1. Spirit Fanfics >
  2. Amigos ou inimigos ? - Nosh >
  3. Liberdade.

História Amigos ou inimigos ? - Nosh - Capítulo 19


Escrita por:


Capítulo 19 - Liberdade.


Fanfic / Fanfiction Amigos ou inimigos ? - Nosh - Capítulo 19 - Liberdade.

Durmi meio tarde depois que o filme acabou, hoje cedo o Noah me acordou, acho que não ouvi o despertador tocando, ainda bem não podia me atrasar denovo hoje. Enquanto tomava banho, percebi que como capitão do time eu presciso dar o meu melhor, então não posso esconder as coisas que eu faço. Preciso falar pra eles que vou começar as aulas de dança. Talvez ele queiram me tirar de ser o capitão, mas presciso ser verdadeiro. E também preciso conversar com eles sobre Noah, essas provocações tem que acabar. 

Saindo do banho, antes de me vestir eu mandei mensagem no grupo do time pra uma reunião em 15 minutos na quadra. Me arrumei, criei coragem e fui pra quadra. Quando cheguei todos já estavam lá, com a excessão de Petter, graças aos céus. 

-Gente sei que agora e hora do café, mas prometo não demorar. A duas coisas que eu presciso discutir com o time. A primeira e que pra quem não sabe eu amo dança, sempre dancei principalmente sozinho e recentemente recebi autorização do meu pai pra fazer as aulas de dança aqui na escola, não estou falando isso pra dizer que vou sair do time, não , estou falando isso porque quero saber a opinião de vocês. - disse e olhei pra eles esperando uma resposta. 

-Se você sempre dançou e não atrapalhou em nada ser o capitão, porque agora iria atrapalha ? E se te faz feliz vai em frente -Lamar disse com um sorriso e todos concordaram. 

-Agradeço muito por pensarem assim fico até mais aliviado. A segunda coisa e que como capitão do time percebi que nos a turma popular do colégio estamos dando um péssimo exemplo, estamos agindo como perfeitos babacas. - eu disse enquanto todos se entreolhavam pensativos. 

-Por quê Josh ? O que nos fizemos? - David perguntou e todos olharam pra mim. 

-Estamos tratando as outras pessoas como um lixo. Não falo que prescisavamos ficar perto de todas, mas também não prescisamos ofender ou criticar ou até mesmo fazer implicâncias sem sentido. Podemos ser melhores poxa. - disse e olhei pra cada um querendo que entendesse aquilo. 

-É, você tem razão - Bailey disse e os outros apenas balançaram a cabeça. 

-Que bom que concordam porque tem várias pessoas sofrendo com esse nosso modo de agir, principalmente o Noah, ele foi basicamente nosso alvo desde que o ano letivo começou. Além dessas brincadeiras de mal gosto um de nós passou extremamente do limite e chegou a agredir ele fisicamente. Qualquer um pode ver a surra que ele levou - eles se entreolhavam procurando quem era, Lamar que era totalmente contra a violência estava muito irritado. 

-Tem certeza que foi um de nós ? - Lamar perguntou.

-Tenho sim, e só olhar em volta, qual a única pessoa que não está aqui ? - perguntei todos olharam. 

-Petter - todos disseram juntos. 

-Pois eh, ele foi muito errado, isso não se faz com ninguém. Só que nós também o agredimos mas só que com palavras. Conversei com ele ontem porque agora acreditem ou não somos colegas de quarto, sim tive que mudar de quarto. -disse levantando as duas mãos. 

-A diretora deve ter pensado que se ficasse juntos com Petter você ia matar ele - Bailey disse e todos ali riram. 

