1. Spirit Fanfics >
  2. Amigos ou Colegas? >
  3. Capítulo Único - Mais que amigos, friends.

História Amigos ou Colegas? - Capítulo 1


Escrita por: e tsurugi_


Notas do Autor


Bom dia, boa tarde, boa noite, meus amores, como estão? Espero que bem. -u- Não sei se algum conhecido (?) irá ler essa fic, mas espero que sim, finalmente estou debutando nessa categoria e sou muito grata por ter entrado nesse fandom.

Eu fiquei meio que com pézinho atrás em trabalhar algo que envolvesse amizade, afinal, estou longe das pestes que chamo de amigo, e meu contato com colegas se resume à whatsapp e só, que seria um circulozinho de pessoas queridas por mim. Enfim dilfjndijkxn, chega de atazanar vocês aqui nessas notas. Espero muito que curtam, mesmo que seja algo curtinho (quem diria hein), mas adorei trabalhar.

O plot é de minha total autoria, a capa pela(o) @ChanBaekina_ e estou caindo de amores por ela também -u-.
Fanfic betada pela @yunhouse, muito obrigada, meu amor. Espero não ter dado trabalho. jdimdikcn <33

É isso, amores, boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único - Mais que amigos, friends.


Quando estamos na escola (principalmente no ensino médio) ouvimos cobranças atrás de cobranças. Vestibular, faculdade, trabalho de meio período e, acima de tudo, também escutamos que não estamos ali para fazer amigos, e sim para apenas estudar e tirar boas notas; nada mais que isso.


Kim Hongjoong era o exemplo perfeito de individualista; bom aluno; sua faceta séria e seu temperamento reservado diziam que era alguém difícil de lidar, mas o que não sabiam era que, por trás daquela carinha séria escondia-se alguém gentil e de ótimas conversas sobre inúmeras coisas. Tudo o que você conversasse com ele, o Kim sempre daria seu melhor para entrosar-se naquele meio. Não era metido e muito menos arrogante, só mal interpretado.


A pessoa mais próxima de si, se é que poderia chamar disso, era Park Seonghwa; a alegria em forma de gente, às vezes era meio doidinho e adorava puxar assunto com qualquer pessoa, sendo ela novata ou não. Ah! O Park era muito popular também, o que muitos achavam completamente estranho pelo rapaz conversar de vez em quando com o baixinho do tão conhecido mullet e alguma camiseta de uma banda aleatória.


Haveria uma excursão na próxima semana para a turma de Hongjoong e Seonghwa, mas o Kim dizia e inventava inúmeras desculpas para dizer que não queria ir. Multidões e ônibus não o agradava muito, então apenas negava a cada convite do Park, afinal, tinha outros compromissos e um deles era estudar, mesmo sendo um ótimo aluno. O Park, como sempre, não engoliu essa, mas não insistiu mais; apenas concordou, tentaria de novo mais tarde e nada o impediria de arrastar o amigo para fora daquela monotonia toda.


Naquele momento, Hongjoong estava na biblioteca pesquisando sobre física quântica e mais algumas baboseiras sobre relatividade — para Park Seonghwa, tudo que envolvesse exatas era uma perca de tempo, ele era (muito) mais de humanas. O moreno observava o amigo concentrado em alguma possível fórmula e se perguntava como havia realmente se tornado alguma coisa, afinal, Kim Hongjoong é seu total oposto. Enquanto era mais de esportes em geral, o baixinho gostava de ficar com o nariz enfiado nos livros de biologia e ficção científica, sem contar que era fascinado por história, sociologia e filosofia. Ou seja, não tinha nada a ver consigo.


Se aproximou com passos contados, pensando em como faria o convite ao rapaz, vendo o bico que ele faria se tocasse naquilo de novo sobre irem para algum canto, mas não desistiria. Esperança era a última coisa que morria e a sua era de ferro, ou seja, dura na queda.


— O que tanto lê, Kim? — Se jogo em uma das cadeiras, fazendo o outro revirar brevemente os olhos com o feito.


— Física Quântica. Eu havia te dito que estudaria isso até dominar por completo. Aliás, não combinamos que estudaria comigo para não ficar enrolado na hora da prova? Cadê seu caderno? E seus livros? — Arqueou a sobrancelha, já se preparando para alguma desculpa esfarrapada.


— Não os trouxe. Aliás, você deveria dar um tempo nessas contas, vai acabar fritando seus neurônios com isso, credo.


— Você que está em falta de neurônio, hyung, agora me deixa estudar. Tenho uma prova importante daqui a pouco.


— Você não vai querer mesmo ir na excursão comigo na semana que vem? — Perguntou como se não quisesse nada, vendo o Kim brincar com a lapiseira entre seus dedos. — Juro nunca mais te torrar a paciência com isso e ainda passo a estudar contigo, uma tarde sim e outra não porque tenho treino de basquete.


O rapaz desviou os olhos das inúmeras fórmulas rabiscadas de seu caderno e olhou Seonghwa. Provavelmente estava dizendo a verdade, mas nada tirava de sua cabeça que pediria algo semelhante em breve. Rindo consigo mesmo sobre isso, concordou com um aceno de cabeça, mas pediu que o outro ficasse quieto por um momento.


— Se você me pedir mais alguma coisa, juro que te puxo a orelha, Seonghwa.


— Juro que não pedirei nada, Kim.


— Agora vai buscar seu caderno antes que eu mude de idéia sobre ir ou não nessa excursão. Temos que estudar isso aqui e você é muito lento para exatas.


O Park nada disse, apenas concordou saindo da biblioteca e seguindo para seu armário escolar pegando seus materiais, e voltando para onde Hongjoong estava, aprendendo sobre mais uma das contas mirabolantes criadas por uns caras aí.


Afinal, eles eram assim, completamente opostos um do outro. Mas no fundo, no fundo, davam certo de algum modo, afinal, até os opostos se atraem de alguma forma e eles não seriam uma exceção à essa regra.


Notas Finais


Gostaram? Não gostaram? Só me darem um puxão de orelha ai nos comentários que farei meu melhor em uma próxima. <33 Até pimpolhos. <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...