História Amor amigo - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Visualizações 68
Palavras 2.916
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Dragon ball não me pertence.
Eu amo essa imagem.
E agora uma conversa séria sobre sentimento entre pai e filho.
Boa leitura

Capítulo 12 - Conversa séria entre pai e filho


Goku se teletransportou até uns metros antes de chegar a sua casa.

Ia caminhando e pensando, aquele lugar tão conhecido, agora teria que deixar tudo para trás, viver uma nova vida mas era necessário.

Chegando a porta de casa ,olhou todos os objetos, o seu lar ,era como se visse tudo aquilo pela primeira vez.

Na cozinha, Chichi preparava o almoço,o cheiro da comida caseira,despertou em Goku tanto fome quanto a saudade que teria ,da comida da esposa, tanto tempo não seria apagado assim de um dia para o outro ele tinha ciência disso,mas estava disposto a continuar com sua decisão, não tinha nada nem ninguém que o faria voltar atrás.

- Goku - falou Chichi sem emoção ,como se já estivesse acostumada a ver o marido aparecer do nada,sem avisar- já chegou?? Pensei que fosse se demorar mais no treinamento, até pedi a papai que desse uma olhada na plantação...

- Chichi - respondeu Goku um tanto sério- não terminei meu treinamento ainda,vim buscar Gohan para treinar comigo.

-  O QUE??- berrou Chichi fazendo as janelas da casa tremer- VC ACHA QUE EU VOU DEIXAR MEU GOHAN PARAR OS ESTUDOS PARA PERDER TEMPO COM ESSA BOBAGEM DE TREINAMENTO???? NÃO MESMO,JA BASTA VC QUE NÃO PARA EM CASA!!!!

- Chichi- continuou Goku falando,calmo ,sem ligar com o chilique da mulher- eu não estou pedindo,estou apenas informando,ele já fez as provas,já fez os trabalhos,está de férias, então pq ele precisa continuar estudando??? Ele tbm é meu filho, vou treinar com ele pq além de o tornar mais forte quero passar um tempo com ele, aceite.

Chichi estranhou o tom sério de Goku, ele nunca tinha falado assim com ela, achou melhor não retrucar,no fundo sabia que ele tinha razão, Gohan tinha tirado excelentes notas,por hora deixaria os dois treinarem,mas quando Gohan voltasse iria fazer ele estudar o dobro.

- Está bem - disse Chichi meio contrariada- pode levar ele,mas voltem logo ouviu bem , senão eu vou buscar os dois pelas orelhas e vc sabe que eu falo sério.

Goku se dirigiu ao quarto de Gohan, viu o menino sentado como sempre na escrivaninha, escrevendo nos cadernos.

- Pai- ele se surpreendeu em ver o pai ali no batente da porta- o senhor já voltou do treinamento?? 

- Sim Gohan mas vc sabe que eu não estava treinando- falou Goku se sentando na cama do garoto- eu estava em missão , salvando a Bulma .

- Sim pai e como foi??

- Depois eu ti conto, vim para buscar vc para irmos juntos treinar nas montanhas,o que vc me diz??

O menino pulou de alegria e saltando da escrivaninha,foi correndo arrumar sua mochila,mas parou ao pensar que a mãe talvez não gostaria da ideia e o proibiria.

Mas o pai o tranquilizou dizendo que já tinha falado com a mãe e ela apesar de ir contra deve que deixar, estava tudo certo.

Chichi nessa hora apareceu na porta, falando que o almoço estava pronto e mandando os dois lavarem as mãos.

Goku e Gohan felizes obedeceram imediatamente a ordem, se sentaram a mesa e começaram a se servir.

Goku comia pensativo, olhando todos que estavam na mesa, a esposa gritando e dando ordens,o filho comendo e não ligando para as ranhetices da mãe,o sogro falando da saudade de quando comia uma cabeça de elefante inteira e dizendo ao genro que um dia ele deveria experimentar.

Olhava tudo aquilo e pensava que mais uma vez teria que deixar tudo para trás,mas dessa vez não teria volta, quando voltasse ali seria apenas para uma visita, não faria mais parte daquela família.

E pensava em Gohan, tão jovem ,como ele ia se sentir depois de tudo que o pai tinha para lhe dizer.

Depois do almoço, Goku disse a Gohan se ele tinha aprontado tudo,era hora de ir,mas Chichi disse que faltava muitas coisas ainda para Gohan levar e foi pegando um monte de coisas que na cabeça dela o filho ia precisar.

Todos os tipos de roupas, sapatos, lanterna, colchonete, edredom, cobertas, toalhas, cadernos, livros,lápis ,canetas,comidas, enfim fez uma montanha de coisas no quintal da casa, deixando os dois boquiabertos.