-Errada ela não tá, mas voltando ao assunto, quando achei Noah ontem ele tava muito machucado e chorava muito, imagina você apenhar ou sofre humilhação por apenas querer ser você mesmo. Aquilo me deixou com muito ódio, por isso eu bati no Petter ontem no refeitório, mesmo não sendo certo. - eu disse e todos ali me olhavam espantados - Sim eu não bati nele por causa da Any àquilo foi baixo mas não merecia uma surra, agora deixar alguém quase desmaiado de tanto bater só por não gostar da pessoa eu não aceito. - disse sério e aumentei meu tom de voz. - Eu não vou aceitar mas ninguém fazendo brincadeiras de mal gosto, com ele. Ontem até falei que quero ser seu amigo, e vocês não prescisam fazer isso mas não e pra mecher com ele mais. - todos me olhavam pareciam assutados. 

-Não vamos - alguns responderam.

-Melhor assim. Não quero impor nada pessoal, se coloquem-se no lugar dele e em como ele se sentiu e vão entender o porque estou falando tudo isso. Vamos ser melhores que isso, o que acham ? - disse enquanto uns cochichavam e outros apenas ouviam. 

-É por essa e outras razões que você é um ótimo capitão - Lamar disse e todos gritaram concordando e logo em seguida me pegaram no colo. Amava aquela sensação, eu tinha meu time, tinha minha dança, Noah estava protegido nada pudia estragar aquele dia. 

Falei rápido demais. 

Fomos todos juntos pro refeitório, quando entramos vi Petter atrás de Noah, as meninas na mesa pareciam com medo, sem pensar duas vezes andei em passos rápidos até eles, nem me toquei que o time todo foi atrás. Quando cheguei perto ouvi ele ameaçando Noah, meu sangue ferveu no mesmo momento. Perguntei se um olho roxo não era o suficiente, ele se virou e me encarou. 

-O que ? Agora todos vocês vão defender esse afeminado ? É brincadeira neh ? - ele disse quando viu todos ali.

-Afeminado não, olha o respeito ele tem o total direito de ser ele mesmo - Bailey disse bravo, impondo respeito aquilo me surpreendeu. 

-Só porque uma pessoa é gay não quer dizer que é menos que outras pessoas, ou que você é melhor que ele -Lamar completou. 

Gente que orgulho dos meus amigos. 

-Como você pode ver, ninguém mais vai permitir isso com ele, então antes que eu precise te dar outra surra pra você aprender o seu lugar, para com isso e deixa ele em paz - eu disse e desviei o olhar de Petter para Noah, ele estava muito assustado, estava tremendo. 

-Vocês estão todos loucos, isso é por causa da influência de um capitão que não sabe o que faz. E só ver que nem a namorada ele conseguiu segurar - ele disse com deboche. 

-Ele não prescisa de uma namorada infiel pra ser uma boa pessoa, nem de um imbecil que quer seu lugar achando que pode dar lição de moral - Lamar disse e todos gritaram- Eh- 

Petter saiu furioso, e eu morrendo de orgulho pelos meus amigos e time. Ainda tremendo Noah virou pra frente assim que Petter saiu, Sina o abraçou de lado, fui até ele pra tentar acalma-lo. Cheguei atrás dele e coloquei minhas duas mãos em seus ombros. 

-Pode ficar tranquilo, não vai acontecer nada, estou apenas cumprindo o que te prometi - eu disse todos ali na mesa estavam em choque. 

-Eu percebi, obrigado - ele disse sorrindo. 

Sentei ao lado dele, ele se assustou e ouvi duas meninas perguntarem uma pra outra do porque eu estava na mesa que não era a minha, eu ri daquilo, os meninos descidiram ficar ali também. Alguns se sentaram na mesa junto comigo outros nas mesas ao lado. Pelo menos por hoje íamos sentar sem ser na mesa dos populares, que ficou vazia. Ficamos ali rindo e sentindo o clima bem leve, e a escola inteira sem entender o que acontecia. 

-Alguem pode me explicar o que está acontecendo ? - Krys chegou todo perdido sem entender nada - e que eu estava dormindo. - ele disse e todos caíram na risada. Gostava disse um lugar bom e calmo, pra todos. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...