1. Spirit Fanfics >
  2. Amor de coração - Yoonmin ABO Mpreg >
  3. Parte 8

História Amor de coração - Yoonmin ABO Mpreg - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Parte 8


~

Não tinha nem meia hora que Yoongi tinha pousado em Seul. O plano era chegar, ir para a reunião, assinar o papel, e ir embora a noite, sem ver "ninguem" e sem deixar que "ninguem" soubesse da sua vinda. Era um bate volta que ele relutou muito em fazer,ainda não estava preparado pra voltar, não quando nenhuma de suas feridas tinham nem começado a cicatrizar, ou quando seu amor por Jimin ou por Miki não tinham diminuido nem meio por cento. Yoongi ainda sangrava por dentro a dor da separação, e nada melhorava.

Ver Jimin ali, a sua frente logo que chegou na empresa foi um choque total que ele não estava esperando. Não queria encontrar Jimin, não ia conseguir lidar. Ainda mais se Miki estivesse com ele...

Ele passou no andar do financeiro antes de subir para o andar de sua antiga sala e foi ali, esperando o elevador que ele viu Park Jimin novamente. E então tudo voltou a tona com força.

A dor que sentiu ao arrumar as malas e ir embora cerca de um ano atrás. Todas as chamadas de Jimin que teve que ignorar,todas as reuniões que teve que fingir que estava para dar desculpas do porque não tinha respondido.

Os vídeos... os vídeos que chegavam... no começo quase todos os dias, e pela falta de resposta começou a ser a cada 15 dias... e dai uma vez ao mês...os primeiros dentinhos aparecendo nos sorrisos de Miki, as primeiras palavras balbuciadas, e então Namjoon mandou os primeiros passos de Miki andando em direção a ele e Jimin gritando ao fundo indo abraçar os dois.

Eram uma família. Família onde Yoongi não encaixava.

Yoongi não ficou sabendo sobre o relacionamento do dois. Não sabia se eles estavam juntos, se moravam juntos... não sabia como Jimin se sentia em relação a ele mais, se tudo aquilo daquele tempo tinha passado. Mas Yoongi chorava. Se sentia fraco, mas chorava.Chorava de saudade da bebê que ele não viu crescer. Seu papel de parede era uma foto sorridente dela, com os olhinhos pequenos de Jimin e claramente com as covinhas de Namjoon... esfregando em sua cara a verdade doía de que não era o pai.Não deu muito tempo de reparar em Jimin, ele só viu seu rosto surpreso, sentiu o ar faltar, e o coração bater desesperado de amor e saudade. Então as portas do elevador se fecharam e ele respirou fundo, seu plano indo por água abaixo... precisava assinar logo os documentos

e ir embora, não ia aguentar uma interação.

Resolveu pegar o elevador ao lado que parou quando o outro se fechou. Apertou o ultimo andar e subiu. Fechou os olhos e sentiu suas mãos tremerem, sentiu que poderia desmaiar.Saiu do elevador indo de encontro a sala de Namjoon, precisava assinar logo os documentos, tudo ali era forte demais, o cheiro, as lembranças... sua antiga sala que tinha sido lugar de tantas conversas entre ele e Jimin...

Ele cumprimentou a secretaria com a cabeça e então parou em frente a porta entreaberta de Namjoon, e se ele tinha ficado tonto antes agora certamente tinha perdido o sentido de tudo. Uma risada de bebê vinha dali de dentro.

Ele parou na fresta da porta vendo Miki de longe no colo de Namjoon que a chacoalhava em cima de sua cabeça. Seu coração batia mais acelerado ainda fazendo doer sua caixa torácica. Era demais pra suportar.

Ela era linda, mais linda que nas fotos, os cabelos escuros e a risada gostosa, ele se viu sorrindo com os olhos marejados.Nem ouviu os passos apressados que vieram de trás de si, foi só quando sentiu o cheiro inesquecivel de morangos que ele se virou,vendo Jimin ali, o olhando.

