História Amor com Gosto de Perigo - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Impossivel, Hibridos, Luta, Omegaverse, Romance
Visualizações 4
Palavras 1.220
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hi my stars
How are you today?

Capítulo 9 - Milk and Hoshi...


Fanfic / Fanfiction Amor com Gosto de Perigo - Capítulo 9 - Milk and Hoshi...

P.O.V Jason

Chegamos em casa, desci do carro e peguei Blake no colo estilo noiva, entrei na casa e o levei até meu quarto no segundo andar, o deitei na cama de casal, tirei o tênis e a calça jeans que ele usava (MC- pode tirar tudo que eu deixo//BY n sei o que tá mais quente, a nossa casa ou fogo no teu rabo//MC- nossa) e o cobri, fechei a porta e a tranquei, desci até o laboratório que fica no porão encontrando Paige e Tony conversando.

-Paige você promete não surtar?

-Depende Jason -a alfa me encarou- o que você fez dessa vez?

-Eu ACHO que encontrei o experimento F-6394

-Como assim?! Jason ele morreu quando papai explodiu o antigo laboratório pra despistar a polícia de Londres, não tem a menor chance desse híbrido estar vivo

-Mas nós o achamos -Anthony

-Eu aposto 100 dólares que ele está morto

-Tony acho que vamos ganhar 100 dólares -ele riu

Levamos ela até meu quarto, destranquei a porta e abri passagem pra eles entrarem, o queixo da “senhorita dona da razão” foi ao chão (MC- RIMOU!) quando ela o viu, ele estava dormindo encolhido na cama, Paige se aproximou e acariciou o cabelo branco dele.

-Como ele sobreviveu? -Paige

-Não sabemos, mas ele tem uma cicatriz no ombro feita por queimadura igual à que o experimento tinha

-Preciso pegar o soro para trazer as características de gato dele de volta, não o deixem acordar

-Sim senhora -respondemos em coro

Ela levantou e foi pegar o que precisava, me sentei na beira da cama e comecei a observar cada detalhe do rosto de Blake, ele não mudou muita coisa desde da última vez que nos vimos, mas o que me deixa triste é o fato de ele não me reconhecer, claro que a explosão no laboratório aconteceu a 11 anos mas eu pensei que ele não fosse se esquecer de nós, logo sou tirado de meus pensamentos quando Paige entra no quarto com o tal soro.

-Pra que isso serve? -Tony tirou as palavras da minha boca

-Isso vai fazer com que o Milk tenha sua calda e orelhas de volta -ela respondeu simples

-Como assim Milk?

-Era como nós o chamávamos -respondi

-Vocês são estranhos

-Como ele se chama agora? -Paige

-Blake

-Nome bonito... pronto -ela falou terminando de pôr o soro- dentro de 15 minutos ou menos as características de gato vão voltar, e junto delas o mesmo jeitinho fofo e manhoso dele

-Isso é bom né? -perguntei

-Se ele for ficar igual ao Hoshi, é maravilhoso -Anthony

-Seu doente

-Que eu saiba não é ele o assassino, dono de cartel e traficante de híbridos aqui -Paige

-Vão se foder -revirei os olhos

-Hum...

Ouvimos o resmungo e olhamos para Blake, as orelhas e calda brancas haviam surgido mais rápido do que esperávamos, ele se remexeu um pouco mas continuou dormindo tranquilamente, conversamos mais um pouco até o soro de Blake acabar, Paige o tirou e foram dormir, peguei minha toalha e tomei um banho quente, vesti apenas uma calça moletom preta (MC e BY- ai meu coração) e me deitei ao seu lado sentindo sua calda se enrolar em meu braço e ele começar a ronronar.

P.O.V Daniel

Cheguei em casa com Bethany as 21:26 e agora são 00:35 e Blake saiu sem avisar Anna e ainda não voltou, confesso que quando esse menino voltar eu o MATO, Bethany insistiu em avisar a polícia sobre o “sumiço” dele, Rose está ajudando Anna e Bethany a procurá-lo, Jane está tentando me “acalmar”.