Gohan se preocupou de como iam carregar tudo aquilo até às montanhas,mas Goku disse que não se preocupasse,pediu que ele pegasse no seu braço e com o outro tocou na montanha de objetos e colocando os dois dedos na testa, fez com que eles e as coisas sumissem das vistas de Chichi e do pai dela, deixando os dois admirados.

Goku e Gohan apareceram num lugar bem gostoso, em frente ao lago que o pai gostava de pescar, Gohan não sabia como tinham chegado ali,mas Goku explicou para ele sobre o teletransporte.

E jogou uma cápsula no chão da onde saiu a mesma casa que ele e Bulma haviam usado na ilha.

Goku havia pedido a Bulma para ficar com a casa e ela apesar da curiosidade lhe deu sem perguntar para que ele queria.

Os dois entraram na casa, Gohan perguntou ao pai pq ele tinha aquela casa e Goku respondeu que ele iria morar ali de agora em diante, Gohan não entendeu o que o pai queria dizer,mas Goku lhe disse que mais tarde explicaria tudo ao filho.

Gohan então correu para se trocar,colocou um calção de banho e foi nadar no lago, feliz da vida por poder enfim relaxar.

Goku sorriu ao ver o filho tão empolgado, tbm se trocou e começou a nadar e brincar com o filho,os dois pareciam mais duas crianças do que pai e filho.

Brincaram,riram muito e pescaram um peixão que Goku iria assar para o jantar, depois de aproveitarem muito,saíram da água e se deitaram na relva, observando as nuvens no céu limpo.

Depois se secaram e colocando os uniformes, começaram a treinar,um treino a sério,com ataques e golpes poderosos da parte dos dois,nessas horas Goku se esqueceu de tudo o que tinha para resolver,amava treinar e passar toda sua sabedoria de lutas e técnicas para seu herdeiro.

E treinaram pesado até o por do sol, quando Goku deu o dia de treinamento encerrado.

Goku mandou Gohan tomar banho que ele iria juntar gravetos para fazer uma fogueira,para assar o peixe para a janta.

E enfim anoiteceu uma noite de céu limpo cheio de estrelas,Goku fez a fogueira e colocou o peixe para assar, fazendo um cheiro delicioso se espalhar pelo local

Pediu a Gohan para ficar de olho no peixe e colocar a comida que Chichi tinha mandado nos pratos , enquanto Goku tomava seu banho.

Tudo pronto,pai e filho jantaram a luz da lua,comeram para valer , Gohan feliz pelo dia que passou ao lado do pai, satisfeito com o treinamento que ele lhe deu.

Goku esperou que o filho comesse e estivesse relaxado,para começar a fase difícil daquele dia,a conversa séria que teria com ele.

E vendo que Gohan estava pronto chamou o filho para conversarem um pouco.

Começou perguntando ao filho sobre os estudos e o menino falou de todos os seus progressos e do orgulho que a mãe tinha dele. Falou também do cansaço e da vontade que tinha as vezes de treinar com o pai e brincar com o Sr dragão, tinha saudade do Sr Piccolo tbm e pediu ao pai que separassem um tempo para visitar o mestre e amigo no templo de kami Sama.

Goku concordou e disse que visitaram sim Piccolo,mas que antes precisava conversar um assunto sério com o filho, que Gohan escutasse bem o que o pai tinha a dizer, não seria um assunto sério e pedia toda a atenção do filho.

E Gohan sentido a seriedade do que seu pai tinha para falar,deu toda a sua atenção para ele.

Goku suspirou, tinha chegado a hora da verdade, Gohan seria o primeiro a saber de sua decisão e depois dele seria Chichi.

E escolhendo as palavras começou a falar com o filho que estava quieto disposto a escutar tudo o que o pai tinha a lhe dizer

- Gohan - começou Goku a falar com o filho- quando conheci sua mãe ela me fez prometer que quando nos dois ficassemos adultos iríamos nos casar

Gohan balançou a cabeça informando ao pai que já sabia daquela promessa.