- Yoon... Yoongi. - ele disse respirando rapido, resultado da sua corrida ate ali.

- Oi Jimin - ele disse simplesmente colocando as mãos dentro dos bolsos do paletó.

- Seu cabelo ta... escuro agora... - Jimin disse olhando seu rosto.

Yoongi assentiu - E você não tem uma barriga mais.

Jimin riu sem graça,passando a mão pela barriga plana - Você voltou de vez?

- Não, só vim assinar uns documentos e participar de uma reunião que tinha que ser presencial.

- Ahhh - Jimin falou parecendo decepcionado - Pensei que... bem... o aniversario da Miki é semana que vem... você poderia ficar...

- Tenho muita coisa pra resolver la Jimin,não posso.

Jimin soltou uma curta risada - É inacreditavel como os papeis se inverteram não é? Você é o Namjoon agora...

- Jimin...

- Não, tudo bem, eu entendo, nós não fazemos parte da sua vida mais não é.

Yoongi engoliu em seco e eles se olharam por longos segundos.Tanta coisa querendo ser dita ali, tantas magoas e feridas. Mas então a porta se abriu.

- Yoongi? - A voz de Namjoon disse alegre e Yoongi se virou a ele, que estava com Miki no colo - Caramba cara você nem avisou que tava vindo! Entra.

- Não eu só... preciso pegar os documentos pra assinar e ai... - sua voz ia saindo e Miki, que ate então estava agitada nos braços de Namjoon focou em Yoongi, coisa que uma bebê de quase um ano não faz. Yoongi se perdeu dentro daqueles olhos escuros o olhando sério,como se aquele serzinho conseguisse ler tudo em si.

Namjoon riu - Acho que ela lembra de você, pega ela - ele disse oferecendo e Yoongi congelou no lugar. Ele sentiu as mãozinhas em seus braços e não teve escolha, teve que a pegar no colo.

Ela ainda o olhava, sério, as sobrancelhas franzidas, fazendo um bico parecendo o de Jimin quando ficava manhoso, ele respirou fundo - Oi princesa - ele disse baixinho e ela pegou suas bochechas - Quanto tempo, você ta bem? - Miki sorriu de leve e Yoongi sorriu de volta.

- Entra, a gente conversa enquanto você fica com ela - Namjoon disse empurrando Yoongi pra dentro da sala - Você vem Jimin? - Jimin estava parado no mesmo lugar, uma mão no rosto escondendo as lágrimas, ele somente negou com a cabeça e Namjoon entendeu.Ele entrou, fechando a porta, vendo Yoongi olhando Miki com adoração enquanto ela ria das coisas que ele falava - Você ai com toda a pose de sério e é dobrado por um bebê - o amigo riu, contornando a mesa e sentando na cadeira enquanto Yoongi sentava no sofa, com Miki no colo.

Ele reparou que a filhote ainda usava a pulseira que ele tinha dado quando ela nasceu, e ele só queria não solta-la nunca mais.

- Sabe, eu acho que ela sentiu sua falta Yoongi. As vezes quando a gente conversava eu colocava no viva voz, e ela ficava quietinha... - Yoongi nem prestava atenção, só tinha olhos pra bebe em seu colo. - Sabe - Namjoon continuou - eu fui ate os estados unidos te pedir perdão e mesmo assim você não voltou, eu espero que você fiquei pro aniversario, e que aceite de uma vez ser padrinho dela, não colocamos ninguem.

- Não posso, tenho muita coisa pra resolver lá - ele disse ainda olhando Miki, que tinha ficado séria ao ouvir a mudança de tom em Yoongi.

- Pare de ser eu Yoongi, não é possivel isso, ate eu mudei. Jimin com certeza vai querer que você fique e que aceite ser padrinho...

- Não tenho muita certeza disso...

