História Amizade colorida. Karol Sevilla ruggarol larol - Capítulo 58


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla
Visualizações 11
Palavras 864
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 58 - N3ite de festa em Cordoba. Parte 3



Lio nós esperando na sala. Já estava pronto a um tempo. Descemos as escadas e quando Lio nos vou se levantou apresadamente. Sua expreção era a melhor. Era como se nos aprovasse mas com uma pontinha de ciúmes.
- Nena voce, você está linda.
- De mim não vai dizer nada. Bufou Juli .
- Você está incrível. Mas acho esse vestido muito curto. Das duas. 
- Vou tomar como elogio disse a irmã. So vou ao banheiro e ja saímos.
- Você caprichou no look hein. 
 -Você também está ótimo. Rí.
Se aproximou colocando aos mais na minha cintura. 
- Acho que vou voltar pra casa hoje.
Eu não dava crédito a suas palavras. 
- Cretino. 
- Sí por que quero acabar o que começamos mais cedo? 
- Não. Por so pensar com o pênis. Vai. Fica com a Amira hoje a me deixa curtir a festa tranquila. 
- Te vejo um pouquinho chateada.
Eu? Porque deveria estar? Sí porque ele estava tirando minha roupa e segundos depois flertando com Amira?
- Pois está errado.
- Nena. Te conheço e não quero que fique assim. Não goatonque eatajas chateada comigo. 
Eu também não gostava e nao tinha motivos pra estar assim com ele. Afinal. Nos éramos livres.
- Eu também não.
Abriu os braços e sua cara de cachorrinho me pegou. Nos abraçamos e Juli nos chamou. Era hora da festa.
Chegamos na porta da boate e Amira já nos esperava junto com Águs.
- Karol, fiquei feliz de saber que estava aqui! Disse me dando um abraço terno.
Todo se comprimentaram.
- Vamos entrar. Disse Lio.
- Tô esperando meu amigo, ele preferiu ficar num hotel. Alias Karol, ele esta louco pra te conhecer. 
Lio fez uma cara de ciúmes.
-A mim? Como ele sabe da minha existência?
- Todo mundo sabe Karol, você é a que sai o tempo todo nas revistas de fofoca com o Lio. Completou Amira.
- Ah sim, me esqueço disso. 
Nesse momento senti alguém nas minhas costas, passou às mãos por meus ombros e pude sentir àquele perfume.
- Oi gente!!!!
Era Rugge, era ele o amigo de Agus,  fiquei surpresa e muito feliz ao saber que ele estava ali. Todo que pude fazer foi lhe dar um grande abraço.
- Rugge, você aqui.
- Gostou da surpresa?
- Amei!!!!
Entramos na boate e seguirmos pra área Vip, onde nós serviram bebidas a vontade. Pedi uma piña colada e aproveitei pra conversar um pouco com Rugge.
- Te mandei mensagens o dia todo. 
- É que resolvi vir de última hora, e acabei ficando sem bateria, ha verdade chequei a pouco.
- Podía ter me avisado.
- Karol, eu vim porque sentí sua falta,  mas nao queró atrapalhar seus dias de ferias com Lío, so vim mesmo pra curtir essa noite com você porque Agus me falou que a Amira ta afim do Lionel...
.Olhei pro lado e vi que os dois estavam num bom papo.  
- Voce Fez bem em ter vindo. Pasar esse tempo com voce vai me ajudar a pensar sobre aquele asunto, lembar?
- Claro que lembro. 
Paseamos mías um tempinho ali conversando  e bebendo, e quando o alcool comecou a facer efeito, fomos par pista dançar .
De lá podia ver Lio com as maos em Amira. Pareciam muitos conectados. Comecei a dançar de forma mais recatada mais depois de 2 músicas já estava mais relaxada e as mãos de Rugge ja passeavam na minha cintura. Sentí de novo aquela química que tive em seu apartamento e ate parei de me importar com os amassos que vía Lío dando na Irma de Agus.
- Karol, vamos tomar mais uma ?
Fiz que sim com a cabeça e fomos pro bar. O bar-mem nos serviu uma bebida azul.
- O que e iso? Preguntei a Rugge.
- Confia en min e se surpreenderá . Disse sonrindo.
Devolvi o sorriso e levantei o copo fazendo um brinde.
-Talvez hoje se ja o começo de algo. Fizemos chocar os copos o tomamanos a grandes tragos. 
Voltamos a pista par dancar, eu adorava com el dancava, tinha uma ginga increível, sabia levar uma garota e era mito sexy fazendo isso. Comercei pensar que tal vez hoje seria o dia de avançar , de dar um passo a mais e saber se nós combinavamos tambem na cama. Era muito cómodo pra mim sanar minha vontade com Lío, ter meus momentos de caricias e depois ser livre. Mais de certa forma, eu gostava do Ruggero e sabia que valia a pena dar u a chance de tentar um namoro.. As mãos dele me aderindo ao seu corpo me fizeram acordar de meus pensamentos. Meu rostro estava próximo ao dele, se inclinó um pouco e me beijou, no começo foi un beijo tranquilo, más logo ficou ardente e rápido. Me deixei levar, derrepente de deteve:
- Vamos pro hotel comigo?
Seus labios me tocaram o pescoco de una manera increíblemente sexy que me Fez sentir calafrios.
- Karol, Rugge, perdão. Era Lío, sempre nos interrompia em un momento inoportuno.
- Fala Lío. Disse Ruggero.
- Posos  dançar esta música com a Nena?
- Pode, mais só uma heim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...