História Amor amaldiçoado - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Armin
Tags Amor Doce, Colegial, Drama, Escolar, Mistério
Visualizações 39
Palavras 804
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Mistério, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 21 - O acidente


Fanfic / Fanfiction Amor amaldiçoado - Capítulo 21 - O acidente

P.O.V. Do7

Com apenas um centímetro de distancia entre nossos lábios, eu desvio meu rosto do de Nathaniel.

O mesmo olha para o local oposto do meu, nós dois estavamos muito corados, e por um certo momento, eu quis beijar Nathaniel, mas...eu amo o Armin mais que tudo, e eu não posso trair ele, seria crueldade tanto para mim, quanto para ele...

Bate o sinal...

Eu e Nathaniel fomos para a sala de aula com um silêncio constrangedor entre nós dois.

Entramos na sala e sentamos em nossos lugares sem falar uma palavra se quer. O professor entra na sala e a aula começa.

No almoço...

Saio da sala de aula e, vou novamente para o terraço almoçar. Chegando lá, sento no em um banco diferente do de antes, começo a comer e vejo Nathaniel.

Nossos olhares se cruzam, ficamos uns segundos assim, até que Nathaniel desvia o olhar e da meia volta, saindo assim do terraço.

Um tempo depois, bate o sinal...

Arrumo minhas coisas, levanto do banco e vou até a sala de aula. Chegando na sala, sento no meu lugar de sempre e fico olhando a janela esperando o professor chegar.

O professor chega, todos sentam em seus lugares e, a aula continua como antes.

Depois da aula...

Guardo as minhas coisas, pego minha bolsa e, levanto da cadeira saindo da sala de aula apressadamente, pois não queria que Nathaniel e eu nos encontrássemos novamente e, dando início de outro clima estranho e desconfortável.

Enquanto descia as escadas(a sala dela fica no segundo andar), sinto algo puxar o meu pé, me fazendo tropeçar e rolar escada a baixo. Um borrado aparece em minha visão lago formando um preto total.

P.O.V. Do7 off

P.O.V. Castiel

Estava descendo as escadas quando ouço um barulho, um pouco mais a frente. Corro em direção a esse barulho, e vejo Do7 desmaiada no chão.

Fico paralisado ao ver Do7 naquele estado, então surge uma forte dor que preenche meu coração, fazendo meus olhos caírem em lágrimas de desespero e preocupação(fui muito poeta agora cara, orgulho de mim mesma :') ).

Acabo forçando meu corpo para o mesmo se mexer, mais acabo caindo no chão, chorando ainda mais.

Ouço passos se aproximarem​ e logo em seguida dois gritos um mais agudo que o outro. Devagar, viro minha cabeça vendo Iris e Melody, com as mãos cobrindo suas bocas e seus olhos arregalados.

P.O.V. Castiel off

P.O.V. Autora

Logo depois dos gritos de Iris e Melody, uma professora chega correndo, perguntando o que havia acontecido enquanto ligava para a ambulância.

Castiel não conseguir falar nada, apenas conseguia chorar, pelo único (tirando a Deborah claro) e mais precioso amor de sua vida.

Uns minutos depois...

A ambulância chega e leva o corpo de Do7 adormecido, Castiel se acalma e para de chorar, o mesmo já estava com os olhos vermelhos (que nem o cabelo dele...cabelo de menstruação) e inchados de tanto chorar.

No hospital...

O médico estava ligando para os familiares e amigos de Do7, e informando para os mesmos, que Do7 havia caído de uma comprida escada e em seguida desmaiado.

P.O.V. Autora off

P.O.V. Armin

Eu estava jogando video game quando meu celular toca, informando que eu estava recebendo uma chamada, levanto e olho para meu celular, era uma chamada desconhecida, atendo a mesma.

*ligação on*

Armin«««                               »»»médico

-alô?

-você é Armin ********(não sei o sobrenome dele)?

-sim, sou eu

-por acaso conhece Do7 *****(inventa um sobrenome ai)?

-sim, sou o namorado dela, por que?

-bom...eu sou um médico do hospital ****** (inventa o nome do hospital) e sua namorada se encontra aqui no hospital em coma

-...- fico paralisado com a noticia -o-o q-que?- começo a chorar- n-não, não pode ser, v-você deve estar e-enganado

-desculpe, mais não


-não! Você esta enganado! Tem que estar-falo baixo a última frase.


-desculpe, mais eu não estou enganado, sua namorada esta em coma

*ligação off*

Jogo meu celular na parede, sento no chão e começo a chorar abraçando meus joelhos, enquanto me balançava para frente e para traz.

Alexy entra na sala de estar e me vê chorando, o mesmo vem até mim correndo, e coloca uma de suas mãos em minhas costas.

-Armin? O que foi? O que houve?-perguntou Alexy.

Eu não respondo nada, apenas o abraço forte e continuo a chorar. Alexy sem entender nada, me abraço.

Um tempo depois...

Me acalmo e paro de chorar, largo Alexy e o mesmo seca as minhas lágrimas.

-já se acalmou? Por que não quero e o meu casaco vire o mar-afirmou Alexy me tirando uma pequena risada nasal-bom, vai me conta ou não o que houve?.

Abaixo minha cabeça com uma expressão de tristeza.

-ok, quando você estiver pronto tem que me contar, ok?-falou Alexy.

Alexy levanta e dá um passo, mas eu seguro o pulso do mesmo.

-hum?-perguntou Alexy.

Explico que Do7 tinha sofrido um acidente e estava em coma. As vezes sintia algumas lágrimas percorrerem meu rosto enquanto falava com Alexy.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...