- Bom - continuou Goku falando- naquele dia eu não sabia o que significava casamento,pensava que era um tipo de comida e deixei para lá, junto com meus amigos continuei minha vida de lutas e aventuras. Foi depois de muito tempo, que reencontrando sua mãe no torneio de artes marciais, ela acabou me cobrando da promessa que fiz e eu me lembrei de quem ela era e do que tinha prometido,me propus a cumprir a promessa pq nunca tinha quebrado um compromisso e apesar dos avisos dos meus amigos,prosegui com tudo o que Chichi falava,pq achava que devia isso a ela e encarei o casamento como uma coisa normal,ela seria apenas mais uma pessoa pra eu proteger, não levei a sério a situação é tocamos a vida em frente. E tudo foi acontecendo rapidamente, logo vc estava chegando ao mundo e eu nem estava preparado, não tinha nem escolhido um nome para vc , Chichi tomou a frente de tudo e eu apenas ia concordando com ela. Depois veio os desafios,o seu tio Raditz apareceu e ti sequestrou e eu junto com Piccolo tivemos que o enfrentar para salvar vc ,foi aí que eu acabei tendo que me sacrificar e morrer, deixando vc e sua mãe sozinhos. Mas como vc sabe essa foi a primeira vez de várias,eu sempre estou fora seja treinando ou seja morto no outro mundo,sempre fiz as coisas do meu jeito,sem me importar muito com o que vc e sua mãe vão pensar.

- Pai - interrompeu o garoto- eu sei de tudo e o senhor não precisa se sentir culpado,vc tem sido um bom pai mesmo não estando presente,mas sei do seu carinho e da sua preocupação com a gente...

- Gohan,vc é um bom filho não tenho o que reclamar de vc, vc sempre obedeceu sua mãe apesar dos exageros dela e sempre me ajudou nas lutas por mais medo que vc tivesse,sei do treinamento rigoroso que Piccolo fez vc passar e mesmo assim vc tornou o melhor amigo dele nunca guardando mágoa ou raiva dele,por isso Gohan o que vou ti falar é muito complicado para mim e quero que saiba que nunca o magoaria se eu pudesse.

Gohan começou a sentir que a conversa começou a chegar num ponto sério,nunca tinha visto o pai tão tenso e pegou na mão dele o incentivando a continuar.

Goku olhando para os olhos do filho e sentindo sua mão apertando a sua, decidiu que era o momento de falar tudo,deixar o coração falar.

- É o seguinte Gohan,o que eu vou ti falar agora é muito sério,ouça com atenção e depois me fale tudo o que sentir depois do que eu vou ti revelar está bem...

E com Gohan concordando,Goku começou a se abrir com o filho.

- Como eu já tinha disse, quando me casei com sua mãe não tinha noção do compromisso sério que estava firmando,me casei com ela , formei nossa família e até um tempo atrás eu pensei que apenas isso bastava para mim. Mas Gohan depois de um tempo, comecei a me sentir incomodado, alguma coisa faltava na minha vida e me sentia vazio, não era falta de treino era falta de alguma coisa e acabei descobrindo que o que sinto por sua mãe é uma grande gratidão pelo cuidado que ela teve comigo todo esse tempo,mas eu descobri Gohan que não amo sua mãe, não tenho esse sentimento por ela e descobri também que a pessoa que eu tenho esse sentimento sempre esteve perto de mim mas eu não conseguia enxergar, ela sempre foi minha melhor amiga e acabei depois de tanto tempo vendo que ela sempre foi o meu amor e essa pessoa é a Bulma.

Gohan ficou espantado com que seu pai acabou de revelar,como assim o pai descobriu que não amava sua mãe,mas sim a senhora Bulma??? Aquilo era brincadeira???

Mas vendo a seriedade do seu pai viu que ele lhe falava a verdade,era muito doloroso para ele como filho saber que o pai tinha sentimento forte por outra mulher que não era sua mãe.

- Gohan, vc já é um rapazinho, não é mais uma criança ,por isso decidi falar com você primeiro antes de ter essa conversa com sua mãe, peço a vc que compreenda a delicada situação que me encontro, não queria ter que magoar ninguém mas tbm não posso continuar mentindo e negando o que sinto,procure entender, não posso mais continuar com sua mãe não seria justo nem com ela,nem com vc, estarei sempre ao lado de vcs e vcs sempre serão especiais para mim,mas meu casamento com sua mãe chegou ao fim.

Gohan sentiu as lágrimas nos olhos, encarou o pai e não conhecia mais aquele homem. Ele sempre achou o pai incrível,um pouco ingênuo e sem noção, nunca se incomodava com os xingamentos e as cobranças da sua mãe e agora estava ali dizendo que não ia ficar mais ao lado dela,era uma coisa horrível demais e ele começou a se sentir traído tbm pelo pai.

Goku vendo que Gohan estava nervoso decidiu deixar ele sozinho para que refletisse sobre tudo o que tinha lhe dito e que do fundo do seu coração ele o entendesse e o perdoasse

E se levantou dizendo que estava tarde,que era melhor irem descansar que depois continuariam aquela conversa,mas antes pediu a Gohan que pensasse bem em tudo o que o pai tinha lhe dito,que o pai contava com sua esperteza e seu discernimento,que apesar de um menino Gohan era maduro o suficiente para entender a situação toda.