-Não se preocupe, ele vai aparecer -Jane

-Como você pode ter tanta certeza?!

-Eu sinto isso, acho que vou ligar para o Harry

Ela pegou celular e ligou para ele, peguei o meu e entrei nos contatos procurando o número daquela peste que eu chamo de irmão, achei e liguei, dei glória a Deus quando fui atendido, mas meu sorriso morreu quando escutei a voz de outro homem.

*Ligação on*

J- Alô?

D- Alô, quem é?

J- Sou Jason, quem fala?

D- Sou Daniel, irmão do Blake, onde ele está?

J- Está dormindo aqui em minha casa

D- Vocês se conhecem?

J- Bom, digamos que nos conhecemos a bastante tempo, mas não se preocupe ele está bem

D- Uhum sei...

J- Se quiser posso deixá-lo em sua casa a amanhã

D- Tudo bem, até amanhã

J- Até

*Ligação off*

Desliguei a chamada e bloqueei a tela do celular, Jane veio da cozinha com uma xicara de chá quente, ela me entregou e se sentou do meu lado.

-E então? Onde ele está?

-Na casa de um tal de Jason -respondi tomando o chá

-Eu o conheço, ele é meu amigo

-Acha que Blake vai ficar bem?

-Vai sim, não fique preocupado, acho melhor vocês irem dormir

-Acho que tem razão, boa noite

-Boa noite Daniel

Avisamos as outras que se despediram, Anna trancou a porta e foi deitar, fiz o mesmo pensando em mil e uma formas de como matar o Blake.

P.O.V ???

Aqui estou eu, sentado no chão desse porão frio e mal iluminado, completamente sozinho, usando somente uma blusa preta longa e uma calcinha vermelha apertada, acho que ainda não nos conhecemos certo? Pois bem, me chamo Derek Liam, tenho 16 anos e sou um híbrido de gato, você deve estar se perguntando “qual é o tipo de dono que faria isso com um hibrido?!”, e respondendo a sua pergunta a “pessoa” que fez isso comigo não é meu dono, esse animal (por que até eu sou mais gente que esse daí) me sequestrou mês passado, e eu ODEIO ele.

E falando no diabo, adivinha quem resolveu aparecer? Exatamente a pessoa que eu mais odeio na terra Takashi, ele abriu a porta fazendo a luz entrar no cômodo e veio andando lentamente até mim com uma bandeja nas mãos, geralmente é algum dos capangas dele que vem me trazer comida, mas isso não faz muita diferença, minhas orelhas ficaram em pé e rosnei pra ele que apenas riu, sério que ele achou isso engraçado? A mais ele morre.

-Esse seu chiado esquisito não me assusta -ele colocou a bandeja na minha frente- coma

-Como Hoshi vai saber que não botou veneno nisso? -sim eu falo desse jeito, algum problema?

-Apenas coma, se não quiser morrer de fome

Suspirei e olhei o que tinha na bandeja, havia um sanduíche de atum, um copo de leite e uma maçã, olhei de volta pra ele que me encarava sério, hesitei um pouco mas resolvi comer, estou com muita fome pra ficar irritando Takashi, peguei o sanduíche e o mordi, pelo menos não tinha gosto de veneno, terminei de comer o sanduíche e a maçã e tomei o copo de leite, vendo-o lamber os lábios e morde-los.

-Quando o Hoshi vai sair daqui? -arrisquei minha cabeça com essa pergunta

-Se Katsuo realmente sem importar com você, algum dia

-É claro que Katsuo se importa com Hoshi!

-Se ele realmente se importasse com você, ele já teria lhe resgatado

Esse babaca foi ousado ao ponto de me dar um beijo no canto da boca, ele pegou a bandeja e saiu trancando a porta deixando tudo escuro novamente, me deitei no chão frio e duro e tentei dormir pra esquecer o inferno onde estou.


Notas Finais


Beijos estelares :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...