1. Spirit Fanfics >
  2. Amor... >
  3. P-peito?!

História Amor... - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


tava sem posta pq tava sem inspiração e (olha notas fiinais)

Capítulo 4 - P-peito?!


Fanfic / Fanfiction Amor... - Capítulo 4 - P-peito?!

Na escolinha...

Roger desliga na hora que ouve seus "amigos" gritarem tal coisa.

MANO - falou Duda se engasgando de tanto rir - Roger tu ligou pro puteiro foi? - falou ela ainda engasgada com seu riso.

mano, namoral eles são muito filha da puta - falou Roger rindo de raiva - manooo, eu vó mata eles namoral velhooo que arrombados - falava o garoto gritando de raiva com os atos dos "amigos" com quem ele achou que teria uma conversa normal no qual não sentiria que ligou pra um outeiro no meio da escolinha.

teus amigo ta no puteiro é? - falou Duda zoando o garoto que estava com raiva.

namoral vo mata eles - falou o garoto um pouco mais calmo.

te acalma krai - falou Duda já parando de rir.

mano olha oque esse pedaço de porra fizeram - falou o garoto já calmo após olha o belo rosto de Duda.

foi engraçado pelo menos - falou a garota.

ah fodase também - falou Roger baixinho.

Após o passar de um tempo, ambos estavam deitados no pátio da escolinha onde havia grama.

Céu tá bonito né - falou a garota olhando para o por do sol que estava uma beldade naquele por de sol, o céu cheio de nuvens, mas não chegaram a tapar o sol, o céu estava com uma parte alaranjada e ou um pouco rosada, que deixavam aquele fim de dia mais glamuroso ainda .

aham - respondeu ele se virando para a garota com todo seu corpo mas não chegou a ficar em cima apenas ao lado com uma proximidade extremamente grande, só que então no momento de virar seu braço por algum acaso, ele pegou no peito direito da garota que ficou muito corada após o ato inesperado do garoto, ela se afastou o mais rápido possível para longe do garoto se virando para o lado contrário do dele, que demorou alguns segundos para entender a gravidade do seu ato, eles ficaram alguns minutos sem se falar nada, até que o silêncio é quebrado pelo garoto - mano, d-desculpa namoral - a garota logo responde, ainda corada pelo ato - t-ta eu te desculpo se tu me der um pacote de balas - falou ela já normal - ata que eu vou gastar 10 pila em bala pra te dar - falou o garoto normalmente, então os dois começaram a conversar ignorando o ato.

Depois desse dia não haveria acontecido nada mais relevante na vida de Roger, as aulas continuavam as mesmas, seu "amor" pela Duda o mesmo e seus amigos continuavam zuando uns aos outros.

1 Ano depois...

Um ano havia se passado e Roger ainda tinha dúvida e negava oque sentia por Duda, sempre que olhava pra ela via perfeição e ele nao queria se apaixonar porque a maioria dos relatos só amor que ele ouvia eram sobre desilusões e suicídios porque seus amados não os amavam como eles amavam, perante ao medo de Roger estar apaixonado por Duda ele nega seus sentimentos por ela e fingi gostar de outra garota para tentar enterrar os sentimentos que só cresciam ao decorrer do tempo.


Continua...


Notas Finais


(Duda Roger tá Tristão e só n falo oq ele falou pq ele pediu pra n fala ent)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...