História Amor de aluguel. - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Babilônia, Glória Pires, Thiago Martins
Visualizações 50
Palavras 415
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 13 - Vocês se conhecem?


Fanfic / Fanfiction Amor de aluguel. - Capítulo 13 - Vocês se conhecem?

ela pensa em todas as maneiras possiveis e imaginaveis para te-lo de volta. mas nao é tao simples. ele apagou o perfil no aplicativo e bloqueou seu numero. ela ainda tentou liga-lo de outro numero mas ele nao atendeu.
beatriz desenha planos em sua mente agil. e se ela o encontrasse e o raptasse? se tem uma coisa que ela aprendeu no mundo dos negocios é que situações extremas pedem medidas extremas.
ela poderia leva-lo para angra, faz anos q ela e evandro nao vao la e a casa é bem isolada. ela o manteria la com todo o conforto e inventaria uma reforma qualquer so para ter uma otima desculpa de estar sempre indo na casa. reformas, como todos os construtores sabem, podem levar anos pra terminar. não é a toa que seu marido odeia reformas, ele nem chegaria perto!
diogo ficaria furioso, ela sorri. o sexo seria uma coisa fora deste mundo. ela prometendo o libertar após o ultimo gozo e depois mudando de ideia e tendo q adiar sua soltura por um motivo qualquer. ela teria q droga-lo em algum momento, mas tomaria cuidado, seria algo leve, apenas para acalma-lo, afinal ele ainda precisaria manter suas funções.
a ideia de te-lo finalmente apenas para ela como seu escravo sexual a excita. beatriz imagina as posições, os pedidos obscenos, os gritos de prazer, a liberdade despudorada que teriam um com o outro naquele paraiso perdido que é angra...nao que em algum momento tivessem pudor entre si mas seria tudo mais livre, mais extremo, enlouquecedor.
a secretária bate na porta, tirando-a de seus devaneios eróticos.
- o que é, sylvia?
- com licença, dona beatriz. o sr. carlos alberto acaba de chegar. é sobre o projeto com o departamento de marketing.
a arquiteta respira fundo e se esforça para nao demonstrar o tédio que sente em relação aquele homem na frente da funcionária.
- tudo bem. sirva um cafezinho e peça para ele ir para sala de reuniões.
beatriz retoca a maquiagem e se prepara para usar sua mascara de empresaria interessada em projetos sociais. ela sabe bem que este tipo de projeto é sempre bom para a imagem publica da empresa mas acha um porre ter q conversar com aqueles pedantes, sempre pedindo verba que podia ser empregada num novo empreendimento, bem mais lucrativo.
ela abre a porta do escritorio e toma um susto.
- diogo ?
o jovem se vira para ela, igualmente surpreso.
- beatriz?
- perai, vcs já se conhecem?

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...