História Amizade - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Terror
Visualizações 1
Palavras 990
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Slash, Suspense, Terror e Horror, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leituraa❤
(capa ilustrando a Alice,nn sei porq,mas ok :v)

Capítulo 3 - Começou as merda


Fanfic / Fanfiction Amizade - Capítulo 3 - Começou as merda

Já de noite chegamos ao parque,Miguel e Anna chegaram e ficaram se pegando escorados em uma árvore.Yuri havia ido embora,depois de ficar cinco minutos no parque,Alex esta sentado em um banco conversando com Gustavo,e as amigas de Anna-que são três-estão sentadas na grama conversando.Thiago esta sentado em meu colo,e eu sentado em um banco,estamos um pouco afastados dos outros,não tem nenhum motivo pessoal para isso.

Eu olho para um muro ali perto,tão branquinho...Parace que está pedindo pra ser colorido com meus desenhos...Não paro de encara-lo por nenhum segundo.

-Amor?Não me diga que você esta pensando em...-diz Thiago ja se levantando de meu colo e me olhando sério.-Em grafitar aquele muro?

-É,deixa vai.

-Rafael isso é errado,aquele muro não te pertence.Você prometeu que pararia com isso.

-Como você é chato Thiago.-me levanto e tiro uma lata de spray do bolso do meu moletom-que ja havia levado intencionalmente quando soube que iríamos ao parque-,vou até o muro,e começo um desenho.

-Rafael caralho!Você não me escuta!

Não olho para Thiago,ele fica uma fera por tão pouca coisa.Faço um desenho rápido porque não quero levar sermão a noite toda.Então volto para Thiago.

-Amor..olha..qual o problema?

-Rafael,o problema é que isso é errado.

-Você é muito certinho.-ele em da um soco de leve no ombro,então vamos de mãos dadas até o resto da galera.

-Aí gente,não esta tarde?-Alex pergunta se levantando do banco.

-São dez horas.-responde Miguel olhando em seu relógio de pulso.

-Ah,valeu Miguel,acho que vou ficar mais um pouco.-ele se senta novamente no banco.

-O que acham de beber?-sugere uma das amigas de Anna,se não me engano seu nome é Alice.

-Eu topo,mas bora beber naquela floresta que tem aqui perto?-diz Miguel.

-Floresta Miguel?Sério?Aquela que dizem ser assombrada?-diz Thiago um pouco preocupado.

-É,vai ser legal,e acredito que ela não seja realmente assombrada,deve ser só história pra evitar crianças lá por ter garrafas de vidro de bêbados como nós.-Miguel abraça Anna por trás,enquanto olha um pouco debochado para Thiago.

-Bêbados?Fale por você.-digo.

-Ahh vamos.-diz Miguel,tirando de trás dele uma bolsa térmica que aparenta estar cheia de bebidas.

Então nós saímos do parque e fomos andando até a floresta,isso deve ter levado uma hora no mínimo,Miguel disse que era perto,eu ainda mato essa disgraça.

Chegamos e nos sentamos todos em círculo no chão,Miguel coloca a bolsa térmica no meio.Assim nós começamos a beber,beber muito.

Após  mais ou menos uma hora,eu apago por alguns minutos,acho que de sono mesmo.Ahh minha cabeça dói,me sinto um pouco tonto.Thiago esta deitado no chão com algumas latas a sua volta,parece estar dormindo.Acho que sou o único acordado,olho para Alex e Gustavo,e me deparo com uma cena um tanto...incomum para eles?Alex está deitado sobre Gustavo,eles ficam fofos assim.Reparo que Miguel e Anna não se encontram mais conosco,olho em meu celular e coincidentemente tem uma mensagem de Miguel,ela diz:"Cara eu e a Anna decidimos sair,estávamos com pouca roupa e ficou frio pra cacete,desculpa.Bjs".

Ta bom ne...O que eu posso fazer se os dois não aguentam um friozinho.Mas espera...acho que ta faltando uma garota,não eram três?Ou eu to imaginando coisas?A única que eu sabia o nome sumiu,Alice...Deve ter ido com eles.Vou só confirmar.Mando uma mensagem para Miguel:"A Alice foi com vocês dois embora?".Ele responde imediatamente com:"Não,ela ficou aí".