Ambos apagaram a fogueira e foram dormir, Gohan no pequeno quarto e Goku no sofá cama da sala.

Gohan pensou ,pensou em tudo o que o pai lhe disse, na vida que passara ,na mãe e talvez no fim da sua família. O pai tinha aberto o coração, não escondera nada,amava Bulma,tinha até tentado esquecer o sentimento por ela,mas não tinha conseguido,jogava limpo com o filho,tinha sido verdadeiro em dizer que sentia um grande carinho por sua mãe , mas o amor de verdade, tinha descoberto sentir pela amiga de infância. Gohan entendeu que seu pai era muito ingênuo e se tinha demorado a descobrir tudo aquilo era pq realmente não sabia o que era amor e só com o tempo foi se dando conta do erro que cometeu. Sabia tbm que o amor do pai por ele nunca mudaria,mesmo morto ou fora por lindos períodos,nunca deixou de ser um pai amoroso, sempre estaria ao seu lado quando Gohan precisasse dele.

E tomou sua decisão naquela história toda.

Quando o dia amanheceu se levantou e procurou o pai,ele estava montando a mesa do café e sorriu ao ver o filho.

- Bom dia Gohan,dormiu bem??

- Bom dia pai,dormi sim é pensei em tudo o que me disse.

- Vamos falar sobre isso depois está bem,vamos comer primeiro que eu to morrendo de fome.

E alegre os dois começaram a comer, falando em coisas leves ,sobre o treinamento do dia e o que fariam depois.

Tomaram o café da manhã e depois de arrumarem a casinha,foram treinar.

O treino rendeu muito ,pararam apenas quando a fome apertou e decidiram que já era hora de almoçarem.

Depois do almoço reforçado, limparam tudo mais uma vez e foram se sentar na relva perto do lago para descansar e conversar

- Então Gohan,pensou em tudo o que lhe falei ontem???- perguntou Goku ansioso pelo que o filho iria responder.

- Pensei pai em tudo sim,no começo senti raiva do senhor por enganar minha mãe,mas depois vi que o senhor não a enganou ,o senhor realmente não sabia o que era o casamento e a minha mãe deveria ter esperado um pouco mais antes de o obrigar a cumprir a promessa. O senhor descobriu só agora seu amor pela senhora Bulma e agradeço por falar comigo e me contar toda a verdade,o senhor sempre foi um homem honrado e não seria diferente nesse assunto. Mas pai vc pensou no sofrimento que a mamãe vai passar??? O que será dela depois que o senhor falar tudo e da sua decisão em acabar com o compromisso que tem com ela???

- Pensei sim meu filho e tbm tenho a mesma preocupação que vc tem,mas como.ja disse não posso continuar com ela sentindo o que sinto por Bulma,sua mãe é forte e sei que irá superar e conto com sua ajuda para que isso aconteça.

- Pai me prometa que não vai nos abandonar, apesar de o senhor querer viver sua vida, não esqueça da gente ,precisamos do senhor.

- Não precisa nem pedir Gohan,já falei que estarei sempre ao lado de vcs, terminarei apenas meu compromisso com sua mãe, já meu compromisso com vc é para a vida toda,vc sempre será meu filho adorado e nada nem ninguém irá apagar o que sinto por você meu filho.

E os dois se abraçaram e choraram um pouco.

Gohan entendeu o pai e o perdoou , sabendo que no fim não tinha culpado naquela história, apenas o acaso e o destino tinha brincado com a vida dos dois.

Mas tanto pai como filho sabia que era apenas o começo de uma coisa maior e talvez até melhor na vida dos dois.

Goku se sentia aliviado e contente por enfim o filho entender sua história, Kuririm tinha razão em dizer que Gohan apesar de novo era amadurecido para a idade que tinha

E os dois continuaram curtindo aquele dia sabendo que os laços que os uniam se reforçaram naquele dia.

Mas mesmo em meio  a todo aquele clima de descontração,a apreensão do que estava por vir,preocupava tanto pai como filho agora.

O medo do que o furacão Chichi iria fazer quando descobrisse tudo o que se passava com seu adorado Goku.

A hora da verdade estava cada vez mais perto .



Notas Finais


Que bom pai e filho se entenderam muito bem.
Sempre admirei o Gohan por passar por tantas coisas e manter o coração puro sem querer lutar para não machucar ninguém.
Admito muito ele embora o tio Akira o tenha deixado de lado no Dragon ball super.
Agora chegou a vez de Chichi saber de tudo.
Como será que ela vai reagir???
Só no próximo capítulo para saber...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...