História Amor de ex-assassino - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Tags Hunter X Hunter, Killua
Visualizações 85
Palavras 1.898
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Kyaaaaaaahhhh!! Eu, eu, eu, amooooo este capitulo... Só aproveitem !!!

Capítulo 13 - 50 horas


Fanfic / Fanfiction Amor de ex-assassino - Capítulo 13 - 50 horas


Capitulo 13
POV Killua
Eu não sabia o que dizer, então ela também era uma assassina, quer dizer... Ex-                           -assassina... Ela ficou 5 anos sem matar, ela conhece o meu pai, ela tem um poder enorme, eu , eu sinto me um inútil, ao lado dela ... Ela voltou para o nosso lado, calma, e sentou se no chão a chorar, não se ouvia quase nada, mas eu consegui ouvir.
-Eu sou um monstro..-sussurrava ela. Eu fui até ela e sentei me a lado dela.
-Não, tu não és um monstro... Tu és ... Tu ...-falei. Ela levanta a cabeça e uma lágrima escorreu pelo seu rosto, eu limpei a . Ela olha nos meus olhos com uma intensidade enorme, como se estivesse a gostar do que via... Eu corei...
-Killua, eu sou um assassina... Mas eu não quero ser uma...-ela disse. Eu sorri.
-Tu não és uma assassina, tu és uma ex-assassina... O contrário de mim...- eu abaixei a cabeça.
-Hum? Como assim?-ela perguntou.
-E-eu sou um Zoldyck...-falei. Ela olhou para mim chocada e sorriu.-Sabes tu podias me ajudar a tentar controlar o meu corpo, isso é bem difícil , ainda estou um pouco espantado... Tu não mataste mais ninguém durante 5 anos... Isso é muito !!! -eu falei.
-Hummm... Ok mas vamos fazer assim... É muitoooooooooo difícil ficar sem matar ninguém, bem , para mim foi fácil, porque eu quase nunca matava alguém , era muito raro, era só quando me chateavam a sério , ou via algo que me irritava... Então , nós vamos fazer o seguinte, quando for necessário matar, nós matamos, e quando for algo merecido nós também matamos, só matamos se for para o bem, entendeu ?-ela perguntou.
-Hai!!-respondi. Nós ficamos muito tempo conversando sobre nosso passado, nossa infância , nossos pais, habilidades, e também o que gostaríamos de aprender , numa semana cada um ensinava uma habilidade ao outro e sempre assim, conversamos tanto que eu nem tinha reparado que era a minha vez, e que nós tínhamos perdido 50 horas, por causa do Leorio.
POV Howaito
Agora era a vez do Killua, ele ficou com o mais forte que ali havia... Nossa, eu ouvi muitas histórias sobre esse homem e todas eram agonizantes... O Killua perguntou que método ele cria, o homem respondeu até á morte, eu comecei a suar frio, cuidado Killua, por favor toma cuidado. O Killua avançou foi um movimento rápido demais, se eu não tivesse esses olhos eu não conseguia ver o que aconteceu. Ele simplesmente ativou umas garras que pareciam super afiadas, ele retirou o coração do homem parando atrás dele, o homem virou se pasmo, e Killua mostrou lhe um saco que estava cheio de sangue e que tinha o batimento de um CORAÇÃO ?! Nossa... Incrível ! Ele é incrível ! Eu não consigo fechar a boca. Eu estou tão admirada eu nem percebi que Killua estava ao meu lado, só percebi porque senti uns dedos quentes no meu queixo fechando a minha boca.
-Woooowww, os Zoldyck's impressionam me cada vez mais!-falei. O Killua sorriu, ele estendeu me a mão , eu peguei a sua mão e ele me ajudou a levantar, depois fomos todos para uma sala, na qual nós tínhamos de esperar 50 horas, graças ao Leorio. Era uma sala simples, sofás , uma mesa no centro, televisão,e um relógio que marcava o tempo que faltava.
Eu reparei que tinha muitos livros, então eu peguei os que me interessavam mais e sentei me ao lado do Kurapika e comecei a ler...
