História Amor a primeira vista - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, Momoland
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Nancy, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 873
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), LGBT, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Eu estou desconfiado!


Então Hyundai abre a porta do carro para mim sair. Eu realmente achei que ele fosse me beijar, porém não faz isso. Ao sair do carro eu me despeço dele e vejo o mesmo ir embora. Entro no meu apartamento e tomo um banho, logo adormecendo.

Suga on.

Suga - Amor, finalmente você voltou! Estou tão feliz ao te ver.

J-Hope- Eu ainda mais senti sua falta, amor! - Abraço ele.-

Suga- -Abraço ele e o beijo.-.

J-Hope - Vou tomar um banho, tá bom? - Beijo ele e saio.

Enquanto Hope está no banho, eu recolho as roupas dele do chão e desfaço sua mala. Ao pegar uma de suas blusas, eu vejo ela com um cheiro esquisito, parecia muito suave, como se tivesse doce. Talvez ele tenha comprado um perfume por lá. 

Guardando a mala, uns papéis cai dela.

Suga - Quanta coisa ele trouxe, meu deus. - Pego os papéis e acabo lendo.

"Documentação de divisões de bens - autorizado pelo tribunal fiscal de cobranças de Seoul. 

Senhor J-Hope, estará de acordo com divisões de bens com o senhor Taehyung. Podemos de responsabilizar a doação de orgãos ao mesmo."

Suga - O que é isso? - Fico com os olhos arregalados.

J-Hope- Amor, eu acho que -.. -Fico pálido ao ver ele lendo uns papéis.- O que está fazendo, seu curioso?

Suga - Quem é Taehyung, Hope? - O encaro.

J-Hope- É um cliente da empresa para qual trabalho, amor.- Digo sorrindo, tentando pegar os documentos da mão dele.

Suga - Só um cliente, será? Hope, é melhor está sendo bem sincero comigo. Eu odeio mentiras. - Não deixo ele pegar.

J-Hope- Amor, relaxa. Você está muito estressado. Precisa descansar um pouco, sabia. - Sorrio e pego os papéis.- Vamos comer.

Suga - Eu perdi a fome, coma sozinho. - Saio do quarto e pego meu celular em cima da estante, saindo de casa.

J-hope- Caramba, essa foi por pouco.. - Me seco e coloco uma roupa confortável.

Não poderia acreditar que J-Hope poderia está me traindo. O cheiro na sua roupa, os fios de cabelo, e agora esse documento. Não, não pode ser.. Porque isso acontece comigo? Estou preste a me casar e acho que meu noivo tá pulando a cerca.. Espero está enganado.

Enquanto eu me perdia em meus pensamentos, uma moça muito elegante de senta ao meu lado.

Jennie- Olá, tudo bem? Me chamo jeniie, muito prazer! - Sorrio.

Suga- Eu sou o suga. E não está tudo bem. - Faço uma carinha triste.

Jennie- O que ouve?

Suga- Eu acho que meu noivo está me traindo e isso é terrível. Não quero acusa-lo sem provas.

Jennie- Eu entendo. Mas é normal coisas assim acontecer, não que seja bom ser traído, mas você me entendeu.

Suga - Não se preocupe, eu entendi.

Jennie- Qual o nome do seu noivo, só por curiosidade.

Suga - J-Hope. - Sorrio.

Jennie- pensamento on.

Eu trabalhava com o Tae a muito tempo, praticamente 4 anos. Éramos como irmãos. Eu fazia tudo por ele e ele fazia tudo por mim. Quando me apresentou seu namorado, eu o achei estranho, não era flor que se cheirasse, digamos assim.

Um dia, eu o peguei falando no telefone com um homem, o chamando de "amor". Minha vontade era de ir lá e fazer mil perguntas, mas apenas me escondi e não contei ao Tae. Ele poderia não acredita em mim

Jennie- pensamento off.

Suga - Jennie? -a olho.

Jennie- Ah, oi. Desculpe, estava um pouco pensativa. - Rio pequeno.

Suga - Tudo bem, eu só queria agradecer por me ouvir.

Jennie- De nada, vai ficar tudo bem. - Beijo a bochecha dele.

Suga - Quem sabe, você conseguir ir no meu casamento, caso tenha tempo. É daqui a 2 semanas.

Jennie- Uau. Meus parabéns, vou sim! - -Sorrio-. 

Suga - Perfeito! Aqui, tome meu contato de telefone, nos vemos por aí. - Me despeço e saio.-

Jennie- Espero está errada. - O olho indo embora.-

Um pouco mais tarde...

Ao chegar no hotel, minha mão coça para ligar pro Suga, porém apenas adiciono ele. Vejo que sua foto apareceu no wpp, então clico e tomo um baita susto.

Jennie- Meu deus, não pode ser! Não pode ser! J-Hope.. é noivo e namorado de duas pessoas. Preciso contar pro Tae!

Um pouco mais tarde eu volto pra casa e vejo Tae falar no telefone, ele parecia empolgado e feliz. Fico atrás da porta e tento escutar algo.

J-Hope- Ah, para com isso bebê. Eu que estou sentindo saudades de você. Seu lindo, não vejo a hora de te ver novamente. Tá bom, beijos. -desligo.

Vou até a sala e me sento no sofá, logo em seguida o Hope sai do quarto e eu ajo naturalmente.

Suga - Oi amor, tudo bem? - O olho.

J-Hope- Oi, que bom que voltou. O que você tá fazendo?

Suga - Bom, nada. Ia falar com você, mas parecia ocupado num ligação, eu não sei.

J-Hope- Acho que você ouviu a televisão. Não tava em ligação com ninguém não, amor.

Como ele podia ser tão sonso, minha vontade era de bater nele, até o mesmo confessar a verdade. Mas disfarço e fingo que tudo está bem.

Contagem regressiva - 13 dias. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...