Namjoon bufou - Você conviveu com ele por 7 meses Yoongi, eu acho que o que vocês viveram foi forte o bastante pra você ter certeza disso sim. - Yoongi o olhou e então sentiu a mãozinha de Miki puxar seu rosto - Duvido você conseguir ir embora.

~

Dentro do banheiro da empresa Jimin chorava de soluçar sentado em uma privada dentro de uma cabine separada. Colocava a mão no coração e respirava entre arquejos, se curvando enquanto sentia tanta dor que nem poderia imaginar sentir.Ver Yoongi com Miki no colo, ouvir ele a chamar de princesa, foi mais intenso do que ele poderia imaginar. Quantas vezes tinha desejado que isso acontecesse?

Mas Yoongi parecia tão... mudado. Seu olhar estava mais duro, sua postura mais forte,sua voz mais distante... não se parecia em nada com seu Yoongi sorridente e preocupado... ele lembrava das vezes que foi dormir chorando porque ele não tinha respondido suas mensagens, ou quando ficava com o numero pronto pra discar, ou da vez que quase viajou para os EUA mas Miki teve febre pelos dentinhos que estavam nascendo e ele não pode ir com Namjoon ate la.

Jimin sentia que era apenas um tempo, sabia que Yoongi precisava. Mas vê-lo se comportar daquela forma consigo fazia ele entender que realmente tinha acabado.Que nem a amizade que eles constuiram seria mantida, e aquilo doía demais, mais do que ele imaginava que iria.

- Jimin, me deixa entrar - a voz de uma mulher soou do outro lado - Por favor.

Jimin tirou a trava da porta quando a ômega bem arrumada entrou e se ajoelhou em sua frente.

-Ele... e-le... -tentou dizer entre as lagrimas.

-Eu sei,eu vi ele entrando na sala do Nam... Você precisa respirar Jimin,vai desmaiar...

-N-não cons-sigo,dói d-demais...

A ômega o abraçou enquanto ele chorava mais, passando a mão em suas costas.Quando Jimin se acalmou ela se afastou para o olhar - Porque dói Jimin? Porque dói tanto assim?

- Porque ele me olhou de um jeito que... como se eu n-não o conhecesse, como se eu n-não significasse nada... e d-depois ele viu a Miki e chamou ela de p-princesa...

Ela sorriu - Se ele a chamou assim já invalida sua teoria de que não significa nada, não era o jeito que ele a chamava antes? - Jimin assentiu - Converse com ele, você ainda o ama, não ama?

- Ele é o amor da minha vida Hwasa, meu alfa... eu sinto...

- Eu sei, eu sinto assim com o Nam tambem... então vocÊ vai precisar lutar. O que te impede?

- E se ele ja tiver seguido em frente?

- Você vai ter tentado - ela disse e o puxou pra cima - Você é todo independente e chato as vezes, mas pelo Yoongi você vira um bebezão.

Jimin riu de leve - Sinto tanta falta dele, e imaginar ele la com a Miki... eu não sei como fazer isso...

- Você vai bolar um jeito. Agora vamos, a gente não tinha que ir ver os docinhos? Eu já to com o cartão do Nam.

Jimin riu de novo e então saiu com a ômega do banheiro.

Eles passaram na confeitaria e encomendaram os doces da festa. Hwasa era uma ômega com pose, mas ainda assim um amor, e foi uma sorte ela ter entrado na vida de Jimin, No principio, quando Namjoon começou a namorar com ela, Jimin ficou com medo, por Miki,mas foi só conhece-la melhor que viu que ela seria o adicional perfeito para a familia diferente deles.

Dentro da loja de decoração Jimin começou a andar pelos corredores, pensando em Yoongi. Ele ja pensava, mas agora tinha ficado mais intenso.Ele tinha que fazer algo, não tinha? Iria desistir desse amor tão facil? Yoongi o devia uma conversa, não devia? Ele não disse que estaria ainda o amando quando ele decidisse? Pelo menos uma conversa eles tinham que ter. Mas Jimin tinha tanto medo...Parecia procurar algum sinal de que sim, devia fazer algo.