POV Gon
Na sala eu não achei nada de interessante para fazer então eu comecei a jogar com a minha cana de pesca e vi que o Killua fazia manobras de Skate, a Howaito lia...
-Hey, Killua...-sussurrei. Ele olhou para mim.- Vamos assustar a Howaito, e jogarmos um jogo qualquer...-falei baixinho só para ele ouvir. Ele olhou para a Howaito e assentiu. Nós fomos sorrateiramente por trás com esperanças que ela não nos reparasse .
-Gon... Não tentes ... Tu não me assustas ...-ela falou. O Killua já estava  atrás dela, ele salta para cima dela, fazendo eles caíram nos meio do livros.
-Kyaahhhh!-gritou a Howaito. Hum, eu vou dar espaço ao casal... Eles estão  aqui? Oh coisa boa... Vou para o outro lado. Fui me embora deixando ali um clima mais quente.
POV Howaito 
O Gon tentou me assustar como ele tenta nas maiorias das vezes, eu avisei que ele não ia conseguir, o que eu não esperava era que o Killua, também estivesse, envolvido nisso, ele agora estava encima de mim, a rir se, eu só fiquei a olhar aquele sorriso e aqueles olhos, ele notando isso, parou, e ficou a olhar me, ele olhou para os meus olhos e depois meus lábios, olhos, lábios, aquilo não durou muito tempo.
-Hey, miúdos , façam pouco barulho... Quero dormir!-falou o Tonpa.
-Hehe...- começamos a rir , depois eu reparei que o Gon não estava mais lá... Ele saiu de cima de mim, eu fui arrumar os livros e sentei me junto do Gon, vendo Killua explicando a sua manobra. Umas horas depois, nós apagamos as luzes, o Kurapika adormeceu, num sofá, o Gon também, e eu fiquei a ver televisão com o Leorio, comecei a sentir me cansada, fechando os olhos devagar e apagando desse mundo.
POV Killua 
O Gon estava dormindo, Kurapika também, o Tonpa pensava, Leorio e Howaito viam televisão , e eu olhava a ... 
-Tonpa... Leva ela para um sofá... Ela adormeceu.... -falou o Leorio. Só agora reparei que ela estava a dormir. O Tonpa foi até ela, pegou ela desajeitado, levando a para um sofá e atirando a para lá , literalmente ! Os nervos subiram me á cabeça mas eu aguentei, eu levantei me, empurrei Tonpa para o lado enquanto ele se ria, ele calou se de imediato e foi se embora para o seu sofá , eu peguei a Howaito estilo noiva e a levei para o meu lado, eu fiquei tipo conchinha com ela, eu apoiei minha cabeça no pescoço dela e adormeci...
Acordei de manhã , sentindo uma respiração contra meu peito, eu abro os olhos para ver e a Howaito dormia virada para mim com a cabeça encostada no meu peito, aquilo deu me arrepios, mas quando eu vou a olhar para cima, tenho um Leorio , um Kurapika e um Gon olhando para mim com cara de diversão ...
-Então, o que acontece entre vocês ?-perguntou o Kurapika. Eu fiquei vermelho.
-N-nada!-respondi.
-E porque não ?-perguntou o Gon. Sério isso?!
-Porque ele não tem coragem, Gon!-respondeu o Leorio por mim.
-Nani?!-perguntei.
-Nada não ... Vê se te despachas com o pedido de uma vez !-falou o Gon indo se embora junto com os outros. Pedido ?! Nani?!
POV Howaito
Eu me senti sendo jogada para um sofá e depois alguém me agarrar estilo noiva e levar me para outro sítio, eu fui deitada num outro sofá com alguém atrás de mim que apoiou a cabeça no meu pescoço, eu arrepiei me com o toque da respiração no meu pescoço, eu não tinha coragem de ver quem era... Mas a curiosidade era tão grande que me virei, ficando de frente com o peito do...Killua?! Eu estou a dormir com o Killua?! Eu corei até á raiz, tentei me controlar e voltar adormecer, que aconteceu com sucesso . Eu estava a dormir muito bem quando comecei a ouvir um diálogo , era sobre mim e um pedido, a princípio não entendi, mas depois juntei os fatos e fiquei vermelha, acabei me escondendo debaixo dos cobertores. O Killua levantou se e deu um beijo na minha testa, e eu fiquei a dormir mais um pouco.
