1. Spirit Fanfics >
  2. Amor cego >
  3. Desculpas

História Amor cego - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leituraaaaa

Capítulo 13 - Desculpas


Josh: deixa eu falar como eu quiserrr

Eu fico por cima dela e tiro a blusa dela, ela sorri e tira minha calça, tiro o sutiã dela deixando aqueles lindos peitos livres, sorrio e aperto bem fraco, ela morde o lábio inferior e joga a cabeça um pouco pra trás, mordo o pescoço dela e boto um peito dela na boca e começo a chupar, ela gemia bem baixinho, eu tiro o short dela com a calcinha e olho nos olhos dela, ela tira minha cueca ainda olhando nos meus olhos

Josh: eu me perco nesses olhos

Any: e eu me perco com vc

Josh: hm como assim?

Any: quando estou com vc é como se eu estivesse em outro planeta, eu esqueço de tudo

Eu sorrio e abro as pernas dela, passo meu membro pela parte interna da coxa dela

Josh: vc toma...

Any: sim -ela me interrompe-

Josh: eu nem terminei

Any: anticoncepcional né?

Josh: sim

Any: então, eu tomo, pode ficar tranquilo

Josh: tudo bem então

Eu boto dentro dela bem rápido e ela geme bem alto, começo a estocar bem forte e ela arranha minhas costas

Josh: cuidado com as unhas minha gatinha

Eu rio e começo a ir mais rapido, ela gemia mais alto e puxava meu cabelo, enquanto eu continuava as estocadas eu mordo o ombro dela, depois de um tempo aumentando cada vez mais a velocidade ela acaba gozando e eu gozo também, a Any disse que a minha mãe e a sina só vão se mudar pra cá amanhã pra eu poder descansar melhor hj, então não vai ser agora que vai acabar não

Josh: a gente gozou uma vez se prepare pro segundo round -dou um sorriso de canto-

Any: aí meu deus...

Josh: vai ser a noite inteira tá

//QDT\\

Eu acordo com algum despertador tocando, olho pro lado e a Any não estava Ali, olho pro banheiro e vejo roupas femininas em cima do vaso, mas aquelas não eram as roupas que ela estava ontem, eu ouço o barulho do chuveiro ligado, ela tá tomando banho mas da onde ela tirou aquela roupa? Olho pra minha coxa e ela estava toda mordida e cheia de chupões, ontem a gente se divertiu bastante, mas nem transamos tanto, acho que eu gozei só umas 7 vezes e ela umas 6, foi pouco, eu olho pro meu peito e aquela cicatriz horrorosa ainda estava Ali, ela não vai sair tão cedo, talvez nunca nem saia, eu encosto na cicatriz e gemo de dor, a Any sai do banheiro na mesma hora

Any: tá ficando maluco? -ela segura minha mão-

Josh: bom dia

Any: quer abrir os pontos?

Josh: abrir os pontos

Any: é, vc levou 3 pontos

Josh: mas eu não tô vendo ponto nenhum

Any: pq eles conseguiram deixar meio que escondido pela sua pele

Josh: como?

Any: ah não me faz pergunta difícil não, eu não sei nada de medicina

Josh: eu só tava vendo se ainda doía

Any: é quando abrir um buraco no seu peito de novo eu não vou levar no médico não

Josh: uhum sei, vai não

Any: não mexe mais

Josh: onde vc pegou essas roupas?

Any: fui em casa de madrugada, hj a gente tem aula, então pra não acordar ninguém eu entrei de fininho e achei melhor tomar banho aqui de manhã se não ia acordar alguém

Josh: nem vi vc saindo

Any: eu fui rapidinho, só peguei a roupa, voltei e deitei de novo

Josh: a gente tem aula? Mas eu tô machucado

Any: vc pode ficar em casa mas eu tenho que ir

Josh: ah então eu vou também

Any: fica aqui descansando

Josh: eu não, vou ficar fazendo oque sozinho?

Any: então vai tomar um banho

Eu tomo banho, troco de roupa e a gente vai para escola, quando chego lá sou recebido por um abraço muito forte de uma garota, eu retribuo o abraço

Dytto: Josh vc quase me matou, achei que tinha morrido seu doido

Josh: é também fiquei com saudades

Não sabia quem ela era mas fui educado, ela estava preocupada comigo, ela me dá um beijo na bochecha e saí dali, a cara da Any não era muito boa, do nada chegou um garoto alto e moreno pra falar com a Any, não fui muito com a cara dele, já não gostei, eu não ouvi oque ele estava falando com a Any só ouvi quando ele disse que ia pegar uma coisa

Josh: quem é ele?

