História Amizade Colorida Continuação... - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Marco Pigossi, Paolla Oliveira
Personagens Marco Pigossi, Paolla Oliveira
Tags A Força Do Querer, Jeiza & Zeca
Visualizações 188
Palavras 730
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AAAÊÊ 🎉🎉
Mil desculpinhas por não postar nesse tempo hihihi ❣️
Mais um capitulo!
Aproveitem 💗

Preparados soldados?
Esse cap tá triste e fofineo 😂❤️

Buenas Leituras Meus Xuxus 💜

Capítulo 4 - Quer Mesmo Saber?


Capítulo 56 ❤️
Jeiza Narrando;
Logo depois que o Zeca saiu, veio o Doutor
Doutor: Licença - sorri
Jeiza: Então Doutor... Vou poder ir embora hoje?
Doutor: Sim,  já pode arrumando as coisas, e te darei alta - ela sorri - Bom, a senhorita vem recuperando bastante. Sorte foi mesmo, que o impacto da traseira adormeceu o impacto da frente, fazendo você não se machucar muito.
Jeiza: Graças Á Deus! - ri feliz
Zeca Abre a porta
Zeca: Licença - entro - Olá Doutor! - comprimento - 
Doutor: Só vô passar dois medicamentos, um pros machucados, e o outro pra dor do corpo- Falei carimbando a receita 
O doutor mediu minha pressão, viu se eu estava melhor ao ponto de ir para casa
Estava tudo ''Ok'' - como falam rs -
Arumei minhas coisas, liguei para minha mãe, ela estava na casa do Zeca, junto á Nazaré, O seu Abel, e o Embuste... Quer dizer, Thiago.
Saimos daquele hospital
Fomos andando
Jeiza: Onde tu enfiou esse carro? - rimos
Zeca: Tá logo ali ó - apontei, e fui correndo abrir o porta malas
Ápos guardarmos tudo, partimos em direção á minha casa
Zeca: Tu tá estranha....- Foquei na pista
Jeiza: Estranha? - olhei ele
Zeca: Estranha, tu ficaste estranha depois daquela tal visita do Embuste - olhei ela, ela me fez carinho
Jeiza: Farol - ele logo voltou a focar na pista, observando que o farol havia fechado - em casa conversamos - sorri de leve, ele deu de ombros
Zeca: Okey - ela fez um carinho na minha barba, beijei sua mão e sorrimos
Chegamos, optei por conversarmos no quarto - trancado de preferencia rsrs-
Me sentei na verada da cama, para poder tirar aquelas sandalias, que estavam ''sufocando'' meus pés
Zeca: Jeiza, vais contar oque houve não? - andei de um lado para o outro
Jeiza: Senta aqui - bati na cama, ele se sentou
Zeca: Ele te fez algo? Se ele te fez conta, ai eu quebro ele todinho, Visse! - ela riu
Jeiza: Eii - peguei seu queixo - calma marrento - sorri
Zeca:Tá - fixei sua boca
Jeiza: Eu vou te contar, eu só fiquei encomodada com que ele me disse - dessa vez foi eu que abaixei a cabeça, enrrolando na mão,um pedacinho de linha, distraida , mas atenta
Zeca: Oque ele te disse? - perguntei, obviamente preocupado.
Jeiza: Quer mesmo saber? - ele me olhou
Zeca: Tu és minha namorada, tá esperando um filho meu! Claro que eu quero - ela me olhou e respirou fundo
Jeiza: Ele disse que... - do nada começei a chorar, ele não entendeu nada obviamente - eu ia perder minha filha, a nossa filha, que nem eu perdi o outro - disse chorando ainda mais
Zeca: Calma meu amor - abraçei ela - deita aqui - ela colocou a cabeça em meu colo
Jeiza: Eu e o Thiago namoravamos, antes dele me trair - funguei - ele foi viajar com a mãe dele, enquanto eu passava mal, feito louca, vomitava, sentia nojo de comida... - respirei fundo e ele bem atento me ouvindo - eu fui no médico, e eu realmente estava grávida, esperava anciosa para contar á ele, e quando ele chegou, eu contei com toda alegria do mundo, ele reagiu como se eu e meu bebê que eu esperava, fossemos um lixo! - continuei a chorar, mas falei gaguejando - ele disse que eu iria perder esse bebê de qualquer forma, foi então, que eu senti... o sangue escorrendo pelas minhas pernas, passei a mão, e eu estava realmente perdendo, vi tudo embaçado, e derrepente apaguei, minha pressão havia caído...
Zeca: E você perdoou ele? - ela se sentou se ajeitamos para podermos conversar melhor
Jeiza: Zeca... Eu era completamente louca por ele - ri debochada - minha mãe, já me avisou tantas vezes, tantas vezes! -chorei ainda mais - mas ai, eu acordei, a traição, a pior coisa que me aconteceu...
Zeca: Jeiza.. olha aqui - ela me olhou, aproximei dela - não vai acontecer nada com a nossa filha! Não vai... - fiz carinho nela
Jeiza: Eu te amo - fiz carinho nele
Zeca: Eu que te amo - ela sorri entre as lágrimas
Nos beijamos, um beijo de brigas fatais entre as linguas
Uma saudade, com prazer
Tristeza com lamentação
Par de sentimento junto, mas o unico que transborda é o AMOR!


Notas Finais


Tristenho ne??

Esse Embuste, quer dizer Thiago**
é um monstro!
Merece uma surrinha de leve 😂

Tadinha da minha Jeizinha 💔

Depois tem mais!
( dessa vez tem!! 😂🙄 )

NÃO deixem de comentar, amo ver cada comentariio 💖

Byee 💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...