E então do som da loja uma música começou a tocar.

"Além do arco-íris

Um lugar

Que eu guardo em segredo

E só eu sei chegar"

Ele fechou os olhos, sentindo a música entrar,sorrindo e fechando os olhos.

Ele amava Yoongi, com todas as células de seu corpo. Não tinha mais hormonio o dominando, não tinha mais impedimento nenhum.

Ele ia tentar. Tinha que tentar.

~

O dia da reunião foi e passou, e, como Namjoon tinha dito, Yoongi não conseguiu ir embora. Não quando toda vez que ia na sala do amigo Miki estava la, e ele acabava passando a tarde toda com ele, ate Namjoon ter que a levar a Jimin.

- Ela fica aqui todo dia a tarde toda? - Yoongi perguntou enquanto Namjoon arrumava o macacão que Miki usava.

O amigo riu - Claro que não, ela costuma ficar com Jimin o dia todo, ai no final da tarde ele leva ela pro meu apartamento, e as vezes ela dorme la.Mas esses dias ela anda ficando aqui porque Jimin tem que resolver as coisas do aniversario e tambem como estrategia pra te manter aqui ate a festa.

Yoongi riu, balançando a cabeça, mas com algo martelando nela - Você e o Jimin... não estão morando juntos?

- O que? Não não, eu só morei com ele uns dois meses, depois ele me expulsou - Namjoon riu novamente - Mas eu consegui fazer ele se mudar pro mesmo predio, então fica mais tranquilo.

- Hmmmm - Yoongi disse e então a secretaria bateu na porta.

- Senhor Min, estão te esperando.

Yoongi assentiu, olhando Miki uma ultima vez antes de sair da sala de Namjoon. Os acionistas estavam aproveitando a presença do sócio ali para resolver coisas pendentes, então ele foi ate a sala de reuniões.

Demorou alguns minutos e Namjoon entrou.Yoongi ate pensou com quem Namjoon tinha deixado Miki, mas era tanta gente falando com ele que ele deixou passar. Namjoon saiu meia hora antes da reunião acabar, então Yoongi voltou para a sala do amigo, ansioso para ver a filhote novamente antes de ir embora.O Kim havia feito uma especia de quartinho ao lado da sala, onde a porta dava para a sala de Namjoon, para deixar Miki ali, tinha um berço, um guarda roupa e uma cadeira de balanço, que estava ocupada por Jimin, dando de mama a Miki.A luz de dentro do quartinho estava apagada e Yoongi conseguia ver apenas pela fresta da porta, pareccia que estava ficando expert nisso, mas ali estava ele com os olhos grudados, ouvindo Jimin cantar baixinho a musica que ele cantava pra sua barriga.Jimin sorria, vendo a filha dormindo em seu colo, e Yoongi respirava fundo, devagar. Não tinha visto Jimin frente a frente desde o dia que chegou, três dias atras, e não pretendia conversar com ele então deu as costas a porta e resolveu ir embora.

Mas então parou,respirando fundo o cheiro de morangos que tinha ali, suspirando e gemendo de leve, conseguia lembrar ate o gosto em sua lingua tamanha era a falta que sentia.

- Yoongi? - ele ouviu Jimin chamar enquanto fechava a porta do quartinho trazendo a baba eletronica na mão.

- Eu... vim... ver ela antes de ir embora...

- Acabou de dormir, pode entrar la se quiser. - Jimin sorriu de leve.

- Não, não quero acordar ela. - Jimin assentiu e Yoongi ainda estava parado no meio da sala - Você... conseguiu dar de mamar então?

Jimin suspirou, andando alguns passos - Foi um mês terrivel, mas acabei pegando o jeito...

