História Amor de ex-assassino - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Tags Hunter X Hunter, Killua
Visualizações 114
Palavras 1.003
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, esperomque gostem...

Capítulo 27 - Foi tudo uma... Mentira?!


Fanfic / Fanfiction Amor de ex-assassino - Capítulo 27 - Foi tudo uma... Mentira?!


Capitulo 26 
POV Killua
O Gon foi falar com a Mito-San... E eu fiquei no quarto com a Howaito, já se tinha passado 30 minutos e ele não volta .
-Voltei! E tenho uma coisa muito importante para vos contar !-ele disse se sentando no chão connosco.
-Nani?-perguntou a Howaito.
-Isto...-ele disse nos mostrando uma caixa...
-Uma... Caixa?!-falei.
-Hai, eu já a tentei abrir com força mas não abre... Isto foi deixado pelo meu pai... Ele disse que a Mito-San só me podia dar isto quando eu fosse Hunter, então agora eu a tenho mas não sei como abrir...
-Experimenta, o teu cartão ...-eu disse. Ele tentou e nada.
-Experimenta tu abri-la com força,Killua !-ele disse.
-Ok...-eu tentei , dei o meu máximo e nada.
-Baka...-disse a Howaito.
-Nani? Vem cá tu tentar !!-disse o Gon.
-Não ..-ela disse.
-Ahh, então não digas nada!!-ele disse.
-Abre isso com o teu Nen , baka!-ela disse. Verdade!! Nen !! 
- Mesmo experimenta com o teu Nen!-eu disse, assim ele fez e a caixa se abriu, lá dentro tinha um anel, um jogo, e uma cacete antiga ...
-Woww, o que isto? Vamos ver ? -disse o Gon. A Howaito senta de ao nosso lado ... O Gon pegou o anel e pôs no dedo... -Legal!!-disse.
-Vamos ver o que a cacete diz?-perguntou a Howaito.
-Hai! Gon posso fazer uma cópia, só para prevenir?-perguntei.
-Hai !-ele disse. Eu fiz uma cópia e procurei por rádio, eu pus a cacete lá dentro e começamos a ouvir , era o pai do Gon... Ele começou a falar, depois quando ele ia falar sobre a mãe do Gon, o Gon parou ele não queria ouvir mais... E a cacete foi apagada...
-Ohh , é verdade ! -disse a Howaito.
-Nani ?-perguntou o Gon.
-Sabes aquela carta que eu tenho ?-perguntou .
-Hai... Tu também só a podes abrir quando tu fores Hunter.. Mas tu não conseguiste a licença mas sabes usar Nen! Vai buscá-la !-disse o Gon, ela se levantou e sai do quarto.
-Não estou a entender mais nada...-falei.
-No dia em que ela matou o Pai... Ela foi ao escritório dele e encontrou uma carta que dizia que era para ela e ela só podia abrir quando fosse Hunter...-contou me o Gon.
-Ahhh, entendi !-eu falei. Ela voltou com uma carta na mão ...
-Vamos experimentar?-disse ela. 
-Hai!-respondemos.
POV Howaito
Eu agarrei a carta com as duas mãos e usei Nen, do nada a carta começa a falar...
-Nani?!?!-disse o Gon e o Killua.
-Reconhecendo o Nen... Reconhecendo o Nen... Nen correto! -a carta que brilhava com uma cor dourada agora brilhava azul... -Reconhecendo Senju... Senju não encontrado...
-Então ainda vou ter que ativar o Senju?-disse.-Senju... -os meus olhos ficaram brancos. Ativei o Nen de novo.
-Reconhecendo Nen... Reconhecendo Nen... Reconhecendo Senju... Reconhecendo Senju... Reconhecimento completo!-a carta brilha num tom Lilás muito forte, e uma folha começa a voar á minha frente...
-Mas que...-digo.
-Wooww!! Legal!!!-disse o Killua junto com o Gon.
-Quem quer ler para mim?-perguntei.
-Eu!-disse o Killua.
-Ok ... Toma !-eu disse, ele começou a ler.
"Bem eu não sei bem como começar... Talvez eu me deva apresentar primeiro... Apesar de tu já me conheceres, e não quereres ouvir nunca mais meu nome... Sou eu mesmo, teu pai... Eu tenho muita coisa para te contar... Chega de mentiras... Chega! Eu escrevi esta carta para te dizer a verdade, aquela verdade que nunca devia ter escondido, eu sou um covarde... Um fracasso... Eu devia ter te dado mais valor eu sei, mas antes de eu te dizer toda a verdade sobre a família Senju, eu quero te pedir desculpa... Desculpa por ter te feito passado pelo que passaste, eu só queria que tu fosses a assassina perfeita, desculpa por ter sempre exagerado na tua punição ... Eu pegava pesado demais, eu sei, mas desculpa, eu queria que tu conseguisses aguentar a qualquer dor, para mais nada nem ninguém te por para baixo ... Agora eu vou contar a verdade... Eu e o meu amigo Tom conhecemos duas raparigas, a Layla e a Konan... Eu me apaixonei pela Layla assim como Tom... Mas a Konan se apaixonou por mim, ela não largava do meu pé... Então eu comecei a namorar a Layla em segredo mas a Konan acabou por descobrir e matou os teus avós... Eu casei me com a tua mãe, para ela poder ficar comigo e também porque eu a amava... Mas a Konan, me ameaçou dizendo que ia matar os meus pais, então eu lhe menti, dizendo que eu só queria o poder ocular dela, a Konan acreditou, depois ela começou a desconfiar, e me obrigou a matar a Layla, mas eu não a matei, foi tudo ilusão ... Tu acreditaste assim como a Konan, e olhos que tinha? Perguntas tu... Eram os olhos do teu avô... Eu consigo, ou conseguia...  Ver o futuro... E eu vi o teu futuro, tu encontraste a verdadeira felicidade, junto com o teu "primo" e com Killua... É esse Killua... Ele é selvagem! Na cama...oi?! Eu não disse nada... Então eu já sabia que tu te ias vingar, que ias dar um fim á Konan, e vais salvar a tua mãe. Mas como eu ainda sou rigoroso nas coisas eu vou dizer que tem sítios especiais onde tem uma carta para tu abrires... Depois vais ler as cartas e lá tem pistas para onde está a próxima carta, isso vai te ajudar a encontrar a Layla... Ahh, também não me posso esquecer... A tua mãe tem uma habilidade tipo sensor... Ela consegue encontrar o Nen de uma pessoa e depois encontrá-la ... Então isso vai ajudar o Gon... Te amo.   -Papai
 
O Killua leu e eu fiquei sem palavras, eu não consigo falar nada, eu não sei se fico triste ou feliz...
-Então vamos encontrar a tua mãe primeiro?-perguntou o Gon.
-Hai ! Mas não agora... Nós primeiro vamos ao leilão ... Tentar arranjar o Jogo... E depois que nós tivermos o jogo, nós vamos procurá-la !  
 


Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...