1. Spirit Fanfics >
  2. Amor Além Dos Olhos >
  3. A Dor De Não Lembrar

História Amor Além Dos Olhos - Capítulo 8


Escrita por: Otome_Baka00

Notas do Autor


Agradeço a sua leitura, e peço desculpas por qualquer erro aqui cometido

Capítulo 8 - A Dor De Não Lembrar


 - Bela me perdoa, eu fui um idiota, se eu não tivesse continuado com a briga você não teria se machucado e não estaria aqui, e o seu amigo também não teria vindo para cá a força.

 - Na verdade eu que fui a idiota eu quis me meter na briga quando ela já tinha começado a bastante tempo, se eu tivesse interferido no começo nenhum dos três estaria aqui.

 - Mas só teve a briga porque eu fiquei com ciúmes dele ter falado que você estava com ele e não comigo – ele fala com a cabeça baixa e um olhar triste .

 - Eu não estou com ele e nunca que eu vou ficar com ele, já ao seu ciúmes owwww que fofo – ele fica mais corado e tenta cobrir o rosto com as mãos – hahaha você fica muito lindo quando está com vergonha... Quer dizer você sempre é lindo mas fica mais lindo com vergonha... Quer dizer... ahh Eu nem sei mais o que estou falando – falo vermelha que nem um tomate, cobrindo o meu rosto com os cobertores. – então começamos a rir.

Meus pais entram dentro no quarto e vão correndo para me abraçar e falam que estavam muito preocupados e que eu nunca mais tinha que tentar separar uma briga e que eu tinha que pedir ajuda para pessoas mais fortes para tentarem separar a briga.

- Eu prometo que dá próxima vez eu irei pedir ajuda para o Vlad para ele tentar separar a briga, mas vocês sabem o motivo da briga?

 - Qual o motivo filha? – pergunta meus pais juntos, eu olho pro Carl e ele começa a me implorar.

 - Bela, por favor não fala, Bela é sério Bela, Bela , Belaaaaa não fala por favor, Vai Bela quebra esse galho pra mim? Não fala – eu comecei a rir que nem doida.

 - Oque você não quer que eu fale?

 - Qual foi o motivo da briga, por favor Bela não fala.

 - Fala o que? Que a briga começou porque o Jake falou que eu estava com ele e você ficou...

 - Beeelllaaaaa .

 - Por acaso ele ficou com ciúmes? – Pergunta o pai dele entrando dentro do quarto, e eu balanço a cabeça afirmando que sim.

 - Affs – ele vira a cabeça e fica todo corado por todo mundo saber que ele ficou com ciúmes – eu vou tomar um café.

 - Quando eu vou ter alta?

 - Daqui a pouco.

 - Carl?

 - Sim?

 - Você veio de carro né? – ele diz que sim – então você pode me levar pra casa?

 - Claro, só vou pedir o endereço e já te levo – ele fala com um olhar triste .

 - Porque você precisa saber o endereço da sua própria casa? Ainda não decorou?

 - V-você vai voltar pra lá?

 - Sim – eu falo sorrindo – eu pensei no que você me disse mas eu gostei do piquenique, claro menos a parte em que você e o meu melhor amigo brigam, mas eu ainda posso ficar lá por mais alguns messes, não posso?

 - Claro o tempo que você quiser – Ele fala sorrindo e me abraça – Brigado – ele sussurra no meu ouvido me fazendo arrepiar toda.

Ele se separa do abraço e encosta a testa dele na minha eu fecho os olhos pra aproveitar o momento e dou um sorriso de lado.

 - Quando que você vai me escutar e não vai mais encostar nela – grita o Jake que acabou de entrar no quarto.

 - Jake? – eu abro os olhos e me afasto do Carl – porque você veio aqui?

 - Eu vim garantir que ele não te machuque de novo.

 - Mas foi... – eu seguro no braço do Carl para que ele fique quieto

 - Ele não me machucou, eu só estou aqui porque você fez o meu olho começar a sangrar, eu achava mesmo que você era o meu melhor amigo, mas agora responde a minha pergunta porque você começou a brigar com o Carl?

 - Fala sério você nunca percebeu que eu gosto de você? Eu fiquei com ciúmes tá bom? E ver que você fica sorrindo quando está do lado dele me dá vontade de mata-lo você tem que ficar comigo Bela, e não com ele, eu sou incapaz de te machucar, eu sei que eu te machuquei ontem mas foi sem querer eu não queria isso, a única coisa que eu tinha na mente era Matar esse desgraçado, ele que fez você sofrer o acidente.

 - O que?

 - Eu já falei que não foi culpa minha como que eu ia saber que aquele carro ia bater na gente? Eu só tinha 12 anos e depois do acidente eu me afastei da Bela por que eu achava que aquele acidente tinha sido culpa minha, mas adivinha eu percebi que não tinha como eu saber que eu e ela íamos sofrer aquele acidente.

 - Mãe do que eles estão falando? – falo com lágrimas nos olhos por não conseguir lembrar de nada.

 - Não é nada filha.

 - Carl nos vamos esperar no carro, tenta parar com isso em 5 minutos – fala o senhor Saltzman com autoridade na voz.

A gente seguiu pro carro sem pronunciar uma palavra se quer, eu continuava tentando lembrar do que realmente aconteceu do acidente mas nenhuma lembrança vinha em minha mente.

 - Porque quando eu preciso você não me mostra o que aconteceu? Porque você só me mostra coisas que aconteceu na minha infância? Porque eu não consigo lembrar de nada, as pessoas que eu mais gosto estão dentro de um quarto no hospital discutindo sobre o meu acidente e eu não consigo impedir porque eu não sei a verdade, isso é dolorido – falo em voz baixa mas deu prós mais velhos ouvirem porém eles continuaram calados e me olharam tristes.

Entramos dentro do carro e dois minutos depois o Carl entra no carro e senta do meu lado, mandando o motorista levar a gente pra casa.

 - Como que você sabe sobre o meu acidente?

 - Não é bom você pensar sobre isso agora, quando for o momento certo eu irei lhe ajudar a lembrar do ocorrido – ele tenta pegar na minha mão mas eu a retiro rápido do local – Se você quiser eu te levo pra sua casa

 - Não precisa, mas você pode me fazer um favor?

 - Claro oque você quer que eu faça?

  - Você pode....

Continua..



Notas Finais


Obrigada por ler <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...