História Amor a primeira vista (Connor x Oc) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Detroit: Become Human
Tags Become, Connorxoc, Dbh, Detroit, Human
Visualizações 4
Palavras 851
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Científica, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas, turu pom?
Espero que gostem dessa historia, dei o meu melhor pra escrever esse capítulo

Capítulo 1 - O começo de tudo


   Era um belo dia em Detroit, eu me arrumava na frente do espelho para uma entrevista de emprego. Meu maior sonho desde pequena era ser detetive e, com essa vaga talvez eu pudesse realizar esse incrível sonho.

Ah, meu nome? Eu me chamo Sophie Willlians, tenho 23 anos, cabelos castanhos longos e ondulados e olhos verdes.  Nasci em Detroit, numa família bem pobre. Ate um tempo atrás eu ate conseguia me manter, morando em uma casinha pequena, porem com a chegada dos androides eu acabei perdendo meu emprego, no começo eu ate sentia um pouco de raiva deles, mas depois da revolução dos divergentes, eu passei a nem ligar muito.

 Após algum tempo eu dei um longo suspiro e me dirigi á cozinha para poder comer meu amado café da manhã. Eu olhei na geladeira, não havia muita coisa, já que como eu tinha sido demitida do seu emprego anterior, o pouco dinheiro que eu tinha não dava direito nem pra pagar as contas. Eu acabei por pegar apenas uma jarra de agua gelada de lá de dentro e fazer uma torrada, só para não dizer que eu não comi nada de manha.

-Mas que porra de café da manhã- Eu resmunguei, zangada.                                     

 Eu sai rápido, obviamente para não se atrasar, eu xingaria deus e o mundo se eu perdesse aquele emprego, já tenho problemas o bastante na minha vida. Chegando á delegacia eu sem querer esbarrei em alguém, assim caindo no chão.

-Ah, desculpa eu estava muito distraída- Falei tentando me recuperar do impacto que eu tinha levado.

-Não, me desculpe você, eu devia ter desviado- Falou a pessoa com que eu esbarrei me oferecendo a mão, que claro, aceitei.

  Ao me levantar do chão, ergui minha cabeça para olhar com quem eu esbarrei, eu olhei o androide a minha frente, ele tinha os cabelos castanhos arrumados, olhos cor de avela e pele clara, ele usava um uniforme, parecido com um terno, o que além do led em sua cabeça denunciava que ele era androide. Olha, não e por nada não mas ele é lindo pra cacete.

-Olá, eu sou Connor, um androide enviado pela Cyberlife – Ele falou, se apresentando.

-Oi, pode me chamar de Sophie- Me apresentei também, pra ser educada, mas logo me lembrei de que se eu demorasse muito eu iria me atrasar- Ah, desculpa, eu tenho que ir agora, tchau. - Falei antes de começar a andar em direção ao meu destino.

-Tchau, Sophie-Falou Connor, já saindo também.

Ok, agora rumo á entrevista de emprego. Me aproximei da recepcionista, me apresentando e falando sobre a entrevista de emprego, rapidamente ela me falou como chegar ate lá e me desejou um bom dia. Caminhei ansiosamente em direção a onde tinha me sido apontado para ir.

  Parei na frente da porta e bati, logo em seguida ouvindo que eu podia entrar. Adentrei a sala calmamente, pedindo licença antes de entrar obviamente.

-Sente-se, por favor- Pediu o homem, que devia ser Fowler, o chefe.

  Me sentei a frente dele, um pouco ansiosa, é em situações desse tipo que eu começo a ficar extremamente nervosa.

-Então vamos ver, você tem um bom currículo, tem experiência, sem antecedentes criminais- Ele falou olhando alguns papeis- Porque você foi demitida no seu outro emprego de investigadora?- Me perguntou, parando de olhar pros papeis e me fitando seriamente.

-Fui acusada injustamente de brigar com um agente senhor- Falei, suando frio.

-Ok, você arrumou um emprego durante esse tempo?- Fez mais uma pergunta

-Eu trabalhava na confeitaria, mas deram meu emprego para um androide senhor.

-Ok, você é a com melhor currículo ate agora, e também a ultima a ser entrevistada. O emprego é seu- Ao escutar essa ultima frase, eu senti a alegria dominando meu corpo, uma enorme vontade de comemorar, porém me segurei- Você começa amanhã, porem se me permite já vou te apresentar ao seus parceiros- Falou levantando de sua cadeira, pra chamar os meus futuros parceiros, cara eu ainda não to acreditando nisso.

-HANK E CONNOR, NA MINHA SALA AGORA- Gritou, provavelmente chamando a atenção de todo mundo, achei bem discreto sabe.

Dois homens entraram, o androide que eu tinha visto antes, Connor, e um homem velho de cabelos brancos que eram um pouco longos, mas não chegava a bater nem no queixo.

-Quem é essa-Falou o mais velho, olhando em minha direção.

-Essa é a nova parceira de vocês, ela ira ajudar vocês no caso- Falou Fowler calmamente

Aparentemente ele não gostou nada disso, eu em.

-Mas o que? Eu não preciso de a porra de mais um parceiro, eu e Connor conseguimos realizar os casos sozinhos.

-Eu acho que tenho que te lembrar quem manda aqui- Fiquei só observando a briga calada, mas claramente quase rindo, o androide também não falava nada.

-Mas que caralhos- Começou ele novamente, mas foi interrompido.

-Se você achou ruim me entregue sua arma e seu distintivo.

 Ele bufou e saiu da sala, Connor o seguiu. Fowler se virou pra mim pra dizer alguma coisa.

-Aqueles eram Hank Anderson e Connor, você começa amanha as 10:00, por favor, feche a porta ao se retirar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...