POV Killua 
Eu estava a aprender como se usava a cana de pesca do Gon, a Howaito acordou e veio ter connosco.
-Ahh, oi...-falou meio que sem jeito e corando.
-Yooo-disse junto com o Gon . Nós todos sorrimos.
-Então .... O que estão a fazer? -ela perguntou.
-Tentando fazer a manobra do Killua-disse o Gon.
-Tentando fazer o que o Gon faz...-eu falei.
-Ok, então... Boa sorte com isso...-ela falou e sorriu.
POV Howaito
Enquanto eles tentavam, eu lia um livro.
-Conseguiiii!!-disse o Gon, que me assustou.
-Eu também !-disse o Killua.
-Mas já ? Nossa...-eu falei. Eles começaram a festejar... E eu só me ria, depois eles trocaram, o Killua fez uma manobra nova e o Gon tentava fazer uma coisa diferente. 
-És muito habilidoso no Skate...-eu falei. Ele olhou para mim e ficou vermelho.
-Arigattou, anda cá tu tentar!-ele disse sorrindo. Eu acenei negativamente.
-Não, obrigado, não quero partir nada...-eu falei me rindo. Ele veio até mim, me pegou ao colo, levou me até o Skate, e me pôs lá em cima.
-Eu te ajudo!-ele falou e depois corou. Ele explicou me as coisas certinho, e alguns minutos depois eu já a fazia sozinha.
-Obrigado, Kill...-eu disse, me aproximei da bochecha dele e dei um beijo, ele ficou muitoooo vermelho.
-D-d-de n-na-na-nada ...-gaguejou, eu só consegui sorrir, peguei no livro que estava a ler e continuei... Ainda faltava 20 horas ... Eu já não tinha mais nada de interessante, eu e o Kurapika já lemos quase todos os livros... 
-Mesmo.... Como eu me pude esquecer ?! Gon a tua mala ? -eu perguntei, ele olha para mim desconfiado.
-Ali!-apontou ele.
-Arigattou...-fui até á mala dele e tirei de lá o meu livro... O meu livro que tem mais de 500 páginas !-Yeyy, um livro decente!
-Posso ler junto ?-perguntou o Kurapika.
-Claro! - respondi . Eu e o Kurapika lê mos , e lê mos, e lê mos até não pudermos mais , eu já estava cansada então passei o livro para as mãos do Kurapika que continuou a ler e pousei a cabeça no ombro dele, acabando por dormir, uns minutos depois sinto uns braços há minha volta, me agarrando e levando para um sítio mais confortável, eu abri os olhos e vi que o Gon me levava para o sofá , ao lado do Killua, que também dormia... Ele me pôs no sofá e foi apagar a luz, e foi dormir no outro lado do sofá, assim o Killua ficando no meio, eu comecei a mexer no cabelo dele, que era muito macio . Fiquei a olhar o cabelo dele por muito tempo, depois comecei a acariciar a cara dele, quando dei por mim, estava a acariciar a boca dele que era macia e um pouco húmida, de repente se forma um sorriso na boca dele, eu me assustei e tirei a mão , virei me para o outro lado, para dormir mas ouço uma respiração no meu ouvido.
-Podes continuar... Estava gostoso ....-falou o Killua, eu corei até á raiz, mas eu corajosa como sou, virei me para ele, e fiquei, cara a cara com ele, ele deu um sorriso enorme, o sorriso era tão grande ... Que eu comecei a rodear o sorriso, ele parou de sorrir e corou, então eu comecei a mexer numa mecha do cabelo dele que caia pelo olho... Azul...dele...super...intenso... Eu paralisei, aqueles olhos eram perfeitos, faziam me lembrar também os meus momentos de glória , quando eu vinguei do meu pai ... Fazia me lembrar os olhos do Silva, só que estes eram mais bonitos ! Eu sorri, e me aconcheguei no peito de Killua , que acabou me abraçando, e nós dormimos assim.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! E eu ainda preciso de um nome para eles...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...