1. Spirit Fanfics >
  2. Amor através do tempo - imagine Jeon Jungkook >
  3. Capítulo 1

História Amor através do tempo - imagine Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem.

Lembrando:
Sn - seu nome
Sm - sua mãe
Sp - seu pai

Capítulo 1 - Capítulo 1


Autora pov.


- Mesmo? Tipo aquelas cheias de pessoas chiques e arrumadas? – Sn estava deitada na cama e conversava com a mãe que terminava de se arrumar.

- Sim querida – Sm disse sorrindo enquanto colocava os brincos em frente ao espelho  acredito que lá será rápido. A Alice deve chegar logo para ficar com você

- Mãe eu não preciso mais de uma babá, posso ficar sozinha – Sn disse se sentando na cama

- Não sei não, conversamos isso depois, além do que, Alice é uma boa menina – E se virou para a menina – como estou? – disse dando uma voltinha

- Linda mamãe – Sn disse sorrindo

 

Sm vestia uma calça social e uma blusa também social. Seus pais teriam uma reunião de negócios como muitas outras que já tiveram, mas essa reunião era a tarde no escritório da empresa que talvez vão prestar serviços. Sm e Sp sempre iam juntos e sempre estavam juntos, desde que se conheceram nunca se separaram.

Quando a reunião era na casa de algum cliente ou algo assim, geralmente a família ia completa mas como era no escritório Sm achou melhor chamar Alice, a adolescente que mora no fim da rua e ficava com Sn quando precisavam.


- Pronto, peguei tudo que vamos precisar – Sp disse entrando no quarto terminando de ajeitar as coisas na maleta que levarão para o escritório

- Vamos então parece que vai chover – Sm falou e caminhou até a menina sentada na cama ainda usando o uniforme escolar já que havia chegado a pouco tempo. – Tchau querida, voltaremos logo – Beijou a testa da menina

- Tchau Sn, seja boa com a Alice – Dessa vez foi seu pai quem lhe deu um beijo.

- Tchau mãe, tchau pai


Os três desceram, Sn ligou a televisão e seus pais saíram, a chuva havia acabado de começar a cair, em menos de dez minutos Alice chegou ensopada, ela é legal. Alice tem 16 anos cabelo curto loiro com algumas mecha rosa, usava óculos que pareciam ser mais de enfeite do que realmente uma necessidade de visão. Gostava dela, de como ela falava da escola, dos amigos que ela tinha e como era legal ser do ensino médio. As garotas conversavam, viam  filmes, comiam besteira essas coisas.

.

Mas dessa vez, foi diferente, foi estranho o fato dela ter ficado mais do que o de costume, ela atendeu o telefone e fez uma expressão intraduzível. Ela desligou o telefone e disse que ia dormir na minha casa essa noite, ela pediu pizza, mas não comeu. Ela dormiu no mesmo quarto que a Sn e a situação toda era estranha demais, foi estranho no outro dia ela ainda estar lá, foi estranho os pais não terem chegado ainda, foi estranho a amiga da Sm ter chegado chorando na casa. 

Kim ia quase sempre na casa deles, era amiga de infância de Sm se conheceram ainda no ensino fundamental ela se sentou com Helena e contou o que havia acontecido, o acidente na chuva, eles sequer chegaram até a empresa onde teria a reunião.

Sn mesmo que fosse pouca a idade, entendeu o que havia acontecido, entendeu que agora estava sozinha e agora era a responsável por sua família por mais que ainda tivesse onze anos.

Lucy, sua prima distante ficou com a guarda dela, não haviam se visto muito na vida, na verdade podia-se contar nos dedos a quantidade. Lucy era uma jovem, puxava a genética forte da família de Sm assim como Sn. Mas ainda sim, era uma jovem, tinha seus vinte e poucos anos, e, por ironia, o único familiar que se dispôs cuidar dela até a maioridade. Então Sn precisou sair de casa, já que ela foi vendida, precisou sair da escola, já que Lucy morava em uma cidade distante. Uma correria, uma burocracia, Sn não se lembra de muita coisa, apenas de todo o esforço que Lucy estava fazendo ao longo dos dias e semanas,e não podia evitar se sentir culpada por dar tanto trabalho.

E agora era o primeiro dia na escola nova, Sn havia se fechado para tudo desde aquele dia, não falou com nenhuma criança e falava apenas o essencial com os professores, até que um dia um menino de cabelos escuros e olhos tão escuros quanto se aproximou dela.


- Oi – ele se sentou ao lado dela embaixo de uma arvore em um local mais afastado da multidão dentro da escola

- Oi – respondeu simples

- Você é nova, não é? Nunca te vi por aqui

- Sou – respondeu olhando para o garoto

- Meu nome é Jungkook, Jeon Jungkook e o seu? – disse esticando a mão

- Sn – respondeu esticando a mão também


Notas Finais


Obrigada por lerem.
Desculpa se o texto fica estranho o Spirit geralmente caga a formatação.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...