História Amor a primeira vista, ou não... (Lucas Berti) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Lucas Berti
Visualizações 44
Palavras 969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - Festa


Fanfic / Fanfiction Amor a primeira vista, ou não... (Lucas Berti) - Capítulo 12 - Festa

Segunda feira, 5 de junho

Pov's Luisa

Acordei e me arrumei fui até a porta da casa do Lucas e toquei a campainha, o Lucas atendeu e eu pulei no colo dele.

-Feliz Aniversário meu amor!- falei dando um beijo nele. Mas logo ele me solta.-O que foi Lucas?- ele tava com uma cara.

-Você tá me traindo com o meu irmão e ainda vem me dar feliz aniversário!- falou puto.

-Do que você tá falando? Tá louco?- falei sem entender. Ele abre o celular e me mostra a foto que o paparazzi tinha tirado e postado em um site com a legenda "Namorada de Lucas Berti sai com irmão do artista"

-Eai que desculpa vai dar dessa vez?- falou guardando o celular e saindo me deixando para trás. Eu corro atrás dele.

-Lucas! Não é isso que você tá pensando!- falei segurando ele.

-Ah não, é o que então?- falou se soltando e continuando a andar. Eu não podia falar a verdade se não ia estragar a surpresa.

-Se você não acredita em mim!- falei triste.

Ele foi na frente caminhando rápido e eu fui atrás. 

Pov's Lucas

Cheguei na escola e todos me olharam porque eu estava sozinho. Os moleques vieram falar comigo.

-Lucas é verdade aquilo que saiu no site?- perguntou Dedé.

-Não sei!- falei irritado.

-Calma acordou com pé esquerdo o aniversariante?- falou Felipe.

-Não, eu briguei com a Luísa! Por causa disso mesmo!- falei.

Vejo ela chegando na escola de cabeça baixa indo falar com as meninas.

Pov's Luisa

Fui falar com a Júlia e a Juliana, elas perceberam que eu não estava bem.

-O que aconteceu?- perguntou Júlia. Juliana da um empurrão nela como se fosse óbvio, todos já sabiam da notícia e Juliana estava brava pois ela tinha arrecem ficado com o Bruno e eu saí com ele, mas ela não sabia da verdade.

-Juliana não fica brava comigo, você acha que eu ia ficar com o Bruno? Eu namoro o Lucas e estou feliz com ele!- falei.

-Quem disse que estou brava? Não tenho nada a ver com o Bruno!- falou.

-Você acha que eu não sei que vocês ficaram?- falei.

-Como você sabe?- perguntou.

-Ele me falou!- falei

-Ah, então além de ter ficado com ele, ele ainda te falou que tinha ficado comigo?- falou mais brava ainda.

-Eu não fiquei com ele!- falei 

-Então o que foi aquela matéria que saiu?- falou puta.

-Você sabe como são os paparazzi, adoram criar polêmicas! Eu só fui no centro com o Bruno para ele me ajudar a comprar um presente para o Lu, e ele acabou me contando porque você é minha amiga!- falei.

-Isso é verdade?- ela perguntou.

-Claro, você acha mesmo que eu ia ficar com o irmão do meu namorado?- falei como se fosse óbvio.

-Desculpa, por ter te acusado, afinal eu e o Bruno só ficamos!- falou.

[...]

As meninas estavam lá em casa se arrumando para a festa, já era umas 18:30 quando terminamos de nos arrumar.

-Prontas?- perguntei.

-Sim!- elas responderam.

Descemos as escadas em direção a porta.

-Pai, me empresta o carro?- perguntei para o meu pai.

-Não vai fazer nenhuma merda em!- falou me entregando a chave.

-Relaxa!- falei saindo.

Entramos no carro e saímos, quando chegamos o Lucas estava na porta.

-Eu não acredito que você ainda teve a cara de pau de vim aqui!- ele falou para mim.

Sem falar nada eu o puxei até o meu carro.

-O que você tá fazendo?- falou bravo.

Abri a porta do carro e entreguei o urso para ele.

-Se você acha que com presente você vai fazer eu achar que você não fez nada, está enganada!- falou.

-Lucas, se liga aquela foto foi tirada o dia que eu fui comprar o urso o Bruno só foi me ajudar! Por favor acredita em mim amor!- falei entregando o urso para ele.

-É verdade isso?- perguntou.

-Claro que sim!- falei sorrindo.

-Desculpa amor, por não ter acreditado em você! Eu amei o presente!- falou me abraçando.

Depois nós entramos na festa e o Lucas foi pedir desculpas para o Bruno! Bom, a festa foi muito legal mas eu perdi o controle de quantas cervejas em bebi, eu estava muito bebada quando a festa terminou.

-Lucas, eu já vou!- falei com a voz bem lenta.

-Você tá louca de ir em bora nesse estado?- falou.

-Não, tô indo tchau!- falei indo em direção a saída.

-Você ainda vai dirigindo? Você tá louca? Volta aqui!- ele me puxou pelo braço.

-Me solta Lucas!- falei.

-Eu vou te levar!- falou pegando a chave do carro da minha mão.

Entramos no carro, no meio do caminho eu apaguei.

-Melhor você dormir lá em casa! Seus pais não vão gostar nada de te ver assim!- ele falou com ele mesmo.

Pov's Lucas

Eu saí do carro fui até o outro lado e peguei ela no colo, levei ela até meu quarto e deitei ela na cama mas fiz ela acordar.

-Amor! Acorda!- chamei ela.

-Lu, como você tá bonito em?- ela falou meio delirando.

-Levanta vai! Você tá precisando de um banho gelado!- falei puxando ela.

-Ah não! Antes...- ela falou me agarrando.

-Luisa! Agora não!- falei.

-Poxa Lucas, quando eu quero, você não quer!- falou sentando na cama.

-Você está bêbada! Aí a gente faz e amanhã você não lembra de nada e aí como é que fica?- falei levando ela até o banheiro.

Fiz ela entrar em baixo do chuveiro, acabei me molhando todo também, depois de ela ficar um bom tempo embaixo da água, trouxe uma toalha e uma roupa  minha e deixei no banheiro para ela se enxugar tirar a roupa molhada e se vestir. Enquanto isso eu fui até a cozinha pegar alguma coisa para mim comer. Depois de um tempinho o Bruno chega.

-Por que você tá todo molhado Zé?- perguntou.

-A Luisa estava bêbada e tive que fazer ela tomar um banho gelado!- o Bruno fez uma cara como se a gente tivesse feito algo.

-Não Bruno! Ela tomou banho de roupa ok!- falei.

-Ata!- falou.

Eu voltei para o quarto e a Luísa estava saindo do banheiro, levei ela até a minha cama e tapei ela. Depois eu deitei também, nós dormimos de conchinha.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...