História Amor Cruzado - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug)
Tags Marichat, Romance, Tragedia
Visualizações 142
Palavras 267
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Magia, Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aviso: Isto é apenas uma fanfic,história criada de fã para fã, os eventos que acontecem no mesmo podem não adequacer-se a série original em alguns aspectos,como : Personagens de minha autoria e demais eventos no decorrer da história.Boa Leitura

Capítulo 24 - Dói tanto que chego até chorar


Fanfic / Fanfiction Amor Cruzado - Capítulo 24 - Dói tanto que chego até chorar

Cat Noir E. - (Há algo de errado aqui)Hey meu amigo algum problema ? *fala colocando a mão direita no ombro do Cat Noir*

Cat Noir - Na verdade sim,minha dor está piorando*suas mãos continuam em seu abdômen* Eu fiz algo de errado para merecer esta dor ?

Cat Noir E. - Tenha calma tudo ficará bem,tu verás.Creia em mim,já passei por este processo e também não foi nada confortável.Mas logo essa dor passará

Cat Noir - Claro,tu tens toda razão,obrigado meu amigo sou grato a ti pelo que está fazendo

Cat Noir E. - Não há de que,amigo *Solta um sorriso de alívio*

Ao caminharem para dentro da caverna com acaba e no fundo há um pedestal com um caixa preta e verde. Cat Noir E. Assente para Cat ir até a mesma,caminhando devagar a passos pequenos,com medo da dor piorar com um movimento brusco de mais,sua cautela era necessária.Mesmo assim cada passo fazia a dor piorar gradativamente, desde pequenas pontadas até um dor insuportável.

Ao pega-la em suas mãos,com cuidado para ela não cair,puxou-a contra seu seio e voltou a sua Guerra para caminhar até o final do corredor,um novo passo uma nova dor.

Cat Noir E. - Ótimo garoto,agora vamos e tua dor logo sumirá

Cat Noir tentou abrir um sorriso de felicidade,mas sua enferma não lhe permitia,até que conseguiu dar um meio sorriso.Ao saírem para fora cada um se sentou na areia para ter o descanso merecido.A areia era quente,reflexo de um dia de calor típico do Egito.

Cat Noir E. - Bem agora já podemos acabar com isso de uma vez por todas,não é meu amigo ?

Cat Noir - Sim, podemos


Notas Finais


Fim do capítulo,espero que tenham tido uma boa leitura,agradeço por lerem e esta história continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...