História Amigos novamente - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Eddsworld
Personagens Edd, Matt, Patryk, Paul ter Voorde, Personagens Originais, Tom, Tord
Tags Eddmatt, Tomtord
Visualizações 107
Palavras 671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção Científica, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tô triste ;-;... por quê hoje eu começei a assistir uns vídeos e ver alguns desenhos sobre o Edd Gould, o meu artista favorito, que criou Eddsworld, eu comecei a chorar e passei o dia todo cabisbaixa.

Edd Gould
1988-2012.

Let's miss You...Edd, angel 💜

Capítulo 8 - Encontro


Fanfic / Fanfiction Amigos novamente - Capítulo 8 - Encontro

***///POV Edd\\\*** 

Eu e Matt já tínhamos chegado no "restaurante", bom, não era um restaurante, tava mais pra um...bar ? Sei lá, só sei que o lugar mesmo não sendo tão arrumado e coisa assim, era aconchegante e bonito.

Agente se sentou em uma mesa mais afastada das outras, fizemos os pedidos e estávamos esperando até agora.

Matt- agente só pediu coca !! por que toda essa demora !!? 

Eu- sei lá

Matt- hummm...

Matt fica pensativo de uma hora pra outra, depois ele olha pra mim com uma cara pervertida.

Matt- podemos esperar fazendo uma coisa mais divertida~

Ele disse se aproximando de mim, e colocando o dedo indicador em meu queixo.

Eu- m-matt...

Ele rapidamente chega mais perto e me dá um beijo, nós ficamos assim até vir a falta de ar.

Matt-...odeio falta de ar... 

Ele fala perto do meu ouvido com uma voz sacana, me dando arrepios.

Eu- também...

Falo lentamente e baixo, ainda não consegui respirar direito.

Garçom- cof cof...senhores ? 

Me assusto quando vejo o garçom olhando pra gente, talvez ele tenha chegado agora, ou talvez não...

Matt- obrigada...

Garçom- de nad-

Matt- pela demora 

Garçom-.....-_-...

Eu- m-matt ! N-nem demorou tanto !

Matt- tanto faz...

Garçom- desculpem-me...

Ele fala com a cabeça abaixada colocando nossos copos em cima da mesa juntamente com a garrafa de Coca.

Eu- tudo bem

O garçom rapidamente levanta a cabeça, dá um sorriso e sai andando de volta para dentro do bar.

Eu- não precisava ser grosso 

Matt- mas você conseguiu deixar ele alegre, você deixa qualquer um alegre 💜

Eu- owwww :3 brigada 

Dei um selinho em sua boca e depois voltei para a minha cadeira. 

**///ALGUM TEMPO DEPOIS\\\***

Nós divertimos muito no bar, ficamos conversando e contando piadas um para o outro, as vezes Matt lambia minha orelha e me beijava de forma sexy, mas claro que ninguém percebeu.

Estavamos a caminho de casa, conversando e rindo muito, até que eu escuto um barulho vindo de um beco escuro.

Eu- Matt, escutei um barulho vindo de lá...

Apontei assustado para o lugar de onde vinha o barulho.

Matt- deve ser um gato, não se preocupe

Ele me puxou de volta para o caminho de casa, mas agora eu estava sentindo que alguém estava nós seguindo, aquela sensação era horrível, eu sempre olhava para trás, mas não via nada nem ninguém, estranho.

Aquela sensação de estar sendo seguido estava aumentando, mas agora era pior, eu estava escutando passos, mas sempre que eu olhava para trás... não tinha nada, nem ninguém, bom, era o que eu achava.

Derrepente sinto alguém me pegar pelos ombros e colocar uma faca no meu pescoço, a pessoa gritou para Matt, chamando a atenção do mesmo, que quando percebeu o que estava acontecendo, ficou assustado.

Matt- solte ele !! Nós não temos nada !

O homem derrepente deu uma risada diabólica, eu jurava que ele iria me matar naquele exato momento, mas... não.

Homem- hahahahahahaha !! Não quero nada de vocês ! Só quero saber onde está o monstro !!

Monstros ? Do quê ele estava falando ?! Eu realmente não estou entendendo nada.

Matt- monstro ? Não sei do que está falando ! Não conheço nenhum monstro ! Você deve estar louco ! solte o Edd !!

Homem- Se não quer me contar...vamos ver se seu amiguinho vai me dizer algumas coisas...

Ele forçou mais a faca em meu pescoço, consegui sentir a faca quase cortando a minha pele, doía.

Eu- e-eu... não sei de nada, juro...

Começei a chorar, não queria morrer assim, nem agora, mas...acho que dessa eu não escapo.

Ele forçou mais a faca em minha garganta, agora senti um pouco de sangue escorrendo pelo meu pescoço, realmente...eu vou morrer.

Eu- Matt, Tom, Tord, Vyne...adeus 

Fechei meus olhos, só estava esperando a morte vir me buscar...


























 mas eu escutei um barulho de tiro, que atingiu bem na cabeça do homem que estava com a faca no meu pescoço.

O homem caiu pra frente, batendo a cabeça no chão, consegui ver o sangue escorendo pelo buraco que a bala tinha feito em sua cabeça.

Queria ficar em pé e sair correndo de medo, mas eu não sentia minhas pernas, meu sangue ainda estava escorrendo pelo corte no pescoço, então...eu lentamente fechei os olhos e desmaiei...

CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...