- Que bom... - Yoongi disse e então o olhou, dessa vez o analisando. Jimin estava lindo, mais lindo do que antes, parecia que algo nele brilhava.Vestia uma camiseta branca de manga curta, que colava em seu abdomen e dava pra ver a barriga plana agora. Era a primeira vez que o via assim, a calça era colada nas coxas fartas e Yoongi engoliu em seco - Eu... vou então.

- Yoongi, a gente não pode conversar? Por favor...

- Jimin, acho que a gente não tem nada pra conversar...

- Sério? Sério mesmo? - Jimin ia chegando mais perto - Então tudo que a gente viveu naqueles meses não foi nada? Nem meu amigo você não quer ser mais?

- Jimin... - Yoongi disse frustrado.

- Eu só queria saber sabe, porque dai eu não te incomodo mais, eu excluo seu numero, não te mando nada da Miki, e não fico na esperança de você me responder ou pelo menos me cumprimentar. Ja que você me tirou da sua vida só me avisa pra eu fazer o mesmo.

- Do que você ta falando Jimin? - Yoongi disse em um sussurro incredulo.

- Ué, você foi embora dizendo que me amava e depois não disse mais nada, me evitou por quase um ano. Como você acha que eu me senti?

- Como você acha que eu me senti Jimin? - Yoongi falou dando um passoolhando pra ele - Vendo os meses da Miki passando, não participando de nada! Não vendo ela comer, ou vendo você conseguir dar de mamar a primeira vez, ou vendo ela andar ou achar as mãozinhas? Jimin? Era como se todo dia uma parte de mim morresse...

- E porque não voltou? - Jimin se aproximou mais,parando a sua frente - Namjoon me contou que foi ate la te pedir perdão, que ele explicou tudo, vocês ate conversam, porque não voltou? Foi por minha causa? Você ficou com medo de eu cobrar algo? Yoon, pelo menos com a Miki...você não precisa retribuir meu amor, não precisa ficar comigo, mas a Miki... ela é inocente nisso tudo, e ela lembra de você, você viu...

- Retribuir Jimin? Como você acha que é pra mim? Ver você com sua familia, uma familia que eu não pertenço!

- Não pertence porque não quer! - Jimin gritou.

- Como você tem coragem de falar isso? - Yoongi o olhou o enfrentando, estavam frente a frente agora, misturando as respirações.

- Como eu não tive coragem de falar antes né? Você ta sendo tão egoista,foi esse tempo todo! Não pensou em mim, ou no sentimento que despertou em mim, ou na Miki, só pensou em você! Só em você!

- Não Jimin, eu só pensei em você! Cada maldito segundo desse ano inteiro, só em você!

E colou sua boca na dele.O beijo nada era parecido com qualquer outro que compartilharam na gravidez. Era duro, com raiva, saudade, amor, tesão. Estavam inebriados pelos cheiros e gostos que compartilhavam, mordendo as bocas, chupando as linguas, apertando os corpos.

Foram de encontro ao sofa caindo nele e Yoongi pressionou seu corpo no de Jimin, apertando sua cintura fina enquanto o beijava com vontade. As linguas juntas eram uma total loucura e Jimin agarrava seus cabelos forte, tentando descontar tudo que estava sentindo.

Então a porta se abriu.

- Eita - a voz de Namjoon entrou na sala e Yoongi pulou, arrumando a roupa e os cabelos.

- Nam, me... desculpe eu... meu Deus me desculpe... - ele disse olhando para o amigo e correndo pra fora da sala.

Namjoon olhava da porta para Jimin, completamente confuso.

-O que aconteceu?

Jimin riu,se sentando no sofa,a compreensão chegando - Ele acha que a gente ta junto.

Namjoon soltou uma risada longa,colocando a mão na barriga e Jimin sorriu de canto,ainda sentindo o gosto de cafe em si.

Yoongi ainda o queria, e não ia desperdiçar a chance.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...