perguntei o encarando com o semblante confuso enquanto ele fazia um leve carinho em minha bochecha.

Larry - É bem simples, se ela realmente está apaixonada por mim de verdade, ela não fará nada comigo, e nem com você!

- Falou como se fosse simples e me abraçou novamente dessa vez dando um beijo em minha testa, logo em seguida segurou em meu queixo e levantou o meu rosto e me beijou tomando os meus lábios para ele, era um beijo calmo que me passava confiança e ia me acalmando aos poucos.

Larry - Não precisa ter medo, vai dar tudo certo, ok?

- Falou encostando a sua testa na minha quando nos separamos do beijo.

Sal - Ok!

- Dei um pequeno sorriso olhando em seus olhos castanhos que me chamavam tanto a atenção e o vi sorrir também antes de me dar um selinho.

Larry - Às vezes eu me sinto sortudo em ter você como meu namorado e não outra pessoa, você é o único que eu quero para o resto da minha vida, meu amor!

- Meu amor? Essas palavras fizeram o meu coração aceleram como nunca antes, essa era a primeira vez que ele me chama assim. Nunca pensei que fosse possível alguém me amar um dia, mas agora vejo que é, e tenho a pessoa que mais amo junto comigo que fez isso se tornar possível, deixando os meus dias mais alegres como eu nunca imaginei que seriam.

Sal - Eu te amo, Larry!

- Olhei novamente em seus olhos agora contendo um sorriso em meus lábios que quase não cabia no rosto.

Larry - Eu também te amo, Sal!

- Sorriu da mesma forma que eu também olhando em meus olhos, segundos antes de me roubar os lábios para um beijo cheio de carinho.

                     . . .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...