História Amor a primeira vista - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, Momoland
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Nancy, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 935
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), LGBT, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pessoal, tem algumas pessoas achando esse "flashback" extremamente longo, pois tá contanto a história toda.
Porém vai ser normal ver isso nas minhas próximas histórias.
Boa leitura.

Capítulo 8 - O beijo roubado


13 dias - Contagem regressiva.
Seokjin on

Jin- Nossa, que tão vazio hoje. - Observo a cafeteria.

"Barulho de sino."

Jin- Boa tarde, seja bem-vindo a-.. - Me  surpreendo ao ver Hyundai.

Hyundai- Então seu amigo estava certo, você trabalha aqui. - Sorrio.

Jin- Pois é! Deseja um café? - Passo a língua sobre meus lábios.

Hyundai- Pode ser, mas sem açúcar, por favor. - Me sento em um dos assentos próximo ao balcão.

Jin- Aqui está! Também temos as rosquinhas, de vários sabores. - Pego uma da vitrine e te dou. - Por minha conta.

Hyundai- Oh.. Obrigado, mas pretendo pagar por isso. - Mordo um pedaço.

Jin- Nada disso, deixa comigo. Ficarei feliz se aceitar esse condição.

Hyundai- Tudo bem, então. A propósito, aquela vaga de secretário foi ocupada. - Digo olhando para ele.

Jin- Que pena, quem sabe da próxima eu tento. - Falo triste.

Hyundai- Mas, eu quero que você seja meu secretário particular, o que acha disso? Vai ganhar um bom dinheiro.

Jin- Mas... Será abuso da minha parte, se eu aceitar. - Coro.

Hyundai- Que nada, eu gostei de você. Aceite por favor Jin.

Jin- Aish.. Tá bem, você venceu! 

O dono da cafeteria passa de cabeça baixa e me pede para fechar a loja, jogando a chave para mim. Eu concordo e vejo o mesmo sair.

Hyundai- Aceita uma carona para casa? - O olho.

Jin- Eu moro aqui pertinho, não se preocupe com isso.

Hyundai- Estou a pé, não se preocupe. Lhe faço companhia o resto do dia.

Jin- Já que insisti, eu agradeço! - Sorrio.

Após fechar o estabelecimento, eu e Hyundai vamos caminhando pela calçada, enquanto conversamos. Logo chegamos ao portão do apartamento.

Jin- Quer entrar? Mas não repare na bagunça, sabe como é morar sozinho né?

Hyundai- Sem problema, eu também não sou muito fã de arrumação. - Rio.

Então subimos para meu apartamento. Tiro meu casaco e deixo no cabine, vendo ele fazer o mesmo.

Jin- Que alguma coisa pra beber? - Pergunto ele, indo e direção a cozinha.

Hyundai- Pode ser uma água, por favor. - Me sento no sofá.

Jin- Tome. - Lhe entrego a água e sento ao seu lado.

Hyundai- Que bonita casa, eu adorei os papéis na parede ali, são legais.

Jin- Valeu, eu acho.. - Rio meio sem graça.

Ficamos um pouco em silêncio, até que sem querer ele no intuito de pegar o controle remoto, esbarra em Hyundai, derramando toda água em seu colo. 

Imediatamente entro em desespero, mas ele apenas rir para mim, me fazendo me senti menos pior, talvez?

Ofereço uma de minhas roupas a ele, não eram tão finas quanto as dele, mas já ajudava. Vou até o meu quarto e pego as roupas.

Jin- Aqui está e me desculpe pelo ocorrido..

Hyundai- Está tudo bem, não se preocupe. - Sorrio, pegando as roupas e indo até o banheiro.

Jin- Sou tão desastrado.. - Falo pra mim mesmo.

Derrepente ele sai do banheiro, porém só de calça. Fico impressionado com seu belo tórax, quase babando.

Hyundai- a blusa ficou muito apertada, desculpe. - Te entrego.- Mas eu tô de casaco, então tudo bem.

Jin- Ah sim, eu sempre visto um número pequeno mesmo. Vou por suas roupas pra secar, talvez você possa usar elas.

Hyundai- Quer logo suas peças de volta, Jin..?

Jin- O quê? Não, não.. Pode ficar usando elas, sem problemas Hyundai.

Hyundai- Obrigado! - Sorrio e me sento no sofá.

Vou em direção a secadora e coloco as roupas dele. Dou um baita pulo de susto ao sentir duas mãos em minha cintura, fazendo minha cabeça bater no armário de parede.

Jin- Aí, aí! - Ponho a mão na cabeça.

Hyundai- Desculpe, eu não queria te assustar. Me perdoe, deixe-me me ver se machucou.

Ele segura meu rosto de uma forma tão carinhosa e analiza meu couro cabeludo, dando um beijinho em cima do mesmo.

Hyundai- Você vai ficar bem, não se preocupe. - Sorrio, alisando seu rosto.

Jin- Mas ainda dói.. - Faço uma carinha de choro. 

Hyundai- Vai passar, você vai ver só. Não se preocupe tá? -Seguro em sua cintura e o encosto contra parede.

Jin- Hyundai... - Fico extremamente corado.

Hyundai- Shiu.. Não diga nada. - Seguro seu rosto.

Ao segurar meu rosto, eu Coro fortemente. Em questões de segundos sinto nossos lábios se tocarem. Eu não me sentia assim a muito tempo. Era tão bom beija-lo, toca-lo, poder lhe dizer que aquilo era bom.

Jin- -Passo os braços ao redor do pescoço dele.-

Hyundai- -Pego ele no colo, vendo o mesmo cruzar suas pernas ao redor de minha cintura.

Cada vez ficava mas quente. Nossos corpos juntos, pedindo mais e mais a cada beijo, a cada toque dando um no outro. Ele separa nossos lábios, assim que falta ar.

Hyundai- Foi melhor do que eu imaginei, pode ter certeza .. - Dou um selinho nele.

Jin- Seus lábios são tão.. doces, eu adorei.. - Digo corado.

Hyundai- -Sorrio-. 

O telefone dele começa a tocar, então me vejo pondo no chão. Simplesmente ele atende e desliga rápido .

Hyundai- Esses negociantes, aí meu deus. Tenho que ir, Jin.. Desculpe não poder ficar mais tempo.

Jin- Eu entendo, não se preocupe. - Sorrio.

Acompanho o mesmo até a porta. Vejo ele vestir seu casaco, e pegar suas coisas.

Hyundai- Acho que estou esquecendo algo..

Jin- Deve ser as-... -Ele me puxa para um beijo.- roupas..

Hyundai- Ligo pra você mais tarde, Jin.. - Deixo um selinho nele e saio.

Jin- Céus... -Me sento no sofá, passando os dedos por meus lábios.- Será que devo dá uma oportunidade a ele?


Continua....



Notas Finais


Será que ele deve? Eu não sei, galera.
O que vocês acham??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...