Okay...Calma Rafael.Ela deve ter ido embora sozinha por conta própria.Vou mandar mensagem para a Anna,ela deve saber onde a Alice está ou se ela foi embora sozinha.Ja tremendo um pouco,envio:"Sabe se a Alice foi embora sozinha ou onde está?".Ela me liga poucos minutos depois.

-Rafael a Alice não está aí?!-ela está muito preocupada,ahh que merda!O que será que aconteceu com essa garota?

-Calma Anna,não,ela não está.

-Esta me pedindo pra ficar calma?!Minha amiga desapareceu do nada!

-Anna...ela iria te avisar se fosse embora sozinha?

-Sim cacete!

-Ta quem sabe ela só foi embora sem avisar dessa vez?Quem sabe não estava cansada?-eu tento ficar o mais calmo possível,por que um fora de si ja está bom.

-E-eu vou ligar pra ela,ja te ligo de volta para dar notícias.-assim a Anna desliga.

Tomara que seja só um mal entendido e que esteja tudo bem..Vou até Thiago e o abraço deitado,assim ficamos de conchinha,ahh esta tão quentinho..Ele se mexe um pouco,então se vira ficando de frente para mim. 

-Esta tudo bem Rafa?-ele pergunta acariciando meu rosto.

-Ouvindo conversas pela metade de novo Thiago?-rio baixinho,ele sorri.

-Não,é que,você está tremendo um pouco e parece preocupado,dava até pra sentir em seu toque e-

Ele é cortado pelo meu celular tocando,atendo,é a Anna.

-Rafael liguei muitas vezes pra ela e ela não atende!

-Calma Anna...

-Eu não consigo mais ficar calma!

-Olha,vamos dar um tempo,se ela não aparecer,aí vamos atrás dela,mas não deve ser nada demais...

-Eu não consigo mais falar com você assim...Parece que nem se importa.-ela desliga.É,e eu realmente não estou ligando muito,porque,ESTÁ TUDO BEM!Porra,não passou nem duas horas,até em casa ela deve estar.

-Amor..

-Thiago,olha,a Alice sumiu.Anna acha que ela desapareceu ou sei lá,eu acho que não nada demais.

-Eu não sei..Não parece algo que ela faria,sair sem avisar ninguém,nem ao menos avisar a Anna.-até você Thiago?!

-Até você.-eu rio-Ta,melhor irmos embora.

-E esses outros?-ele pergunta ja se levantando,me levanto também.

-Vamos acorda-los.

Nós acordamos os quatro,no caminho até o parque novamente explicamos tudo.Do parque cada um foi pra sua casa.Andei com Thiago até em casa calmamente,não falamos se quer uma palavra sobre o "sumiço" da Alice,somente sobre outras coisas.Na rua escura,eu vejo diversas figuras estranhas,escuras,não pareciam gente,uma sorria para mim,seu sorriso parecia o de um psicopata.Aquela cena me deixou imóvel,olhando para a figura de sorriso psicopata.

-Amor,está tudo bem?

-T-thiago você não vê aquele ser do capitoto?!

-Amor você está olhando para o nada,não tem ninguém ali.

-T-tem sim!

-Rafael você está me assustando,se for brincadeira,para.

-É sério!-então todas as figuras somem,meus olhos ficam arregalados,sinto apenas Thiago me empurrando para dentro de casa,enquanto eu quase que me recuso a entrar.

Mais uma vez é ele quem me pega no colo e me põe na cama.Ele se deita sobre mim,deitando sua cabeça em meu ombro,sinto escorrerem algumas lágrimas dele,sinto que ele soluça um pouco,e sinto que ele tenta segurar o choro.Por que será que ele está chorando?Com certeza não é por causa de Alice,mas não quis perguntar,não trocamos se quer uma palavre sobre nada,acho que ele adormece sobre mim,eu logo em seguida.




Notas Finais


cap maiorzinho,não ligue :P ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...