História Amor de aluguel. - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Babilônia, Glória Pires, Thiago Martins
Visualizações 42
Palavras 528
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - O jogo virou.


Fanfic / Fanfiction Amor de aluguel. - Capítulo 14 - O jogo virou.


- é do...da...
- da academia. - beatriz intervem percebendo q diogo nao conseguirá se desvincilhar. - lembra aquela epoca q estava a procura de um instrutor de pilates? entao, o diogo aqui...
- claro, claro! a academia onde o diogo estagiou, lá tem pilates tambem. - carlos alberto sorri.
- q incrivel coincidencia. - ela retribui o sorriso.
- bom, ja q vcs ja se conhecem, diogo vai com a beatriz na sala de reunioes e conta pra ela sobre o campeonato no canada. enquanto isso, vou procurar o evandro, a sylvia disse q ele está no marketing.
beatriz abre a porta e o convida a entrar, ainda sorridente.
- é por aqui.
ela tranca a porta assim q diogo entra e se vira para ele, fora de si.
- o q é q vc pensa q ta fazendo? do nada vc aparece no meu trabalho, tá me espionando?
ele cruza os braços e a encara.
- olha aqui rainha, desce do teu luxo q eu nem sabia q vc estaria aqui. o carlos alberto so me disse q tinha um amigo q podia ajudar a gente. queria o q? q eu adivinhasse? desculpa mas minha bola de cristal tá no conserto!
beatriz anda de um lado pro outro da sala, mãos na cintura,  pensativa.
- mas sabe, foi ate bom te ver por aqui. me dispensou, me bloqueou e agora vem pedir esmola... parece q o jogo virou, não é mesmo, queridinho? - ela ironiza.
diogo revira os olhos.
- vc nao perde a oportunidade, ne? sempre por cima, sempre achando q pode tudo.
ela sorri.
- é assim q as coisas são.
ele encosta na mesa de reunioes, mantendo uma distancia segura.
- bom mas nao vim aqui falar do passado, vim falar do futuro! o carlos alberto tem um projeto incrivel, sao 15 crianças q ele trabalhou e eu ajudei. e agora acabamos de atingir o indice...
- indice. - ela fala, fingindo interesse.
- é, fomos chamados pra participar do campeonato internacional de natação no canada. a secretaria de esportes ate prometeu ajudar, mas sabe como é, nao é ano de eleição, a verba ta curta...
- hmmm.
diogo para de falar e a encara.
- vc entende a importancia de...
beatriz se aproxima e ele se assusta. ela alisa o seu peito por cima da camisa bem passada.
- eu entendo q é melhor vc fazer o q eu vou falar pra vc fazer ou essas criancinhas vao ficar muito chateadinhas.
- que?
- deixa eu te explicar uma coisa. o carlos alberto vai falar com o amigo dele, q por acaso vem a ser meu marido, o evandro. ele vai se mostrar interessado, vai dizer q vai pensar...e depois, em segredo, vai pedir q eu decida. sabe o q isso significa?
- o q? - diogo pergunta, mordendo os labios, um pouco nervoso.
- significa q quem decide se essa molecada vai pro canada sou eu e se vc nao me convencer hj a noite no meu apartamento é provavel q nao!
ele a encara, de punhos fechados.
- vc so pode ta brincando!
- no horario de sempre, sem atrasos.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...