Any: o Pedro, é uma dos garotos novos que chegou na escola, mas eu já conhecia ele lá da empresa, ele é estagiário lá

Josh: hm, essa cara de idiota

Any: Josh, pra que falar assim do garoto?

Josh: tô brincando calma

Any: ah tá, achei que estava falando sério, o garoto não fez nada

Josh: ele estava se atirando pra cima de vc

Any: claro que não Josh

Josh: claro que sim, nenhum dos outros falou assim tão próximo com vc

Any: pq só quem veio falar comigo além dele foi o outro garoto novo que pediu uma informação já que não tem quase ninguém na escola pq é cedo, e eu não conheço ele pra conversar com ele, o Pedro eu conheço

Josh: aham sei

Any: ah Josh vai se foder, chato pra porra

Josh: vai lá com seu amiguinho vai, me esquece

Any: euem fica com essa bobagem

Josh: eu não conheço ele, como vou saber se ele é confiável? Euem

Any: eu confio nele e isso que importa

Josh: quero só ver se ele é um duas caras que finge ser legal pra depois e magoar, eu vou é rir

Any: vai se foder seu maluco

Josh: vai com seu amiguinho de confiança -ela sai de perto de mim e encosta em uma parede-

Eu fico olhando pra ela, eu não fiz por mal, não foi ciúmes, eu só quero proteger ela ué, não conheço ele, e se ele magoar ela virando uma pessoa diferente do que ele finge ser? Eu falei que ia rir mas claro que não vou né, ela não pensa, saí confiando em qualquer um, nem conhece ele direito e já quer ser amiga dele, ele tem muita cara de quem tá se aproximando por algum interesse, quero bem saber também, a sina chega e vem pra perto de mim

Sina: joshzinho vc tá melhor?

Josh: não

Sina: tá... Viu o Noah?

Josh: não

Sina: euem pra que essa ignorância toda?

Josh: desculpa sina... Não é nada com vc não, é que eu e a Any brigamos

Sina: nossa... Pq?

A Any estava com uma cara bem triste, será que devo ir pedir desculpas? O Pedro de aproxima dela, abraça ela e ela retribui o abraço, ah vou pedir desculpas merda nenhuma também

Josh: por causa dele, ela quer virar amiga dele sem nem conhecer ele, ela é maluca, não pensa

Sina: ah vcs estão de sacanagem com a minha cara que brigaram por causa daquele garoto? Nem bonito ele é pra vc sentir tanto ciúmes

Josh: não é ciúmes

Eu continuo olhando para eles e vejo que o Pedro estava descendo a mão das costas dela pra bunda dela e ela parecia tão triste que não estava nem percebendo, ahhh vagabundo, eu sabia, não disse? Eu e a Any estamos brigados mas não vou deixar esse vagabundo se aproveitar do momento de tristeza dela não

Josh: sina abraça lá a Any

Sina: vou lá mesmo, euem tadinha tá lá triste, vcs brigam por causa de besteira, duas crianças

Ela vai até a Any, expulsa o Pedro e abraça ela, eu vou atrás do Pedro, puxo ele pra um canto, prendo ele na parede, seguro a gola da camisa dele e fico bem perto dele

Josh: não quero vc perto da Any ouviu? Seu vagabundo

Dou uma joelhada forte mas partes íntimas dele e largo ele, ele cai no chão gemendo de dor e eu vou até a Any, a sina me dá espaço e eu abraço ela, ela nem percebe que eu abracei ela, eu não vou pedir desculpas, ela que não peça desculpas não, eu estava certo, ele estava se aproveitando dela, nem vou falar com ela até ela Pedir desculpas, só abracei ela pra não deixar ela aqui triste sozinha, a sina falou que brigamos por bobeira mas se não tivéssemos brigado eu não teria a certeza de que esse Pedro é um aproveitador, e ele ia ficar se aproveitando dela sem ela saber, então ela me deve desculpas pq eu estava tentando proteger ela e ela discutiu comigo, eu ouço ela chorando baixinho, ah não Any, não chora não se não eu vou acabar pedindo desculpas, e eu não quero pedir desculpas


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Deixa seu comentário
Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...