1. Spirit Fanfics >
  2. Amor a Vida - imagine WONHO >
  3. Capitulo O27

História Amor a Vida - imagine WONHO - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


genteeeee o que foi esse comeback do blackpink a música nao sai da minha cabeça pelo amor de deus!

seguinte amores tenho dois recadinhos, o primeiro é o seguinte, relacionado ao nosso imagine do nosso lindo maravilhoso gostoso do wonho, bom por mais que eu não queira parar com ela, as ideias que eu tenho são pouquissimas para os capítulos, o que talvez leve a possibilidade do imagine parar ou acabar, então peço carinhosamente para vocês leitores e amantes do imagine deixem ideias do que eu posso fazer, não é obrigatorio claro é so se quiserem

segundo recadinho, estou tendo novas ideias de temas para outro imagine único ou quem sabe uma outra série, claro que minha ideia principal é terminar o imagine do wonho primeiro para começar outra mas os temas vieram e eu preciso anotar para não esquecer futuramente, então meus amores mais uma vez peço que deixem sugestões de idols para eu fazer e deixo em vossas mãos a votação de imagine único ou série.

agora acaboukkkkk

sem plágio, não tenho a intenção de ofender nenhum dos idols citados na história e boa leitura, bjooos

Capítulo 29 - Capitulo O27


Fanfic / Fanfiction Amor a Vida - imagine WONHO - Capítulo 29 - Capitulo O27

Continuação do capitulo anterior...


Assim que falei aquilo pude ver claramente que o mais velho começou a ficar nervoso e incomodado, sei que ele tentaria mentir, mas eu não iria esquecer esse assunto tão cedo.

s/p: Não sei do que esta falando....

S/n: Sabe sim! Me fala, onde ta a minha mãe!

s/p: Ah! Que saco S/n, eu to trabalhando será que pode me deixar em paz?! Garota chata não deveria ter deixado aquela mulher te parir!

Fala mas logo tampa sua boca notando que disse, não queria saber se ele havia se arrependido ou não, então apenas me virei e sai da sala com lágrimas nos olhos ouvindo o mais velho gritar meu nome logo atrás, mas o ignorei e apenas continuei caminhando. Quando passei pela mesa de Hyojoo parei ao ouvir ela falar comigo.

Hyojoo: Eu te falei que ele não queria ser incomodado

Respirei fundo acalmando a vontade de ir ate ela e continuei caminhando ate chegar em minha sala.


[...]


O resto do dia se passou calmamente, era fim da tarde, e eu estava para terminar meu trabalho que restou, amanhã seria a cirurgia de Chaeyoung para receber o novo fígado dela, eu não poderia participar, mas o pensamento do "e se" não saia da minha cabeça, suspirei massageando minhas têmporas de olhos fechados e escutei a porta ser aberta.

S/n: Quem é?

s/m: Sou eu meu amor...

Levantei minha cabeça rapidamente vendo minha mãe em minha frente com um sorriso triste, senti meus olhos lacrimejarem e fui ate ela a abraçando fortemente.

S/n: Por que não me contou...?

s/m: Vamos sentar meu amor

Nos sentamos no pequeno sofá que tinha na sala e a encarei ansiosa por sua resposta.

s/m: Sua avó me falou que lhe contou sobre sua mãe biológica, mas olha...eu não faço a mínima ideia de onde ela esteja, você pode não ser minha filha de verdade, mas eu a considero e amo como se fosse minha...você me perdoa? --pergunta com lágrimas nos olhos enquanto me olhava sorrindo

Sem responder a abracei novamente encostando minha cabeça em seu ombro deixando meu rosto ser molhado pelas lágrimas que caíram.


[...]


Ja de noite, havia terminado meu trabalho e ja estava a caminho da saída do hospital, depois daquele breve momento, conversei mais um pouco com minha mãe antes dela ir para casa. Combinamos de marcar um jantar em sua casa para esclarecer esse assunto, suspirei sorrindo e olhei pra frente vendo uma mulher em uma cadeira de rodas adentrar o hospital, seus cabelos eram iguais os meus, morenos e cacheados nas pontas, seus olhos da mesma cor que os meus, por um momento me achei parecida com ela, desvio tais pensamentos e ando ate a mais velha chamando sua atenção.

S/n: Olá! Posso ajudar?

???: Oh não precisa querida, quero apenas saber onde é o escritório do dono do hospital, tenho um horário marcado com ele

S/n: Com meu pai? Posso te mostrar se quiser

???: Então você que é a filha dele...

S/n: Sim...por acaso nos conhecemos?

???: Não. Lívia, prazer em conhece-la

S/n: S/n, o prazer é meu, de onde conhece meu pai?

Lívia: Digamos que...é de longa data

S/n: Ah sim...bom venha lhe guiarei ate a sala dele

Sorrimos uma para a outra e então seguimos ate o elevador, subimos ate o ultimo andar e então dou as instruções para a mulher ao meu lado.

S/n: A sala dele é a única porta no final do corredor, vai conseguir chegar fácil la

Lívia: Muito obrigada minha querida, espero nos vermos de novo

S/n: Igualmente

Aceno e desço com o elevador ate o terreo novamente, assim que sai do hospital pensei na mulher de alguns minutos atrás, ela é estranhamente parecida comigo, asiática ela com certeza não é, que estranho...dou de ombros e entro no meu carro dirigindo ate minha casa.


Lívia pov.on

Respiro fundo e vejo Hyojoo um pouco a mais a frente, assim que ela me olha sorri e vem ate mim empurrando a cadeira de rodas, em frente a porta do pai de S/n respiro fundo e olho a mais nova que acente com a cabeça adentrando o cômodo para avisar sobre sua suposta "consulta", assim que a menor volta ate sua mesa deixando a porta aberta, empurro as rodas entrando no espaço e encaro o homem mais velho com um sorriso cinico.

s/p: Como....mas como é possivel!

Lívia: Pensei que estivesse sentindo saudades

s/p: Por que esta aqui?!

Lívia: Você sabe o por que, e afinal, nossa filha é realmente linda...pelo menos você deixou o nome que eu escolhi, S/n....



















Notas Finais


ate quinta amores e por favor leiam as notas iniciais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...